terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Golo do SLB é irregular?

Jorge Coroado diz que sim, que o golo que deu o empate ao SL Benfica, é precedido de uma irregularidade.

Quando Jonas tocou na bola, Maxi Pereira estava em posição irregular. Movimentou-se, participou na jogada e perturbou a ação de Tobias. Situação que a regra 11 determina como obrigatório o assinalar do fora de jogo”.

Casos do Sporting x SL Benfica (Tribunal de O JOGO)

No mesmo painel – Tribunal de O JOGO – José Leirós discorda da análise de Coroado (acha que Maxi não interfere na jogada), enquanto que Pedro Henriques nem sequer analisa/fala da posição de Maxi Pereira.

Relembro que esta não é a primeira vez que, precedendo um golo decisivo do SL Benfica, Maxi Pereira surge adiantado numa bola metida nas costas da defesa adversária…

Fora-de-jogo claro de Maxi Pereira precedeu o golo da vitória do SLB frente ao Gil Vicente

E, já agora, sobre a possível mão de Jonas, ninguém fala?

Jonas domina a bola com o braço? (fonte: Record)

6 comentários:

Luís Vieira disse...

Até é possível que o golo seja irregular - não consigo ser peremptório -, mas a arbitragem não foi o factor mais decisivo deste dérbi. O benfiquinha rasteiro, ao nível do que apresentou no Dragão, teve mais uma vez um MIJO monumental. Defendeu, defendeu, defendeu; a nível ofensivo foi confrangedor; e em termos de atitude no jogo parecia o Sacavenense, com perdas de tempo constantes, culminando com aquele festejo final, qual conquista da Champions. Não sei o que é pior: se esta versão diminuída do Benfica ou se a equação Trapattoni + fé no Mantorras. Continua a ser difícil, mas desejo ardentemente, a bem do futebol, que esta amostra de equipa não seja campeã, porque o Porto do Lopetegui, mesmo com lateralizações, variações de flanco, parco jogo interior, Herrera e o diabo a quatro é bem mais agradável de ver - é, no fundo, melhor equipa, como ficou comprovado no Dragão, apesar do resultado. Só uma achega: se não tivéssemos sido roubados em Guimarães e no Estoril, estaríamos no lugar que nos compete.

José Correia disse...

"...a arbitragem não foi o factor mais decisivo deste dérbi"

Nem eu digo que a arbitragem tenha sido má, ou sequer tendenciosa.

O que eu digo são duas coisas:

1º) Na jogada que antecede o golo do SL Benfica, há duas situações duvidosas e discutíveis (posicionamento de Maxi e bola no braço de Jonas).
Por que razão, ao contrário de outros lances / outros clubes, esta situação não foi analisada "à lupa"?

2º) Completaram-se 20 jornadas do campeonato e ainda não houve um único jogo em que o SLB possa dizer que perdeu pontos, devido a decisões erradas ou sequer polémicas de arbitragens.

Carlos disse...

Não me parece que haja mão da mesma forma que não tenho qualquer dúvida de que esse lance fosse protagonizado por jogadores do Porto se falaria em fora de jogo e mão durante muitos anos.

Luís Vieira disse...

Não estive atento à generalidade da imprensa, mas no "Prolongamento" de ontem a situação foi esmiuçada e verberada, principalmente pelo suspeito do costume, o Eduardo Barroso. Quanto ao resto, estamos sobejamente de acordo, apenas quis realçar que a sorte, tal como no Dragão, não protegeu os audazes, mas os timoratos. Espero que em Maio, como diz o Lopetegui, não seja assim.

meirelesportuense disse...

Mão não, mãos, porque o Jonas toca por três(3) vezes com as mãos na bola.

Nightwish disse...

O não fora-de-jogo não me espanta. Pela leitura da lei é fora-de-jogo, mas nunca vi um a ser marcado nestas situações.