quarta-feira, 3 de junho de 2015

"É assim que (não) se fazem as coisas"

Que adepto portista ainda não ouviu a expressão "É assim que se fazem as coisas" a propósito da «máquina» FCP?

Ao longo das últimas 3 décadas essa «máquina» administrativa ganhou a reputação de ser extremamente eficiente, chegando mesmo ao ponto de muitas vezes se ter lido ou ouvido dizer que «no FCP qualquer treinador pode ser campeão». 

E de facto parece-me que essa reputação é bem merecida, exageros àparte (nem PdC tem toque de Midas, como ficou bem vincado em 13/14; e nem sempre a máquina funciona bem - a comunicação em particular tem deixado muito a desejar há já muitos anos).

No entanto vejo sinais aqui e ali de uma deteriorização nessa «máquina»; espero que meramente pontuais. Um caso recente e paradigmático foi a participação no torneio mais prestigiado de Verão, o International Champions Cup em que o FCP deu o dito pelo não dito. Vejo 3 problemas sérios nisto:

1) Comunicação

Segundo a versão oficial comunicada pelo FCP e confirmada pela própria organização do torneio, foi o FCP a desistir por considerar a deslocação inconveniente, e não há razões para duvidar desse ponto fundamental (nem o torneio tem apenas campeões como participantes, longe disso - hello, Man Utd e Fiorentina... - nem é credível que a organização tenha considerado a presença do slb mais interessante: se fosse o caso teriam-nos certamente convidado a eles logo de início e não depois de já terem emitido bilhetes).

Ora sendo assim é inadmissível que os portistas tenham ficado a saber da desistência através do Rascord (que naturalmente aproveitou para fazer o spin que lhes convinha) com o FCP subsequentemente a «correr atrás do prejuízo» de forma defensiva. Os nossos dirigentes no mínimo deviam ter antecipado uma possível fuga de informação.

2) Timing

A 28 de Abril e na apresentação do torneio o programa já estava estabelecido (não mudou desde então, nem datas nem local dos jogos). Nessa apresentação Rui Barros, em nome do FCP, afirmou que estávamos muito satisfeitos em participar e em particular em ir jogar à cidade do México.

Se alguém (treinador?) tinha um problema com isso devia ter sido resolvido antes de termos aceite participar e não um mês depois, já com bilhetes nas mãos de adeptos do FCP. Não houve sequer qualquer novidade importante que colocasse a decisão em causa (como por ex mudança de treinador ou ter acabado o campeonato em 3o lugar, tendo que participar na pré-eliminatória da LC). Precisaram de um mês (ou mais, não sabemos quando é que a presença tinha sido alinhavada) para quê?

O treinador terá sido (ou deveria ter sido) consultado antes da decisão final (que certamente aconteceu algum tempo antes da apresentação do torneio); a partir do momento que o FCP disse que participava e que o torneio foi apresentado, quem quer que fosse que tivesse objeções só teria que calar e aceitar a decisão tomada. Não é assim que se fazem as coisas.

3) A decisão em si

Pinto da Costa deveria estar bem consciente das (possíveis) consequências em fazer marcha-atrás (e tão tarde); desde oferecer um grande trunfo de Relações Públicas ao nosso inimigo (o que enfureceu muitos adeptos) às consequências financeiras - segundo consta, 2,5M€ limpos que passam para o nosso rival e que dariam bastante jeito - e, acima de tudo, o abalo no prestígio do FCP e na sua reputação de clube profissional e de confiança na alta esfera internacional. O mais certo é que não voltaremos a ser convidados para este torneio, e os organizadores de outros torneios de prestígio ao ver isto provavelmente vão pensar duas vezes antes de convidar o FCP.

E não se compreende sequer qual era o problema com as deslocações. Defrontar bons adversários só iria fazer bem aos jogadores e treinador. A exposição mediática e prestígio eram muito consideráveis. O contacto com adeptos que muito raramente têm oportunidade de ver o FCP ao vivo também não devia ser um factor irrelevante. Temos jogadores de selecção mexicana, e era uma boa oportunidade para granjear mais simpatia no país. Este ano não há Euro nem Mundial, o treinador não acabou de chegar e entramos directamente na fase de grupos da LC. Mais: Pinto da Costa parece mesmo estar muito mal informado, já que parece que sabe algo que os próprios habitantes da cidade do México não sabem, ao falar em temperaturas de 40 C. No quadro seguinte pode-se ver que a temperatura média em Julho na cidade varia entre 12 e 25 C durante o dia e noite (o que não admira minimamente dada a altitude), ideal para a prática de futebol:













Mas acima de tudo, o FCP já sabia com muita antecedência onde e quando eram os jogos, e deveria ter feito o seu trabalho de casa e ter tido as discussões internas que fossem necessárias antes de aparecer na apresentação do torneio a dizer que estava muito satisfeito por participar em todos os jogos. 

A imagem que passa disto tudo é a de um clube gerido de forma muito pouco profissional. Não é o fim do mundo, certamente, mas não deixa de ser uma pequena machadada na imagem que o clube passa. Não é assim que se fazem as coisas.

14 comentários:

manuelpereira365 disse...

estamos entregues a bicharada... estranhissimo a postura de PdC e SAD nos ultimos dois anos...calados que nem ratos...tenho saudades dos tempos em que conhecia b ou c la dentro e que me contavam o que se passava, o que ja nao acontece agora.

e se ha algum leitor aqui que tenha esses conhecimentos tambem duvido que comentasse alguma coisa...

estou curioso com a movimentacao de treinadores que se espera pela segunda circular, e se ainda podera meter nos ao barulho

esta nao participacao na champions cup e' de bradar aos ceus e alguem devia ter dado explicacoes... mas tem de haver gato...todos nos sabemos como funciona o mundo do futebol, e nao se da ponto sem no

Carrela disse...

Factos e contra factos...
Lamentável!

Pedro Reis disse...

Completamente de acordo, foi o chamado "tiro no pé" e grande!

2 assuntos off-topic da atualidade do FCP:
a) Declarações de Brahimi: acho que já era bom que os adeptos percebessem que devíamos dar algum desconto a estas declarações feitas a terceiros e em que se desconhece o contexto e vir logo ofender e maltratar publicamente um jogador de quem não temos razão de queixa e que devíamos era acarinhar como grande ativo do clube. A única coisa que fizemos foi dar motivo aos jornais para fazerem mais umas manchetes a "atacar o FCP"! Além disso não me parece que ele tenha dito nada que não seja verdade ou que seja uma ofensa de lesa pátria. Objetivamente os adeptos deram aqui também um grande "tiro no pé"...

b) Kléber parece que vai renovar e estar na pré-época... Não entendo. Ele já teve oportunidades suficientes no FCP e ficou claro que não dá... falta-lhe estofo e qualidade, nada a fazer. Servirá para o Maritimo ou para o Estoril, mas não para o FCP. Vendam-no, façam o que quiserem, mas andar a estender contratos e a pagar-lhe ordenados é que não. Por isso é que as contas estão como estão!

DC disse...

Amadorismo, cada vez mais.
Depois de ler que o Kléber vai renovar e por 4 anos (!!!), algo que só posso compreender por ter o mesmo empresário que até à selecção o levou, assumindo que, mais uma vez, isso significará que os putos Gonçalo e André voltarão a ficar tapados, só posso dizer que espero que haja urgentemente uma mudança de ciclo mas desta vez na direcção.
Estou a ficar muito farto de decisões idiotas atrás de decisões idiotas.

Luís Vieira disse...

Neste caso, acredito que seja mais uma opção do Lopetegui, que me parece ter controlo quase absoluto sobre as contratações. Viu-o jogar, gostou e na iminência de perder o Jackson decidiu dar-lhe uma oportunidade. Não me parece que depois de Aboubakar e Bueno venha mais algum PL. Mas concordo, a ficar, é para tirar o lugar ao Gonçalo e ao André, o que é pena.

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Saco de gatos ...luta pelo poder..
Basta ver a barraca com o torneio e agora a questão do patrocinador!

José Rodrigues disse...

Já agora e a propósito do comentário espatafurdio sobre os 40 C, presumindo q nao estava a mentir de propósito constato q os dirigentes nem sequer precisavam de fazer uma pesquisa na Net: bastava falarem com o Reyes, q sempre viveu na Cidade do México...

Se calhar enganaram-se no mexicano e perguntaram ao Herrera, q vem de Tijuana (onde aí sim, faz imenso calor no Verão). Já nem digo nada.

José Rodrigues disse...

É possível q haja gato escondido, mas é difícil imaginar sequer q gato seja esse.

A versão oficial (ou pelo menos uma variação oficiosa dessa versão, em q Lopetegui terá estado sempre contra uma deslocação ao outro lado do Atlântico como inconveniente - nao necessariamente só ao México - e acabou por conseguir convencer PdC em fazer marcha atrás) parece-me a explicação mais plausível.

Madureira disse...

Todo este amadorismo que se viu e que á uns anos era impensável tem demonstrado o porque de estarmos á 2 épocas sem ganhar nada! Reparem que para além de perdermos a participação no torneio mais prestigiado da pré época, que conta com as melhores equipas do mundo, ainda perdemos um cachet chorudo de 2,5M que vamos oferecer ao nosso maior rival... se nos lembrar-mos que a PT pagava anualmente 3,65M pelo patrocínio das camisolas podemos ver a importância deste valor. Enfim, é o declínio de uma administração que deu muito ao clube é verdade mas que hoje em dia... está longe muito longe do que o clube merece e precisa!

Luís Pires disse...

acho que nem o gato de schrodinger nos vale :)
quem me dera estar enganado, mas já há demasiado tempo que espero para saber se o gato está vivo ou morto e acabei por concluir que foi mesmo incompetência.
até admito que o Lopetegui não estivesse de acordo com a deslocação, mas depois de tudo tratado não acredito que "forçasse" o clube a voltar atrás. é um profissional e sabe que não "é assim que se fazem as coisas".

meirelesportuense disse...

Voltamos à canção do ceguinho, não te agarrei pelo braço subjugo-te pela barriga da perna...

Mário Faria disse...

Mais vale tarde do que nunca. Se a decisão foi boa (e creio que sim) revela coragem. Ter "perdido tudo", não significa tomar más decisões, sempre. Considero o Kleber um jogador com potencial se resolver ser um bom profissional. Tentar tirar proveito dos investimentos feitos, é uma obrigação dos tempos que correm.

Fernando De Carvalho disse...

Granjear simpatia? Vamos fazer uma viagem intercontinental para ganhar uns likes no facebook?

Concordo em absoluto com um estagio na europa. A questão climatérica é irrelevante. O que interessa é o isolamento do grupo de trabalho e o solidificar do colectivo, venha daí Marienfeld e uns passeios de bicicleta.

Já quanto a maneira como lidaram com a saída do torneio apesar de ter sido um caso evidente de como esta SAD se poe a jeito de ficar mal vista em termos de comunicação não me preocupa particularmente. Para mim a competência da SAD tem expressão máxima na sua capacidade de formar planteis e exercer pressão na defesa dos seus, nomeadamente atletas e treinadores naquilo que todos sabemos ser um campeonato sujo e centrista desde sempre. É isso que espero ver melhorado este ano pois um segundo ano de silencio era prova que o Porto tinha perdido a sua melhor capacidade: a de adaptar-se a novas circunstancias.

Reduzir o numero de atletas nos quadros, emagrecer a despesa e dar estabilidade a um treinador que mostrou maos para a obra que se avizinha. É só e apenas isto que peço.

O resto... É a silly season no seu melhor. Mal visto pelo rascord? Nem o melhor PR vai alguma vez prevenir que esse pasquim diga mal do clube. A resposta quero a no campo em forma de títulos.

Pedro Reis disse...

Kléber um jogador com potencial? Isso até poderia ser válido há 4 anos atrás, mas depois deste tempo todo ainda achar que ele vale mais do que aquilo que já mostrou, inclusive no FCP, é utopia... Ainda deve ser pior que o Hugo Almeida, só para citar um caso de um atleta que passou no FCP!