quarta-feira, 25 de junho de 2014

Obviamente, não me demito

17-06-2014
«A Forbes fez as contas: Paulo Bento ocupa o 12º lugar entre os treinadores mais bem pagos no Mundial do Brasil, com um salário de 2,16 milhões de dólares (cerca de 1,6 milhões de euros). (…)
É o italiano Fabio Capello o treinador que mais recebe nesta competição. O seleccionador da Rússia apresenta um salário de 11,24 milhões de dólares (…)
O pódio encerra com Inglaterra e Itália. O inglês Roy Hodgson leva para casa 5,87 milhões e o italiano Cesare Prandelli outros 4,32 milhões de dólares.»


24-06-2014
«O selecionador de Itália, Cesare Prandelli, anunciou que pediu a demissão após a eliminação do Mundial 2014.
O presidente da Federação, Giancarlo Abete, diz que ele próprio se vai demitir.
O técnico revelou após a partida com o Uruguai, que ditou a saída da equipa do Campeonato do Mundo: “Falei com Abete após o jogo para assumir a responsabilidade pelo projeto técnico. Decidir renunciar ao cargo.”»
in Maisfutebol


25-06-2014
Sei da minha responsabilidade, sei que em Abril cheguei a um acordo com a federação, que não tinha apenas a ver com os resultados no Mundial, mas também com os objetivos para 2016. Perante estes factos, aconteça o que acontecer no jogo de amanhã [Portugal x Gana], não me demito. Não é a minha intenção, nem da direção, nem é a intenção do presidente da FPF. E com isto tenho tudo dito.
Paulo Bento, em conferência de imprensa no Brasil


Paulo Bento, sem estar a gozar, disse hoje que, aconteça o que acontecer no jogo Portugal x Gana de amanhã, não se demite.
Ou seja, mesmo que a sua equipa perca ou empate, o que significaria o pior desempenho de sempre de uma seleção portuguesa em fases finais de Mundiais (sim, seria ainda pior do que Saltillo em 1986 ou Coreia/Japão em 2002), Paulo Bento afirmou, perentoriamente, que não se demite.
Enfim, se mais preciso fosse, isto mostra bem o carácter do atual seleccionador.

10 comentários:

Mefistófeles disse...

E ainda dizem que os italianos é que são mafiosos...

JOSE LIMA disse...

Amigo José Correia
Não sei se já conhecia esta:
http://www.cmvm.pt/cmvm/comunicados/contrordmtograves/documents/divulgacaocord292008.pdf
.
ou esta:
https://www.facebook.com/antonio.boronha?fref=ts
(Boronha denuncia chantagem de Humberto Coelho)
Também em
http://www.dn.pt/desporto/seleccao/interior.aspx?content_id=3991707

Abraço

António Soares disse...

Obviamente que não se demite pelo simples facto do patrão que o colocou lá não deixar...

Já viram a trabalheira que dá ao Mendes andar a escolher selecionadores e treinadores para as selecções e os clubes que controla? FPF, Porto, Braga, Rio Ave, Sevilha são apenas alguns exemplos...

António Soares disse...

Obviamente que não se demite pelo simples facto do patrão que o colocou lá não deixar...

Já viram a trabalheira que dá ao Mendes andar a escolher selecionadores e treinadores para as selecções e os clubes que controla? FPF, Porto, Braga, Rio Ave, Sevilha são apenas alguns exemplos...

Paulo Costa disse...

É a diferença entre quem sabe qual é o seu lugar e as suas responsabilidades e quem está agarrado ao lugar e sacode a água do capote. Infelizmente, não me surpreende.

Bluesky disse...

Acho que o unico treinador em condições de ser o seleccionador de Portugal é Jorge Jesus!!!!!
O homem tá habituado a ganhar de 4 em 4 anos!!!!

Mário Faria disse...

O Paulo Bento, pelo menos, dá o peito às balas. E nunca enganou ninguém. Os jogadores, também. São os heróis quando a coisa correm bem, (a que se junta a estrutura cheia de patriotismo nem que apresente como trabalho útil exclusivamente a abertura de buracos para jogar golfe), e uns bandidos quando a coisa corre mal, ainda que dentro das expectativas de avaliadores prudentes.
Pior que a equipa técnica é o bando de vampiros que a cerca. Humberto Coelho é o melhor exemplo desse preguiça sempre valorizada e pouco contestada porque representa os interesses do SLB na selecção e os compromissos que Fernando Gomes teve de engolir para chegar à presidência.
Tiro ao chapéu ao Paulo Bento por lhe ter respondido como merecem e ter confrontado essa seita. A lavagem na FPF não pode ficar pela simples saída da equipa técnica. Teria de ir mais longe, mas não vai acontecer. A bem da Nação.

Mefistófeles disse...

LOL ! Quem eu punha lá era o Vitor Tá !

Mefistófeles disse...

Mário Faria, com o devido respeito: dar o peito ás balas ? A única coisa que devia fazer era demitir-se. E o Gomes logo a seguir devia fazer o mesmo.

miguel.ca disse...

Não é que goste muito do Paulo Bento mas não foi com ele que fizemos um Europeu fantastico sendo eliminados pela vencedora do troféu nas meias finais?
Claro que a FPF é mais uma pocilga tuga cheia de podres e de mistérios mas não creio que o Paulo Bento tenha sido o principal responsável pela prestação paupérrima da equipa dad quinas.
No jogo contra a Alemanha fomos logo queimados com um penalty inexistente, o Pepe teve uma attitude deplorável que nos deixou com 10, o Bruno Alves, o Miguel Veloso e o Meireles fizeram um jogo miserável e perdemos o Coentráo.
Contra os Estados Unidos conseguimos jogar ainda mais devagar, o Bruno Alves conseguiu fazer ainda mais disparates, o meio campo não existiu e aquele Eder é outra valente merda.
Contra o Ghana jogamos um bocadinho melhor até porque não tivemos Raúl Meireles mas o Bruno Alves continuou a meter àgua por todo lado, o Veloso foi um desastre autentico e ainda conseguimos perder o Beto tambem.
Foi tudo um desastre... A prestação do Paulo Bento foi apenas mais um pormenor.