quarta-feira, 9 de julho de 2014

Scolari segundo o representante de Neymar

Wagner Ribeiro, representante de Neymar, no Twitter

Depois disto, fico à espera que os defensores do "Filipão" (portugueses e brasileiros) digam alguma coisa...

18 comentários:

Pedro disse...

Há um tal de Eugénio Queirós que hoje o defendeu no Record.
http://comunidade.xl.pt/Record/blogs/bolanaarea/archive/2014/07/09/brasil-de-felip-227-o-entra-na-hist-243-ria.aspx

Ridiculo.

éme disse...

7- em caso de dúvida, consultar o Murtosa.

Luís Vieira disse...

Embora não goste do Scolari e concorde com a maioria das ideias expressas pelo agente do Neymar, entendo que estas declarações revelam o mau carácter do emissor. Se achava o que escreveu, então que o tivesse dito antes de o Brasil levar 7 da Alemanha. Nesse caso, seria um homem. Assim, foi um abutre cobarde e oportunista.

reine margot disse...

concordo inteiramente com as suas palavras, acrescentando que além do mais foi malcriado...deve, como o Neymar, ter saído direto da favela...
Agora, brincadeiras à parte, o que interessa é pensar nisto:
http://videos.sapo.pt/5BnLZaAqW4rAgzpdHGfP

rbn disse...

Scolari disputou 3 finais como selecionador.
Ao comando do Brasil, disputou duas, venceu DUAS(mundial 2002 contra a Alemanha e confederações 2013 contra a melhor Espanha de todos os tempos em sua melhor forma física e técnica).
Ao comando da dita melhor geração portuguesa de todos os tempos, e ainda super reforçada pelo craque Deco, perdeu para a Grécia em pleno galinheiro, com todo o plantel DE LUXO no melhor da sua forma física e técnica em 2004.

O time titular da final era Ricardo, Miguel(saiu lesionado LOGO NO COMECINHO DO JOGO, entrou Paulo Ferreira), Ricardo Carvalho, Jorge Andrade e Nuno Valente; Costinha, Maniche e Deco; Figo, Pauleta e CR7, um 11 titular que Portugal nunca mais vai ter igual enquanto o mundo existir.

Este 11 titular jogou mal e porcamente a final, após ter jogado bem e muito bem a partir do 2º jogo.A Grécia jogou com 3 autocarros todo o jogo e num único remate ganhou a taça.

Me expliquem lá como é que este 11 titular, habilidoso, forte, criativo, mágico e etc não conseguiu descobrir caminhos para furar o muro de betão grego, e não consigo me lembrar de uma única defesa difícil do goleiro grego...

Já sei:o Scolari é BURRO, incompetente, escalou mal o 11 inicial, a culpa é dele porque não deu a tática certa aos fortes, criativos, mágicos e habilidosos jogadores portugueses comandados pelo criativo, forte, habilidoso, mágico e melhor portugues de sempre naquela época, o capitão Figo...

Ou de certeza absoluta garantem e juram de pés juntos que se Baía estivesse na baliza, Portugal era campeão com sobras sem levar um único golo...

Ganhar no euromilhões ao sábado também sei eu...

Quanto ao dito empresário, Neymar já deu-lhe um puxão de orelhas...

Quanto aos 7 x 1, doeu, mas foi apenas uma derrota pesada, algo que acontece a qualquer equipe, grande ou pequena.Foi o jogo mais perfeito que vi da Alemanha em 40 anos contra o pior jogo do Brasil no mesmo período.
Mas esta super Alemanha já leva um jejum de 18 anos sem vencer absolutamente nada, enquanto que no mesmo período, nós que levamos 7 x 1 e fomos humilhados, vencemos 1 mundial, 4 confederações e 3 ou 4 copas américa, pouca coisa...

O malogrado e atrasado futebol brasileiro que muitos profetas da desgraça gritam aos 4 ventos há anos, vai somando títulos atrás de títulos, em todos os escalões, faltando apenas o ouro olímpico, que cedo ou tarde virá...

Enquanto isso, os espertos, inteligentes e bons chupam no dedo há anos...e pior que isso, há uns que chupam no dedo desde que nasceram sem ganhar absolutamente nada, mas se acham os maiorais...

rbn disse...

Já agora, José Rodrigues, a única hipótese de eu torcer pela Argentina é se jogar contra os benficas,, por isso sou alemão domingo, independente de ser sulamericano ou europeu.

Mas neste mundial, depois que tenho lido, ouvido e visto, a impressão que tinha virou certeza:pelo menos metade dos portugueses torce contra o Brasil, e vibram com os desaires do escrete.

E pensar que fiquei super triste com a derrota de Portugal para a Alemanha, vibrei com o gol salvador de Varela e sofri no jogo com o Gana na esperança que Portugal ainda podia aspirar chegar aos 8ºs de final com mais 2 golzinhos salvadores, pra que???O BURRO não é Scolari, SOU EU!!!

Portanto, com exceção do FCP, vou fazer exatamente o mesmo que voce, José Rodrigues:nada me obriga, nem mesmo morando há 2 décadas na Invicta, a torcer por Portugal, e independente de ser sulamericano, europeu, asiático ou africano, no próximo europeu, caso Portugal lá chegue, não terá um mínimo de apoio da minha parte.

E outra coisa:Portugal só foi, é ou será favorito a vencer qualquer coisa através da campanhas da imprensa portuguesa, porque aos olhos do mundo através dos tempos, nunca passou de um outsider ou surpresa...tal e qual qualquer Costa Rica, Chile, Grécia ou Colombia e outros deste mesmo escalão, que vez em quando num Mundial ou europeu, fazem umas graçolas...

José Correia disse...

Na Meia-Final e Final da Liga dos Campeões 2003/2004, o FC Porto alinhou com 9 jogadores de nacionalidade portuguesa:
Vítor Baía, Paulo Ferreira, Jorge Costa, Ricardo Carvalho, Nuno Valente, Costinha, Pedro Mendes, Maniche e Deco.

Para completar o onze inicial, Mourinho recorreu a Carlos Alberto e Derlei.

E foi com este onze que José Mourinho ganhou a competição de clubes mais difícil e prestigiada do Mundo.

Umas semanas depois, em vez de Carlos Alberto, Derlei, Alenichev ou Benni McCarthy, o "Sargentão", para além de poder recorrer aos mesmo 9 portugueses, tinha à sua disposição:
Miguel, Jorge Andrade, Fernando Couto, Tiago, Rui Costa, Figo, Simão Sabrosa, Pauleta e Cristiano Ronaldo.

Tendo a papinha feita pelo Mourinho e TUDO (país, adeptos, comunicação social) a seu favor, o miserável Socolari perdeu.

E, na mesma competição, conseguiu perder DUAS VEZES com a Grécia!

rbn disse...

Provavelmente José Correia, qualquer treinador que se preza no planeta ia aceitar de bom grado a "papinha feita" deixada ou solicitada por outro treinador, obedecer cegamente à "cartilha" sem reclamar ou questionar, até mesmo colocar Pedro Mendes a titular e não pensar pela sua própria cabeça, certo?

O que Scolari tinha que fazer era obedecer e seguir a cartilha de Mourinho e mais nada, certo?Quando a coisa estivesse feia, ligava pro telemóvel do Mourinho a pedir conselhos, certo?E se ganhasse, o mérito não era dele, era de Mourinho que montou a equipa, certo?

Pois saiba que qualquer profissional que se preza PENSA PELA SUA PRÓPRIA CABEÇA, tem as suas PRÓPRIAS IDÉIAS, e não cede a qualquer pressão que venha de fora, e voce devia saber disso, pois o FCP pelo qual torcemos é exatamente isso.pensa pela sua própria cabeça, tem as suas próprias idéias e não cede às pressões externas.

Talvez o professor neca ou outro qualquer tivessem seguido á risca a cartilha e a papinha feita, mas Portugal contratou na época o treinador campeão mundial, enquanto Mourinho nem sequer imaginava que viria a ser...Mourinho...

Mas prontus, que Lopetegui ligue ao Ancelotti ou ao Guardiola e peça uma cartilha, e esqueça das suas próprias idéias e não pense pela sua própria cabeça...

Tá bom assim?

Josef K. disse...

rbn,
Scolari é indefensável, ponto. É só olhar para o cv do homem. Sim, ganhou em 2002. Com os 3 "R" mais dois laterais como R. Carlos e Cafu, O problema é que tu vês uma crítica ao Scolari como uma crítica ao Brasil. Não é, pelo menos no meu caso, e penso que no de muitos outros. O que me dói mais e o que me faz ser mais duro nas críticas é saber que o Brasil tem o potencial de fazer no futebol aquilo que o FCP fez no hóquei em patins, entendes? Ser muuito melhor e durante muito tempo. Estar muito acima dos outros. E poucos, se é que algum, países podem dizer o mesmo. Quem gosta de futebol, só pode ficar muito irritado ao ver tanto potencial ser tão desperdiçado e ainda por cima por um gajo (e todos os que tem responsabilidades em o ter colocado naquele posto) que demonstra incompetência por onde quer que passa.
Quando falamos de futebol, só tolero mau espetáculo ao FCP e só se ganhar títulos e mesmo assim, não por muito tempo ;). Fora isso, qualquer equipa que não joga um corno, faz-me torcer pelo adversário. No domingo a Alemanha tem a minha preferência única e exclusivamente porque tem jogado muuuuuito mais bola do que a Argentina. E o mesmo com a seleção pt. Se jogam mal, pois que levem que contar.

Hugo disse...

E o inverso também não é verdadeiro? Mais de metade dos brasileiros não torcem contra Portugal? Eu conheço muitos que o fazem. Portanto acabem sff com esse papel de vítimas. A arrogância dos brasileiros em tudo o que mete futebol é insuportável

José Correia disse...

rbn, Scolari poderia ter apresentado no EURO 2004 o seguinte onze:
Vítor Baía
Paulo Ferreira, Jorge Costa (ou Jorge Andrade), Ricardo Carvalho, Nuno Valente
Costinha, Maniche e Deco
Figo, Pauleta, Cristiano Ronaldo

Ou seja, o "Sargentão" poderia ter assumido jogar com o guarda-redes, defesa e meio-campo do FC Porto, reforçados (e a palavra é mesmo REFORÇADO) com um trio de ataque de luxo, composto por jogadores da craveira de Figo, Cristiano Ronaldo e Pauleta (dois deles vencedores da Bola de Ouro).

O devoto da Nossa Senhora do Caravaggio podia ter baseado, de forma assumida, a seleção portuguesa no FC Porto e aproveitado os mecanismos, entrosamento e modelo de jogo trabalhados durante dois anos por José Mourinho.

Mas não, o velho babaca, arrogante, asqueroso, prepotente e ridículo (palavras do representante de Neymar), decidiu "pensar pela sua própria cabeça" e, tendo TUDO a seu favor (até a sorte de ganhar contra a Inglaterra nos penalties), PERDEU!

E se perder um jogo com a Grécia, em casa, já é muito mau, mas é algo que pode acontecer num dia de infelicidade, o que dizer de quem perde DUAS VEZES com a Grécia, em casa, na mesma competição, no espaço de poucas semanas?

Tá bom assim?

Nightwish disse...

"a impressão que tinha virou certeza:pelo menos metade dos portugueses torce contra o Brasil, e vibram com os desaires do escrete."

E também há uma grande porção de portuguesas que anseia por humilhações que retirem os palhaços do poder futebolístico.

José Lopes disse...

Ipsis verbis, concordo com tudo.

José Lopes disse...

rbn, a esmagadora maioria dos portistas que torceram contra o Brasil fizeram-no por o treinador ser o mesmo que insultou a nossa inteligencia como portistas durante anos seguidos. Quando me insultam e usam isso mesmo para serem bem vistos pela opiniao dominante, nao ha perdao possivel. Numa escala menor, ate pelo que fez no Porto, tambem nao perdoo o que o Mourinho fez em Gelserkirchen, a forma como saiu e o que disse depois. Seja como for, colocar Mourinho e Scolari num mesmo paragrafo so ser for mesmo neste contexto, porque a nivel de competencia tecnica (distinguir de capacidade de motivacao ao estilo evangelico) e' o vinho de qualidade contra a agua de lavar os pes. O Scolari fracassou agora, indiscutivelmente. Aquela primeira meia-hora contra a Alemanha foi das coisas mais inacreditaveis que ja vi, so possivel se uma equipa for superior a outra, mas tambem se a inferior estiver muitissimo mal preparada, as escolhas forem erradas, etc. O Hulk foi idolo do Porto, mas perante o que ele nao consegue fazer na seleccao, cabe na cabeca de alguem que tenha memoria de outros onze do Brasil uma equipa com Hulk, Bernard e Fred? Mais o Oscar perdido em campo? Mais a completa desordem daquele meio-campo e defesa, a inferioridade tactica gritante no meio-campo?

Ver o Brasil apresentar isto que se viu ate da pena. Nao compare com Portugal, a diferenca de tamanho dos paises e' demasiada. Quanto ao Scolari. neste Mundial, ganhou a Croacia da forma que todos vimos e depois so foi capaz de ganhar aos Camaroes desfeitos e a Colombia que se apequenou no jogo errado. Falhou redondamenente no Palmeiras, no Chelsea foi ridiculo, andou a ganhar dinheiro no Uzbequistao e em Portugal foi acompanhando o progressivo declinio da equipa e da formacao sem conseguir inverte-lo. Em 2004, essa grande gloria, so passou o grupo porque rendeu-se a evidencia de ter de jogar com os melhores, os mesmos que tinham acabado de ser campeoes europeus.

José Lopes disse...

(cont.) reforcados, como diz o Jose Correia, com jogadores como Jorge Andrade (o Jorge Costa ja tinha abandonado a seleccao), Figo, Ronaldo a explodir sem lesoes e muito menos pressionado, e Pauleta, o melhor ponta-de-lanca portugues dos ultimos muitos anos. Belos reforcos! Quanto ao Baia, o proprio Scolari ja apresentou tantas versoes diferentes para nao o ter chamado, que so reforca a sua falta de caracter. Portugal chegou a final, apesar do sufoco contra a Inglaterra e o jogo contra a Espanha, que podia ter dado para o outro lado. A Grecia, nesse Europeu, so ganhou 3 jogos. 2 a Portugal e os quartos-de-final a Franca. O resto foi um empate contra a Espanha, uma derrota contra a Russia e uma vitoria no prolongamento contra a Republica Checa. Depois da licao do primeiro jogo, perdemos de novo na final, mesmo com o Karagounis castigado. Se algum merito Scolari teve, foi ter conseguido unir a equipa e faze-lo acreditar nela propria. Merito tactico nao teve nenhum, que o agradeca ao Mourinho. Viu-se depois em 2008 quando teve de apresentar outras solucoes e apanhou a Alemanha ainda distante da actual...

Eu percebo que voce e' brasileiro e que por isso nao goste que torcam contra. Mas, como portista, devia perceber porque motivo ninguem pode com o Scolari. E' um tipo com falta de caracter, parado no tempo, arrogante, mas muito bem apoiado quer pela communicacao social, quer por toda a equipa que o envolve, que conseguiu que lhe fosse entregue a seleccao no Mundial mais apetecido por todos os brasileiros.

Bluesky disse...

RBN... não confundas a beira da estrada com a estrada da Beira!!!!
O povo português - afeto ao nosso FC PORTO - não está contra o Brasil, está sim contra o gajo que disse que o Porto (cidade) ficava longe, e quando lhe perguntaram porque não convocou Fernando reges, disse que não via jogos do... FC PORTO!!!!
Tipico de quem é asqueroso, prepotente, velho e babaca...

rbn disse...

Essa conversa sobre Scolari já rende há uma década, e vou acabá-la aqui.

Pelo que percebo, se Scolari um dia treinar o FCP, o FCP fica sem adeptos.

Repito, nenhum treinador pensa pela cabeça dos outros e muito menos escala ou convoca jogadores de seleção ou clube ao gosto dos adeptos, mas sim pelas suas idéias, por isso, qualquer um em 2004 ia convocar e escalar quem quisesse..

Concordo que Baía devia ter sido convocado para ser titular, mas quem pode garantir que a história seria diferente?Quem me garante que Portugal com Baía ganhava o título?

Ninguém pode garantir isso, assim como ninguém pode garantir que Baía pegava aqueles penaltis contra a Inglaterra, e que só foi a penaltis graças a um golo muitíssimo mal anulado à Inglaterra, que daria o 3 x 2 aos ingleses, lembram???

Ganhar competições de seleções é mais difícil do que se pensa.Veja lá que a poderosa Alemanha dos 7 x 1 esteve para ser eliminada pela Argélia, que a Holanda podia ter sido eliminada pela Costa Rica aos 118 minutos e que o próprio Brasil podia ter sido afastado aos 119 minutos por...PINILLA!!! Não era incrível???

O problema é que Portugal só entrou à sério no cenário internacional do futebol a partir de 2000, porque até aí, foi um fogacho em 66, outro em 84 e o fiasco de 86, por isso acredito que deve custar muito mais a voces perder em casa, porque voces mentalizaram que outra chance igual ao euro 2004 nunca mais...talvez seja por isso que Portugal não ganha nada:falta estofo e sobre clubite...

E com essa clubite, nem com Guardiola, Ancelotti ou...o agora chauffer de autocarros José Mourinho...

Alexandre Burmester disse...

Só mesmo os brasileiros poderiam ligar alguma coisa a uma prova para encher chouriços como a Taça das Confederações.

Dado o facto de o Brasil ser, de longe, o "país futebolístico" com mais população, é naturalíssima a sua preponderância. Se os seus treinadores tivessem sequer metade da qualidade dos seus jogadores, só ocasionalmente o Brasil não seria campeão do Mundo (já sei que o nosso estimado leitor rbn irá contra-argumentar com os êxitos dos técnicos brasileiros na Libertadores e no Mundial de Clubes, à falta de êxitos de relevo na Europa, onde vários treinadores de outros países da América do Sul têm tido sucesso).

Quanto ao Scolari, já dei que chegue para esse peditório, mas confesso que, além de festejar o triunfo alemão por motivos óbvios e positivos, fartei-me de rir por motivos negativos: o descalabro completo do "escrete". Imagino que muito brasileiro tenha nessa hora desejado que aquela bola do chileno Pinilla à trave no fim do prolongamento tivesse entrado.

Decerto desta feito vamos ver o Scolari pelas costas de uma vez por todas. "Gone, but far from forgotten".