domingo, 26 de abril de 2015

E hoje?



Não estaremos muito confiantes e a condição física não estará em alta e isso poderá ter um efeito decisivo, hoje e no próximo futuro. O FCP tem tido jogos de altíssima intensidade. E nalguns deles com exibições de excelência. Não sei como a rapaziada está, mas sinto que estão cansados, seguramente.  E também sei que essa condição física se intromete na condição anímica dos atletas e muito menos o seu contrário. Entretanto, o SLB tem tido umas férias activas nestas últimas jornadas. Não é campeão (já) porque também treme, apesar de todos colinhos que o aconchegam. Repito-me: o FCP tem um plantel relativamente curto para uma larga presença na CL e no miolo falta um 6 e o Quintero que tem decepcionado. Ainda no meio campo, que considero o sector mais deficitário, para além dos mais utilizados, sobram o Rúben e o Evandro, o primeiro ainda em fase de crescimento e que entrou muito bem em Munique; o outro não me encanta: ser certinho no FCP não chega para a titularidade. Brahimi está no limite e Casemiro deve andar por perto. Nem falo do Fabiano que é um guarda-redes de engate. Acho que em todos os jogos até agora realizados nem uma boa exibição para mais tarde recordar. Lopetegui tem uma missão complicada. Obviamente, não estou optimista, mas se tivéssemos perdido com o Bayern nas grandes penalidades, sentiria exactamente o mesmo. Percebo o enfoque na CL: o nosso treinador “apostou tudo numa forte presença na Europa” ao sabor do que as diferentes competições iam oferecendo ou não. Fica o prémio das receitas (que não é despiciendo) e por aí nos devemos ficar em ganhos, por esta época. Mas a luta contra as tendências hegemónicas do SLB e de Lisboa, obriga-nos a ser mais fortes cá dentro. Esse balanço desportivo tem de ser gerido com acuidade.



Todas essas figuras do SLB que andam por aí a perorar, estão cheias de medo, porque não vencer um FCP “fraco e mortalmente fragilizado” seria quase insuportável. E ao JJ não resta outra alternativa que dar uma cabazada ao FCP. Tanto mais que é um sábio da táctica e o autor do pragmatismo estratégico do jogo da bola. Espero que nos apresentemos lúcidos, “sem vergonha na cara”, atrevidos e a equipa ciente do que fez e do que deveria ter feito com o Bayern. Esta é mais uma conversa da treta: nestas coisas da bola, prognósticos só no fim do jogo e … do campeonato. Ainda falta muito, até lá. Hoje, apenas sei que, aconteça o que acontecer, continuarei a ser do FCP com o mesmo entusiasmo de sempre.
   

8 comentários:

jnporto disse...

Bom Dia
Segundo respiga da comunicação social é o "país" contra o Porto. Como se o Porto não pertencesse ao país, enfim, mais do mesmo de quem anda à volta do umbigo da capital!... Não será uma questão de fé equacionar a vitória do Porto neste jogo pois além de termos melhor equipa costumamos fazer da Luz salão de festas... Contudo, nem sempre ganha o melhor, como aconteceu no Dragão na primeira volta. Aconteça o que acontecer estou com a equipa e com o treinador. Está na altura de "vingar" os dois golos de César Brito nas Antas que, com a bênção do vermelhusco árbitro Valente, nos levaram um campeonato. Esperamos ver a rega de novo ligada no fim do jogo pois muito bem saberá esse banho aos nossos jogadores e aos nossos adeptos... Viva o Porto e o FC Porto!...

Zé_Lucas disse...

'Nem falo do Fabiano que é um guarda-redes de engate. Acho que em todos os jogos até agora realizados nem uma boa exibição para mais tarde recordar.'

Em que ficamos, é de engate ou não?

True Blue disse...

Contrariamente ao que a maioria dos peripatéticos, ignorantes e avençados da Com. Social Alface-Ginjinha-Saloia-Papoila pretende transmitir e difundir enganosa, embusteira, chico-esperta e falaciosamente.. muitos deles, nem sequer nunca chegaram a jogar à bola num simples meiinho de recreio de escola... ao FCP, hoje no Pombal, no limite, e em teoria, basta 'apenas' vencer 0-1 para assim continuar na luta e continuar a alimentar o sonho. Basta apenas vencer. MAS, se, SE, o FCP vencer por 0-2, o Campeonato está ganho.

E é 'apenas' NISSO que os nossos jovens e valorosos jogadores devem pensar e acreditar. Convencerem-se que sendo difícil, não é nada impossível, nada do outro mundo ganhar por 0-1, ou por 0-2 em casa do nosso rival...

Aliás, basta que joguem tanto como o fizeram no jogo da 1ª volta, mas que acertem mais na baliza.. e, que, claro não permitam golos marcados com a anca a partir de lançamentos laterais ilegais, feitos ao pé coxinho..

Se o FCP for pragmático, e se não se deixar envolver na ratice e teatro dos dos Maxis Pereira, Salvios e Luizões... o FCP poderá ganhar o jogo sem muito esforço. Apenas se pede cabeça fria e pé quente!!!

- - - -

Em Munique, volto a insistir, repetir.. tipo água mole em cabeça dura, o FCP jogou sem 2 Laterais. Mal comparado é como alguém querer correr, amputado dos 2 braços... assim que, deixem-se lá de falar sempre no jogo, no descalabro de Munique, pois se o Bayern também jogasse sem Laterais ou pusesse lá por ex., um Dante e um Reyes em vez do Rafinha e do Bernat, o jogo e o resultado também seriam outros!!!!

Antonio Oliveira disse...

A propósito do jogo de terça-feira passda, lembro que na Copa do Mundo de 2014, na semi-final de 08 de Julho, realizada no estádio do Mineirão de Belo Horizonte (MG), terminou com o resultado de Brasil 1 - Alemanha 7. Acontece aos melhores! O caminho faz-se caminhando e ele segue em frente.

Filipe Sousa disse...

Pode ser de engate, mas até agora ainda não engatou. Vai para o banco, de onde nunca devia ter saído depois de ter sido expulso.

Filipe Sousa disse...

Estou preparado para o autocarro encarnado. Espero que o Lopetegui também.

miguel.ca disse...

Outro dia alguém sugeriu aqui que hoje deveríamos jogar numa espécie de 4 4 2. Bem, foi o que Lopetegui fez. Meio campo reforçado e Brahimi a jogar de forma relativamente livre no apoio à Jackson.

miguel.ca disse...

Defendem como podem e nós sem engenho para desatar o nó. De certa forma era o que se previa.