sexta-feira, 29 de maio de 2015

Um médio de top internacional

Tal como já tinha acontecido aquando da saída de Paulo Assunção, há cerca de um ano atrás repetiu-se o mesmo “drama”, devido à inevitável saída do Fernando (foi para o Manchester City ganhar 5x mais do que aquilo que ganhava no FC Porto). De facto, o “polvo” era um jogador muito importante nas tarefas defensivas (na transição defensiva, como agora se diz) e a sua saída foi uma baixa importante, aparentemente difícil de colmatar.

Em meados de Julho de 2014 chegou Casemiro e, entre os adeptos portistas, não faltou quem torcesse o nariz.
Porque vinha emprestado pelo Real Madrid (clube onde jogava pouco).
Porque o Casemiro era um Nº 8 e não tinha rotinas de jogar a Nº 6.
Porque era um jogador que não tinha timing de entrada à bola e, por isso, fazia demasiadas faltas.
Porque quem devia ser titular era o Rúben Neves.
Etc.

Contudo, Casemiro cresceu muito com Lopetegui (tal como outros jogadores), ao longo da época foi-se adaptando à nova posição e atualmente já (quase) ninguém “chora” por Fernando.

Casemiro, a Figura do FC Porto x Basel (O JOGO, 11-03-2015)

Casemiro, a Figura do SLB x FC Porto (O JOGO, 27-04-2015)

De facto, Casemiro é um médio mais completo que o Fernando porque, para além das missões defensivas (marcar, dobrar os laterais, “limpeza” à frente da área, etc.), aspectos em que melhorou muito, mas ainda sem ser tão bom como era o Fernando, tem outras qualidades onde é muito superior ao anterior médio-defensivo do FC Porto.
Quais?
A colocar a bola à distância.
A rematar à baliza de fora da área.
Na marcação de livres a 20-25 metros da baliza.
A surgir na área a finalizar, na sequência de cantos ou livres laterais ofensivos.
(em apenas uma época, Casemiro marcou mais golos neste tipo de lances de bola parada, do que o Fernando nos anos todos em que esteve no Porto)

No final da época, Casemiro já era visto como um dos jogadores fundamentais no onze portista e, não por acaso, está entre os 23 eleitos de Dunga para a Copa América (onde também há um jogador do Manchester City, mas não é o Fernando, é o Fernandinho…).

Opção de compra exercida (O JOGO, 29-05-2015)

Esta época de empréstimo ao FC Porto foi, sob todos os aspectos, a melhor coisa que aconteceu ao Casemiro desde que saiu do Brasil para vir jogar na Europa. Falta saber se, para o ano, vai continuar no Porto. Eu espero bem que sim.

11 comentários:

DC disse...

"A colocar a bola à distância. "

Não a coloca é onde deve... Se há coisa em que o Casemiro é limitado é no passe. Deve ser dos médios com pior acerto no passe que me recordo no Porto. E especialmente no passe longo. Há jogos em que ele e o Maicon parecem que estão a competir a ver quem acerta num apanha-bolas.

O Casemiro não é mau médio mas não vale um investimento alto. Diria que mais de 6-7M seria caro para o que ele joga. Por 10M ou mais arranjam-se muitos melhores que ele.

Pyrokokus disse...

"A surgir na área a finalizar, na sequência de cantos ou livres laterais ofensivos."

Sinceramente não me lembro de nenhum....

Relativamente aos passes, o Casemiro não é nenhum Oliver Torres, mas por aquilo que me lembro é superior ao Fernando que até passes curtos falhava bastante.
De resto concordo com tudo.

José Rodrigues disse...

Também vejo no passe uma grande pecha do Casemiro.

E concordo q por 10M ou mais nao se justifica contrata-lo: o dinheiro dá muito mais jeito para outras coisas.

José Correia disse...

O 0-3 em Arouca, após canto de Tello.
O 0-2 em Moreira de Cónegos, após cruzamento de Herrera.

Bruno Guedes disse...

Bom dia Sr. José Correia.
Completamente de acordo consigo.
Eu faço mea culpa, não gostava de Casemiro, achava-o um jogador que não sabia o que queria. Ou melhor julgo que era queria ser 8 mas, e muito bem, aos poucos foi interiorizando que como 8 poderia ser um jogador normal mas como 6 pode ser um jogador top. Tem qualidades como bem referiu invulgares num número 6.
Na minha opinião julgo que o valor dele ( 15 milhões ) é um valor muito elevado para os cofres do FCPORTO.
Já o disse aqui, Danilo foi um negócio para nunca repetir assim como Alex Sandro.
Julgo que a atual conjuntura do FCPORTO tem de ser contenção de despesas, e 15 milhões mais um salário muito alto ( julgo eu) a pagar inteiramente pelo FCPORTO vai trazer consigo um peso elevado no orçamento para a próxima época.
Continuo a ter a opinião que para voltarmos a ganhar não é necessário nenhum milagre apenas temos de voltar a trabalhar da mesma forma como fizemos até ao golo do Kelvin.
Acho o Casemiro um futuro múmero 6 do top Mundial, honrou e muito a camisola que vestiu e não precisou de nascer portista, é um autêntico DRAGÃO mas é muito caro.
Bruno Miguel Guedes -28061

Luís Vieira disse...

De facto, o Casemiro evoluiu muito ao longo da época e merece que a cláusula de compra seja accionada, mas 15M é muita fruta. Acho que onde se notou mais evolução foi precisamente nos aspectos onde era menos forte, ou seja, nas tarefas defensivas (relembro as entradas a destempo e os posicionamentos deficientes no 1° terço da época). Ofensivamente não foi muito exuberante. À parte o oportunismo nas bolas paradas, vacilou no capítulo do passe, o que surpreende, para quem é inegavelmente bom de bola. Talvez seja dores de habituação à posição e às dinâmicas da equipa. Se ficar, como espero, mas por valores mais baixos, terá de evoluir. O Rúben Neves, por exemplo, embora menos forte nos aspectos defensivos, demonstrou mais serenidade, acerto e critério no passe.

Jorge Vassalo disse...

Eu acho extraordinário que uma, e outra, e outra vez se vão tomando valores como certos que depois acabam por ser fortemente desmentidos. Vamos ver quanto vai custar o Casemiro. Não me digam que vão fazer dele um novo Adrián. Que, incidentemente, vai custar... os salários. Depois de um ano a ser gozado e criticado e maltratado pelo seu suposto custo.

Um conselho: escolham criteriosamente as vossas fontes de informação.

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

Jorge Vassalo disse...

Se calhar, digo eu, a ideia de Lopetegui de fazer do 8 de Casemiro um 6 e do 6 de Ruben Neves um 8 à Lucho não parece assim tão parva.

Digo eu.

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

Miguel Lima disse...


um dos "argumentos" invocados logo no início e que eu retive com ou"muito agrado" foi o de que «é gordo» e que «aquele físico não engana: de certeza amante da picanha». está no zerozero.

abr@ço
Miguel | Tomo III

João M disse...

Boa tarde, não me parece que o Casemiro seja assim tão bom a defender que valha os 15 M. Temos de ter em atenção que o meio campo do Porto não é propriamente um meio campo de ataque, não havendo grandes rasgos ofensivos pelo miolo (por isso é que parece que o Porto por vezes joga andebol). Os outros dois médios do Porto descem bastante e ajudam muito o Casemiro. Já o Fernando havia jogos que defendia sozinho à frente da defesa. O Casemiro nunca está sozinho. Por 15 M, parece-me que consguiriamos arranjar melhor.
Cumprimentos.

Luís Vieira disse...

O Rúben Neves precisa, acima de tudo, de ganhar agilidade de movimentos. Por vezes parece muito "preso" em campo, o que naquela posição é fatal. Do ponto de vista técnico, nada a apontar: muito bom no passe e no remate, com muito critério, principalmente para quem tem 18 anos. Ambos podem fazer as 2 posições e têm características para integrar um duplo-pivot, resta ao Lopetegui escolher.