sexta-feira, 15 de agosto de 2014

A ilusão voltou ao Dragão

48036 espectadores (números oficiais) assistiram, ao vivo, a um cheirinho do perfume que a equipa do FC Porto promete para a época 2014/2015.

Óliver Torres e Brahimi são daqueles futebolistas que não enganam, têm magia nos pés e, mesmo que só cá fiquem uma época, vale mesmo a pena pagar bilhete para os ver jogar.

Há aspectos a corrigir e outros a melhorar/afinar?
Concerteza (falarei disso noutro post), mas saí do Estádio do Dragão confiante.

Haveria vários aspectos (positivos) que poderia salientar, mas um dos que me parece mais relevante é o seguinte: de fora do primeiro onze inicial de Lopetegui ficaram "só" Casemiro, Evandro, Quintero, Tello e Adrian Lopez.
Há muito tempo que não via tanta qualidade no banco de suplentes ou fora do lote de convocados.
E parece que ainda poderá vir mais um médio, o internacional holandês Clasie.

Em termos gerais, gostei do que vi hoje - a titularidade e o golo do menino Rúben Neves (17 anos e 155 dias!) foi a cereja no topo do bolo -, mas contra o Lille vai ser preciso jogar mais e melhor.

23 comentários:

Dr Estranho Amor disse...

Concordo. Mas vou mais além: estou oficialmente excitado com a proposta de jogo do Lopetegui.

Pode ser que me engane mas esta época vai ser dolorosamente longa para os haters do FCP, para as redações de A Bola e do Record e para o Miguel Lourenço Pereira.

Lopetegui é o meu Pastor , nada me falta.

Nuno Fonseca disse...

Em relação ao Lille, também fiquei com a sensação de que temos de ser melhores para passar a difícil eliminatória. Mas, por outro lado, este tipo de jogo 11 homens a defender não é a forma do Lille jogar e por isso possamos explorar melhor os espaços.

Gostei de tudo, menos do quaresma. Voltou aos velhas exibições de guloso. Até a marcar livres é guloso. Se com 30 anos ainda não sabe marcar livres, não pode ser ele a marca-los.
Concordo com Brahimi e Torres. Uma delícia. Ruben Neves é o novo Moutinho, este com 18 anos já era capitão do Sporting. Neves com sorte também poderá seguir o caminho parecido. Mas quando vejo Clasie quase confirmado.... que pena. Neves, Casemiro. Mikel. Vai ser muita gente boa para gerir.

Luís Pires disse...

a máquina não parece ainda afinada, o que é normal, mas faz-nos ter esperança numa boa época.
meio a brincar meio a sério mas fiquei com a sensação de que hoje também se tratou de esconder um pouco do jogo ao Lille (sou mesmo só treinador de bancada mas pareceu-me que se pressionou mais os defesas adversários nos jogos de pré-época do que hoje).
realço também o Ruben Neves, mas... o Brahimi tem um toque de bola que é qualquer coisa de fantástico.
cumprimentos

Luís Vieira disse...

Ponto prévio: o número de adeptos presentes, hoje, no Dragão não permite concluir grande coisa, uma vez que o jogo de estreia tem sempre casa cheia. Gostava era de ver esta afluência durante o Outono e o Inverno. Quanto ao jogo, pudemos assistir a uma razoável prestação, com alguns bons apontamentos, mas também com vários aspectos a corrigir (não seria de esperar outra coisa). O processo defensivo precisa de ser limado, uma vez que em alguns momentos do jogo fomos facilmente batidos pelo contra-ataque do Marítimo. O jogo a meio-campo ainda não se apresenta muito fluido, o que é natural nesta altura (parafraseando o Lopetegui, "ainda estamos em Agosto"). A finalização também tem de ser trabalhada, principalmente a 2ª linha de tiro (para além do Jackson, quem aparece a finalizar?). Agora as coisas boas: notória evolução no jogo exterior, com os extremos a terem muita bola e a criarem desequilíbrios. Bom envolvimento dos laterais na manobra ofensiva, principalmente na primeira parte. Excelente capacidade de manutenção da posse de bola, mediante a criação constante de linhas de passe e a proximidade de apoios, à boa maneira espanhola. Agressividade satisfatória sem bola (boa reacção à perda), embora possa ser melhorada. No que respeita aos destaques individuais, não há como não referir o Rúben Neves, que teve uma estreia de sonho. Grande mérito para o Lopetegui que não jogou pelo seguro (podia perfeitamente ter entregue a titularidade ao Casemiro, resguardando-se, mas apostou no miúdo e deu-se muitíssimo bem), sendo que o Rúben correspondeu à altura e jogou como gente grande, coroando a exibição com um golo. Melhor não podia ser. O Brahimi foi o outro rei da noite. Jogou, fez jogar e, pelo meio, deu espectáculo. É como o algodão, não engana, e parece que temos novo craque no Dragão. O Óliver também esteve em bom nível, mas creio que pode fazer mais e melhor (pelo menos, já o vi a um nível superior). O Tello também entrou muito bem, conseguindo uma jogada primorosa e uma assistência para golo. Primazia aos novos na análise, como não poderia deixar de ser, até porque os antigos não se destacaram muito. O Indi, o Casemiro e o Evandro carecem de maior rodagem para poderem ser avaliados com justiça. Gosto da entrega e da atitude do primeiro, mas houve algumas falhas, embora atribua a responsabilidade a todo o sector defensivo, que, notoriamente, ainda não está afinado. Em suma, está dado o tiro de partida, alcançando-se o objectivo principal: vitória e os primeiros 3 pontos.

Sergio Ferreira disse...

Gostei do título... esperemos que daqui a uns meses possamos substituir a ilusão por outra palavra também terminada em "ão". Depois do jogo de hoje parece mais ou menos claro que estamos mais necessitados da alternativa a Jackson do que no meio campo (apesar de o Clasie me parecer uma boa aposta)

http://portistaconvicto.blogspot.pt

miguel.ca disse...

Eu tambem gostei muito. Gostei das dinamicas, da pressão defensive e das ideas globais de jogo.
Gostei de ver como Lopetegui reagiu à entrada agressiva do Marítimo na segunda parte devolvendo o meio campo à equipa com a substituição do Herrera pelo Casemiro.
Não gostei muito do Quaresma, manifestamente desastrado e do Herrera que me pareceu algo perdido e alheio do jogo.
A melhorar, a rapidez de processos. A acção de recepção e passe levou muitas vezes uns segundos a mais mas estou convencido que isso melhora com o tempo.

Pedro disse...

Confesso que com a palhaçada que ocorreu na bancada sul pouco vi da 1ª parte. Mas na segunda, sobretudo após a entrada de Casemiro, vi um Porto com uma ideia de jogo, com muita posse de bola e pressão alta, com qualidade que em toda a época passada não se viu.

Alguns aspectos a melhorar, sobretudo sem bola, mas a equipa promete e o treinador tem ganas. E Indi felizmente parece contrariar a minha ideia que era uma contratação duvidosa.

Ps: Quero ver como a direcção do FC Porto vai justificar o facto de pessoas em cadeira de rodas terem sido "aconselhadas" a ver o jogo de pé... incrivel não é? Mas aconteceu. Tudo porque grupos de jagunços ocuparam locais estratégicos na Sul, não se sentando, com o objectivo de obrigar os últimos resistentes no sector 8 a mudar de lugar. A maioria dos jagunços... nem sócios são. Não sabia que 25% do estádio era controlado por uma claque...

Joao Goncalves disse...

Bom jogo da equipa... não foi deslumbrante de se ver mas foi muito bom.

Os sectores estiveram juntos e conseguiram anular o Maritimo na maior parte do tempo.

A única coisa negativa continuam a ser os passes laterais e com conseguentes perdas de bola perigosas e complicadas.

Em relação aos jogadores e começo logo pelo Quaresma... está-me a parecer que existe muita gente a embirrar com o Quaresma porque Sim! Quaresma fez um jogo muito bem conseguido... muito pouco egoísmo, evitando sempre as fintas e a esperar o apoio do Danilo ou para lhe endossar a bola ou para criar a Dúvida no defesa. Ajudou sempre a fechar e está um jogador posicionalmente muito mais evoluído e consciente do seu papel em campo.

Acertou os cruzamentos todos? Ou as bolas paradas? Ou os livres? Não mas fê-los e se é dono das bolas paradas não é porque quer certamente, mas porque o treinador confia nele pelo trabalho que tem nos treinos.

Cruzamentos tirou imensos e perigosos, mas a equipa ainda só tem Jackson na área e ainda faltam automatismo de aproximação dos médios e alas, na altura dos cruzamentos.

Além disso arriscou o remate por diversas vezes e se à coisa que nunca se pode criticar num jogador é quando assume a responsabilidade do remate! Não lhe saiu bem mas poderia e nós sabemos do quão capaz é o remate do Quaresma.

Um Solido 7/10 para ele!

De resto Brahimi foi o maior desequilibrador, Óliver e Ruben Neves são os motores da circulação de bola e variação de flanco (Ruben mais no longo e Óliver mais no curto interior) e estiveram bem,

Herrera não esteve inspirado, pois como 8 de transporte e de comer metros, nunca teve o espaço que precisava para isso mas esteve raçudo.

Casimiro entrou bem para a posição 6, que deve manter a titular com o Lille (pela experiência que tem).

Tello entrou muito bem.

A defesa tirando um ou outro lapso, esteve toda bem.

DC disse...

Tudo bastante bom menos o terrível Herrera (fez alguma coisa minimamente positiva?) e a 2a parte, gulosa como referiram, do Quaresma.

De resto, Oliver e Brahimi valem o bilhete por si só. Classe e mais classe. Um não perdeu um único 1x1 e o outro não falhou um único passe. Tanta qualidade.

Jorge Vassalo disse...

Antes de mais contar uma coisa que achei maravilhosa:

Sentado de onde estava, vi a páginas tantas da segunda parte, Lopetegui virar-se para Quaresma e dizer "Tens de ser mais Capitão! Passar as ordens para dentro!" e o Quaresma baixar a cabeça em assentimento. Nem a galinha nem Luis Castro eram capazes de fazer isto.

Gostei muito do jogo. Sei que temos ainda alguns erros defensivos a corrigir, nomeadamente alinhar a defesa para que não coloque ninguém em jogo quando está subida, e a troca de bola tem de ser mais à frente. Acho que o Indi, que é muito bom, começou nervoso. Mas também vi um Danilo em grande forma e um Alex Sandro que melhorou muito e já viu que, como disse Lopetegui na conferência de imprensa, não há titulares garantidos.

Que surpresa no onze! Que coragem de sentar os jogadores com mais nome! Quem se daria ao luxo de preterir Casemiro por um puto de 17 anos?! E que bem que jogou Ruben! Á parte do golo claro, gostei da defesa segura e de uma saída de jogo muito bem concentrada. Este miudo tem muito futuro certamente.

O Herrera é uma curva sinusoidal. Exibições excelentes, exibições pavorosas. Ontem foi uma delas. Não gostei nada. Nervoso, trapalhão, tapado por Óliver, não foi sequer capaz de fazer transportar a bola como consegue fazer bem.

Óliver e Brahimi são dois criativos extraordinários. Tanto um como outro, quando souberem exactamente onde e como se mexem os companheiros - mera questão de tempo - vão fazer muito mais do que as 22 - 22! - oportunidades de golo que ajudaram a criar.

Evandro foi muito seguro. Casemiro foi uma grande força. Adoro a sua capacidade de passe fenomenal. Adoro a forma como, através dele, se roda muito bem o jogo. Eu acho que qualquer um destes dois pode tirar o 8 ao Herrera amanhã. Ele que não se ponha a pau, não!

Gostei de ver o Quaresma disciplinado, menos individualista na primeira parte do que na segunda, e a defender! Mas, mas, mas Tello vai-lhe morder as canelas, ai vai. Não acredito que Quaresma vá continuar a marcar todos os cantos e livres, e duvido muito mesmo que volte a jogar 90 min.

Jackson não estava inspirado na finalização mas também estava muitíssimo marcado, os médios ainda não se habituaram completamente ao seu brilhante jogo posicional, e gostei da forma como defendeu, atacou e levou bola. Não fica na mama, de maneira nenhuma.

Mas para mim, a melhor contratação deste ano é Lopetegui. Um treinador sempre inconformado, interventivo, sempre a dar ordens para o campo, com uma excelente leitura de jogo - entrada de Casemiro, por exemplo - e, principalmente, um sentido de liderança e clareza de discurso extraordinário.

Há muito para melhorar, mas já há uma excelente base.

Carlos Xistra é vergonhoso. A forma tendenciosa e inclinada como arbitrou é uma vergonha.

O Marítimo defender o resultado de estar a perder 1-0 e estar a fazer anti-jogo a perder não lembra ao diabo e mostra bem a dificuldade que Lopetegui terá. Do outro lado estarão muitas equipas para quem o melhor resultado que possam ter é o 0-0.

Amphy disse...

Por acaso achei que o Quaresma foi dos melhores, voluntarioso, sacrificado. Gostei da exibição do Quaresma, do Ruben Neves, do Brahimi e do Oliver.

Não gostei da exibição do Jackson, do Herrera e do Evandro.

No geral fiquei satisfeito, mas com uma equipa de tração à frente, com centrais de passada lenta, poderemos vir a ter problemas nas transições defensivas. O treinador saberá tomar conta desses detalhes.

Luís Vieira disse...

Lamentável a situação que o Pedro descreveu. Já no jogo de apresentação tinha havido problemas desse género. É uma situação muito mal gerida pelo clube. Faz-me lembrar a política comercial das operadoras de telecomunicações: aos novos clientes tudo é oferecido; ao invés, os antigos, fiéis e cumpridores, são penalizados.

Luís Vieira disse...

Concordo com a análise, embora me pareça que o Quaresma nalguns momentos tenha tomado más decisões, abusando em demasia do remate. Mas no deve e no haver, fez uma razoável exibição, mais integrada com o colectivo. A este propósito, destaco o passe a rasgar para o Danilo que resultou numa situação de perigo. O Herrera, como li algures, neste tipo de jogos "fechados" terá problemas porque é um jogador de transições, precisando de espaço para brilhar. A não ser que evolua, não me admiraria nada que nos próximos tempos fosse preterido por alguém mais confortável no "tiki-taka".

Filipe Sousa disse...

Infelizmente, o Herrera está mais próximo de entrar para a galeria dos mexicanos que não se adaptam à Europa, que outra coisa

miguel.ca disse...

Esqueci-me de referir que a minha critica ao Quaresma se refere exclusivamente à finalização já que na construçáo de jogo, para mim, esteve fantástico.

Madureira disse...

O pessoal só avalia o jogo pelo que vê os jogadores fazerem com bola nos pés e o futebol não é só isso! Ruben Neves e Oliver contra equipas com maior qualidade simplesmente nunca poderão ser titulares neste Porto! Oliver com bola nos pés é um excelente jogador e a defender? e capacidade física onde está? Nem me vou alargar mais... vamos ver quando não tivermos 70% de posse de bola se este meio campo tem capacidade de segurar a equipa... duvido!

Pedro ramos disse...

Oliver nao pode jogar contra equipas contra maior qualidade...a sério??? Hã... 3 Herreras no meio-campo a correr que nem baratas tontas é que era.

Jorge Vassalo disse...

Epá incrível esta bluegosfera, desanimadora!

Digam-me quando estiver bem ok? Vocês que querem uma equipa feita à primeira jornada, por favor enviem as vossas mensagens a Lopetegui, ele está ansioso pelas vossas mensagens, ó iluminados da táctica!

Este que, incidentalmente, disse que ainda havia muito a melhorar, e que ainda estavamos em Agosto!

Mas este Porto tem ALGUMA coisa a haver com o do ano passado?! Eu arrisco-me a apostar que será melhor que o do Vitor Pereira! E no final, lá estais vós, Rinponches Velhos do Restelo, que tudo sabeis e a quem nada chega!

Olhem aconselho-vos a serem sócios do Real ou do Barça ou do Bayern! Olha, se calhar não chega!

Francamente!

Jorge Vassalo disse...

Desculpe Madureira, não sei que jogo viu mas será raro encontrar uma equipa que vá defender uma derrota à espera da miragem de poder empatar.

Sabe, esse foi o Marítimo que eu vi na Porta 3 da Central. Um que estava lá a defender ridiculamente um 0-1, na esperança de empatar.

Mais a mais, não percebo nada de bola, mas não acredito que Lopetegui, que disse para ir devagar com o andor em relação ao Ruben, vá pôr este 11 no jogo do Lille.

Mas hey, para quê falar? Tudo o que se faz é mal feito....

Luís Vieira disse...

Xavi, Iniesta, Messi, Pedro, Fàbregas, Alexis, Dani Alves, Jordi Alba e Cia. Lda. Tudo gente alta e espadaúda, sem capacidade física para defrontar "equipas com maior qualidade". O valor futebolístico, felizmente, não se mede aos palmos.

Dr Estranho Amor disse...

100% de acordo, Jorge Vassalo. O problema desta gente é que há demasiado aspirante a Freitas Lobo. Por eles, e na sua sua dinâmica aniquiladora inquinada por uma vaidade provinciana, o Presidente não é digno para presidir, o treinador um inepto, os Ivanildos, Candeias e Castros da vida deviam ser titulares ad aeternum por serem da Cantera, a página web do clube é lamentável, há demasiados espanhóis, a avó fuma e assim até nova noite dos tempos.

Um bom exemplo desta tropa fandanga que pulula por aqui é o Sr. Miguel Lourenço Pereira. Leia os post's do referido senhor e ria .Ou chore.

DC disse...

Bem-vindos ao século passado. Contratemos o Fernando Aguiar para o lugar do Oliver então. Quando pensamos que as pessoas perceberam a evolução do jogo, aparecem estes a mostrar-nos como tanta gente ainda não percebe nadinha sobre ele.

meirelesportuense disse...

Não gostei do Quaresma.
Sempre que teve possibilidades de entrar no jogo complicou, ou disparou para as bancadas ou inventou mais uma finta.
Tem que perceber que deve passar assim que a isso obrigue, o benefício da equipa. Não pode pensar que o Clube é o FCQuaresma!
Aliás, os jogadores mais antigos foram os que revelaram mais defeitos, não é para admirar, justificam assim tudo o que aconteceu na época passada e sinceramente, percebe-se que se calhar, a culpa maior, não esteve no Paulo Fonseca.