quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Mais um “artista” da AF Lisboa

Tiago Martins e os seus auxiliares

No dia 16 de Dezembro passado, o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, liderado pelo lisboeta Vítor Pereira, anunciou que o lisboeta Tiago Martins é o substituto de Olegário Benquerença (atingiu o limite de idade) na lista de nove árbitros internacionais portugueses.

Na senda de outros “artistas” da AF Lisboa, como Duarte Gomes ou João Capela, digam lá se este jovem árbitro, de 34 anos, não tem um grande futuro à sua frente?

FC Porto x Académica, Tribunal de O JOGO

Depois do que se viu ontem…


P.S. Há cerca de 10 meses atrás, a propósito de um Feirense x FC Porto B, eu já tinha chamado à atenção para o futuro promissor deste Tiago Martins.

22 comentários:

S. disse...

Ou seja, de um jogo até interessante e dinâmico, resulta uma crónica dedicada ao árbitro.
Não interessa discutir o excelente golo de calcanhar de Jackson (que faz dele o melhor marcador da história do Dragão); não interessa discutir a estreia do Gonçalo a marcar pela equipa principal e se ele tem futuro (como titular?) no Porto depois do Jackson (muito provavelmente) sair no verão; não interessa discutir a forma como o Porto sofre golos há x jogos seguidos contra equipas que fazem um remate por jogo.
Não interessam questões internas do Porto; interessa apresentar questões externas.
Há uns anos atrás, quando o Porto limpava tudo, os outros queixavam-se dos árbitros para esconder outros problemas. Será que este blog vai seguir rumo semelhante?
Carissimo, gosto muito de ler o blog... mas não é este tipo de conteúdo que gere discussões de interesse. Não criemos casos por causa de um erro. Ainda nem sequer o vimos a apitar jogos dos 'outros' para estar a dizer que o futuro dele está alinhavado.

João Ferreira disse...

A falta de vergonha é tal, que já nem se preocupam em disfarçar. O Lobo mau deve andar feliz da vida.

DC disse...

Deixa-me triste ver o Jackson bater o recorde de golos no Dragão, e da maneira que o fez; ver um puto encher o campo com uma exibição tremenda e a deixar-me de lágrima no olho com o festejo a trazer memórias antigas dos golos do pai e, chegar aqui e ler sobre árbitros.
Mas enfim, já há muito se percebeu que é a prioridade de alguns autores...

José Correia disse...

"...não é este tipo de conteúdo que gere discussões de interesse"

A si.
E, além disso, eu não escrevo para agradar a todos e muito menos para ser popular.

José Correia disse...

"Há uns anos atrás, quando o Porto limpava tudo, os outros queixavam-se dos árbitros para esconder outros problemas"

O problema não é o senhor árbitro Tiago Martins.

O problema não são os senhores árbitros Bruno Paixão, João Capela, Duarte Gomes, Manuel Mota, Bruno Esteves, etc., etc.

O problema foi, há uma década atrás, alguém ter montado, peça a peça, um sistema em que se "fazem as coisas por outro lado", o que teve como consequência prática aquilo a que temos assistido nos últimos anos e, com particular ênfase, esta época.
Ou seja, actualmente, qualquer árbitro, vive aterrorizado com a hipótese de errar contra o SL Benfica, mas sente-se muitíssimo confortável em errar, mesmo que seja de forma grosseira, contra o FC Porto.

Claro que quem desvaloriza o impacto deste "Sistema Encarnado" e não quer ver os factos, não gosta deste tipo posts.

Eu compreendo.

Pedro ramos disse...

- Jakson: os meus parabéns, és absolutamente fantástico, e os golos sao apenas um pormenor.
- Gonçalo : parabéns, espero que o clube te dê uma verdadeira oportunidade para singrar e que as infelizes lesoes te deixem em paz.
- Ruben: parabéns continua a crescer e continuas a demonstrar que és a melhor soluçao para a equipa.

Que pena que mesmo num jogo como no de ontem continue a ver centrais que com 20 metros livres à sua frente se limitem a pontapear a bola ou a entregar a jogadores que têm adversários a meio metro. Pena que raramente se explore o corredor central, como fizemos ontem com Quintero (Lope que se de ao trabalho de contar as oportunidades antes e depois). Pena que o jogo de ontem tenha sido um treino...

S. disse...

Portanto, estamos numa transição entre o Sistema 'Azul-e-Branco' para o Sistema Encarnado, é isso?

Quando há uns anos os Benfiquistas e Sportinguistas queixavam-se que o Porto era levado ao colo, era tudo imaginação deles. Mas agora há, na sua opinição, um Sistema Encarnado a controlar isto tudo.

Obviamente que o Benfica foi beneficiado este ano. Obviamente que o Porto foi prejudicado várias vezes esta época. Óbvio. Aqui não discordamos. Agora isso dos árbitros estarem aterrorizados... enfim.

Mas fico-me por aqui - volto quando falarem de futebol, táticas, jogadores, treinadores, contrataçoes e coisas que realmente me interessam discutiro sobre o meu FC Porto.

c. silva disse...

Que adianta bom futebol, artistas, se no momento da verdade os artistas vestem de vermelho e trazem apito na boca?
Portistas acordem para a realidade! Alguma vez o Porto estaria a seis pontos do benfica se não fossem os erros dos arbitros?

Boavista, Nacional, Rio Ave e Gil Vicente não ponturam com o benfica por causa unica, e exclusiva, dos arbitros...

Acordem portistas!

Joao Amorim disse...

Num jogo em que se viu o "nascimento" de um ponta de lança paciente, em que se evidenciou um puto que marcará o futuro deste clube e em que um colombiano se consagrou recordista no número de golos marcados no estádio mais bonito do mundo, é de facto decepcionante que a crónica deste blog se centre num árbitro que em nada perturbou o jogo! Teve um lance mal ajuizado, e que ao menos viu, mal é certo, mas viu, daí a amostragem da cartolina amarela..

Mefistófeles disse...

Quem andou a penar muitos anos no tempo da outra senhora para ver o FCP ganhar zero e ser gamado à tripa forra não pode deixar de espernear perante um cenário idêntico. Para mim, nunca é demais denunciar o sistema " pelo outro lado", até porque foram os mesmos biltres que o sustentam que reduziram tudo o que foi conquistado pelo nosso clube à fruta e ao café com leite.

Mefistófeles disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Correia disse...

"Portanto, estamos numa transição entre o Sistema 'Azul-e-Branco' para o Sistema Encarnado, é isso?"

Não!
E não por duas razões.

Em primeiro lugar, nunca houve um "Sistema Azul-e-Branco", pelo menos com a preponderância esmagadora com que agora existe este "Sistema Encarnado".

Em segundo lugar, se algum dia tivesse havido esse tal "Sistema Azul-e-Branco" a transição para o "Sistema Encarnado" teria ocorrido no início deste século, quando Luís Filipe Vieira, para apoiar a candidatura de Valentim Loureiro (contra a pré-candidatura de Guilherme Aguiar), exigiu ao Major a colocação de Cunha Leal como director-executivo da Liga de Clubes.

Cunha Leal que, entre outros "serviços" menos mediáticos, foi fundamental na "gestão" e resolução dos casos Ricardo Rocha e Estorilgate, já para não falar na recomposição dos observadores de árbitros.

Mas, claro, quem acha que o SL Benfica vai à frente do campeonato por mérito próprio e que os 6 pontos de vantagem nada têm a ver com as nomeações e arbitragens destas primeiras 18 jornadas, recusa falar destas "coisas menores"...

Gigolo disse...

3 Erros graves do Sr. arbitro. 1º no lançe do penalty sobre Jackson. 2º numa entrada de Marcano ao calcanhar de aquiles do adversário onde via cartão amarelo e deveria ter visto vermelho. 3º o jogador da Académica que cometeu falta para grande penalidade sobre o Bruno (isolado na cara do GR) tambem deveria ter visto cartão vermelho e não amarelo.

José Correia disse...

"3 Erros graves do Sr. arbitro..."

A análise séria e efectiva às arbitragens, não deve ser uma mera questão de "contabilidade de erros", embora isso seja um indicador importante.

- Deve-se analisar as nomeações;
- Deve-se analisar as tendências dos árbitros;
- Deve-se analisar a (in)coerência das decisões e, particularmente, a (in)coerência dos critérios disciplinares;
Etc.

Mefistófeles disse...

O José Correia tem o meu apoio incondicional para continuar a denunciar a besuntice reinante e o sistema encarnado, embora não precise dele para nada. Mas apoio, pois foi com muita poesia e nobreza que andámos a ser comidos durante décadas...parece que algum pessoal é nostálgico desses tempos...ou então nem sequer os viveu, que é o mais certo.
Não sejam tenrinhos, por favor.

João disse...

Eu fiquei de lágrima no olho com a exibição do Mariano Gontello.

João disse...

Errado. Para além do penalti, todos os amarelos a jogadores do Porto são faltas menos graves que duas lenhas que o Mineiro espetou lá sem qualquer sanção disciplinar.

Hugo M disse...

Esse apitador foi o mesmo de um recente clássico dos b's no seixal.....

meirelesportuense disse...

Este "aparente tótó" foi o mesmo que levou o PortoB à derrota com o Feirense em Março de 2014. Já nessa altura demonstrara toda a sua "competência"...Mas ontem foi levado pela corrente! Parecia ter sido apanhado por um Tsunami.

DC disse...

João, com todo o respeito, você é doente.

Mefistófeles, para mim um jogador do Porto merecerá sempre mais destaque que qualquer árbitro. E quando é um menino da formação então...

Mefistófeles disse...

DC, respeito a sua opinião mas não seja ingénuo.

Azía disse...

Parabéns pelo post visionário.