quinta-feira, 12 de março de 2015

Tweet do Dia

O mito do Mourinho "melhor treinador do Mundo" foi hoje a enterrar definitivamente. Paz à sua alma!

10 comentários:

José Lopes disse...

Tao valentao que ele e', mas parece que quanto mais velho, mais cobarde se revela na forma como poe as equipas a jogar. Quando chegou ao Porto, malhou no Jesualdo por ganhar um Porto-Benfica a jogar contra 10 (virou o resultado). Ridicularizou o adversario por ter perdido, mas hoje, com tanto tempo em superioridade, foi incapaz de mostrar que queria ganhar o jogo. Futebol pobre, triste, contencao e o suposto "resultadismo" com um plantel de luxo. Fez-se justica, apesar do arbitro.

Costa disse...

E o ar que respiramos também vai passar a estar mais puro sem a bazófia desse gajo.

Foi uma óptima noticia !

DC disse...

Só não estava enterrado para quem anda esteve a dormir nos jogos em que o Real entrava com carniceiros em campo contra o Barça. Na altura os que criticavam eram quase apelidados de anti-patriotas mas, se calhar, eram apenas defensores do jogo.

Luís Vieira disse...

Não pude ver o jogo, mas já me constou que o PSG teve uma alma imensa e que o Chelsea foi vítima do típico calculismo do Mourinho, uma abordagem da qual não gosto (irónico ter sido o David Luiz a empatar o jogo). Não o considero o melhor treinador do mundo, esse é o Guardiola - seguido de perto pelo Lopetegui :) -, mas é certamente um dos melhores. Por outro lado, não consigo ser tão verrinoso para quem nos deu tanto. Ainda que ele o não seja, mantenho-me grato.

DC disse...

Acho que falar de alma e calculismo é resumir o que se passou a coisas com pouca importância e não foi isso que aconteceu.
Tal como no ano passado com o Atlético de Madrid, as competências do Mourinho ficaram à vista. Neste momento, e já há algum tempo, as equipas dele jogam dois momentos: organização defensiva e bolas paradas. Antes, no Real, ainda apostava na transição ofensiva, agora no Chelsea nem isso. Envolve o mínimo de jogadores no processo ofensivo para nunca descurar a defesa.
Tendo em conta o treinador que foi no Porto, que envolvia uma enormidade de jogadores no processo ofensivo, na pressão alta, etc é uma desilusão tremenda.
Não vale a pena ter pena do Mourinho pelo que nos deu, porque este não é o Mourinho que esteve no Porto. É uma versão velha e cobarde.

barbosa disse...

talvez tenha sido em tempos o melhor treinador do mundo. agora, está a anos-luz de ser o melhor treinador português. (esse está no olympiacos)

Luís Vieira disse...

DC, antes de mais, folgo em saber que já não lê os meus comentários na diagonal. Nesse pressuposto, volto ao debate consigo, até porque já é altura de enterrar o machado de guerra. Quanto ao Mourinho, é óbvio que a "alma" e o "calculismo" justificam muito pouco num jogo de futebol, embora façam parte do mesmo. Foi um resumo consciente muito redutor, baseado no que vi e li, porque não assisti ao jogo, não podendo alongar-me muito sobre ele. Em todo o caso, concordo consigo: esta versão do Mourinho nada tem a ver com aquela que passou pelo Porto. Só divirjo nos momentos de jogo: acho que o Mourinho ainda se preocupa com as transições, quer defensivas, quer ofensivas. A grande crítica que lhe aponto é ao nível da organização ofensiva, que é um fantasma do que já lhe vimos outrora. De resto, não tenho "pena" do Mourinho, porque isto é o resultado do que semeou. Quem se expõe da forma que ele faz está sujeito a receber o troco a dobrar (parece que a imprensa inglesa foi arrasadora). Apenas não consigo "odiá-lo" ou desejar o seu insucesso. Foi um treinador marcante da história do clube e, por isso, tem toda a minha gratidão. Aliás, excluindo o Octávio Machado, isso é válido para todos os ex-treinadores do Porto.

Alexandre Burmester disse...

http://www.bbc.com/sport/0/football/31845015

Justiceiro Azul disse...

É triste ver as diferentes reacções dos ingleses que condenam e dos comentadores portugueses da Tvi que admiram e se regozijam com a mentalidade inculcada pelo Mourinho nos jogadores do Chelsea para forçar a expulsão do Ibrahimovic!

Nightwish disse...

O Mourinho não dá nada a ninguém, faz o que faz por ele próprio.