terça-feira, 17 de junho de 2014

4-0

1-0: A Geração de Ouro já lá vai há muito. Exceptuando Ronaldo, e um ou outro jogador, a melhor selecção de jogadores portugueses da actualidade - não confundir com a trupe que está no Brasil - é pouco mais que mediana. Além disso, o Patrício não é o Baía, o Veloso não é o Costinha, o Nani não é o João V. Pinto. Aquilo que as vitórias em Riad e Lisboa, trouxeram, na maioria dos casos, não foi mais que fornadas e fornadas de pseudo-craques e falhados-natos (alô Dani?) que dão 2 pontapés numa bola, e logo são elevados a craques; não há esforço e muitas vezes nem o mais básico profissionalismo. Muito gabam Ronaldo, mas poucos lhe seguem o exemplo.


2-0: Há grandes jogadores, que dão treinadores medíocres; há jogadores medíocres, que dão grandes treinadores, e depois há tipos como o Paulo Bento, que são mediocres, façam o que fizerem. Dá-se ares de indivíduo sério e independente, que pensa pela sua própria cabeça - só que nada que saia dali, tem qualquer aproveitamento. É o pior seleccionador dos últimos 20 (25?) anos. Até o Scolari, tinha a seu favor ser um excelente motivador; a especialidade do Paulo Bento, são as críticas às arbitragens. Também se finge "sargentão", excluíndo do grupo quem não tem a "atitude" certa, mas mantém por perto o Pepe; o mesmo Paulo Bento, que há 14 anos, foi suspenso durante meses por injúrias a um árbitro.



3-0: O "cristão-novo" presidente da FPF, sempre pronto a agradar aos senhores da Metrópole, ofereceu ao seleccionador um contrato que, se calhar, nem o Del Bosque, campeão do Mundo e da Europa, tem - "faça o que fizer, tem emprego garantido até 2016".

  4-0: Mais que a corrupção em geral, os favores, as "garantias", as apostas ilegais e os resultados combinados, a maior ameaça ao futebol europeu (mas não só), dá pelo nome de Jorge Mendes. Controla jogadores, dirigentes, selecções e clubes; monta e desmonta plantéis e equipas técnicas - aquilo que se está a passar com o Valência, é uma vergonha; além disso controla o Real Madrid, e tem o Atlético num bolso - num gritante conflito de interesses, que ninguém parece interessado em questionar; a selecção também é a sua coutada e é óbvio que é ele quem determina que jogadores são chamados.

13 comentários:

Pedro Jesus disse...

Excelente,nem mais!

Luís Vieira disse...

Os 3 primeiros golos são muito bem metidos, o 4º, como já referi anteriormente, peca por excesso.

Nuno Fonseca disse...

O paulo bento é o pior selecionador. Se vencermos 4-0 os EUA é o melhor. O futebol é isto. Há muitas decisões com as quais não concordo. Mas é tão fácil expo-las na ressaca de um jogo destes. tão fácil. Depois do jogo da Irlanda não vi destes comentários.
Acho que houve uma campanha anti-queiroz vergonhosa a um treinador que para além de outros méritos começou preparar as camadas jovens para o futuro num trabalho transversal a todas as idades. Isso não implica que Paulo Bento não tenha feito um grande trabalho desde que entrou em acção. Nem compro a ideia que não sabe motivar jogadores. Basta ver Ronaldo na era queiroz ("falem com o Carlos") e vê-lo na era de Bento. A equipa que agora joga no Brasil é semelhante à do Euro2012. Europeu esse no qual estivemos a um penalti de ir à final e no qual ultrapassamos na fase de grupo a Dinamarca que nos tinha dado no pêlo momentos antes e a Holanda finalista do mundial anterior. Isto são resultados. factos. mas que pelos visto não contam para a avaliação subjectiva que é afirmar que o pior treinador é Bento.

Antonio Silva disse...

Maior elevação a craque foi o caso do Gil no Mundial de 1991. A enésima iteração do "Novo Eusébio". Tornou-se na coqueluche do futebol junior de Portugal (de acordo com os media lisboetas) para depois acabar na obscuridade, local onde nunca devia ter saído.

Nuno Queiroz disse...

Muito bom e toca em vários aspectos importantes dos problemas do futebol e da selecção portuguesa em particular.

O que não se disse dos mundiais da Coreia/Japão e da África do Sul... Mais uma vez num Mundial fora da Europa fizemos uma preparação miserável. Não aprendemos nada com a prepapração para os anteriores mundiais México86, Coreia/Japão2002 e África do Sul2010 e voltamos a fazer tudo mal.

Apesar de tudo, temos jogadores (não conjunto pelo que vi ontem dos EUA-Gana) para ultrapassar esta fase mas não temos seguramente treinador. Em 2004 tb perdemos o primeiro jogo mas tínhamos no banco Ricardo Carvalho, Maniche, Deco, Cristiano Ronaldo e outros que permitiram transformar a equipa mas olhando para este banco temos Beto, Neto, William Carvalho, Éder e... o resto é para encher chouriços e isto se o PB não resolver meter Ricardo Costa, André Almeida, Postiga ou até, quem sabe Eduardo. Na realidade corremos o sério risco de ficarmos já despachados e ao mesmo tempo ficarmos livres desta patrioteirice bacoca o que, visto por esse ponto, até era agradável.

Nuno Queiroz disse...

Também não entro nessa guerra do melhor ou pior treinador de sempre. Mas a verdade é que ele, no euro2012 pegou numa selecção destroçada pela campanha anti-queiroz ( e com culpas tb de Queiroz, obviamente) e levou ao apuramento tb no play-off e ao euro em que a pressão era bem menor.

Na qualificação para este mundial, num grupo muito fraco, estivemos muito mal e só conseguimos o apuramento no mesmo play-off e pior do que tudo foram os constantes problemas com jogadores e não só. O problema é que este ano temos 6/7 jogadores fisicamente muito mal que estiveram lesionados e sem ritmo de jogo. E ele, além disso, mais uma vez, preferiu chamar jogadores sem ritmo e meio lesionados a outros que fizeram uma boa época e que poderiam trazer alguma mais valia e falo dos casos mais gritantes como Quaresma, Antunes e Adrien mas poderia falar em Bebé (melhor marcador português no campeonato) e outros para levar jogadores como Veloso, André Almeida e os tais jogadores sem ritmo em que o caso de Vierinha é Flagrante. E quando no primeiro jogo tens 2 jogadores lesionados e 1 expulso, colocou-se a jeito para as críticas e ainda vem justificar tudo com com a arbitragem que foi má é certo mas que não justifica a falta de qualidade de Veloso, J. Pereira e a atitude de Pepe (e o Quaresma é que é mau).
Paulo Bento é fraco e não é por ter feito um bom euro2012 que o deixou de ser tal como Scolari que até podia ter ganho o Euro2004 mas nunca deixará de ser um treinador medíocre.

Nuno Queiroz disse...

O problema da falta de jogadores novos de qualidade é que dão um chuto na bola e acham que já são jogadores fantásticos, e isto é uma tremenda falta de humildade. E isto é um problema gravíssimo do futebol português e penso que é tb um problema grave da formação do Porto. Jogadores de 15/18 anos são tratados como craques, com salários altos e julgam.se já grandes vedetas. Só se for nos penteados e nas tatuagens. E isto a nossa inefável CS lisboeta não fala. Muitos jogadores precisam de ser tratados de chicote porque de outra forma não entendem.

Franco Baresi disse...

Tudo o que se VIU ontem já ACONTECEU há muito. Ontem vimos manifestações de todas as maleitas que há muito se instalaram no futebol português:
- Seleccionador que não selecciona, quem selecciona são outros (não só, mas também, Jorge Mendes);
- Treinador que escolhe sempre os mesmos para titulares (mesmo que estejam lesionados ou sem ritmo);
- Federação que não organiza o estágio como deve ser (mais parecendo, neste caso, uma "tour" pelas Américas);
- Comunicação Social a endeusar os jogadores e, por conseguinte, a esfarrapar desculpas após os insucessos (como podem deuses falhar? Não podem, as falhas têm de estar noutro lado...);
- "Adeptos" que não percebem patavina de futebol e não têm a mínima noção da "lavagem cerebral" que lhes é aplicada por quem ganha com isto;
- "Craques da bola" que não o são, mas que acham que sim. E outros que sabem que não são, mas agem como tal;
- "Craques da bola" que já não precisam de correr para ganhar os jogos... porque "não têm nada a provar"...;
- Arbitragens a condizer com quem não se dá ao respeito.
- Enfim, mediocridade quase geral e da pior - a não assumida.

Estas causas há MUITO que estão lá. O que foi EXCEPCIONAL ontem foi que se manifestaram TODAS numa mesma ocasião. Que maçada!
Já sei que, se alguma delas não se manifestar numa próxima oportunidade e a selecção conseguir algum resultado interessante, tudo voltará a ser percebido como se nenhuma das maleitas existisse.

É a vidinha... do adepto da Selecção. E a GRANDE VIDA de outros... Afinal quem é medíocre?

Bluesky disse...

Assino esta crónica por baixo, por cima e ao lado... completamente em cheio!!!!
Mas o que é que se pode fazer num país onde a mediocridade é premiada, a dependência subsidiária é obrigatória e a eficácia condenada????
Mas uma coisa esta derrota trouxe, o folclore saloio e provinciano de uma CS centralista, acéfala e tragicamente cómica acabou!!!!

Filipe Sousa disse...

Vai uma aposta que o William vai jogar na próxima partida? - http://www.zerozero.pt/noticia.php?id=139049

Luís Vieira disse...

Para bem da selecção, espero que sim, seja o Jorge Mendes a impor (?) ou não.

JCCJCC disse...

é mesmo isso.
só discordo duma coisa: Nani de facto não é JVP, é bem melhor. Mesmo estando longe do que já foi, continua a ser bem melhor que JVP.

Pedro disse...

O Jorge Mendes controla o Real Madrid e é uma ameaça mais grave que as apostas ilegais... O que seria o mundo sem teorias da conspiração apresentadas como certezas absolutas sem provas nenhumas ou qualquer lógica na sua construção. Mais enfadante com certeza.

Aliás eu lanço a minha própria teoria da conspiração. É Jorge Mendes que controla a humidade em Manaus, foi também ele que decidiu que Hugo Almeida é melhor que Danny, e como estava aborrecido colocou uma casca de banana a ver se o Coentrão se lesionava. A caganeira do plantel das Honduras também tem o seu dedo. É tudo parvo não é??