sexta-feira, 10 de outubro de 2014

"Aqui jaz Bruno de Carvalho, abatido pelo ridículo"


Há sensivelmente um ano(!) escrevi:

Ia escrever qualquer coisa acerca do Bruno de Carvalho, e o seu estilo desbocado, as tiradas irónicas à la Pinto da Costa - eles odeiam o homem, mas não conseguem deixar de o imitar - o confronto aberto com o FCP e os seus dirigentes, e alegria com que se vem gabando que será mal recebido no Dragão. Mas não vou fazer nada disso. O presidente do SCP, clube que "não é dado a frutas" mas que aposta mais nos cheques, é irritante - ele deve inspirar-se no provérbio africano que diz "se pensas que és demasiado pequeno para fazer a diferença, tenta dormir num quarto fechado com um mosquito" - mas é em igual medida irrelevante (e esquece-se que um mosquito, por muito incómodo que seja, acaba invariavelmente "esborrachado"). Assim, e já que não é possível pedir a todos os Portistas que no próximo domingo, não recebam mal o sr. Bruno Carvalho, mas que lhe mostrem o mais perfeito desinteresse, faço aqui o desafio para que lhe ofereçam um ramo de flores, com um cartãozinho a dizer "seja muito bem vindo ao Estádio do Dragão!". Apresentem registos fotográficos da entrega do dito ramo, e da cara do indivíduo, e eu pago a despesa (até €20, vamos lá com calma!) - está prometido.

Considere-se o desafio de há um ano renovado.

O sr. Bruno de Carvalho tem direito a não gostar do presidente Pinto da Costa, até a não gostar do homem Pinto da Costa ou mesmo do FCP; o que ele não tem direito é de insultar toda a gente. Como descer ao nível dele é contraproducente - a experiência do homem nesse estado é por demais evidente - sejamos civilizados e "mortificantemente" simpáticos lançando-lhe flores, confetis e - porque não? - até beijos. Tudo, menos aquilo que ele quer.

10 comentários:

Pedro disse...

Um bronco como ele, e como grande parte de quem o apoia, dificilmente será capaz de entender a ironia. Por mim eram recebidos da pior forma possível, sem envolver violência.

Luís Vieira disse...

Compreendo o apelo, inteligente e racional, mas com a personagem em apreço não consigo ser tão magnânimo: se o vir à frente sou menino para me portar como o mais selvagem Super Dragão :)

Roberto Tavares disse...

Cravos...

Como a outros já se fez!

Daniel Gonçalves disse...

Uma pessoa profundamente narcisista e egocêntrica, tem ser o centro de atenção e sede de protagonismo... eis um rápido retrato psicológico deste tipo. A vitimização é consequência directa dessa psicose. Como cresceu num ambiente eivado de ressentimento e azedume pelas vitórias do FC Porto, sente-se adulado se amesquinhar e insultar o nosso Clube, os seus dirigentes e adeptos. O argumento do provincianismo é repetido ad nauseum, só ele é que bom cheio de virtudes, só o clube representa o Bem na luta contra o Mal e os impuros, só o clube representam o País, os outros clubes representam-se a eles e nada mais.

Uma idiotice a mentalidade deste tipo e de outros que pensam como ele, e depois ainda vem falar em patriotismo ou sentimento nacional.

meirelesportuense disse...

Em vez de um ramo de flores, porque não um cheque-brinde da Mortuária de São Roque?...
Mas nunca se sabe, "para morrer basta estar-se vivo" e não se esqueçam que a primeira vez em que o Luís Filipe Vieira foi ver um jogo à Luz, partiu uma perna. O jogo era precisamente contra o FCdoPorto.
Foi ele próprio que contou a história, "ia dependurado num eléctrico e caí quando o Fiscal da Carris se aproximou de mim"...Já nessa altura ele "tratava das coisas" por outros lados. Aliás fiquei hoje a saber que o Fernando Santos foi "assistir" pela primeira vez a um jogo do Benfica também contra o FCdoPorto, ia de alcofa...

meirelesportuense disse...

Mortuária ou Agência Funerária de...São Roque!

miguel.ca disse...

Os disparates do gnomo Verde devem continuar a bater e resvalar na couraça da nossa indiferença.

iur disse...

Bom dia.

Devemos continuar a ignora-lo. Apenas.

Miguel Ângelo VR disse...

Quando os adeptos se portam mal o clube paga uma multa... E quando um presidente de um clube passa a vida a incendiar os ânimos? Não acontece nada? O BDC é daquelas pessoas em que se vê perfeitamente que o seu amor ao ódio que tem pelo adversário é bem superior ao amor que diz ter pelo seu clube... Como ele conheço muitos, não ligo a nenhum - pelo menos não falo de futebol, eles não sabem.

António C. disse...

O BdC (= burro do caralho) é tão burro e bronco que nem se dá conta que ao insultar a província está de igual modo a menosprezar os adeptos e simpatizantes do clube do qual ele é o presidente.
Burro!!!
Diz ele que o "seu clube" é o único de Portugal («os outros são de província ou de bairro»); mas não se apercebe (deve ser do bagaço...) que o primeiro nome do clube que preside é estrangeiro.
Bronco!!!

É um clube tão português mas tão português que os ingleses o conhecem por sporting de Gijón...

Ambrósio...