segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

SMS do dia

Paulo Fonseca expulso por Bruno Paixão enquanto é segurado por Manuel Mota (fonte: LUSA)

O maldito Paulo Fonseca já fez mais pelo FC Porto este ano do que o amigo Julen Lopetegui. Ganhar ao Benfica! As ironias da vida são tramadas.

39 comentários:

miguel87 disse...

Até pensei que ias dizer que fez mais este ano, do que no ano passado...
Aí estava de acordo.

João disse...

Não tive oportunidade de ver o jogo mas já ouvi dizer que o Herrera andou mal posicionado o jogo todo em aspectos acessórios. Palavra de honra que se isto era pior na tempo da outra senhora, eu sinceramente não consigo imaginar como. Mas sinceramente. Só se o árbitro os marcasse por eles.

José Lopes disse...

So falta dizer que o Paulo Fonseca tambem e' um mal-amado e que fomos injustos com ele (sei que nao foi essa a tua intencao)... Desejo-lhe o melhor, ainda bem que ganhou, mas esta muito bem no Pacos. Quanto ao Lopetegui, ou algo inesperado acontece, ou vai tar o mesmo registo miseravel no fim da epoca.

José Lopes disse...

O Bruno Paixao vai andar sem dormir tres anos. O penalty do Pacos custou-lhe a alma. Quanto ao resto, ja se sabe que com arbitros como este, qualquer equipa que queira ganhar ao Benfica tem de sobreviver a um penalty e/ou uma expulsao. Naturalmente, nada disso interessa e estes 6 pontos sao apenas resultado de erros proprios e mestria do Jesus.

Louro disse...

Nem com mais uma arbitragem vergonhosa conseguiram vencer, um penalti a favor do Benfica prontamente assinalado - um centro á queima roupa que bate na coxa e ressalta para a mão do defesa (só se cortasse a mão é que a bola passava), um penalti não assinalado pelo arbitro a favor do Paços por falta de Luisão sobre o Cicero (22 mns) e no final um penalti assinalado pelo fiscal de linha ou pelo 4º arbitro que o Bruno Caixão não quis ver!!!
Quase 8 mns de desconto sem justificação para ver no que dava! O colinho desta vez não funcionou....mas viciado desde o seu inicio!
O Paços jogou com garra e agressividade qb tal como o marítimo também o tinha feito ontem, para mim surpreende-me a atitude dos insulares frente ao Benfica , algo me diz que o presidente do Marítimo interveio no desempenho da sua equipa a começar pelo José Sá (Gr) que já nem jogou contra o Porto!
Aceito que critiquem o Casimiro , o Tello e o Maicon pela falta de categoria que têm no plantel azul e Branco, mas com arbitragens isentas estávamos em 1º LUGAR!

José Lopes disse...

O irritante nisto e' que se vai aproveitar para dizer que o Benfica perdeu gracas a um penalty marcado pelo Bruno Paixao e isso servira para branquear o resto. Basta ler as declaracoes do Jesus no fim do jogo.

Quid disse...

Mais uma Vergonhosa Arbitragem em Paços. O Bruno que apita com Paixão Encornada perdoou 2 penalties ao SLB, um de Luizão descarado e outro de Jardel, nas imagens da TVI vê-se perfeitamente. A seguir inventa um penalty inexistente contra o Paços e no fim, quer ele, quer o Fiscal de linha nem sequer iam marcar o penalty. Foi preciso alguém mandar via auricular para ele se decidir, pois por ele, não ia marcar o pilantra!!!

A SAD do FCP tem de tomar medidas. Tem de vir para os Media falar desta pouca vergonha!!!

Pyrokokus disse...

É mais importante malhar no Lopetegui do que dizer que a agremiação de Carnide teve a vida facilitada porque 2 jogadores do Paços emprestados pelo 5lb não alinharam, tendo até um trinco jogado a central para compor o 11. Mas mesmo assim não chegou.

Agora vão dizer que o 5lb foi roubado e isto só vai servir para branquear a vergonha que se tem passado e acredito que vai continuar.

Antonio disse...

cairam do andor!

Miguel Lourenço Pereira disse...

José,

Deus nos livre do Paulo Fonseca voltar a sentar-se no banco de treinador da equipa da casa no Dragão. E como a todos os homens que serviram o Porto - Lopetegui num futuro incluido - desejo-lhe sorte (salvo se vão para a Luz ou Alvalade) mas ontem ficou claro que mesmo um Paulo Fonseca consegue encontrar forma de ganhar ao Benfica. Que o Benfica contra o Porto jogou mal e porcamente e teve sorte em ganhar? Sim. Vieram para o empate, levaram a vitória. O problema é que em noites como a do Funchal ou noites como a do Paços, ontem, há equipas com e sem dentes. Os do Lopetegui são de leite!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pelo FCP seguramente!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Como o Zé Correia tem vindo a denunciar regularmente aqui - e com o qual estou totalmente de acordo - jogos como ontem são o exemplo perfeito do Benfica 2014-15. Quando o futebol não chega (que acontece muitas vezes) há sempre uma mão amiga. O penalti a favor do Benfica é uma vergonha mas não muito diferente de outros que entraram e mudaram o curso de muitos jogos que podiam ter acabado igual. O bicampeonato para o Benfica vale mais do que ouro, muito mais do que a Champions League ou uma final europeia na Europa League. Mas isso já todos sabiamos em Maio.

O que torna isto verdadeiramente grave é que toda essa realidade, sobejamente conhecida por todos, era tão clara que a quem dirige o FC Porto se exigia outra abordagem para esta época. Mas a nossa presença nos bastidores continua a ser medrosa e timida e a aposta desportiva num treinador com zero experiência de futebol de clubes e um plantel com dentinhos de leite e descartes que, já deu para ver - agora sim - não têm nivel para ser titulares do FCP (Adriam, Casemiro, Tello) foi um erro. E é esse o erro que estamos a pagar. O de não ter feito em 2014 o que foi feito em 2010 quando mais importava. Mais do que os méritos/deméritos de Lopetegui ou os erros pontuais do jogar X e Y é essa a imagem que o FCP nos deixa. Um clube que perdeu o sentido das prioridades!

João disse...

Falta dizer que "quando o futebol não chega" e não chegou em à vontade um terço a metade dos jogos para o campeonato.

Bruno Guedes disse...

Bom dia Srº Miguel Lourenço.
Não vou entrar em discussão do treinador. Já o disse aqui que acho ingrato estar sempre a bater no mesmo. Não gostava de VP e não era por isso que criticava sempre o homem. Ainda ontem coloquei um Post onde só no nosso clube é que quando se ganha o mérito é do Presidente e quando se perde a culpa é do treinador.
Neste plantel mais que um treinador que tanto é massacrado aqui, faltam jogadores com personalidade com garra. Na minha opinião apenas existem 2 ( Oliver e Indi) inclusive apenas chegaram este ano os outros andam lá por andar. Acho admissivel a atitude de Alex Sandro no fim do jogo? Acha admissivel a quantidade de passes falhados do Casemiro, o medo de entrar a bola do Tello? Como se compreende a atitude do maicon no lance do golo?
Eu continuo a pensar que o nosso mal, foi pensarmos que até com um macaco eramos campeõs e quando isso acontece quer num clube quer numa empresa, mais tarde ou mais cedo a fatura é paga. Quando pensamos que não existe oposição quando a estratégia de anos serve, que não é necessário inovação é quando estamos perto do insucesso. E é essa fatura que estamos a pagar.
Agora, é preciso não esquecer uma coisa, do 11 titular na próxima época só ficaram 4 ( Indi, Fabiano, Quaresma e Maicon), se pensarmos que Maicon não tem lugar e que Quaresma já terá 32 anos e que dificilmente será titular, ficam 2. Mesmo que venha outro treinador, terá de vir mais uma camioneta de jogadores. Ou então continuamos com o mesmo treinador e vamos buscar jogadores a equipa B onde parece haver qualidade acima da média.
Eu penso que a aposta era clara na conquista do campeonato e tudo se conjugava para a conquista do mesmo mas nem eu e acredito que voçe estariamos a espera de um andor tão grande. Nunca nos meus piores pesadelos pensei assitir a 15 jornadas de levar ao colo. Apesar disso também fomos incompetentes e não tivemos sorte no jogo em casa contra eles.

Pedro ramos disse...

Caro Miguel,

O que fizemos entao em 2010?
Pensa que poderiamos ter ficado com Mangala, Fernando, Lucho, Otamendi e ainda reforçado a equipa? Será que eles queriam ficar?
Qual era o treinador quer conseguia por o Porto a ganhar e o slb a perder?
Porquê que agora é que seria importante fazer como em 2010? Porquê que esta época é mais importante? Se o slb for campeao é o fim do mundo para o Porto porquê?
O problema no inicio da época eram os emprestados agora é o facto de serem tenrrinhos?
Quais eram os jogadores experientes e de qualidade que deveriamos ter atacado?

Eu nao fui entusiasta da contrataçao de Lope, longe disso, defendi que nao era necessário contratar 16/17 jogadores, mas nao consigo garantir que qualquer outra formula fosse a correcta. Lembro-me sempre do exemplo do Dortmund, referido como exemplo a seguir de perfeita gestao financeira e desportiva, no entanto está a ter os resultados que todos sabem.

Estou em desacordo consigo quando defende que a prioridade do Porto esta época seria impedir o bi do slb a qualquer custo, por isso nao penso que a época esteja a ser completamente perdida porque apesar de tudo consigo ver a possiblidade da continuaçao deste projecto mesmo sem ser campeao.

Bruno Guedes disse...

Esqueci-me de assinar
Bruno Miguel Guedes 28061

João disse...

Concordo plenamente mas conheço muitos jogadores com menos raça que o Casemiro ou o Alex Sandro que vejo a jogarem muito melhor. A raça normalmente pede-se para suprir alguma coisa, no caso do Porto são as lacunas tácticas.

Joao Goncalves disse...

Mas o Paulo Fonseca encontrou forma de ganhar ao Benfica? Que conversa é essa?

O Paixão marcou um Penalty inventado (mais um) para ajuda o Benfica a adientar-se no marcador e estes falharam... levaram com 3 bolas no ferro... e marcaram um golo caído do céu ao minuto 90 com um Penalty que foi demasiado evidente só que na área errada que quase não era marcado e vens dizer que o Paulo Fonseca arranjou forma de ganhar ao Benfica???

Qual foi?

Enfiar-se na defesa e rezar que a incompetência do Benfica, mesmo com a tradicional ajuda do árbitro, fosse demasiado elevada para conseguir ganhar?

Foi essa a maneira?? Assim de repente lembro-me de um jogo na Madeira que também foi parecido, mas se ajudas da arbitragem...

Estas piadas são mesmo muito giras sem dúvida

Pedro Moreira disse...

Acabo de ser o resumo na Sporttv. Então no penalti fantasma a favor do Benfica "o arbitro considerou mão", nem um comentário mais, passaram à frente porque a verdade do lance, obvia e que não admite segundas leituras, não interessava. No penalti a favor do Paços, o comentário foi "penalti muito contestado pelo Benfica". Também ninguém disse se era ou não mas claro a suspeita foi lançada de forma manhosa e corrupta.
O pior de tudo é o silencio do FCPorto que nos deixa a todos indignados. Não se consegue entender a placidez com que se aceita tudo isto. Quando o Porto na decada de oitenta foi beneficiado houve o contrapoder de uma imprensa lisboeta fanática. Agora nada, ninguém denuncia, ninguém se queixa, ninguém levanta suspeitas, não há escutas, não há PJ, não há Marias Josés Morgados...E os média são a vergonha que todos conhecemos. Contra mim falo, começo a ter vergonha de dizer que tenho em casa a maldita e descarada sporttv.
Gostaria que alguem com tempo reunisse as imagens de todos os casos deste Paixão a favor do Benfica, que durante uns minutos podessemos todos ter a noção da vergonha e que pelo menos houvesse alguma pressão para que este ladrao acabe de apitar da forma impune como faz. Eu lembro-me aqui há una anos num jogo do Belenenses no restelo em que um jogador local fez uma falta e o arbitro deu o beneficio do infrator e o jogo seguiu. O mesmo jogador no mesmo lance fez outra falta e o arbitro interrompeu o jogo. Pelas duas faltas normais o arbitro fez algo inaudito: mostrou-lhe dois cartões amarelos e expulsou-o tal era a ansia de inclinar o campo. Por curiosidade o arbitro era este Paixão e o rival do Belenenses o glorioso SLB.
Por favor que alguém reuna em imagens todos estes atos escandalosos desta personagem que semanalmente realiza assaltos à mão armada a mando do Sr. Pereira, do Sr. Lucilio, do Sr. Vieira.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pedro,

Eu consigo sobreviver a um Pentacampeonato do Benfica (ainda que a custo) como é que não vou sobreviver a um Bi? Eu, mas e o Clube e quem o dirige. Aqueles que encheram o peito que durante 30 anos de gestão perfeita os rivais, fossem eles quais fossem dominavam de forma momentânea, aqueles que foram sufragando essa gestão com todos os erros que trazia com a resposta de "ah, mas ganha-se e os outros só molham de vez em quando". Que vamos fazer com esses? Porque, não se engane Pedro, "esses" são muitos dos portistas que seguem de olhos fechados as directrizes da direcção e são muitos dos portistas que descobriram o clube numa época exclusiva de vacas gordas.

É para esses que sustentam emocionalmente a liderança quase divina do clube que esse é o objectivo chave. Esses que mesmo no calor dos anos oitenta onde o equilibrio era real e intenso conseguiam desculpar tudo com a capacidade imediata de regeneração que impedia voltar a outros tempos, esses são os que confiavam que quem lidera este clube jamais ia desiludir a sua ilusão de que 2014 seria para o Benfica o mesmo que foi 2010.

Desde o momento em que acabou Agosto e vi quem compunha o plantel e quem o dirigia que percebi que só um milagre o podia impedir. Escrevi aqui sobre isso. Sobre o erro de uma politica de empréstimos de descartados, jogadores sem apetite. Sobre o erro de uma politica de jogadores que cada vez mais utilizam o clube de forma clara como plataforma e que oscilam os humores consoante as ofertas que agitam os agentes. Sobre o erro de uma politica que contrata um treinador com ZERO - e zero é mesmo zero - experiência ao nivel de clubes depois de um ano em que o balneario acabou estilhaçado e sem referencias.

O que se está a passar em Janeiro era muito fácil de prever em Agosto. Tanto no facto do Benfica ter aprendido a lição e garantido a estabilidade sobre todas as coisas, incluindo o humor do presidente, para apostar tudo nas fichas caseiras e menos na Europa, como no desnorte de um Porto que parece ter preferência por ser uma montra d ejogadores na Europa do que cumprir o objectivo minimo que é lutar pelo titulo de liga em casa.

A prioridade do FCP todos os anos deve ser o titulo de liga. A prioridade do FCP a médio prazo deveria ser a criação de um projecto desportivo estável com uma ideia de jogo, um nucleo duro de jogadores e o minimo de incorporações, muito menos temporarias. Os objectivos do FCP este ano foram outros. Este é o preço! E agora os que acreditam em divindades que rezem porque quero ver em Julho quem vem agitar a bandeira da omnipotência pintista quando 30 anos de história chegaram oficialmente ao fim!

Nightwish disse...

Ó João, sabe como é, a matreirice do JJ é sempre para ser elogiada e os outros é que são sempre uns anjinhos.

JON disse...

Miguel, muito honestamente, quem acha que a SAD devia ter escolhido para treinador este ano?

miguel.ca disse...

Pinto da Costa tem que mudar o chip. Esta treta do treinador jovem e cheio de futuro ultimamente só tem dado barraca e o Julen Lopetegui já cheirava a flop na terceira jornada.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Disse-o em Agosto:

Treinador estrangeiro de perfil médio alto e com provas dadas em clubes de ligas do top 5 europeu nos últimos três anos. Em Espanha tinham a hipótese Paco Jemez, Pepe Mel ou Marcelino, treinadores em clubes que pagam muito menos que o FCP em salários e que seguramente seriam uma opção muito mais séria e lógica para quem queria virar para o mercado espanhol (nenhum é de Jorge Mendes, é certo). E é apenas um exemplo!

Mefistófeles disse...

Portanto, quando escolheu Mourinho, AVB e depois VP teve sorte...ok.

Mefistófeles disse...

Vou recomendar o Miguel como consultor da SAD. Assim ganhamos sempre !

Mefistófeles disse...

"A prioridade do FCP a médio prazo deveria ser a criação de um projecto desportivo estável com uma ideia de jogo"

E o que acha que se tentou fazer ?

João disse...

Também era melhor que, com a diferença de orçamentos, o Paços desse bailarico ao Benfica no último terço ofensivo.

O Mourinho não foi campeão com o Leiria.

João disse...

A Sport TV deve andar a preparar alguma. No Penafiel - Porto foi o que foi, com os comentários ridículos ao nosso 1º golo. A Benfica TV deve andar a correr pior que o esperado..

JON disse...

Sou fã do Jemez em particular, mas não acho que sejam assim tão diferentes do actual treinador... Sobretudo naquilo que realmente tem sido a sua pecha, que é desconhecer o nosso futebol. Tanto Jemez como Lopetegui procuram um futebol de posse, típico de equipa grande.

Eu já critiquei imenso Lopetegui, inclusive aqui no blog, no entanto vejo evolução no jogar da equipa e acredito que ele deve continuar não só este ano, como no próximo. Os jogadores em que se apostou foram de perfil alto e têm resultado alguns mais que outros, mas todos são novos e sei que leva tempo a conseguirem-se materializar as ideias...

Em suma: discordo das suas críticas. O futebol tem muito de aleatório e a sorte do minuto 92 foi o azar deste ano. Isso e mais uma arbitragens à mistura e hoje Lopetegui era o maior e Pinto da Costa um visionário...

Filipe Sousa disse...

O que é que o Mourinho, AVB e o VP têm a ver com o Lopetegui? Eu respondo: nada. Qual é o interesse de misturar alhos com bugalhos? Essa é que é a verdadeira questão.

Filipe Sousa disse...

O que é que o Mourinho, AVB e o VP têm a ver com o Lopetegui? Eu respondo: nada. Qual é o interesse de misturar alhos com bugalhos? Essa é que é a verdadeira questão.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Criar um projecto desportivo estável com uma ideia de jogo...

Que matiz diferencia tanto o modelo de jogo de Lopetegui do que já havia desde AvB e VP. Um 4-3-3, jogo em posse, laterais abertos em movimentos ofensivos, triangulação de esférico entre o meio campo com o avançado como pivot/finalizador, um futebol que madura as jogadas e procura acabar quase sempre na borda/dentro da grande área, poucas alternativas a bola parada...

Continuo?
O que houve este ano foi, como muito, um retomar do interrompido por Paulo Fonseca. E para recuperar o que foi interrompido e apresentar piores resultados, sinceramente qual a diferença?

Miguel Lourenço Pereira disse...

Mefistofoles,

CV de José Mourinho pre-FCP:
- Treinador adjuntos no Estrela, Sporting e FCP (conhecedor da casa, do clube, da mistica, dos dirigentes, dos adeptos..coisas irrelevantes) e também no Barcelona onde chegou a orientar jogos na Taça e Copa Catalunya.
Treinador principal no SL Benfica - despedido por manobras politicas - e no Leiria que, á época em que assina pelo FCP, está á nossa frente na tabela classificativa.

CV de AVB pré-FCP
- Membro do staff técnico de Mourinho durante seis anos no FCP (clube do qual é adepto e conhece desde os dias de Robson, coisa de pouca importância) no Porto e no Chelsea.
Treinador principal da Académica

CV de Vitor Pereira
- Treinador do Santa Clara, treinador adjunto do FCP (clube do qual é adepto e conhecedor dos cantos á casa, coisa pequena) na epoca de maior sucesso desportivo pos-Mourinho.

Face a estes perfis tão insignificantes de autênticos desconhecidos, sobretudo para os corredores dentro de clubes, qual será realmente a diferença com Julen Lopetegui, treinador na 2B espanhola do Rayo Vallecano (despedido) e Casilla (temporal) antes de treinador as selecções sub19 e sub21 da Espanha - selecções e de formação ao contrário do CV dos outros três - ganhando dois Europeus e perdendo 2 Mundiais e uns Jogos Olimpicos (sempre sem conseguir dar a volta ao marcador a um só jogo por certo).

Realmente, JM, AVB e VP e JL têm tudo, mas tudo a ver. Tudo!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Mefistófoles,

Obrigado pela recomendação mas com esta SAD não trabalharia nem forçado.

JON,

Há grandes matizes diferenciais entre Jemez e Lopetegui.
Jemez é talvez ainda mais radical na abordagem ao jogo, mais um Adriaanse que um Koeman, dentro da mesma escola de origem digamos, mas é um treinador que ganha o balneário e que gosta de intervir desde o banco quando vê que as coisas não funcionam. O Lopetegui não só não me parece que seja um lider de balneário - também não é o seu ponto fraco, cuidado - e desde o banco não o vi ganhar um só jogo com um golpe de génio desde que chegou (na Espanha sub21 passava o mesmo).

É normal que a equipa cresça, tudo é um work in progress, e é normal que exista matizes que sendo trabalhados acabem por resultar numa melhor abordagem colectiva ao jogo. Os problemas são distintos. E não nos esqueçamos que este é um plantel em constante mutação com os processos a serem constantemente revistos. Para o ano se não estão Oliver, Tello e Casemiro (os dois ultimos espero que assim seja), Jackson ou Alex/Danilo, está claro que vai ser necessário começar tudo do zero. Enquanto que o Benfica perde um a dois jogadores ao ano e os processos do JJ são muito mais básicos de assimilar, os nossos são muito mais exigentes porque queremos ter sempre a bola e sair a jogar .De aí que tenha criticado o excesso de incorporações em Agosto de jogadores que não iam ser titulares ou não iam durar muito tempo no clube.

Naturalmente que há muito de sorte e azar, não se ganha nem se perde sempre. Mas com o material em mãos e o contexto liga portuguesa, mesmo com árbitros ao barulho, exigia-se muitos melhores resultados internos deste plantel.

JON disse...

Não concordo nada que os processos do Jesus sejam mais fáceis de assimilar, de todo. O processo defensivo do Benfica é muito forte e basta ler, por exemplo, o que diz Quím sobre isso mesmo.
No minimo são igualmente difíceis!

Quanto a saírem alguns, é normal, ficam outros... No Benfica passa-se exactamente o mesmo. Ainda este mês saiu o seu melhor jogador.

Eu acho que o Lopetegui até está a gerir bem o balneário. E acho os resultados aceitáveis. Não são brilhantes, mas não mudava nunca de treinador.

O Miguel claramente tem preconceitos com a SAD. Partilho algumas das suas preocupações, mas acho que esse seu preconceito lhe tolda um bocado a análise... Pense nisso um bocado...

PS: o grande erro da SAD foi não ter sabido manter o grande treinador português, portista, e que nos deu o tricampeonato... Mas é assunto gasto...

Miguel Lourenço Pereira disse...

JON,

Não creio que a SAD tenha nada que ver com os processos da equipa. E os processos defensivos do Benfica, competentes - basta ver como não funcionam na Europa - são muito mais fáceis de trabalhar que um processo de construção de jogo em posse. Qualquer equipa que propõe ter a bola a maior parte do jogo e procurar os espaços no rival sofre mais que uma equipa que aposta numa boa defesa e transições rápidas. Os jogadores do Benfica que saem não trazem uma problemática táctica ao JJ porque estão habitualmente em posições onde a sua substituição pode demorar mais tempo e o processo é subsequente. Não é por acaso que o Benfica triunfa mais facilmente de forma interna (maior aposta em jogadores no ataque, um buraco a meio-campo e defesa organizada) do que na Europa (onde tudo se decide no meio campo) e connosco passa habitualmente ao contrário.

A diferença de sair e entrar é o volume. O Benfica perde entre 1 a 2 jogadores importantes por época mas o core da equipa tem-se mantido de forma constante e a transição tem sido bastante suave. No caso do FCP as transições são bastante mais abruptas em posições nucleares e o fenómeno dos empréstimos (vamos ver quem fica e quem não) só agudiza o problema.

Não posso assumir como aceitaveis resultados que levam a um atraso pontual de 6 pontos a meio da campeonato com uma eliminação na taça e zero vitórias contra rivais directos em 3 jogos disputados. Sinto muito. Mas Lopetegui deve, como minimo, acabar a temporada.

Sinceramente se sempre que eu vou criticar algum aspecto de jogo vamos responder com questões de gestão e vice-versa mais vale a pena dizer que fique calado porque parece-me que são mundos totalmente diferentes e que raramente entram em choque.

João disse...

Não comparemos o caudal ofensivo e rapidez de processos de AVB com VP, há mínimos de verosimilhança...

Nem se distancie tanto este futebol do de VP, o processo defensivo está significativamente menos trabalhado, sim. De resto não são propriamente léguas de diferença

Mefistófeles disse...

Sim, sim... E imagino que por altura da escolha dos primeiros, o Miguel aplaudiu fortemente, pois estava na cara que iam ter imenso sucesso. Agora este parvo do espanhol...via-se logo que não, só os idiotas da SAD e a carneirada que os segue é que não conseguem, certo ?
Agora a sério: não me lixe...