sábado, 14 de março de 2015

Peritos em jogadas de bastidores

Ontem, o Director de O JOGO, José Manuel Ribeiro, num artigo de opinião, comentava a capacidade do Sport Lisboa e Benfica para “vender a mensagem que lhe interessa ou, simplesmente, gerar ruído”.

«(…) há duas áreas em que esse equilíbrio [entre FC Porto e Benfica] é impossível: nas receitas ordinárias, porque o Benfica tem bastante mais almas a contribuir com euros; e na chamada comunicação, isto é, na capacidade para vender a mensagem que lhe interessa ou, simplesmente, gerar ruído. Essa vantagem inabalável reside num par de fatores. Por um lado, a geografia da Imprensa nacional, que favorece muito o Benfica; por outro, João Gabriel, o ex-assessor do Presidente da República Jorge Sampaio, que orquestra essas intervenções com tanta arte que ainda há uma semana pôs um jornal espanhol a lavar a roupa suja da arbitragem portuguesa. São armas de que o FC Porto não dispõe e, se provas fossem necessárias, aí estão os quinze dias que se sucederam às palavras de Pinto da Costa e Lopetegui sobre os árbitros dos jogos do Benfica. Não terão passado 48 horas sem uma rajada: o próprio Gabriel, depois José Eduardo Moniz, depois Varandas Fernandes, agora o antigo presidente Manuel Vilarinho e, no habitual estilo impróprio para pessoas decentes, Rui Gomes da Silva. Tirando algumas questões de respeito pelo próximo (sugerir que os jogadores do Braga facilitaram contra o FC Porto?), nada a objetar. Estratégia é estratégia. A minha dúvida é se o resultado será tão eficiente como de costume. O que estará a evidenciar-se mais? A pressão sobre os árbitros ou a impressão de que o Benfica está assustado?»
José Manuel Ribeiro, O JOGO, 13-03-2015


Hoje, nas páginas do mesmo jornal, Mesquita Machado, ex-presidente da Câmara Municipal de Braga, põe o dedo na ferida:

Esta polémica não interessa ao futebol. Já é tempo de as equipas se habituarem a ganhar dentro das quatros linhas e não jogarem com comentários que visam apenas pressionar. Sabemos que o Benfica, no seu historial, é perito neste tipo de jogadas de bastidores.
Mesquita Machado, O JOGO


Perante o circo mediático, que foi montado pelos encarnados de Lisboa, será possível que o SLB x SC Braga de hoje seja um jogo limpo e sem casos?
Duvido.

16 comentários:

Luís Vieira disse...

Não sei, mas espero que o Braga espete 2 ou 3 secos :)

miguel.ca disse...

Estou com uma fezada enorme que o fefiques hoje não pontue.

Alberto Silva disse...

O braga nao joga nada...

rbn disse...

Ganhei a aposta com um colega de trabalho...

Ele apostou que um jogador do Braga seria expulso na 1ª parte,
eu apostei que seria expulso na 2ª...

Toda a gente já sabia que o vermelho da praxe ia aparecer...

Imagina se é o Porto a jogar contra 10 em 14 dos 32 jogos que fez esta época...o Dragão já estava cercado pelas forças armadas...

Pedro Malaquias disse...

Quais dos vermelhos mostrados em 14 jogos foram mal mostrados? A verdade é que na última semana ficaram dois penaltis por assinalar a favor do Benfica e hoje ficou mais um.

José Correia disse...

"Quais dos vermelhos mostrados em 14 jogos foram mal mostrados?"

É uma questão de critério ou, se quiser, de (falta de) coerência dos árbitros.

Porque, por mais voltas que se dê e por mais "explicações" que se inventem, não é normal o SLB ter, a seu favor, o triplo das expulsões de jogadores adversários que tem o FC Porto.

Nainho disse...

mas se com motivo se ataca.. as vezes fica bem dizer hj ganhou porque foi melhor.. seja o A ou B...

Miguel Lima disse...

«
Há sorte e há azarTiago Gomes infelizmente teve muito azar: já tem 10 anos de profissional, mas a primeira expulsão da carreira no campeonato tinha logo que acontecer contra o clube que o formou. E estamos a falar de umjogador que até este jogo nunca tinha visto mais que 3 cartões namesma época. Já o dizia Lopetegui, há sorte e há azar.
»

in "o tribunal do dragão"

abr@ços
Miguel | Tomo III

José Correia disse...

Claro!
Há coisas "estranhas" que acontecem nos jogos do SLB, que não acontecem com mais nenhum clube.

Filipe Sousa disse...

O Malaquias já se sente na necessidade de justificar... O desconforto é cada vez mais evidente.

meirelesportuense disse...

Pelos vistos a campanha resultou em cheio, o Estádio estava cheio a apoiar o Benfica e o árbitro a cumprir a expulsão da ordem...Não há jogo que não dê expulsão para os adversários...O que sempre facilita um pouquinho.Penso eu de que...
A teoria de que "os jogadores se unem muito mais após uma expulsão" é capaz de ser verdadeira, mas também é verdade que ficam mais condicionados e têm que dividir entre si todo o trabalho de 11 jogadores isto nos aspectos organizativos defensivos e ofensivos.E na sua frente têm muito mais adversários a ter de fixar do que até aí tinham...Simples? Acho que sim.

meirelesportuense disse...

O equilíbrio entre Porto e Benfica não existe, porque há toda uma mole de apoio e conveniência que está ao lado do Clube que tem uma massa adepta mais larga, preponderante e abrangente que a do FCdoPorto. Isso era assim no passado e hoje continua. Vê-se e constata-se em tantos aspectos.Vejam a publicidade da Sagres, é simplesmente esclarecedora: "-Vermelho, encarnado, vermelho, amarelo, bifanas, couratos, caricas, bejecas, futebol, o futebol somos nós!..."

meirelesportuense disse...

"Vermelho, amarelo, encarnado, branco, verde, dourado, bejecas, bitoques, bifanas, caricas, cricas, couratos, marufas, pitas, sulfatos, sovacos, insultos, bitaites, bandeiras, cachecóis, peúgas, chuteiras, caneladas, murros, ossos duros, fracturas, very lights, sangue, fogo, lágrimas e morte, o futebol é simples, o futebol é isto, o futebol somos nós!..."

Costa disse...

A expulsao 'justa' de ontem pode ser comparada com a (não) expulsao do Cedric no Dragão, uma vez que 'arbitro' era o mesmo.

Nesse jogo deve ter imperado o 'bom senso' enquanto ontem imperaram as '
leis do jogo'.

E assim se cria a 'onda vermela', ignorando o cheiro nauseabundo associado.

meirelesportuense disse...

"Vermelho, amarelo, encarnado, branco ou verde, ou verde-branco, tinto, rosé, àgua-pé, café e laranjas, dourados, roulotes, canecas, copos, pratos, bejecas, ovos, bitoques, bifanas fritas, bicas, caricas, cricas, laricas, coxas, couratos, marufas, pitas, sulfatos, sovacos, aromas, lenços, insultos, bitaites, desodorizantes, gritos, bandeiras, meias, cachecóis, peúgas, chuteiras, pancadas, caneladas, murros, ossos duros, ou nem tanto, fracturas, hematomas, pisaduras, ligaduras, gessos, lenços, pensos, sprays, raspadelas, pisadelas, very lights, fogo, sangue, lágrimas e morte, o futebol é simples, o futebol é tudo isto e muito mais, o futebol somos nós!..."

meirelesportuense disse...

"Vermelho, amarelo, encarnado, branco ou verde, ou verde-branco, tinto, rosé, àgua-pé, café e laranjas, dourados, roulotes, canecas, copos, pratos, bejecas, ovos, bitoques, bifanas fritas, bicas, caricas, cricas, laricas, coxas, couratos, marufas, pitas, sulfatos, sovacos, aromas, lenços, insultos, bitaites, desodorizantes, gritos, bandeiras, meias, cachecóis, peúgas, chuteiras, pancadas, caneladas, murros, ossos duros, ou nem tanto, fracturas, hematomas, pisaduras, ligaduras, gessos, lenços, pensos, sprays, raspadelas, pisadelas, very lights, fogo, sangue, lágrimas e morte, o futebol é simples, o futebol é tudo isto e muito mais, o futebol somos nós!..."