segunda-feira, 30 de março de 2015

Prioridades e gestão do plantel

O desafio na Choupana foi o 41º jogo oficial do FC Porto nesta época – 10 jogos para a Liga dos Campeões, 26 para o Campeonato, 1 para a Taça de Portugal, 4 para a Taça da Liga.

Contudo, para muitos jogadores do FC Porto, aos jogos disputados com a camisola do clube, acrescem os jogos (e deslocações!) que já fizeram ao serviço das selecções (os casos mais problemáticos são os de Brahimi e Aboubakar, que tiveram de disputar a CAN).

Neste período de paragem do campeonato, foram 12 os jogadores chamados às respectivas selecções – Quaresma (Portugal), Rúben Neves, Ricardo e Gonçalo Paciência (selecção sub-21 Portugal), Danilo (Brasil), Martins Indi (Holanda), Brahimi (Argélia), Herrera e Diego Reyes (México), Oliver (selecção sub-21 Espanha), Quintero (Colômbia), Aboubakar (Camarões) – e boa parte deles só irá regressar à cidade do Porto em vésperas do próximo compromisso (a meia-final da Taça da Liga).

Tendo em conta estes dados e olhando para o calendário do FC Porto em Abril, mês em que os dragões terão de disputar 7 ou 8 jogos, penso que será inevitável definir prioridades e gerir, convenientemente, o estado físico dos jogadores e o risco de eventuais lesões.

Calendário do FC Porto em Abril (fonte: O JOGO, 21-03-2015)

Ora, parece-me razoavelmente pacífico definir três níveis de prioridades:

Prioridade 1: Os dois jogos com o Bayern Munique e o jogo com o SL Benfica na Luz (para o campeonato).

Prioridade 2: Os restantes jogos para o campeonato – Estoril (C), Rio Ave (F), Académica (C).

Prioridade 3: O(s) jogo(s) para a Taça da Liga.

Jogadores do FC Porto nas selecções (fonte: O JOGO, 20-03-2015)

Ponderando todos os aspectos acima referidos, mais o timing de regresso de cada um dos 12 jogadores que foram às selecções, um possível onze para a meia-final da Taça da Liga, a disputar no Funchal, no dia 2 de Abril, seria:

Helton
Ricardo, Maicon, Marcano, José Angel
Campana, Rúben Neves, Evandro
Hernâni, Gonçalo, Tello

Suplentes: Ricardo Nunes, Victor Garcia, Indi, Herrera, Óliver, Quaresma, Aboubakar

Titulares (habituais) Não convocados: Danilo, Alex Sandro, Casemiro, Brahimi, Jackson

E, mesmo com este onze, não haja dúvidas: é para ganhar!

5 comentários:

Joao Goncalves disse...

Aboubakar que já é suplente de Jackson, será certamente titular, pois já treina desde ontem, tendo sido despensado da selecção para isso.

O mesmo aconceteceu com Ricardo Pereira, Gonçalo e Herrera.

No meio campo certamente jogará Casemiro, já que Ruben ainda vai jogar amanhã pelos Sub-21 e não sei se o Lopetegui confia no Campanã para uma meia-final de algo, principalmente quando ele não é um 8 e nem tem grande rotina do lugar, por isso provavelmente vai iniciar o jogo Herrera.

O 11 deverá ser qualquer coisa de:
Helton
Ricardo, Maicon, Marcano, Ángel
Casemiro, Herrera, Evandro
Hernâni, Aboubakar, Tello

P.S.: Devemos ser a única equipa no mundo e na história do futebol em que temos 5 centrais no plantel e os únicos que não são internacionais A e continuamente chamados à selecção são... os titulares...

Diogo Neves disse...

Boa noite. Achei o artigo muito interessante, mas acho que Aboubakar será o titular frente ao Marítimo, inclusivé já foi noticiado em alguns jornais desportivos. Não é algo que eu concorde muito, preferindo o onze aqui apresentado no artigo, deixando Aboubakar para jogos mais relevantes.

meirelesportuense disse...

Helton: Ricardo, Maicon, Marcano, Alex Sandro; Casemiro, Rúben Neves, Óliver Torres;Tello, Gonçalo, Quaresma.

meirelesportuense disse...

A ser verdadeiro o Comunicado expresso no site do FCdoPorto, Danilo já está vendido ao Real Madrid.Digo isto, porque hoje é dia 1 de Abril.

meirelesportuense disse...

O que é certo é que o Reyes não é melhor que o Maicon e que o Indi também não garante muito mais que o Marcano.Ser titular na Holanda não é o mesmo que o ser na Selecção Espanhola, ser titular na selecção Mexicana não é igual a sê-lo na Brasileira.
Vi o último jogo da selecção Brasileira e estava lá um jogador chamado Souza que nem sei se ainda está ligado ao Porto.
Tenho visto muitos jogos dos grandes Clubes Mundiais e tenho encontrado por lá inúmeros jogadores que passaram pelo Porto.São simples curiosidades ou significam apenas e só a excelência dos jogadores que têm passado pelo Clube?
Que é qualquer coisa de espantar também é verdade.