sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Jackson Martinez: a saga continua



Reunião entre a direção portista e o empresário do Cha Cha Cha alinhavou os termos do novo contrato, escreveu o Jogo. Este é mais um episódio da novela que arrancou em 2013, logo que a notoriedade do Colombiano foi reconhecida, além-fronteiras.
Cá para mim, o FCP está a jogar em dois tabuleiros: forçar a sua renovação através da renegociação de novas e melhores condições para o jogador, com eventuais contrapartidas para o clube, ou, então, como forma de pressão sobre os mais interessados na colaboração do excelente avançado colombiano: Valência, Mónaco, Chelsea, Inter, Roma e outros, através desses sinais exteriores de desinteresse em vender. Ou seja: quem o quiser contratar, tem de bater os 40m€, antes que seja tarde. Numa escala diferente, a modos como aconteceu com Fernando: sabia-se que não ficava, restava criar as condições para a que a sua saída compensasse em benefícios financeiros o que se perdeu em termos desportivos.

Ficaria muito satisfeito se Jackson continuasse no FCP, mas Jiménez já vem a caminho.


7 comentários:

Jorge Vassalo disse...

Oh Mário, e se fosse um E outro? Just sayin

Luís Vieira disse...

Acho que o final desta trama é relativamente simples de deslindar, com ou sem Jiménez: se baterem a cláusula de rescisão, o Jackson sai; se não baterem, o Jackson fica, desta feita mais satisfeito, aparentemente.

Diogo Roque disse...

A meu ver é lógico que Jackson fica, e para mim está confirmado desde o momento em que se confirma a saída de ghilas. Mais ainda, o clube já fez o valor de vendas que necessita para a "manutenção da época", já para não falar que se espera encaixar verbas significativas com as vendas de Varela e Defour. Portanto, acho que o Cha Cha Cha só sairá se houvesse uma proposta praticamente irrecusável, como não estou a ver um Roma, Arsenal e afins dar um valor tão elevado não vejo uma saída do nosso goleador como uma possibilidade!

miguel.ca disse...

Eu acho que a coisa é muito simple... O Jackson ainda não vale um terço da cláusula de rescisão, Como tal, não vai para lado nenhum!

Miguel Ângelo VR disse...

Venha o Jimenez...

Se o melhor Jackson cá ficar, muito bem. Se o Jackson lento, birrento e insatisfeito continuar, fora com ele.

Venha é o Jimenez - quase de certeza que seria uma mais valia.

RS disse...

Jackson renovou, baixou a clausula de rescisão e quanto a mim está de saída...

meirelesportuense disse...

Leiam com atenção o que é afirmado no site do Clube, especialmente a intervenção de Pinto da Costa.Ele dá a conhecer melhor os contornos da renovação de Jackson.A cláusula de rescisão -agora alterada- só é aplicável a partir do final da época 2014/2015.