sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O Vitaliy russo e o Duarte lisboeta

Ao minuto 90’+2 do recente Schalke 04 x Sporting, numa altura em que o jogo estava empatado (3-3), o árbitro assinalou um penalty inexistente a favor da equipa alemã, por pretensa mão do defesa sportinguista Jonathan Silva (a bola bateu-lhe na cara).

O Schalke ganhou o jogo por 4-3 e, como seria de esperar, entre os calimeros caiu o Carmo e a Trindade, a começar pelo treinador que diz que não fala de arbitragens, mas que, pelos vistos, protesta (e de que maneira!) com os árbitros, mesmo que seja preciso comunicar por gestos…

Marco Silva e os árbitros russos, no final do Schalke 04 x Sporting

Como seria de esperar, sempre que o prejudicado é um dos clubes da 2ª circular, não foi só o universo sportinguista a decretar o “luto desportivo”. A comunicação social lisboeta não ficou atrás e, qual Auto de Fé, “crucificou” a equipa de arbitragem russa na praça pública.

A BOLA, 22-10-2014

Entretanto, com o clima de contestação a crescer hora a hora, soube-se ontem (através do Schalke 04) que os leões terão solicitado à UEFA a repetição do jogo ou, em alternativa, o pagamento do prémio referente ao empate (500 mil euros).

Tudo isto faz-me sorrir, até porque lembro-me, perfeitamente, de um erro de arbitragem muito parecido, que também ocorreu nos instantes finais de um jogo disputado na Amadora, em 26 de Setembro de 2007, para a 3ª Eliminatória da Taça da Liga 2007/2008.

Quando esse Estrela Amadora x SL Benfica entrou no período de descontos, a equipa encarnada, na altura treinada por José António Camacho, estava a perder por 0-1 e na iminência de ser eliminada.

Contudo, tal como em Gelsenkirchen na passada terça-feira, ao minuto 90’+2, o árbitro, um tal de Duarte Gomes (conhecem?), assinalou um penalty fantasma a favor da sua equipa do coração, por pretensa mão de Maurício, num lance em que o defesa da equipa da Amadora cortou a bola com… a cabeça.

Evidentemente, quer o treinador, quer os jogadores do SL Benfica não se importaram com esse clamoroso erro da equipa de arbitragem e, chamado à conversão do penalty, o norte-americano Freddy Adu não se fez rogado, marcou o golo que deu o empate (1-1) e levou a decisão da eliminatória para a marcação de grandes penalidades (tendo o Benfica eliminado o Estrela, por 5-4 nas gp).

No dia seguinte (27-09-2007), o árbitro Duarte Gomes, em declarações ao site da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, veio a público fazer o mea culpa, pelo penalty assinalado a favor do SL Benfica, em tempo de descontos, e que permitiu aos encarnados seguir em frente na Taça da Liga:

“Perante as evidências que resultam do visionamento das imagens televisivas reconheço que houve um claro erro de arbitragem”

“Pelo momento do jogo em que aconteceu e pelas características da competição, [a decisão] teve consequências que fazem com que pese ainda mais sobre a equipa de arbitragem”

“… é tempo de todos os intervenientes do jogo perceberem que os árbitros não são seres infalíveis e estão em campo durante 90 minutos a tomar dezenas de decisões em fracções de segundo”


Sabem o que é que aconteceu ao árbitro Duarte Gomes?
Nada!
Ninguém, desde jornalistas a dirigentes da arbitragem, passando por jogadores e treinadores o “crucificou” publicamente (até houve quem o elogiasse, por ter tido a coragem de assumir o erro da equipa de arbitragem).
E, após este caso, o senhor Duarte Gomes continuou tranquilamente a roub…, perdão, a arbitrar como muito bem sabe nos relvados portugueses e, claro, manteve o estatuto de árbitro internacional e as respectivas mordomias.



Por isso, tenho um recado para todos, principalmente jornalistas, que estão indignados com estes árbitros russos: deixem de ser hipócritas!


P.S. Li, algures, um idiota a explicar o penalty mal assinalado na Alemanha, como sendo consequência da interferência da máfia russa. Seguindo o mesmo raciocínio, em Portugal, os roub..., perdão, os erros clamorosos de arbitragem serão consequência da máfia do Seixal?

11 comentários:

PortoMaravilha disse...

Viva,

Existe um caso que é uma referência cla'ssica na histo'ria das competições Europeias: "A Mão do Diabo" - não confundir com a "Mão de Deus" que essa pertence a Maradona.
Na altura, a imprensa lisboeta festejou a qualificação para a final da taça dos campeões e lembrou que não se defende baixo, apesar de o a'rbitro em cima do lance não ver o golo ser marcado com a mão.

E Viva o Porto!

NunoPortoMaravilha

Filipe Sousa disse...

Agora a Europa do Futebol já conhece o SCP! A calimerice é tanta que já a exportam para fora.

Mefistófeles disse...

Nem mais. Enquanto uns são conhecidos por ganharem alguma coisa, estes ficam conhecidos por chorarem baba e ranho. Chuif, chuif !

Nightwish disse...

Passado pouco tempo ia-se passando o mesmo no Dragão, mas o fiscal de linha avisou o árbitro que viu mal o lance.
De resto, como é óbvio, passo bem com estes erros contra as equipas de Lisboa, que estão tão mal habituadinhas que chegam lá fora e têm frequentemente jogadores expulsos.e que gozam sempre que o FCP leva lá fora uma arbitragem com erros.
Agora ver o Burro de Carvalho a expumar de raiva por ver o Duque a ser promovido para a liga e por não lhes deixarem fazer o anti-jogo de cacetada que fizeram no Dragão é um prazer sublime.

lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JRP disse...

Muito curiosa é a hiper atenção ao patrocínio da GAZPROM ao Schalke 04 e à liga dos campeões, ao mesmo tempo.
Curiosa porque em Portugal a Sagres patrocina a Liga e o Benfica e ninguém parece fazer associação.

José Correia disse...

Caro lima (João), o seu comentário é pertinente, mas eu sugeria que o colocasse no artigo 'As contas da SAD - 2013/14'.

Nota: Conforme já foi referido pelo José Rodrigues, em principio iremos publicar outros artigos, quer sobre os Resultados do Exercício 2013/2014, quer sobre as perspectivas - Orçamento - para 2014/2015.

José Correia disse...

"...em Portugal a Sagres patrocina a Liga e o Benfica e ninguém parece fazer associação"

Ninguém é como quem diz.
Nós somos pequeninos, mas já falamos neste assunto desde 2009:

Liga Sagres ou Liga SLB?
http://www.reflexaoportista.pt/2009/01/liga-sagres-ou-liga-slb.html

O patrocinador da I Liga
http://www.reflexaoportista.pt/2009/09/o-patrocinador-da-i-liga.html

A ética da Liga
http://www.reflexaoportista.pt/2010/08/etica-da-liga.html

JRP disse...

Eu sei que vocês o fazem. Sei também que ninguém da CS o faz...

meirelesportuense disse...

Sinceramente tenho muitas dúvidas se o penaltie foi bem ou mal assinalado, mas uma coisa sei, as imagens que revelariam melhor o que se passou, seriam as que foram tiradas de frente para o lance e que foram sonegadas pelos comentadores Portugueses, a partir do momento em que perceberam que elas poderiam jogar contra eles...Esconderam essas imagens, que felizmente estão ainda na TV. É só rever o jogo na sua parte final. Quem tiver SportTv e uma Box com gravador pode fazê-lo à vontade. E nessas imagens tiradas do lado do árbitro de baliza colocado na área do Sporting, a ideia que fica é que o defesa do Sporting toca mesmo a bola com o braço!
Eu se fosse juiz de linha, naquelas circunstâncias, marcaria penaltie. As imagens tiradas nas costas dos defesas do Sporting -e que são aquelas que são "utilizadas" pelos defensores dos Sportinguistas- vê-se apenas um ressalto que "sugere" que a bola bateu apenas na cara do defesa...Mas isso não retira qualquer dúvida de uma forma garantida. Uma imagem aponta num sentido, e a outra aponta no sentido inverso. Portanto se o Schalke souber jogar bem com as imagens, o Sporting fica a ver navios!
Mas é bom que o Sporting se meta por estes caminhos de Guerra Total, eles vão demonstrar que o Porto tinha razão quando se lamentou da perseguição que lhe foi movida em Portugal, pela Comunicação Social Desportiva lisboeta.

Justiceiro Azul disse...

não se pode comparar o pênalti de Gelsenkirchen com o da reboleira. em Gelsenkirchen pode perfeitamente haver engano. na Reboleira não tenho dúvidas de que de qualquer ângulo se via que não era pênalti.