segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Podiam ganhar de forma limpa?

«O Moreirense FC concluiu a sua participação na actual edição da Taça de Portugal ao perder, por 4-1, com o Benfica, detentor do troféu, num jogo em que o Moreirense entrou praticamente a perder.
Depois de ter sofrido três golos em pouco mais de 20 minutos, o Moreirense reduziu e poderia ter ido para intervalo com um resultado diferente [3-2] caso o árbitro tivesse assinalado o competente penalty de Enzo sobre João Pedro.

Penalty de Enzo sobre João Pedro


O Benfica chegaria ao 4-1 depois de algumas boas iniciativas de Arsénio e Battaglia, mas mais uma vez uma decisão deficiente do assistente de Jorge Tavares impediu Cardozo [avançado do Moreirense] de bisar.»
(Fonte: www.moreirensefc.pt )


Segundo a comunicação social, o SL Benfica ganhou este jogo com toda a justiça mas, caramba, era mesmo preciso voltar a beneficiar dos favores da arbitragem?


Todos sabemos que o SLB é a mais melhor equipa do Mundo e arredores, joga esplendorosamente, sempre com “nota artística”, mas… quantos jogos ganhou esta época sem mácula de arbitragem, isto é, sem que tenha havido lances polémicos a favor dos encarnados de Lisboa?

6 comentários:

Mefistófeles disse...

Podiam ganhar de forma limpa ? Podiam, mas não era a mesma coisa...

Nuno Fonseca disse...

É beneficiado jogo sim jogo sim. Infelizmente está para continuar. Os árbitros no seu sub consciente já se aperceberam que em caso de dúvida a melhor decisão para eles é beneficiar o benfica. Se acertarem na decisão não se lhes pode apontar nada. Se errarem, (quase) ninguém se vai insurgir contra isso.

Mancini disse...

Alguem arranja o video dos lances?

Obrigado.

alemanha22 disse...

aos +-38m o luisão deveria ter visto o c.vermelho por uma entrada por trás e sem bola ,só dá para ver na repetição...se fosse o Maicon

Zefansa disse...

Está mais que visto que vai ser colinho ate ao final da época, vai ser muito difícil o FCP ser campeão ainda para mais com o lopetegui a inventar...

nonameslb disse...

A resposta a pergunta sao todos.