sexta-feira, 27 de junho de 2014

Só mudarão as moscas!


Portugal sai do Brasil cabisbaixo, apesar do resultado positivo da última jornada da fase de grupos. Com ajuda, mais uma vez do adversário, entrámos a ganhar. A equipa estava melhor no campo e Moutinho a um nível muito próximo do seu melhor. Na primeira parte, dominámos e conseguimos algumas boas ocasiões que Ronaldo esbanjou. Desta vez, foi o melhor jogador do mundo que mais falhou, mas nem por isso deixou de ser nomeado o MVP do jogo. Foi o nosso melhor desempenho na competição, sem deslumbrar, a que não foi alheio o tempo menos quente e húmido de Brasília. Todos os que intervieram estiveram mais aplicados e cobriram melhor os espaços. Amorim (com muita boa imprensa) cumpriu tacticamente e esteve melhor como lateral direito que João Pereira que tem muita vontade e pouco jeito; Carvalho (a coqueluche do momento) subiu uns pontos: circulou bem a bola na sua zona central, como habitualmente, mas no processo ofensivo e defensivo notou-se bastante menos a sua presença. Aquele porte atlético, reclama uma intervenção mais enérgica e decisiva. No segundo tempo, entrámos mal e menos lúcidos. O Gana que esteve bastante mal nos primeiros 30 minutos, melhorou bastante nesse período e chegou ao empate, com naturalidade. Mais uma vez, um erro de um jogador adversário permitiu-nos ficar na frente. Houve quem acreditasse no milagre, mas o melhor do mundo não estava para aí virado. O Gana pôs as contas em dia, mas os artistas africanos jogaram sempre com uma grande displicência. O dinheiro não os motivou. Atsu esteve muito apagado, como a restante equipa. Veloso esteve a um nível aceitável e sempre muito disponível. Os centrais melhoraram (Pepe melhor que Bruno) e Éder nem conseguiu bola nem teve jeito para a procurar e tratar. Nani regular e Varela diligente e útil.
Não esperava um desempenho muito diferente do que foi mostrado no palco. A fase de qualificação admitia todas as dúvidas sobre a nossa capacidade; o êxito com a Suécia foi o prenúncio que a selecção tinha atingido o seu auge. Esgotou-se. Depois do carnaval que foi a preparação da equipa para o mundial e da telenovela sobre o joelho do melhor do mundo, chegámos ao Brasil com pompa e circunstância depois de uma passagem pelos USA para adestrarmos o dialecto local e desenferrujarmos as canelas. Um êxito de organização. Um modelo pensado por gente que sabe e domina a organização destes eventos e servida por altos dignatários da fina flor do dirigismo nacional. Foi tudo excelente, com excepção do futebol praticado, da péssima condição física, dos resultados e comportamentos. Vencemos nas lesões e infortúnios.

Por esta altura, a equipa, os treinadores e dirigentes vão voltar para casa e seguirão para férias. Por cá ficaremos a bater no molhado e assistir ao folclore do costume. Como não acredito em contos da carochinha, acho que vai ficar tudo na mesma na FPF. Só mudarão as moscas!

7 comentários:

.:GM:. disse...

Esta crónica fala de que jogo mesmo?

Nuno Fonseca disse...

Acabou. Agora é torcer pela Colômbia e esperar que no jogo Grécia-Costa Rica percam as duas para o mundial ter alguma piada.
Está na altura de mudar o chip. daqui a 2 anos há mais paulo bentices.

Está na altura de voltar ao nosso Porto. Fernando saiu! E agora?
Deco e a sua homenagem.
E porque não espicaçar um pco os nosso rivais com a magnífica venda por 2,4 milhões do seu melhor jogador.

Quid Pro Quo disse...

Ou como se costuma dizer:

Siga a rusga... siga, siga!!

Quid Pro Quo disse...

Já todos percebemos que a 'magnifica' venda do Garay por 2,4 milhões foi para fugir aos impostos e para não dar lucro ao R. Madrid. Agora vendem o Gaitan ou o Enzo por um valor exorbitante e assim uma mão lava a outra... LFV não é burro e aprendeu depressa, sabe bem copiar o que PC fez por ex., com o negócio de Moutinho e James Rodriguez.

Capice?!


Mário Faria disse...

Caro GM, gostei muito do seu comentário.

Bluesky disse...

Já repararam que o futebol português quando vira a agulha a Sul, torna-se internacionalmente uma valente merda?
Já repararam que quando o futebol português está bem "norteado" dá cartas na Europa e no resto do Mundo, com titulos ou prestações honrosas?
E depois nós é que damos a fruta e o chocolate, nós é que somos o sistema, nós é que destruímos o futebol português!!!!!

bruno cláudio disse...

lol