sábado, 12 de julho de 2014

"Obituário" do Dia

Pior que perder 7-1, é perder 7-1 e não poder ir logo para casa - ter de voltar a um estádio poucos dias depois, é como esfregar sal na ferida. Mas tens de aproveitar, "Flipão", porque é provavelmente o último dessa fraude a que chamas carreira.

"Pode-se enganar poucas pessoas durante muito tempo; pode-se enganar muitas pessoas, por pouco tempo, mas não se pode enganar toda a gente, todo o tempo."

40 comentários:

José Rodrigues disse...

0-2 aos 20mins. A coisa vai no bom caminho, vai...

Já agora o Sideshow Bob mostrou mais uma vez no 2o golo porque é que o dono do PSG anda de mãos na cabeça... Ridículo, mais uma vez.

miguel.ca disse...

O futebol do Brasil é de rir. Uma barafunda tactica sem pés nem cabeça, tudo desposicionado, ninguem se desmarca, ninguem procura a bola, ninguem desce para pegar no jogo a meio campo e o David Luis é o aegunda maior engano do mundo, logo a seguir so Scolari.

Pedro disse...

O Sideshow Bob não fosse a companhia de um dos melhores centrais do mundo já teria enterrado o Brasil muito antes na competição.

Quanto a Scolari... só fico parvo por ainda existirem pessoas, sapiens, que o defendem.

rbn disse...

Onde anda a seleção portuguesa?De férias, desde junho, depois de mais um dos muitos fiascos em competições internacionais...

Torcer pela seleção portuguesa em europeus e mundiais é como torcer pela Académica ou pelo Braga...podem fazer um graçola aqui e acolá vez em quando, mas nunca passa disto...

E se alguma vez a seleção portuguesa foi a uma final dos AA, foi com Scolari...

Por isso, batam no ceguinho à vontade, porque é muito mais fácil o Brasil levar 7 x 1 da Alemanha do que Portugal ganhar uma Copa do Mundo...

Enquanto a "base" de Mourinho foi ganhando em 2004, o mérito era da "base" de Mourinho, quando a "base" de Mourinho perdeu, a culpa é do burro...

"Pode-se enganar poucas pessoas durante muito tempo; pode-se enganar muitas pessoas, por pouco tempo, mas não se pode enganar toda a gente, todo o tempo."

É verdade, o enganador sozinho tem 1 título mundial e 1 copa das confederações, Portugal tem algum destes?Num mundial, até tem remotas hipóteses, nas confederações será difícil, afinal nunca na vida, nem com Eusébios, Figos e CR7s conseguiu ganhar um campeonato continental...

É triste levar 10 gols em 2 jogos, parece a Académica ou os passarinhos da ribeira, mas enfim, estamos sempre lá na disputa, estamos sempre lá entre os favoritos, estamos sempre lá entre os respeitados, e estamos sempre lá entre os colossos, enquanto que Portugal...

José Rodrigues disse...

rbn, só lhe digo isto: os adversários do Brasil só agradecem que quem manda na CBF pense como você e q o Scolari se aguente no poleiro por muitos e bons anos!

Infelizmente para si e para o Socolari, pelo que tenho visto a maioria dos brasileiros pensa da mesma forma que a maioria dos comentadores aqui no RP, e o "cafajeste" vai cair do poleiro.

José Rodrigues disse...

De resto nao resisto a perguntar a que propósito vem para aqui falar na seleção portuguesa quando ninguém tinha falado nela...

José Rodrigues disse...

Só mesmo um Brasil (com a boa matéria prima que tem) orientado por Socolari para perder 3-0 em casa com uma Holanda desfalcada (e q à partida já tinha matéria prima muito mais limitada)!

José Rodrigues disse...

Knee jerk reaction, caro Pedro. Eis a resposta.

PortoMaravilha disse...

Viva,

Hoje é data aniversa'rio da vito'ria da França sobre o Brasil também por 3-0. Um Brasil que teve um percurso ati'pico e cujos resultados não eram previsi'veis. Tanto mais que o Brasil ganhou em 2013 - outro 3-0 - a copa das Confederações contra a Espanha, estando esta em plena posse das suas aptitudes futeboli'sticas.

Não sei se na televisão Portuguesa existem comentadores qye ja' ganharam um campeonato do mundo de futebol?

Os comentadores Franceses - jogadores campeões do mundo - alertaram e, com razão, penso, para os danos colaterais que podem surgir, no futebol, em consequência dos maus resultados da seleção Brasileira.

A histo'ria da cidade do Porto esta' intimamente ligada à histo'ria do Brasil e, desse ponto de vista, lamento as ma's prestações da seleção Brasileira.

E Viva o Porto







Pedro disse...

rbn, eu percebo a dor de cotovelo. A sério que percebo. O que já não percebo é como Scolari pode ainda ter quem o defenda. Mas a burrice é universal, não a conseguimos confinar num determinado espaço ou pais.

Scolari foi campeão em 2002, certo. Num campeonato atipico e marcado por escandalos sucessivos que afastaram as melhores selecções europeias e não só. Taça das Confederações? Que riso. Quem liga a essa competição? Os brasileiros? Optimo, fiquem com ela que não vale uma meia-final dum europeu.

Por fim, quem respeita o Brasil? Ninguém. Teve uma grande história, teve os melhores. Teve, passado. Hoje tem uma estrutura decadente e corrupta, e está atrasado muitos anos naquilo que o futebol moderno é. Basta ver que ainda há alguém que defende Scolari...

Pedro disse...

Nem por reflexo... não dá para perceber. Mas sempre temos o Eugénio Queirós para dizer que Scolari é um dos melhores do mundo. Será uma espécie de jerk...

José Lopes disse...

rbn, vir atacar a seleccao portuguesa para um blog de gente portista, que, tal como grande parte dos adeptos, nao suporta o Paulo Bento, e' uma bala mal gasta. E comparar duas seleccoes em que uma e' de um pais com 20 vezes mais gente do que a outra, nao e' o melhor argumento. Tal como nao e' vir falar do Uruguai, que ganhou o ultimo campeonato no tempo da bola quadrada. O que fez o Uruguai depois disso? Chegou as meias-finais ha 4 anos, benefeciando de ter-se cruzado com EUA e Gana. E ja agora, o que fez o Scolari depois da seleccao portuguesa? Ridiculo no Chelsea e no Palmeiras, com a aventura no Uzbequistao pelo meio. Ganhou a Confederacoes, sim, mas ninguem na Europa quer saber dessa Taca que se limita a ter 3 ou 4 equipas fortes, das quais, ironicamente so o Brasil foi alem dos oitavos neste Mundial.

lee disse...

rbn, acho que era um favor que fazias aqui à comunidade deste blog se não voltasses a partilhar a tua opinião ridícula, vir atacar a selecção portuguesa que como foi referido em cima tem menos habitantes do que a cidade de S.Paulo.

Ou se calhar pensado bem talvez não, pois, o teu post foi tão ridículo que até me causou um pouco de riso.

Concordo com todas as opiniões aqui partilhadas acerca da falta de qualidade de Scolari e David Luiz, e queria realçar o excelente trabalho realizado por Van Gaal com a matéria prima que tinha ao dispor, bem mais limitada que outras selecções como Brasil, Espanha, Argentina, Itália e Inglaterra.

RS disse...

Já eu estou mais preocupado com a contratação de um avançado de 26 anos, avaliado em 18.3 milhões de euros e que em 3 épocas no Atlético de Madrid conseguiu a fantástica marca de 0,12 golos por jogo...

rbn disse...

Ninguém veio chamar a seleção portuguesa aqui, mas para bater no ceguinho, era preciso pelo menos ter a mesma, ou mais, quantidade de títulos que ele, o que não é o caso de Portugal...que neste mesmo mundial 2014 só marcou gols porque 3 deles foram caídos do céu, ofertas antecipadas de Natal de americanos (1) e ganeses (os dois gols)... e o de Varela foi PURA SORTE...

Acho engraçado quem não jogou absolutamente nada neste mundial, que só não foi eliminado ainda no 2º jogo por causa de um golpe de sorte aos 95 minutos contra os americanos, VIR FALAR DE BOCA CHEIA de um "incompetente" que, quer queiram ou não, foi o único na história do futebol portugues que conseguiu o verdadeiro milagre de colocar Portugal AA numa final de uma competição à sério...

Não sei o que se passou no balneário da seleção nestes dois últimos jogos onde aconteceu uma anormalidade histórica em campo de levar 10 gols em 2 jogos, mas sei com 14 gols sofridos em 7 jogos é um verdeiro absurdo, se calhar nem os Passarinhos da Ribeira conseguiam tal proeza.
Mas se Scolari continuar, continuará tendo todo o meu apoio, apesar de reconhecer que o Brasil esteve muitos furos abaixo de 2013, mas ainda assim ainda chegou à semi-final, enquanto que os Ballotellis, Gerrards, CR7s, Benzemas, juntamente com seus treinadores que dominam o futebol moderno de transições rápidas foram todos de vela...

E termino por aqui, mas lembro que o próprio FCP já teve um jogo muito parecido em Sevilha este ano, onde Fabiano fez alguns milagres e salvou-nos de ir para o intervalo com 4 ou 5 gols no lombo... ou já não se lembram?

José Rodrigues disse...

Vamos lá a ver se percebi bem: para se poder criticar Socolari é preciso ser de um país com títulos internacionais??

Fosca-se, ainda bem que nao sou luxemburguês... se fosse nao podia ter opinião sobre nada! :-D

Pensamento do dia: Socolari está para Van Gaal como Paulo Fonseca está para Mourinho.

José Correia disse...

Pedro disse:
«Scolari foi campeão em 2002, certo. Num campeonato atipico e marcado por escandalos sucessivos que afastaram as melhores selecções europeias e não só.»

Em 2002 a Argentina estava na ressaca da fase pós-Maradona, a Espanha do tiki-taka ainda não existia, a França (campeã do Mundo 4 anos antes, em 1998) foi um desastre e a Alemanha tinha uma equipa cuja qualidade estava longe da atual.

Quanto ao Brasil, Scolari teve à sua disposição "apenas" um trio de ataque composto por:
- Ronaldinho Gaucho (eleito melhor jogador do Mundo em 2004 e 2005);
- Rivaldo (eleito melhor jogador do Mundo em 1999);
- Ronaldo "o Fenómeno" (eleito melhor jogador do Mundo em 1996, 1997 e 2002).

Não me lembro de mais nenhuma seleção que, simultaneamente, pudesse dispor de três jogadores que tenham ganho o prémio de melhor jogador do Mundo.

Aliás, a abundância de super-craques era tal, que Scolari até se pôde dar ao luxo de deixar de fora Romário.

José Lopes disse...

Roberto Carlos, Cafu...

E' preciso tambem lembrar a forma como a Espanha e a Italia foram eliminadas pela Coreia...

José Lopes disse...

Nao da para comparar Portugal e Brasil em pe de igualdade sem perder a credibilidade. Portugal tem 10 milhoes de pessoas e uma equipa actual com menos talento que outras do passado recente e longinquo. O Ronaldo jogou limitado e num grupo ainda mais limitado, treinado por um Scolari 2.0. A Franca (renovada) foi eliminada pela Alemanha por 0-1 e lutou ate ao fim. A Italia actual tambem esta longe de outras e o fogacho de 2012 foi so isso mesmo, um fogacho. Seja como for, quer a Italia, quer a Inglaterra, quer a Franca, tem uma coisa que o Brasil nao tem e que o rbn parece nao querer que tenha: treinadores com nivel demonstrado em campeonatos europeus (nao tanto o Hodgson), coisa que estamos todos sentados a espera de ver um brasileiro fazer.

Eu sei que o Eugenio Queiros e' um idiota brolho e que representa o futebol do antigamente (basta ver os treinadores que elogia), mas ver um brasileiro alinhar pelo mesmo discurso ja me faz muita confusao, parece que estas humilhacoes de nada serviram. E nao deixa de ser engracado que o rbn comecou a disparar ressabiadamente contra a seleccao de Portugal por nao perceber que os portistas tiveram muito prazer ao ver o Scolari ser humilhado, nao o Brasil. E essa de vir lembrar o golo anulado a Inglaterra em 2004 vinda de quem ganhou a Croacia como ganhou...

Amphy disse...

Sei que me estou a por a jeito, mas já cansa um bocado estes posts ressabiados com o Scolari. Também não o curto, mas daí a abrir uma garrafa de espumante com a derrota do Brasil, ainda vai alguma distância.

rbn disse...

A birrinha de certas pessoas com a "fraude" ou o "incompetente" Scolari é por causa do Baía.Não convocar o Baía foi uma afronta imperdoável para certas pessoas, e pior, não seguir a "papinha" do agora chofer de autocarro Mourinho foi ainda mais imperdoável, como se algum dia, algum treinador que se preza ia pensar pela cabeça de Mourinho ou outro qualquer e não pela própria cabeça, era o que faltava...

O que é incrível é como uma "fraude" e um "incompetente" como Scolari conseguiu a primeira e única final da história da seleção portuguesa, depois conseguiu um 4º lugar no mundial 2006, (onde na meia-final com a França, Figo perdeu sozinho o gol do empate, cabeceando por cima da baliza) e no euro 2008, passou a fase de grupos e foi eliminado pela Alemanha num jogo onde Portugal não mereceu a derrota...

Realmente é preciso ser muito incompetente para fazer tudo isto, e mais que isso, é preciso que todo o plantel de luxo da melhor geração de todos os tempos, mais os dirigentes, mais a imprensa sejam completamente TOTÓS ao manterem durante 6 anos consecutivos uma "fraude" e um incompetente como selecionador nacional...

A musiquinha que começa "Brasil, Decime que se siente" e que termina com "maradona és mas grande que Pelé", que os argentinos cantaram até à exaustão para provocar os brasileiros desde terça feira já tem uma nova versão, que começa:
"Argentina, diz o que é que sente", e que termina "o Pelé tem mais Copas que voce"...

Era caso para Scolari cantar esta musiquinha a certas pessoas, bastava trocar Argentina por Portugal e Pelé por Scolari...

E o burro sou eu...

RS disse...

Por mim falo... não gosto do Scolari, nunca gostei e nada tem a ver com a "afronta" de ter ostracizado o Vitor Baia da selecção. Reconheço-lhe méritos na forma como gere os seus grupos de trabalho mas em termos técnico-tácticos no jogo jogado é um zero à esquerda como se comprovou neste Mundial com a (des)organização monumental do Brasil, aqui e ali disfarçada pelo génio do Neymar.

Scolari conseguiu a primeira e única final da história da seleção portuguesa? Sim, é verdade... e perdeu-a contra a poderosa... Grécia. Nunca o anfitrião de um Euro chegara uma final e perdera... Scolari foi o pioneiro...

Scolari conseguiu um 4º lugar no mundial 2006, (onde na meia-final com a França, Figo perdeu sozinho o gol do empate, cabeceando por cima da baliza)? Sim, é verdade... não fez mais que Paulo Bento no Euro2012, onde Ronaldo falhou o golo isolado nos últimos segundos do jogo das meias-finais contra a Espanha.

No euro 2008, passou a fase de grupos e foi eliminado pela Alemanha num jogo onde Portugal não mereceu a derrota? Sim, é verdade... tal e qual como Carlos Queiroz no mundial da África do Sul quando perdeu, injustamente, com a Espanha nos oitavos de final.
O que é incrível é como uma "fraude" e um "incompetente" como Scolari não conseguiu fazer melhor que os seus sucessores, quando tinha mais e melhor matéria-prima. Dois (ou mais) Bolas de Ouro numa selecção normalmente é sinónimo de títulos (Holanda no Euro88 ou Brasil no Mundial 2002). Mais uma vez Scolari foi pioneiro...

Nightwish disse...

Esse melhor dos centrais no mundo era o mesmo que em cada contra-ataque invés de marcar alguém ia a correr para a baliza à espera de um milagre?

Nightwish disse...

E o rbn continua a pensar que há muita gente preocupada com a selecção, ao passo que na realidade houve muita gente a rir e festejar com a humilhação da corrupta selecção.

rbn disse...

O assunto Scolari termina aqui pelo menos pra mim.

Se Scolari fez igual aos outros treinadores da seleção portuguesa que passaram a fase de grupos e até chegaram a meias-finais, os outros são tão ou mais incopetentes que Scolari, porque não atingiram qualquer final...

Se Bola de Ouro significasse títulos, a Argentina tinha ganho tudo desde 2009, porque Messi já vai na 4ª, mas infelizmente o futebol não tem lógica e nem protege todas as equipas que jogam em casa...

Se fosse fácil ganhar competições de seleções em casa, França por esta altura já tinha 3 ou 4 títulos, Espanha, Itália e Alemanha tinham 5 ou 6 e o Brasil tinha 7, não tem 7 porque perdeu 2 mundiais em casa, mas infelizmente o fator casa não é nem nunca foi sinónimo de título garantido...

Quem dera à seleção portuguesa ter tido ao longo da história uma fraude ou um incompetente como Scolari em todas as competições, pelo menos tinha chances reais de chegar em quase todas às meias-finais e com sorte, à final...

E quando digo que o assunto Scolari para mim acaba aqui, acaba mesmo.

Não haverá da minha parte mais qualquer resposta aos que batem no ceguinho, mesmo porque Scolari deu-me 2 grandes e inesquecíveis alegrias ao comando da seleção brasileira, em 2002 e em particular em 2013(quando toda a gente dizia que a melhor Espanha de todos os tempos ia ao Brasil fazer turismo, porque o caneco já era deles) e ajudou a aumentar ainda mais o já rico palmarés do escrete...

E já agora PS, a "poderosa" Grécia antes de chegar à final em 2004, eliminou a França de Zidane nos 4ºs, e na meia-final, quando toda a gente apostava numa final Portugal-República Checa, a Grécia ao cair do pano mandou os checos pra casa...

E os melhores resultados de sempre da seleção portuguesa:3º no mundial 66, 4º em 2006, mais uma final européia em 2004, foram conseguidos por dois selecionadores brasileiros:Otto Glória e Scolari.

Se Scolari não conseguiu fazer melhor que seus antecessores, ficou apenas atrás de Otto Glória, e sucessores, então diga lá tu o que é "fazer melhor"...

José Rodrigues disse...

Grande alegria em 2013? Mais do q em 2002?!

Bem, ainda bem q há quem dê importância à Taça das Confederações... Pela amostra q conhecia (e adeptos do futebol de muitos países), já estava a começar a ficar preocupado por - até agora - nao ter tido encontrado nenhum...

José Lopes disse...

Os adeptos brasileiros vivem numa realidade paralela. E' este apego a Taca das Confederacoes e tambem a relevancia que dao a Intercontinental/Mundial de Clubes. So lamento e' que o rbn nao va continuar a ter o Sargentao a desorientar o escrete; teria novos episodios da sua "competencia" ja na qualificacao para o Mundial seguinte.

rbn disse...

José Rodrigues e José Lopes, não somos apegados à taça das Confederações, e nem os 3 x 0 contra a Espanha na final de 2013 foi a conquista mais saborosa, mas sim a de 2005, onde vencemos a Argentina por 4 x 1 na final.Mas voltando à Confederações, já temos 4 delas na nossa vitrine, e pra já, somos o maior vencedor desta prova, TETRA.

Quem dera a voces terem uma mísera tacita destas na FPF para mostrarem aos visitantes, mas infelizmente (para voces) só participam deste torneio os campeões continentais, o campeão mundial e o país-sede, portanto como Portugal nunca foi campeão de absolutamente nada, nem nunca sediou um Mundial, teve sempre que assistir pela tv esta competição que qualquer país que nela participe quer vencer...

A propósito, quando jogamos qualquer competição, o objetivo é sempre o mesmo:vencer.

Outros se contentam com passar aos 8ºs de final e logo se vê...e mais outra coisa:Portugal não tem rivalidade com ninguém, não há nenhum confronto com qualquer seleção que se possa chamar clássico mundial, ou rivalidade histórica...

Brasil, Argentina, Alemanha, Espanha, França, Itália e mesmo Inglaterra quando jogam entre si, regra geral é clássico mundial e vez em quando, uma assume favoritismo contra a outra dependendo da boa ou má fase de cada.

Quando estas seleções jogam contra Portugal, nunca qualquer jogo foi chamado clássico mundial, historicamente são sempre favoritos, e quando Portugal vence, "aconteceu taça", "surpresa", o "david derrotou o golias", percebem a diferença?

REPITO:quem dera a voces terem uma ÚNICA tacita das Confederações na vitrine da FPF, era festa maior que o São João do Porto...

José Rodrigues disse...

Olhe, eu fiquei contente q o Scolari se fodesse mas nao tenho nada contra o Brasil. Alias, este artigo era sobre o Scolari, nao sobre o Brasil.

Mas ao ver brasileiros q para defender Scolari sente-se incitado a mandar bocas a torto e direito a Portugal, até começa a dar vontade de gozar o Brasil...

Olhe, rbn, fiquei curioso como é q responde a brasileiros q dizem sobre Scolari exactamente o q foi aqui dito (e nao são poucos)... Como nao pode atacar os poucos feitos da selecção deles (q também é a sua) como é q se desenrasca? :-)

José Correia disse...

«Existe uma figura central nestas duas histórias. Chama-se Luís Felipe Scolari. É o único responsável? Não, claro que não, até porque o homem não marca golos, perde bolas ou esquece-se de vigiar adversários. Mas, independentemente dos seus feitos (e ser campeão do Mundo é algo que nunca lhe tirarão da folha de serviços), a verdade é que se trata de um treinador mediano. Scolari esteve sempre na briga por títulos importantes ao nível de selecções porque, tal como sucederia com a maioria dos técnicos mundiais, beneficiou de ter estrelas de primeiro plano. Se em Portugal costumamos dizer que quem orienta os grandes arrisca-se a ser campeão, convenhamos que quem se sentou no banco de equipas fortíssimas, recheadas de futebolistas de inquestionável valia, também podia ter sucesso. Chegou sempre perto, é verdade, mas só ganhou uma vez. Pior: ficou sempre a sensação de que podia ter feito melhor. Perder duas vezes em casa com a Grécia é algo que nunca os adeptos portugueses vão entender, da mesma forma que os brasileiros jamais conseguirão explicar como é que se apanha 7-1 numa meia-final de um Mundial em casa. Ou como é que dias depois se leva mais 3-0...»
Luís Avelãs, jornalista do Record

José Correia disse...

«Scolari é um treinador que rege o seu trabalho com base na fé, nas superstições, na motivação, em conversas onde tenta explicar aos jogadores que são os melhores do planeta. Nada tenho contra isso. Considero até que esse “show” – onde se engloba também o número da bandeirinha nas janelas - pode elevar os níveis de confiança de alguns atletas e até da nação. Mas, sejamos claros, essencial é escolher os melhores jogadores sem ligar a interferências externas, não ter medo de fazer alterações ao grupo se isso se justifica, treinar muito e bem (e não queixar-se do pouco tempo disponível para o fazer), prever todas as situações e testá-las nos muitos jogos de preparação, estudar os adversários ao pormenor, saber ler o jogo no banco, ter capacidade de reacção quando as coisas não correm bem, ser corajoso e não oferecer a titularidade por decreto mas sim face ao rendimento. E isso ele não faz. Ou não faz com a qualidade que se exige. Antes e durante o Europeu de 2004 testemunhei isso. Eu e muito outros jornalistas, alguns dos quais, contudo, sempre preferiram realçar o ar bonacheirão da personagem. São opções.»
Luís Avelãs, jornalista do Record

José Correia disse...

«O futebol que o Brasil apresentou no Mundial foi péssimo. O plano, se é que se pode chamar assim, era levar a bola para a frente e procurar Neymar. E ter fé, muita fé... O resultado não podia ser bom. E desenganem-se aqueles que pensam que com a estrela do Barcelona em campo (e Thiago Silva) tudo seria diferente contra a Alemanha. É mentira. Diferente teria sido tudo se o árbitro do jogo inaugural com a Croácia não tivesse inventado um penálti ou se Pinilla tem acertado centímetros abaixo no prolongamento do jogo com o Chile. A derrocada brasileira era uma questão de tempo. Só não se imaginava que fosse tão catastrófica e que alguns futebolistas de nível, com provas dadas, acabassem de rastos, a jogar como se fossem elementos de uma equipa menor, sem cotação internacional.»
Luís Avelãs, jornalista do Record

José Correia disse...

«Muitos camaradas de profissão brasileiros perceberam o problema e dividiram as críticas entre o mau desempenho do técnico e o deixa andar da Confederação. Inúmeros futebolistas que jogam (ou jogaram) na Europa também anunciaram que é preciso mudar de paradigma. Até os exigentes adeptos, que durante décadas pensavam que o Brasil ganhava a maioria dos jogos só com as camisolas amarelas, sabem que o “filme” mudou.»
Luís Avelãs, jornalista do Record

José Correia disse...

«Resta saber se os dirigentes vão aceitar que o Mundo é outro, diferente. Não basta abrir a porta de saída a Scolari. O Brasil vai continuar a ter um base de recrutamento única, permanecerá como o maior “fabricante” e exportador de jogadores, mas tardará a recuperar um trono que já lhe pertenceu com justiça se permitir que as suas pérolas saiam do país em tenra idade, se mantiver um campeonato com pouco público e onde alinham jovens promessas e velhas glórias num registo vagaroso, sem rigor táctico e onde qualquer jogador mediano tem tempo e espaço para parecer uma estrela. E, claro, enquanto as decisões forem políticas, tomadas em prol de algo que não o normal desenvolvimento do futebol, nada feito...»
Luís Avelãs, jornalista do Record

José Lopes disse...

O rbn parece nao perceber mesmo que nao temos nada contra o Brasil, mas sim, e muito, contra o Scolari. Voce diz-se portista, mas nao lhe incomodou o que o Scolari fez e disse quando treinou a seleccao portuguesa, pelos vistos. No Porto, e como e' normal em qualquer familia, pode haver opinioes diferentes e grandes divisoes, mas nada une mais que um ataque externo. Alem disso, voce e' que parece gostar de ver a seleccao portugusa perder para esfregar na cara coisas de que sinceramente queremos la saber, primeiro porque ninguem aqui atacou o Brasil, mas sim o Scolari, e segundo, mesmo voce nao percebendo, Portugal tem 20 vezes menos gente que o Brasil. E repito, nao me responda com o Uruguai; campeonatos vencidos em 1950 tem zero a ver com os de hoje.

José Lopes disse...

As criticas que aqui se fazem ao Scolari sao as mesmas que se fazem ha anos. Uns perceberam a tempo, outros so agora, outros nunca perceberao. Que fazer? Regra geral, se o mundo inteiro acha uma coisa e nos (e o Eugenio Queiros) remamos sozinhos, entao e' provavel que estejamos enganados... A mentalidade do rbn vai de encontro a que reina no futebol brasileiro e que levou ao que se viu neste mundial: ma preparacao, falta de actualidade e crenca que o Brasil ganha porque sim.

Comparar os feitos da seleccao portuguesa com a brasileira e' como comparar os feitos da seleccao portuguesa com a do Luxemburgo. Como a base de recrutamento e' 20 vezes diferente, esta-se a comparar o incomparavel.

Mas sim, folgo ver que o rbn tenha saido da toca por achar (mal) que se estava a atacar o Brasil, mas o que fez foi simplesmente disparatar contra a seleccao portuguesa.

rbn disse...

Acho simplesmente ridículo chamarem fraude, incompetente ou "adjetivos" deste mesmo quilate, a um homem que sozinho tem títulos que a seleção portuguesa não tem, nunca teve e que tenho dúvidas se nesta encarnação haverá de ter...

Scolari é uma merda, um incompetente, uma fraude, um enganador, mas enquanto foi selecionador de Portugal durante aqueles 6 anos que claramente foram o melhor período de sempre da seleção portuguesa, chegou a uma final na eurocopa, chegou a uma meia-final num mundial e chegou aos 4ºs na eurocopa seguinte, coisa que nenhum outro selecionador portugues conseguiu, e se algum fez igual ou melhor, antes ou depois dele na seleção portuguesa, digam o nome e mostrem os números...

Talvez Eugenio Queirós ou MST ou outros que sempre o chama(ra)m incompetente tivessem feito muito melhor, porque muito falam, mas falar por trás de um computador é fácil, toda a gente tem as respostas, e identifica os defeitos e dá a receita certinha para resolver todos os problemas...é como os ministros, que passam 4 anos no cargo e não resolvem merda nenhuma, mas depois que saem do cargo, estão todas as semanas na tv nos programas de debate com todas as soluções para os problemas da nação, e sempre criticando o atual ministro que está no cargo que ocuparam...

Batam no ceguinho à vontade, já não é treinador do escrete, mas quando lá esteve, nas 3 competições que disputou, ganhou duas e ficou entre os 4 primeiros na única que perdeu...

José Rodrigues disse...

Mourinho, o Special One.

Scolari, o Seven One.

José Lopes disse...

rbn, quando eu disse "Regra geral, se o mundo inteiro acha uma coisa e nos (e o Eugenio Queiros) remamos sozinhos, entao e' provavel que estejamos enganados..." talvez nao tenha sido claro. Por nos, referia-me a si e ao Eugenio Queiros, que pensa da mesma forma que o rbn (pesquise os textos dele no Record). Mas nao deixo de achar engracado que o rbn defende dessa forma um individuo (Scolari) que desrespeitou o Porto repetidamente enquanto esteve em Portugal e tem a mesma opiniao que o suposto perito no Apito Dourado (EQ), que e' mais um escroque anti-portista.

A opiniao que aqui le sobre o Scolari ouvi-a de brasileiros, mexicanos, espanhois, argentinos, analistas desportivos ou nao. Nem sequer sao so os portistas que acham o Scolari um homem completametne desactualizado (para ser simpatico).

E quanto ao seu primeiro paragrafo, repito-me: "Comparar os feitos da seleccao portuguesa com a brasileira e' como comparar os feitos da seleccao portuguesa com a do Luxemburgo. Como a base de recrutamento e' 20 vezes diferente, esta-se a comparar o incomparavel."

rbn disse...

O placar da história indica em tempo real:

Scolari 2
Portugal 0

Luís Avelãs? WTF is luis avelãs no mundo?