terça-feira, 14 de outubro de 2014

Champions, o teste do algodão



«O clube da Luz apresenta o segundo pior registo da presente edição da Champions. Neste momento há três equipas com zero pontos, o Ludogorets, o Benfica e o CSKA Moscovo. O saldo de golos desempata a situação: búlgaros (2-4, após enfrentarem Liverpool e Real Madrid); águias (1-5, Zenit e Leverkusen); e russos (1-6, Roma e Bayern).»
in record.pt, 03-10-2014


No final da época 2001/2002, o Sporting de Lisboa festejou, pela última vez, um título de campeão nacional.
Na época seguinte, o FC Porto de Mourinho disputou e venceu a Taça UEFA (era uma equipa “fraquinha” que, segundo a propaganda lisboeta, ganhou tudo a nível interno à custa da “fruta”…), enquanto que o SL Benfica nem sequer disputou as provas europeias.

Na altura era difícil de prever, mas a época 2002/2003 foi a última em que, simultaneamente, quer o FC Porto, quer o SL Benfica não disputaram qualquer jogo da Champions.
Daí para cá, de 2003/2004 a 2014/2015, quer o FC Porto, quer o SL Benfica têm sido “clientes habituais” da Champions. De facto, neste período, dragões por 11 vezes e águias 10 vezes tiveram, pelo menos, oportunidade de disputar jogos das pré-eliminatórias da mais importante competição de clubes do Mundo (se depois se apuraram, ou não, para a Fase de Grupos da LC, já é outra conversa).

Os quadros seguintes, resumem o que foi a participação na Champions dos dois principais clubes portugueses, ao longo das últimas 12 épocas (incluindo a época em curso).

Desempenho do FC Porto na Liga dos Campeões, entre 2003 e 2014

Desempenho do SL Benfica na Liga dos Campeões, entre 2003 e 2014

Os números não mentem e, comparando o desempenho do FC Porto com o do SL Benfica, verifica-se que a superioridade portista é evidente em todos os indicadores – #jogos disputados, maior % de vitórias, menor % de derrotas, melhores médias de golos por jogo.

Para além dos indicadores anteriores, um outro aspecto relevante é o número de vezes em que cada um dos clubes superou a Fase de Grupos.
Como é sabido, se na Fase de Grupos ainda se vêem clubes como o Artmedia Bratislava, Dinamo Zagreb, Austria Viena, FC Copenhaga, Hapoel Tel Aviv, FC Otelul, etc. (alguns dos clubes provenientes do pote 4 que, ao longo destes anos, calharam em sorte a FC Porto e SL Benfica), nos Oitavos-de-final a rede já é muito mais fina.

Na realidade, atingir os Oitavos-de-final da Liga dos Campeões funciona, de algum modo, como uma marca de qualidade.

Ora, enquanto o FC Porto, em dez ocasiões, atingiu os Oitavos-de-final sete vezes, no caso do SL Benfica, em nove ocasiões apenas por duas vezes superou a Fase de Grupos (veremos o que vai acontecer nesta época).

Mais. Nos últimos 14 jogos que disputou na fase de grupos da Liga dos Campeões, a “super equipa” de Jorge Jesus venceu apenas 5!

Perante o enorme investimento feito por Luís Filipe Vieira (eleito presidente a 3 de Novembro de 2003), como explicar este fracasso (não há outra palavra para caracterizar 2 sucessos em 9 ocasiões) dos encarnados de Lisboa na 1ª divisão europeia?

Bem, como na Liga dos Campeões não se pode atirar a culpa para cima dos “rostos do Sistema” ou de “apitos frutados”, teremos de procurar outras razões para este insucesso gritante do SL Benfica, numa prova que é uma espécie de “teste do algodão”.

Será devido a sucessiva falta de sorte nos sorteios?
Será devido a um incomum azar nos jogos?
Ou será que os árbitros europeus deixaram de ir ao Elefante Branco e, nos jogos do SL Benfica, têm actuações muito diferentes dos condicionados (a partir do Apito Dourado) árbitros portugueses?

Faixas mostradas pelos Super Dragões no FC Porto x SC Braga

Talvez por tudo isto, o “mestre” da táctica, no seu intimo, prefira ficar em 3º lugar na Fase de Grupos e saltar para a Liga Europa, que é um ambiente mais propicio para equipas de tração à frente com caceteiros atrás e que, na UEFA, não beneficiam do “suplemento de alma” de alguns apitos cirúrgicos.

9 comentários:

Mefistófeles disse...

Ora nem mais. Excelente, José Correia.

Pedro ramos disse...

O caro José Correia está dasatualizado, entao nao sabe que a liga dos campeoes é uma competiçao menor que serve para poupar jogadores para o campeonato!!
Mais, as eliminaçoes sao absolutamente normais porque o clube lisboeta defronta colossos milionários com os quais eles nao podem competir ao contrário do Porto a quem calha sempre os clubes mais toscos que estao lá presentes.
Já agora fale baixinho, quando referir o enorme investimento realizado por aqueles lados, é que o Porto é que supostamente investiu o que tinha e nao tinha e eles perderam mais de metade da equipa (interessante ontem no jornal o Jogo, Leonardo Jardim referir que Jesus apenas perdeu 3 jogadores titulares).

José Rodrigues disse...

O FCP tem tido uma performance muito superior ao slb na LC da mesma forma q tem tido uma performance muito superior no campeonato nacional (desde 02/03 o FCP foi campeao 9 vezes e o slb 3). E por uma razao muito simples: tem sido claramente melhor equipa (em media), ponto final paragrafo.

Bruno Guedes disse...

Boa tarde Sr. José Correia.
Excelente post, mas eu detesto fazer comparações, e como tal e olhando para o nosso quadro nos últimos 10 anos, perfaz com que o nosso desempenho, se excluirmos o de 2003/2004 é muito pobre. Não tinha noção destes resultados.
Não temos nem metade de percentagem de vitórias.
Fomos os melhores de Portugal, sem dúvida que sim, mas penso que temos a obrigação de melhorar.
Comparo isto com a AGE, desta seguinte forma.
Ficamos contentes com o que ouvimos da parte da direcção, mas é necessário LEMBRAR sempre os sócios, que foi necessário esta engenharia financeira, face a erros administrativos.
Uma mão não pode lavar a outra, é necessário criar bons alicerces após esta engenharia feita.
No futebol é igual. é óbvio que prefiro estar numa final de 10 em 10 anos e ganhar do que todos os anos chegar as meias finais. Isso é verdade, mas existem minimos que deveriamos fazer sempre. E isso não foi feito em 3 ocasiões e nas duas últimas vezes que estivemos nos oitavos, tinhamos a obrigação de ter passado ( Schalke e Málaga).
Dou valor e muito a liga europa se for essa a competição que o FCPORTO entra no inicio da época. Sair da liga dos campeões e disputar a Liga Europa é injusto. Por isso sempre disse que estas duas últimas finais nada valem pois em termos práticos eles teriam saído da Europa em Dezembro.
Bruno Miguel Guedes - 28061

José Correia disse...

"...olhando para o nosso quadro nos últimos 10 anos, perfaz com que o nosso desempenho, se excluirmos o de 2003/2004 é muito pobre"

Muito pobre?!

Caro Bruno, nas últimas 10 épocas (de 2004/2005 a 2013/2014), o FC Porto superou por 6 vezes a Fase de Grupos da Liga dos Campeões.

Excluindo clubes de Espanha, Inglaterra, Alemanha e, eventualmente, Itália, conheces algum clube europeu com idêntica performance?

José Correia disse...

"...Não temos nem metade de percentagem de vitórias."

43,5% de percentagem de vitórias na Liga dos Campeões, não me parece nada mau.

Mais uma vez, excluindo clubes dos big five, conheces algum clube europeu com melhor desempenho?

Miguel Ângelo VR disse...

Eu acho que a aposta do SLB está na LE, é um objectivo mais realista e sempre daria um título internacional ao clube para animar as hostes - eles é que lá sabem. Têm tido azar...

Bruno Guedes disse...

Boa tarde Sr. José Ciorreia.
Antes demais desculpas pela resposta.
É verdade aquilo que refutou a minha opinião, mas no seu entender acha que as prestações no seu global são boas?
Essa história de pertencer ao big 5 para mim é uma utopia. Não me diga que acha o Málaga mais forte do que nós,não acredito que acho o shalke mais forte. Eu referi duas eliminatórias em que tinhamos a obrigação de passar. No ano do Co Adriennsen estavamos num grupo fácil e fomos últimos. Artmedia, Rangers e Inter. Ficou contente com a prestração? Eu julgo que não.
Obviamente que existem equipas sem palmarés que atualmente, devido a chineses ou arabes são mais fortes do que nós, ex: Manchester City, Chelsea, PSG mas não têm a nossa história. Como existe o inverso, equipas com um palmarés enorme que atualmente se jogarem contra nós perdem ( Ex: AC Milão, Ajax, Inter).
Eu não disse que somos obrigados a chegar sempre as meias finais nem que temos obrigaçaõ de afastar Real, Bayern.
Temos sim é de não efetuar prestrações como no ano passado e evitar em sorteios favoraveis sermos arrumados.
Obviamente que me diz, então Bruno pelo teu pensar nunca em 2004 teriamos afastado o poderoso MUN, mas a diferença entre FCPORTO e MUN é menor que entre FCPORTO e Shalke.
Bruno Miguel Guedes - 28061

José Correia disse...

Caro Bruno, análises limitadas e pontuais, podemos fazer as que quisermos mas, mais do que analisar um jogo, uma eliminatória ou uma época, eu fiz uma análise que abrange um período de 11 épocas (12, se incluirmos os jogos da época em curso).

Penso que, desta maneira, os números e indicadores obtidos, permitem chegar a conclusões (mais) válidas.