quinta-feira, 7 de maio de 2015

O ódio, a solidariedade humana e a memória

«O ‘Dia do Leão’ foi marcado, esta manhã, com uma cerimónia na Praça Centenário, onde o Presidente Bruno de Carvalho assinalou os 20 anos da queda do varandim de Alvalade.
Todos nós temos honra na nossa história”, começou por referir o líder ‘verde e branco’. “O Sporting é um Clube com memória”. (…)»


O Sporting é um clube com memória?
Recuemos 20 anos...

«Um ano depois de ter sido despedido do Sporting, o inglês Bobby Robson regressou a Alvalade. Agora como treinador do F.C. Porto. Entrou com cinco pontos de avanço sobre a antiga equipa e saiu de lá campeão nacional. Corria a época 1994/95 quando o Sporting recebeu o F.C. Porto na 31ª jornada. (…)
Tudo aconteceu quando o autocarro do F.C. Porto chegava ao estádio. A vontade de hostilizar o adversário provocou a precipitação de cerca de 40 adeptos leoninos sobre um varandim que não suportou o peso de tanta gente. Acabou por ceder e com ele levar dezenas de pessoas. No chão encharcado de sangue acabaram por ficar duas vidas. (…). O médico Domingos Gomes ainda correu a socorrer os acidentados, mas a estupidez chega a ser tão grande que acabou por ser corrido à pedrada
in Maisfutebol, 07-04-2006



«Era uma chegada, como tantas outras dezenas de chegadas em tantos outros anos. Era a chegada do autocarro com a equipa do FC Porto. Naquele dia, por uma infeliz coincidência, um grupo de jovens mais intempestivos passava junto à zona no momento em que o autocarro chegava. Foi acto contínuo! A multidão quis brindar os jogadores portistas com os “mimos” da praxe. Em segundos, uma força bruta esmagou um dos varandins das galerias que rodeavam o estádio, por cima da porta 10-A. Os jovens precipitaram-se... e quando perceberam já era tarde. Dezenas de pessoas caíram desamparadas de uma altura de cinco metros. Dois deles não resistiram aos ferimentos. E podia ter sido pior, não fosse a coragem do Dr. Domingos Gomes e do... presidente Pinto da Costa.
O autocarro do FC Porto parou e a comitiva apercebeu-se imediatamente da tragédia. O Dr. Domingos Gomes e o presidente Pinto da Costa saíram imediatamente em socorro dos sinistrados. Foi uma acção espetacular! Mesmo debaixo de pedras que choviam de todos os lados, aquelas duas pessoas foram incansáveis. Para eles era mais fácil abrigarem-se na porta 10-A mas não, ficaram ali a prestar os primeiros socorros e a desviarem-se das pedras. Tenho de lhes prestar essa homenagem!... Foi o dia mais dramático da minha vida no Estádio José de Alvalade.»
Coronel Cunha Bispo - Director das Instalações Desportivas
in Camarote Leonino, 07-05-2015


Hoje de manhã, na cerimónia que assinalou os 20 anos da queda do varandim de Alvalade, em que morreram dois adeptos sportinguistas e vários ficaram feridos, teria sido bonito o actual presidente do Sporting ter convidado o ex-médico do FC Porto a estar presente.

Infelizmente, segundo pude apurar, nem Bruno de Carvalho, nem o site oficial do clube de Alvalade, fizeram qualquer referência à assistência e aos actos de solidariedade humana (pondo em risco a sua própria integridade física) dos elementos da comitiva do FC Porto, particularmente do Dr. Domingos Gomes.

Pessoas que participaram na cerimónia dos 20 anos da queda do varandim (fonte: abola.pt)

É uma pena que, até numa cerimónia destas, o ódio de Bruno de Carvalho ao FC Porto e ao seu presidente, seja mais forte e o impeça de fazer um justo reconhecimento público.

O Sporting é um clube com memória? Pois…

Nota: Os destaques no texto a negrito são da minha responsabilidade.

7 comentários:

ega disse...

Pouco interessa se o Sporting é um clube com memória, além de não o ser e de ser um clube reincidente, tal como ficou provado na visita que lá fizemos com os sub 19, é um clube gerido um homem perigoso, um homem que se o acusassem de pertencer a um partido nazi, eu não ia admirar-me!

Miguel Lima disse...


eu tenho duas mil razões para, no Presente, detestar a agremiação do Lumiar. a começar pelo burro do Carvalho e a terminar nos cacifeiros que o apoiam.

e, por falar em pedras, como esquecer a finalíssima da Taça de Portugal, em 1994? estive lá. foi a primeira e última vez no estádio de Oeiras.
foi uma altura em que a agremiação do Lumiar se identificava muito com calhaus. agora tem por lá um outro, com olhos, mas que nem por isso deixa de ser burro como uma pedra...

Miguel | Tomo III

Pedro Mota disse...

O Bruno Carvalho é um canalha, é a única pessoa do mundo do futebol que me mete nojo, não espero nada de bom da boca e cabeça desse homem..Sporting ter ficado á frente do Porto no campeonato o ano passado e terem nos eliminado em casa este ano,com este badalhoco a festejar no nosso relvado,foi das coisas que mais tristeza e azia me provocou desde que vejo futebol. Nem se devia pronunciar o nome desse homem entre portistas,é dar lhe importância a mais..

jnporto disse...

É por estas e por outras que não podemos "dormir com o inimigo" indo na cantiga com que a comunicação social centralista nos bombardeia diariamente. Eles, se puderem, acabam connosco. Mas não vão conseguir. Força Porto.

True Blue disse...

Verdes de inveja, rubros de raiva.. eis o Portugal chunga dos pequeninhos.
E por isso é que o Planeta é azul, o Mar é azul, o Céu é azul!!

Campeonatos, Taças, Supertaças, Ligas Europa, Ligas dos Campeões, Supertaças Europeias, Taças Intercontinentais.

What Else


Somos Porto
Somos Melhores
Sempre Preparados

MP Pinto

Mefistófeles disse...

Este gajo é simplesmente uma besta quadrada, que nem vale o que caga. Não percamos tempo com ele.

Pedro Reis disse...

Quem nasce palhaço, toda a vida será palhaço! Sem ofensa para os verdadeiros...