terça-feira, 20 de janeiro de 2015

O decisivo minuto 44

Talisca pisa jogador adversário (transmissão do Marítimo x SL Benfica)

Ao minuto 44 do último Marítimo x SL Benfica, quando os encarnados de Lisboa venciam por apenas 1-0, Talisca teve uma entrada imprudente, de sola, cravando os pitões da sua chuteira no pé de um jogador adversário.

A BOLA (fonte: blogue Tomo II)
Para além da extrema virilidade do lance, a roçar a violência, com esta entrada Talisca impediu a saída para o ataque da equipa do Marítimo conforme, inclusivamente, é reconhecido no jornal… A BOLA!

Pesando tudo isto, a única dúvida era se este lance seria merecedor de um cartão vermelho directo ou, apenas, de um cartão amarelo, no caso, o segundo para Talisca.

Qual foi a decisão do árbitro Carlos Xistra? É fácil adivinhar…

Nem vermelho direto, nem 2º cartão amarelo. O senhor Xistra limitou-se a interromper o jogo, assinalou a falta (o que significa que viu o lance) e mandou seguir.
Para o ramalhete ser completo, eu diria que só faltou o senhor Xistra dar uma palmadinha nas costas do Talisca e aconselhar o rapaz a ter calma…

Esta decisão do senhor Xistra só pode ser classificada de uma maneira: foi mais uma ROUBALHEIRA DESCOMUNAL…, perdão, mais um pequeno lapso de um árbitro a favor do clube do regime.

O que aconteceria se os encarnados de Lisboa tivessem ficado a jogar com menos um a partir do minuto 44?

Não sabemos. Às tantas, a jogar com menos um, o SL Benfica até poderia ganhar o jogo por 8-0, mas o que a experiência demonstra é que é mais complicado jogar em inferioridade numérica.

Aliás, basta recordar como se desenrolaram três jogos dos encarnados neste campeonato – SL Benfica x Moreirense (5ª Jornada), Estoril x SL Benfica (6ª Jornada) e Penafiel x SL Benfica (15ª Jornada) – para se aquilatar da influência que as expulsões de jogadores adversários tiveram nessas três vitórias do clube do regime.

Em resumo, jornada após jornada, sempre que necessário, os árbitros não hesitam em “inclinar o campo” a favor do SL Benfica e isto quer o árbitro de serviço se chame Carlos Xistra, Bruno Paixão, João Capela, Bruno Esteves, Paulo Baptista, Manuel Mota, Duarte Gomes, Vasco Santos, etc., etc.

É por estas e por muitas outras (felizmente os jogos dão na televisão!), que eu já o disse, mas não me canso de o repetir: este é o campeonato mais fraudulento dos últimos 30 anos (pelo menos).

E só não digo que este bi-campeonato do SL Benfica é (será) vergonhoso, porque a generalidade dos benfiquistas não sente qualquer vergonha em ganhar campeonatos desta maneira.

5 comentários:

Tiago Stuve Figueiredo disse...

João Capela nos Barreiros, Bruno Paixão em Paços de Ferreira, para não haver riscos de diminuição de distâncias no fim de semana.

Tiago Stuve Figueiredo

http://opequeestamaisamao.blogspot.pt/

Guilherme Silva disse...

Curioso referir o Benfica-Moreirense.. Nesse mesmo jogo, quando os encarnados estavam a perder 1-0, um jogador do Moreirense leva vermelho directo, curiosamente com uma entrada parecida sobre o mesmo Talisca.

Pyrokokus disse...

Nem os adeptos benfiquistas nem os adversários.

vitordiogo disse...

E não esquecer fora este lance, aos 46 minutos, lance de ataque do marítimo, anulado por um suposto fora-de-jogo, que não existia, e em que o jogador do Marítimo já se encontrava no 1 para 1 contra o Júlio César e de baliza à sua mercê, o que seria o 1-1 e Benfica já estaria com menos um jogador.
Para não falar da mão do Luisão dum contra ataque do Maritímo, em que parou uma jogada de perigo para o Benfica, e ainda os inúmeros "cortes" no jogo do Maritímo, porque tudo o que era jogador do Benfica a cair, era logo falta, e faltas inexistentes.
Tudo bem que o jogo foi 4-0, mas acontecendo o que descrevi acima, seria completamente diferente, e o Benfica não jogou assim tao bem como a maioria da comunicação social quer fazer parecer, pois vi o jogo ao vivo e não foi nada demais, contando também, que o Marítimo não fez nada, mas até começou melhor que o Benfica, sendo "cortado" assim que iniciava os seus ataques.
Só espero é que este Maritimo não acorde contra o nosso Porto e que não comece a comer relva.

Miguel Magalhães disse...

Campeonato vergonhoso seria se fosse o Porto na frente com um ou dois erros a seu favor. Assim, é mais o campeonato da verdade desportiva. Estamos de volta aos velhos tempos em que o slb era glorioso - os arbitros, os jornalistas e ate o presidente da federacao, estao todos com eles em nome do designio nacional!
Mas se nao tem sido a abébia que lhes demos ao perder em casa com eles, ainda assim estavamos coladinhos.
Só nos resta fazer aquilo que sempre fizemos para ganhar. Sermos os mais competentes na segunda volta, ganharmos os nossos jogos todos, incluindo o troco que lhes temos que dar quando actuarmos no nosso salao de festas habitual - o galinheiro ao qual eles chamam casa - e sermos campeoes!