domingo, 12 de julho de 2015

Analisar o negócio Iker Casillas

Iker Casillas é o novo guarda-redes do FC Porto. 
É também provavelmente um dos dois guarda-redes de maior perfil mediático a actuar em Portugal, em conjunto com Peter Schmeichel. Também é dos futebolistas mais titulados da história. E é o jogador que vai receber o salário mais alto da história do clube. Casillas é tudo isso e portanto este negócio tem muitos pontos para analisar de pontos de vistas radicalmente distintos, do desportivo ao financeiro, do potencial de futuro às necessidades do presente. 

Comecemos pelo desportivo.
Casillas passa a ser o melhor guarda-redes da liga portuguesa. De longe. 
Iker é melhor que Helton - sim, é melhor do que Helton mesmo já não sendo o "San Iker" - e também bastante melhor que Julio César, Artur, Rui Patricio, Jose Sá e afins. Poucos duvidam disso. Não sendo já um guarda-redes de elite mundial, a meu ver, está claramente numa segunda linha. Mais ainda porque os seus últimos anos em Madrid, altamente irregulares, estão intimamente ligados ao clima que se vivia na Castellana, algo que não o vai afectar à distância. Casillas está no Porto porque quer. E isso é um ponto a favor. Podia ter ido para Roma mas entendeu que o FC Porto lhe dava condições melhores para assegurar a titularidade da baliza de Espanha no Euro 2016, o seu grande objectivo. Por isso vai estar altamente motivado, duplamente até. Para garantir a sua titularidade em França e para demonstrar aos que o têm - e são muitos, talvez a maioria - criticado de que estavam errados. Nesse sentido a sua chegada é de louvar. Casillas vai melhorar as opções existentes e tendo em Raul Gudiño um projecto de futuro a amadurecer, pode cumprir com esses dois/três anos necessários para o mexicano dar o salto. Quem vai pagar o preço é Helton com quem o clube renovou há pouco tempo mas antes de saber que Iker estava disponivel. 
Desportivamente Iker terá motivação mas também é verdade que chega sabendo-se intocável. Não terá de trabalhar semanalmente pela titularidade, está garantida verbalmente, sem ela não havia negócio. A eleição do Porto também tem, e muito, a ver com a proximidade com Madrid onde vai continuar a viver a sua familia sendo que Iker tem um acordo não escrito com o clube para poder ir passar alguns dias a Madrid à semana, provavelmente com voos de ida e volta diários. Resta saber até que ponto esse relaxamento competitivo e essas viagens podem ou não afectar o seu rendimento desportivo.

Tudo isso é Iker, o guarda-redes. Mas também há Iker, o mais bem pago do plantel.
Casillas chega a ganhar uma fortuna. Em Madrid recebia cerca de 7 milhões de euros limpos ao ano. Vai continuar a ganhar esse dinheiro mas o pagamento será dividido entre o Real Madrid, o FC Porto e o próprio, que vai perdoar dinheiro ao clube espanhol. O FC Porto pagará cerca de 3,5 milhões de euros, superando, por um milhão de euros, o seu tope salarial. Só não pagamos mais porque o Financial Fair Play nos proibe. O resto é pago pelo Real Madrid nos primeiros dois anos. Isso significa que Iker chega ao Porto a ganhar muito mais do que os colegas o que nunca cria bom ambiente de balneário. Nenhum jogador do clube tem o prestigio e perfil de Casillas, é certo, mas todos sabemos como são os futebolistas. Este precedente não deixa de ser perigoso ainda para mais na ausência de lideres que imponham a cordura dentro do balneário. Iker é também o jogador mais caro de sempre do nosso futebol e essa inversão a curto prazo tem de se traduzir em algo. Titulos, pontos ganhos por si mesmo. Em Portugal sabemos que o papel do guarda-redes é relativo. Estamos habituados a jogar no campo do rival pelo que as defesas milagrosas de Casillas serão pontuais. Mas têm de estar. Iker tem de demonstrar em cada jogo, nem que seja um par de vezes, que merece esse salário caso contrário a sua chegada perde qualquer lógica. O mesmo é aplicável na Champions onde, aí sim, se exige o melhor de Casillas. É onde veremos o seu verdadeiro nivel. Caso não esteja à altura das expectativas, o espanhol pode transformar-se num verdadeiro elefante branco. 



Por fim fica Iker, o simbolo mediático.
Casillas tem milhões de seguidores a nivel mundial. Não nos enganemos, são seguidores da marca Espanha e Real Madrid, não passarão forçosamente a ser seguidores da marca Porto. Casillas é igualmente detentor dos seus direitos de imagem pelo que esqueçam também golpes publicitários que encham os cofres do Dragão. Esse dinheiro vai todo para a sua conta bancária. Depois, relembrem-me que guarda-redes a nivel mundial é uma fonte de riquezas em marketing....pois. Não há.
Os guarda-redes não vendem camisolas, nenhum deles.
Casillas não estava no top 10 dos jogadores que mais camisolas vendiam com o Real Madrid ou com a selecção espanhola. Ninguém, na Ásia ou na América Latina (onde a maior parte do merchandising é pirata) vai perder a cabeça para ter a camisola de guarda-redes do FC Porto com Casillas. Muitos continuarão com a do Real Madrid, outros com a de Espanha. Essa é a realidade. O que Casillas pode trazer está em novos anuncios e sponsors para o clube mas, ainda assim, não estamos a falar de um futebolista que gere emoções a esse nivel. É mediático sim, sobretudo por ter sido o capitão de Espanha, mas tal como sucedia com Xavi ou Iniesta, por exemplo, não é um futebolista que renda muito em termos de marketing. Seguramente o FC Porto terá uma exposição mediática unica a nivel mundial mas é dificil que essa exposição se reflicta em dinheiro.

Haverá charters de adeptos ao Dragão para ver Casillas? Duvido muito.
Serão os jogos da liga portuguesa mais apetecidos lá fora por termos Casillas? Talvez, mas aí quem ganha é quem tem os direitos, a Olivedesportos.
Pode o FC Porto fechar um bom patrocinio ao ter um jogador do perfil de Casillas? Sim, mas salvo seja um patrocinio milionário, cada vez menos o que se paga para estar nas camisolas é redundante dentro do dinheiro ingressado pelos clubes como os relatórios de contas recentes provam em relação à PT.

Casillas dicilmente será uma mina de ouro e pode acabar até por dar prejuizo financeiro. Serão 7 milhões em salários em dois anos, zero em passe. Não é um negócio caro (vide Imbula ou todos aqueles flops para comissionista ver...allo Bolat) mas o que é, sem duvida, é um negócio sem retorno. 

Portanto, que pensar do negócio Casillas?

Financeiramente é um erro atroz ter um futebolista veterano e que não decide jogos a receber mais de 1 milhão de euros do que o nosso recorde e do que o segundo jogador mais bem pago do plantel (agora é Tello).
Pode gerar todo o tipo de problemas de balneário, invejas, criticas se algum jogo correr mal, etc. Desportivamente dependerá do que Casillas for capaz de fazer em comparação a Helton. Sim, essa será a sua vara de medir.

Casillas tem de ser muito melhor, ganhar muitos mais pontos por si mesmo, ser muito mais determinante em jogos da Champions, para que desportivamente faça sentido abdicar de um jogador com o mesmo perfil e idade por outro pagando muitissimo mais. 

A nivel de exposição só o tempo o dirá.
O Porto será mais falado lá fora, seguramente em Espanha e na América Latina, e poderá aproveitar algo dessa exposição mas do mesmo modo que hoje o Sporting não é um clube altamente popular só porque teve a Schmeichel (que chegou a Portugal como campeão europeu em titulo, a mesma idade e a ganhar menos, em proporção, do que Casillas agora, em claro declive de carreira e com um cachet bem menor) também o Porto não se vai tornar numa referência mundial por Casillas. Nem o deve ser. 

Tenho a plena convição de que Iker vai fazer uma óptima temporada. 
Vai ser decisivo em alguns jogos, vai falhar alguma que outra vez, como todos. Vai permitir maior exposição do clube mas não necessariamente maiores ingressos. Se o seu salário fosse de acordo com a realidade do clube, teria sido um negócio que aprovaria, apesar de tudo. Mas não é.

Iker é mais caro do que aquilo que nós devemos - não podemos, que também não, mas devemos - pagar a um futebolista em fim de carreira, em particular para uma posição onde a alternativa, da casa e mais barata a todos os niveis, já nos dava a todos garantias nos próximos dois anos. A Iker desejo-lhe toda a sorte que não teve nos últimos anos em Espanha mas considero o negócio um erro, mais uma fuga para a frente de um grupo de dirigentes desesperados pela ausência de resultados dos últimos dois anos e que já não sabem que politica coerente seguir sempre e quando haja titulos que a justifiquem.

Que ninguém se engane. O FC Porto 2015/16 podia ser campeão e equipa de oitavos de final de Champions - os objectivos reais de cada ano - sem Iker Casillas. Com ele no plantel não muda nada. Ou melhor, não muda nada, desportivamente. Seremos no final do ano um clube mais pobre, com um buraco mais grande para tapar. Mas como alguns pretendem ficar aqui até morrer, esse problema já não será deles. Será nosso. E quando chegar esse momento, todos se lembrarão das boas noites que Casillas nos deu e se perguntarão se essas noites valiam os problemas que vieram depois. 

Suerte Iker!

PS: Os pais do Iker Casillas - que não o próprio, está claro - declararam ao jornal El Mundo que para eles o FC Porto é um clube de "Segunda Divisão B" e que o filho merecia algo muito melhor. Espero que o Porto demonstre ao Casillas que é possivel ser feliz longe de Madrid e que os portistas demonstrem, aos pais do Casillas, quando venham ao estádio do Dragão de Segunda Divisão B ver um jogo, com um enorme coro de aplausos o que um grupo de adeptos de "Segunda Divisão B" são capazes.

50 comentários:

Felisberto Costa disse...

Faz lembrar... Cubillas!!!!
Até rima!
De qualquer modo acho que foi muito bem ponderada a sua contratação, e não de lápis na orelha em papel mata-borrão! Acho eu...
Mas como não sou gestor economista ou financeiro, apenas sei que ganho 100 e só posso gastar 99, deixo isso para os dirigentes, que já por isso são eles os escolhidos. Mas que há um sintoma esquisito no ar que me faz prever o que vai acontecer pós- PdC, lá isso há! Vamo-nos ver... gregos???

pancas disse...

Miguel,
Concordo com muito do que dizes, mas parece-me que a tua teoria sobre vendas de camisolas de GRs nao e correcta.
E verdade que no Real, assim como outros gigantes, os GRs estao em baixo na lista das vendas. Mas ha que lembrar que ha muitas estrelas nessas equipas. No Porto, Iker nao vai ter de competir com CR7, Figo, Zidane, Hierro como fez no passado. Ele vai ser, de longe, o mais mediatico.
Por isso acho que nao vai ser um zero em marketing. Zeros e caros sao os Reyes, Ghilas, Walters e afins que nao rendem de maneira nenhuma, financeira ou desportiva.

DragaoMinho disse...

Essa do clube mais pobre e "com um buraco mais grande para tapar", é de ir ao "charco", parte a loiça toda, grande Petit!
Tentar perceber o negocio casillas na perspectiva do lucro é simplesmente tolice, nem sei o que o leva a fazer isso!
Sabe, nós portistas somos todos idiotas, e quem esta a gerir o clube ainda mais, ha 30 anos que é idiota!
O que faltava era sabermos a grande verdade deste negocio, em suma para si, a vinda de casillas é para tapar os olhos aos portistas por nao se ganhar nada há 2 anos de resto é so prejuízo!

ega disse...

...tenho a certeza que V.Ex° daqui a um ano, se as cores do quadro real, final, não forem tão cinzentas quanto, neste momento, as pinta, assumirá a precipitação e o engano das suas palavras, é que mesmo reconhecendo razão em parte do seu escrito, não posso acompanhá-lo, totalmente, na sua reflexão na medida em que para mim, um clube de futebol como o nosso é um espaço onde se não houver risco - pode haver calculismo e competência no risco - duas coisas acontecerão: " a apagada vil tristeza" própria dos certinhos que jogam na " 2° divisão B" ou então a glória, prestígio e proveito dos que mesmo sabendo das suas limitações se recusam a aceitar a mediocridade e o miserabilismo para a qual uns pulhas nos querem fazer acreditar que é lá que pertencemos. Cumprimentos.

karabatic13 disse...

Reflexão é a palavra chave. Mas o que vejo no universo portista é histeria e alienação.

Luís Vieira disse...

Está com sentimentos contraditórios, Miguel. Gostava de estar tão optimista quanto ao rendimento desportivo do Casillas, mas dada a amostra dos últimos anos não consigo. Em todo o caso, dou-lhe o benefício da dúvida porque já foi um fantástico guarda-redes e, longe dos ares de Madrid, poderá recuperar-se. Este é o único aspecto positivo que encontro no negócio, mas baseia-se apenas numa hipótese, numa potencialidade, o que é pouco. No que respeita à vertente financeira, nunca estivemos tão de acordo, subscrevo todas as palavras, particularmente estas: "Casillas tem de ser muito melhor, ganhar muitos mais pontos por si mesmo, ser muito mais determinante em jogos da Champions, para que desportivamente faça sentido abdicar de um jogador com o mesmo perfil e idade por outro pagando muitissimo mais". Independentemente disto tudo, vamos Iker!

José Rodrigues disse...

«No Porto, Iker nao vai ter de competir com CR7, Figo, Zidane, Hierro como fez no passado. Ele vai ser, de longe, o mais mediatico. Por isso acho que nao vai ser um zero em marketing.»

Bem, assinalo que o impacto do Casillas (ou qq outro jogador) nas receitas de merchandising do FCP é o impacto LIQUIDO da sua venda.

Ou seja, pouco interessa se 5, 20 ou 80% das camisolas vendidas são com o nome do Casillas, se for à custa da venda de camisolas de outros jogadores do FCP; o q interessa é quantas camisolas serao vendidas a mais do q se ele nao tivesse vindo, isso sim (e mais concretamente o lucro feito pela SAD nessas camisolas, alias).

«Zero» nao digo, mas os valores em questao sao negligenciaveis a meu ver. Consigo imaginar uns 100mil euros extra vindos daí, mais do q isso parece-me muito pouco provável.

José Rodrigues disse...

«Reflexão é a palavra chave. Mas o que vejo no universo portista é histeria e alienação.»

Bem, nao fico entusiasmado com esta contratacao. Somando todos os pros e contras, acho mesmo q era preferivel q nao viesse (mesmo q ja´ me tenha insurgido mais com outras contratacoes).

E vejo de facto uma certa histeria entre muitos adeptos que me desilude, reforcando a minha impressao de q a lenta mas inexoravel «benfiquizacao» dos adeptos do FCP cada vez é mais um facto. Neste caso, vejo muita gente mais preocupada com o buzz das redes sociais e Media do q com uma analise racional de pros e contras - o q para mim é um dos sintomas da tal «benfiquizacao».

Ainda sobre a tal analise mais racional: olhando apenas para o aspecto desportivo, eu ficaria muitissimo mais satisfeito se visse uma grande contratacao para PDL do q para GR (onde acho q estavamos relativamente bem servidos). Pessoalmente tenho poucas duvidas q essa posicao (PDL) será muito mais determinante no sucesso ou insucesso desportivo em 15/16 do q a chegada de Casillas.

Pedro ramos disse...

Confesso que sou dos poucos adeptos a quem esta contrataçao apenas provoca indiferença (talvez porque neste momento o meu entusiasmo para a próxima época esfumou-se), mas tenho-me divertido com algumas opinioes de adeptos.

1- Existe uma facçao de adeptos (portistas e nao só) que defende que Helton é muito melhor que Iker e que por isso essa contrataçao nao faz sentido em termos desportivos. Devem ser os mesmos que pensam que o Porto é candidato a ser campeao europeu com uma perna às costas, mas surpreendentemente esta facçao é maior do que alguma vez esperava.

2- A facçao que defende que esta contrataçao nao faz sentido em termos financeiros e que vai enterrar o clube já ele endividado. Ora para mim esta contrataçao em termos financeiros é uma pechincha, sobretudo se compararmos com os negócios recorrentes da SAD. Temos por exemplo Reyes que custou 7/9 milhoes e que fez 6/7 jogos em 2 anos, ou Octávio que custou 7 milhoes, 3,5 milhoes já pagos pelo clube para ser novamente emprestado ou Keyembe ou inumeros outros exemplos. Por isso gastar 7 milhoes em 2 anos com alguém como Iker, que quis vir para o clube, é uma grande pechincha.

santosanonymus disse...

Partindo do principio que são 3.5M€ e que Helton custa 2M€ estamos a falar de 5.5M€/época para a mesma posição com 0€ de retorno financeiro. 11M€ em duas épocas. Mas digamos que Casillas, por si só, rende 0.5M€. Ainda sobram 5M€/época que são impossíveis de rentabilizar, a não ser que a equipa chegue à meia-final da Champions.

E faz sentido gastar 3.5M€ num GR sem antes renovar com Alex Sandro, que vale 25/30M€? A renovação já está concluída e só falta assinar? Estão à espera do quê?

Por último, a questão a meu ver mais relevante:

Partindo do principio que o orçamento para 15/16 vai ser muito similar a nível de despesas, e que esta época em vez de 8.6M€ + 12M€ via Champions entram apenas 12M€, que jogadores vão permitir um encaixe líquido com vendas a rondar os 70M€ (100€ brutos)? Isto sendo conservador pois basta a equipa não chegar aos quartos para passar dos 70 para os 80M€.

Isto é algo que me está a fazer confusão, mas provavelmente está a escapar-me alguma coisa.

Cumprimentos.

Radamel Furacao disse...

O "problema" que pode causar o salario do Casillas não aconteceu com o "nobody" do Tello, portanto não acho que havera problemas dessa natureza.

Casillas traz muitissima experiencia e é grande profissional.

Grande contraçao no papel, agora a unica verdade que existe é a do relvado e começa dia 16 do proximo mês.

Daniel Gonçalves disse...

"Casillas é igualmente detentor dos seus direitos de imagem pelo que esqueçam também golpes publicitários que encham os cofres do Dragão..."

Miguel, desculpa a minha ignorância mas numa mera hipótese - com baixo grau de probabilidade reconheço - se o Iker Casillas fizer um spot publicitário envergando uma camisola do FC Porto, o nosso Clube não terá direito a uma percentagem?

Se o Casillas participar num evento desportivo não oficial ou num evento institucional envergando uma camisola do FC Porto o Clube não tem direito a "direitos de imagem"?

Pés-Juntos disse...

Para mim a vinda do Casillas é (1) muito boa se ele for bom a jogar com os pés - lembro que era essa a condição para o futuro titular da nossa baliza e (2) muito má se ele deixar passar muitos golos.

Considerações "La Palicianas" à parte, tendo em conta a experiência de vitórias e conquistas importantes acumulada bem como o desejo de vir para o Porto fazem de Casillas um sonoro "Sim" no meu entender.

A questão financeira NEM SE PÕE porque não é disso que se trata. 34-35 anos é uma excelente idade para um GR e com o Helton a apoiar temos toda a confiança na baliza que não tivemos no ano passado.

A questão das camisolas é outra falsa questão. Importante é a mensagem que o Porto dá ao mundo do futebol (adeptos, jogadores, treinadores e dirigentes) que não estamos nisto para brincar e este é mais um passo para demonstrar que temos todo o interesse em competir em todas as frentes e que estamos em todas para ganhar.

Pensem, amigos, na importância que Casillas pode ter em Gudiño (e nos demais jovens do plantel). Helton é bom, mas Casillas é Campeão Europeu, Mundial, Tri-Vencedor da Champions e 5 vezes campeão em Espanha.

Desperdiçar a oportunidade de ter este jogador no Plantel porque não dará retorno financeiro é o mesmo que dizer que não vale a pena ter um carro porque só dá prejuízo.

Estou muito contente por, mais do que ter Casillas, ter um Porto com vontade de crescer sem complexos e com muita cabeça.

pancas disse...

Jose,
Eu estava a argumentar sobre a teoria do Miguel de que por ser GR, os adeptos nao compram camisolas.
Mas alem disso vejo 3 maneiras de vendermos mais:
1- mercados/consumidores q nem sequer sabem q existe o FCP agora vao saber.
2- adeptos q normalmente nao iriam comprar camisola mas agora querem disfrutar deste grande nome com as nossas cores e assim compram
3- qq aumento de vendas significa melhor brand recognition q tende a transformar-se em melhores patrocinios e mais mercados

Serao valores significativos? Talvez nao, mas quem sabe ao certo?

José Rodrigues disse...

Acredito que possam a ser vendidas mais umas quantas camisolas do FCP que nao seriam vendidas se ele nao viesse, incluindo em Espanha ou na America Latina, mas a grande maioria dessas camisolas (q nao serao tantas como isso) serao... de candonga. A notavel excepcao será a de uns quantos espanhois de passagem pelo Dragao.

Volto a reiterar: dificilmente vejo o FCP a encaixar mais de 100mil euros extra de lucro em vendas de camisolas por causa da vinda dele.

De resto a «marca» FCP já era bem conhecida e qualquer acrescimo de reconhecimento terá fraca correspondencia em receitas extra (até pq como o Miguel assinalou, qualquer receita extra de transmissao de jogos irá para a Olivedesportos e não para nós - e quando tivermos um novo contrato já o Casillas saiu há muito).

Não, não será por aqui - «brand recognition» - que se justifica a sua venda (a não ser por uma questao de ego, sem correspondencia financeira; e mesmo isso...).

José Rodrigues disse...

«adeptos q normalmente nao iriam comprar camisola mas agora querem disfrutar deste grande nome com as nossas cores e assim compram»

Talvez haja uns quantos gatos pingados, mas nao estou a ver mais do q isso (i.e. falando de portistas q vao agora comprar uma camisola e nao comprariam se o Casillas nao viesse).

Mário Faria disse...

A situação financeira do clube merece particular atenção e não descarto outra via mais recomendável para o FCP crescer de forma sustentada, como se diz no jargão em voga. Mas, não creio que seja a vinda de Casillas um factor de distúrbio maior no equilíbrio das nossas contas. A sua contratação não tem nada de estruturante nem de fracturante, a meu ver. Não me encanta a sua vinda, porque o passado recente de Casillas não é notável em termos desportivos. Porém, a contratação de um atleta vai além do retorno financeiro se for bom em termos desportivos. Por isso, aceito que os responsáveis achem que sua contratação é útil para servir por 2 anos. Tal como fez com Quaresma ou Lucho quando regressaram. Quanto à utilidade de Casillas só depois de ver. Nesta semana tivemos que conviver com os pecados mortais e as pragas no Paralamento. O FCP não foi sujeito a essa bateria, mas andou lá perto, com a malvadez dos resistentes até morte e as venenosas boas noites de Casillas. Não havia necessidade.

Madeiran Marvel disse...

Concordo com muito do que diz mas acho que faltam outros pontos a mencionar como por exemplo:

i- Tendo Casillas no plantel pode ajudar a trazer outros jogadores ao clube (com o sem nome)... Em termos similares entre dois clubes sao estes pormenores que podem fazer a diferença e fazer um jogador optar por nos. Se for verdade que estamos interessados em Sergi Samper ou Darder de certeza que a presença do Casillas ajudaria na hora de escolher.


ii- Nao sei se vai trazer inveja ao nao ser que seja ao Helton... Pode entrar nos pensamentos de outros jogadores mas eu ja joguei e sei a motivacao que a vinda de um jogador como Casillas pode trazer. Os Espanhois de certeza estarao todos felizes e motivados, o Adrian precisa de algo para lhe por feliz em campo e pode ser uma figura como o Casillas a lhe dar uma forca extra. Nao se esqueçam que ele e um capitão.

iii- A vinda do Casillas e como uma proclamação de intenção e ambição para a nova época, nao so em Portugal como no resto do mundo. Isto tambem tras benefícios para dentro do balneário já que os jogadores sabem que o clube esta a montar uma equipa para a Champions League. O Deco ficou mais um ano porque o PDC lhe disse que queria ganhar a Champions League no próximo ano. Se o Alex tiver a mesma fe poderá ate ajudar com a prolongação do contrato (também pode dar justificação para ele pedir mais dinheiro).

iv- Eu ja decidi que esta epoca vou comprar duas camisas incluindo a de guarde redes com o nome de Casillas e nao serei o único a fazer isto. Eu sou de Londres e posso dizer que o numero de Portugueses que torce pelo Chelsea e ridiculo. Este fenomeno so depois de Mourinho e companhia mas muitos andam vestidos com as cores do Chelsea (muitas vezes com camisas que nao cobrem a barrigas de cerveja!)... ate os seus filhos andam equipados com camisa, calções e meias... Quantos de nos portistas nao ficamos mais do Barcelona quando o Deco partiu? Talvez falo por mim mas quando Pepe foi para Madrid eu queria ver mais jogos do Real, agora também vou estar a torcer pelo Danilo, (James também). Por isso nao concordo que nenhum adepto do Real nao sera um pouco mais portista. Algum jogador do Real ate pode vir a tribuna VIP do Dragão para apoiar seu amigo e ex colega.

v- Duvido que o Casillas fique acomodado com a titularidade. Ele tem uma personagem muito forte e de certeza vai querer trabalhar duro para mostrar dois dedos aos Florentino.

vi- Em relação as viagens diárias isso nao vai acontecer de certeza... e muito cansativo e um jogador profissional nao fara isso. Se Mohamed nao pode ir a montanha 'ela' vem ter com Mohamed (quando puder). Em dias de folga acho normal ele viajar ate Madrid. Parece que vai morar ao lado do Maicon e de certeza que a família de Maicon ajudara na integração do Casillas na cidade do Porto.

vii- Um ponto que pode ser negativo e nao vi mencionado sera que poderá haver algum acordo entre presidentes sobre outros jogadores do nosso plantel. Nao quero ver nenhum jogador sair por um preco baixo mas também nao creio que o PDC misture alhos com bugalhos... melhor seria dar direito de preferencia e assim assegurar o preco mais alto. (preferia ver um dos nossos ir para o Real Madrid do que para o Atletico Vigarista Madrid)

JF disse...

7 milhões em dois anos LIMPOS, só faltou dizer essa parte.

Quid disse...

Muita boa gente aqui fala em 5, 6, 7 milhões limpos.. como se estivessem dentro do assunto e já tivessem tido acesso ao contrato de trabalho assinado pelas partes.

Aquilo que eu sei e entendo é que o Casillas quis sair do RM por não se sentir querido e resolveu mudar de ares. Mas, antes fez finca pé em receber todos os seus direitos adquiridos com a sua entidade patronal.

Agora virem dizer que no Porto vai ganhar 5, 6, 7 milhões, ISSO a mim não convence. ISSO é conversa da treta de aziados e invejosos dos Pasquins regionais de Lixoboa.

Ai e tal porque o Casillas tem 34 anos e vem ganhar balúrdios..

Como se o Julio César o tal que levoi 7 da Alemanha não fizesse em Setembro 36 anos... e não tivesse recebido balúrdios de prémio de assinatura, balúrdios em luvas e não tenha um salário brutal !!!

Já sei, pimenta no dito cu-jo dos outros é refresco... e os jornaletas da treta e do croquete mandam a bocas, lançam o isco e muitos engolem sôfregos. Como se não soubéssemos como é, como essa gentalha de Lixoba age em relação ao FCP - Melhor clube português.

FCP - 7 Títulos Internacionais
SLB - 2 Títulos Internacionais
SCP - 1 Títulos Intrenacionais

E ISSO é que lhes faz comichão, causa engulho, azia, inveja, raiva, ódio até!!
E, depois, há portistas que parecem que nasceram ontem, que 'acarditam' em tudo o que vem nas capas embusteiras dos Pasquins.

O Feliz Berto falou aqui do Cubillas, eu lembro por ex., Madjer, Juary, Branco... todos eles eram 'velhos' e caros !!!



meirelesportuense disse...

Mais uma vez aqui se faz a critica acesa de qualquer opção que o Clube tome!.. -Se for um jogador desconhecido é porque vai ser flop, se for já conhecido é um barrete, se for um jovem é imaturo, se for experiente é velhadas, se for Português tem pouca notoriedade, se for brasileiro é mandrião, se for bom é muito caro, se fraquinho tem que comer vitaminas...
Apenas me interessa ressalvar a posição do Casillas. Numa situação complicadíssima foi fiel a si mesmo, às suas ideias e manteve uma elegância e um respeito enormes em relação ao FCdoPorto.Ponto final.

meirelesportuense disse...

-Blomdahl jogador do FCdoPorto conquistou a Taça do Mundo de Bilhar às três tabelas!...Isto é só para valorizar um bocadinho o "nosso" FCdoPorto.

José Lopes disse...

Bem, eu sinto-me afortunado por ainda manter uma suficiente dose de fe clubista para ficar francamente entusiasmado com esta contrataca. Andei esta semana em cima de toda e qualquer actualizacao da imprensa espanhola sobre o Casillas e fiquei por isso muito contente quando li a oficializacao da contratacao ontem a tarde. Fomos imediatamente manchete em todo o mundo, incluindo aqui no Canada. Vejam a atencao da imprensa, mas tambem a repercussao que isto esta a ter nos canais do clube nas redes sociais, vejam os numeros, leiam os comentarios.

Espanta-me que pessoas que criticam constantamente, e bem, o clube por nao demonstrar suficiente ambicao e parecer contentar-se com a rivalidade com o Benfica tenham agora um discurso de economia de merceeiro, olhando para Casillas como um investimento tresloucado porque dificilmente recuperaremos o dinheiro investido, pelo menos de forma directa. Sim, ninguem estara a pensar vende-lo por 10 milhoes daqui a um ano e ainda bem. No entanto, Casillas ja esta a trazer muito maior exposicao mediatica e outros proveitos poderao seguir-se, seja a influencia que isto pode ter em jogadores que queiramos contratar, seja um maior entusiasmo nos adeptos, seja no interesse gerado em potenciais patrocinadores, etc. Casillas e' uma merca global. Estamos com isto tambem a mostrar que estamos no mercado, que sabemos mexer-nos, que temos ambicao e que, para clube de Segunda B, nao parecemos parvos. Pensem tambem na influencia que a convivencia com alguem com este estatuto pode ter nos jovens da equipa, seja em termos de motivacao, seja de aprendizagem (o exemplo de Gudino acima de todos), seja de valorizacao caso o rendimento desportivo do Casillas alavanque a equipa.

Uma outra critica habitual a politica desportiva do Porto e' a de construir planteis na unica base do entreposto comercial, enchendo-o de putos que nao passam de promessas mais ou menos longinquas e nao o mesclando suficientemente com jogadores da casa e jogadores experientes, Sendo certo que Casillas e' um madridista e simbolo do Real, certamente trara consigo toda a experiencia, exemplo, carisma e autoridade natural de quem ja tanto ganhou, de quem conviveu sempre com grandes craques, foi treinado por alguns dos melhores, e veio dos escaloes-base de um clube para o estrelato mundial. Sera sempre uma voz com peso em qualquer situacao, alguem automaticamente respeitado por todos. E' certo que ganhara bem mais do que qualquer um, mas um seu curriculum e' incomparavel e se a isso juntar o rendimento desportivo que se espera, nao vejo porque e' que alguem se sentira autorizado a questionar a diferenca dos salarios.

Quanto ao rendimento desportivo, e' claro que tera de ser muito melhor que o evidenciado nos ultimos tempos de Madrid para que esta contratacao seja um sucesso. Melhor ainda se a boas defesas vierem associados titulos. Casillas tem problemas nos cruzamentos laterais, todos sabemos disso, coisa em que Helton da bastante seguranca. Acredito que com a injeccao de confianca que a direccao e a equipa tecnica saberao transmitir ele voltara ao seu melhor nivel, assim mantenha a humildade e ambicao que passou nas suas palavras a nos dirigidas na conferencia de imprensa de hoje.

Esta e' a maior contratacao de sempre do nosso clube, a maior bomba de sempre no mercado de transferencias portugues. Ainda me parece mentira, mas Casillas ja e' nosso. Saibamos todos faze-lo sentir-se em casa!

Nightwish disse...

"Eu sou de Londres e posso dizer que o numero de Portugueses que torce pelo Chelsea e ridiculo"
Os portugueses gostam muito de ser provincianos parolos, cada um que tem sucesso mediático lá fora é um deus na terra.

Miguel Lourenço Pereira disse...

José,

Um guarda-redes, na etapa descendente da sua carreira, que sai em conflito com um clube e elege o FCP por ser, entre as duas opções, a que está mais perto do seu domicilio (decisão tão respeitavel como qualquer outra) ser a maior transferência da história do FCP parece-me ser um comentário bastante audaz.

Para ser, como muito, a maior, convém que a sua presença venha acompanhada do que aquilo que não conseguimos conquistar. Madjer foi seguramente uma transferência muito maior do que poderá ser, salvo milagre, a de Casillas, jogador que, desportivamente, vai mudar muito pouco a equipa.

Se falamos de mais mediática - e não a maior - a conversa é outra.

Já agora, são os jogadores que se devem adaptar ao clube, não nós, clube, que temos de fazer "prima donas" sentirem-se em casa. Esta inversão de mentalidades no FCP dista, cada vez, da base original do nosso sucesso: o clube por cima de qualquer um dos seus elementos!

O2T disse...

Ao ler este artigo, lembrei-me de... 2001/2002. Porto não é campeão há 2 épocas (ganhou apenas TPortg). Jardel em Pedras Rubras, de cachecol do Porto ao pescoço. Está de regresso? Não. Octávio Machado achou que não encaixava no modelo de jogo e que o salário podia desestabilizar o balneário das Antas. Acabou por assinar (e ser campeão) pelo Zportingue.

Carrela disse...

Schmeichel, que eu saiba chegou com 36 anos, e ia fazer 37 no final desse ano...
IKER chega com 34 acabados de fazer! É a mesma coisa?

Se Schmeichel chegou, vencedor da CL (provavelmente a final de CL, mais decidida à custa da sorte que alguma vez existiu, pormenores eu sei!)
, Iker chega com um curriculum que NENHUM outro tem em actividade...

Por isso, estou convencido que não será o ordenado dele a destabilizar o que quer que seja no balneário!

Em qualquer negócio, há sempre por onde pegar... nunca mais me esquece MST que usou o argumento "Jackson era feio", quando o FCP o foi buscar... e muito caro, etc etc...

Iker é daquelas oportunidades que surgem 1 vez, repito, UMA VEZ, e o FCP agarrou com as duas mãos!
Sou dos que acha que fez bem!

Financeiramente pode ser um peso, mas um clube é muito mais que isso!
Quem lá estám saberá gerir a coisa!
Porque merece esse benefício de dúvida! E Não recebe lições de gestão de ninguém!

MUITO, MAS MESMO MUITO satisfeito com a vinda de IKER!
E digo já que nunca fui fã dele!
Mas passei a ser!

Cumps

Carrela disse...

«Que ninguém se engane. O FC Porto 2015/16 podia ser campeão e equipa de oitavos de final de Champions - os objectivos reais de cada ano - sem Iker Casillas. Com ele no plantel não muda nada. Ou melhor, não muda nada, desportivamente.»

Esta é uma verdadeira afirmação à prof. Bambu ou Maya!


Eu prefiro "enganar-me" e afirmar que Iker, se estiver bem (eu engano-me que sim), será um ENORME acréscimo desportivo para o nosso clube!

O ano passado pagamos pela imaturidade/falta de experiência, foi sempre uma dos "problemas" que eu apontei à equipa, logo, como este acréscimo de experiência, de um elemento com um curriculum tremendo e praticamente inigualável nos tempos que correm é sem sombra de dúvidas, o solucionar desse problema!
Assim como a vinda de um "Maxi" (que eu não gosto mas sei que é um grande acréscimo desportivo)!

cumps

Miguel Lourenço Pereira disse...

Meireles,

Não há qualquer critica ao clube porque sim. Simplesmente não acredito que um bom guarda-redes como é o Iker justifique o investimento do clube quando há muito mais relevantes debilidades no plantel nem que vai ser graças a ele que a equipa vá ganhar algo que podia ganhar com Helton.

Carrela disse...

Só uma pergunta.

O que sabe o Miguel, para afirmar que o factor de decisão foi o "estar mais perto"?

Acha que o projecto FCP não pesou MAIS que tudo?

EU TENHO A CERTEZA QUE SIM!


Miguel Lourenço Pereira disse...

Seguramente a imprensa espanhola está envolvida no complot mundial alimentado pelo Benfica contra o Porto porque esses numeros foram sempre citados por eles. Seguramente que sim!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Anuncios com sponsors do clube são para o clube, anuncios individuais do jogador ou sem indumentaria do clube, são para o jogador.

Para o Casillas fazer um anuncio com a Gillete ou a Samsung com a camisola do FCP é porque esse contrato é feito com o clube. Nos anuncios dos seus sponsors particulares vestirá outro tipo de indumentaria e receberá 100%!

Luís Vieira disse...

José, toda a retórica cai por terra se o Casillas não render desportivamente de forma superlativa. O rótulo de "jogador mais bem pago da história do clube e do futebol português" assim o obriga. A grande preocupação é esta, umbilicalmente ligada ao forte investimento. Se correr bem, excelente. Se correr mal, criou-se um buraco desnecessário, não apagado pelo aumento de likes e de camisolas de guarda-redes vendidas. Por último, se o Casillas estivesse no auge das suas capacidades, poucos poriam em causa o negócio. Com a amostra do passado recente, é difícil ficar deslumbrado. O Buffon daria mais segurança, por exemplo.

RS disse...

A exposição mediática que o Casillas já trouxe e continuará a trazer ao FCP é algo que não tem preço. Senão vejamos... a página do FCP no Facebook já é a que tem maior número de seguidores de entre os clubes portugueses (ultrapassou a barreira dos 3 milhões). Na última semana teve um aumento de mais de 300%!!! Não se pode dissociar este facto da escolha do patrocinador que tarda em chegar. O FCP reforçou a sua presença mediática em Espanha e passa a ser um veiculo de publicidade muito mais atractivo. Discutir a contratação do Casillas é como discutir se ganhar o euromilhões é bom ou não... não faz sentido nenhum...

Abel Pereira disse...

Os títulos conquistados serviam de aval aos muitos negócios que há muito tempo têm vindo a ser feitos pelos dirigentes do FCP, negócios esses que têm endividado cada vez mais o clube. Mesmo na ausência de conquistas os que intervêm na contratação e vendas de jogadores continuam a lucrar à grande e à francesa. Na época passada, a juventude dos atletas era apontada como justificação para o desconcerto dos desempenhos da equipa. Não vai ser preciso esperar muito para que os veteranos, ora contratados, sejam, e serão mesmo, acho eu, a justificação para mais uma época fracassada. Se bem que, em minha opinião, vencer provas nacionais, mas não passar a fase de grupos da Liga dos Campeões, não chega para que se possa falar de uma época bem conseguida. Aliás, os 6 jogos da LC em que Iker conta jogar terão sido o factor determinante para se ter decido, de modo tão categórico, pelo ingresso no FCP...

Luís Pires disse...

acho que a página do Porto no facebook já era a que tinha mais seguidores de entre os clubes portugueses.
e já agora, a página do Iker Casillas, com o anúncio da vinda para o Porto, cresceu de 23 para 24 milhões de seguidores, portanto também lhe damos alguma exposição ;)

Miguel Cosme disse...

;p

José Lopes disse...

Miguel,

Claro que estava a falar em termos de impacto mediatico, que decorre do clube do qual o Casillas provem e do curriculum que ele la construiu.

Quanto a adaptar o clube, nao o sugeri. Parece-me, no entanto, e' que para fazer com que o Casillas renda aquilo que se deseja, sera necessario trabalhar-lhe a confianca, coisa que andava claramente em baixo nos ultimos anos. Sera mais um no balneario (espero eu) no que toca a ter de trabalhar, mas o clube tera todo o interesse em ajuda-lo a ajudar-nos.

José Lopes disse...

Luis,

Seria impossivel ir buscar o Casillas no seu auge, todos o sabemos. Este foi um negocio de oportunidade, incluindo o facto de termos o Lopetegui como treinador. Tambem eu preferia ter o Buffon actual ao Casillas actual, as garantias seriam outras, mas tambem preferia ter o Messi ao Brahimi... Vamos esperar para ver de que forma o clube sera capaz de fazer com que o Casillas de outros tempos regresse. Nao tem 40 anos, esta bem a tempo de recuperar a boa forma.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Carrela,

Para ser um "ENORME" acréscimo desportivo, exige a lógica, vai ser necessário que leve a equipa para outro patamar. Que patamar é esse?
a) melhorar o que a equipa deve fazer na Liga, ser campeão. Mas, segundo quase todos os portistas, o FCP com Fabiano merecia tê-lo sido já no ano passado.
b) elevar o nivel de exibição na Europa. Como fazemos isso? Voltar, como minimo, ao Quartos-de-Final e conseguir, como minimo, um resultado melhor que o de este ano.

Qualquer outro cenário pode eventualmente - como é normal - nem ser culpa de Iker mas a sua chegada, desportivamente, terá valido isso mesmo - ZERO!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Carrela,

"Quem lá estám saberá gerir a coisa!
Porque merece esse benefício de dúvida! E Não recebe lições de gestão de ninguém!"

Seguramente recebem lições de muitos economistas que discrepam que um modelo de exito passe por um aumento anual de passive, uma excessiva dependência de vendas de activos e um buraco que exige um financiamiento trimestral com empréstimos de curta duração para comer.

Mas se o FCP não tem passivo, não precisa de vender nem de emprestimos regulares, então sim, não precisam de licções de ninguem!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Jose,

Estamos de acordo!

Carrela disse...

ohhh Miguel, a sério?

O clube é uma empresa com o objectivo de dar lucro?

Quem fez melhor no contexto Português?
Ora diga lá de sua justiça!

Deve ser daqueles que trocava todos os títulos, por uma gestão sem passivo, exemplar, e ZERO títulos! Fantástico...

Carrela disse...

No ano em que ficamos com Kléber como PL, fomos campeões!
Isso quer dizer que o devíamos ter continuado com ele como PL?
Em vez de ir buscar Jackson?


Pelas suas palavras depreendo que sim!


Aliás, até vou mais longe, devíamos ter mantido o Kelvin no plantel, só para usar contra o clube do colinho, porque se decidiu um campeonato decidia outro...

Não pudemos ver as coisas de forma tão redutora!
O futebol, não é uma equação matemática básica... em que os mesmos inputs produzem sempre o mesmo resultado!

Quantas vezes se decide mal e corre bem? Alguém sabe?
Quantas vezes se decide bem e corre mal? Alguém sabe?

É tudo uma questão de melhorar as probabilidades, e se acha que um Iker não melhora as probabilidades de sucesso... ok, é a sua opinião! A minha é um claro SIM!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Carrela,

Eu não sou do FC Porto para celebrar titulos. Aí está, provavelmente, a diferença. Infelizmente há muitos adeptos que só cá estão para em Maio celebrar. O FCP dura 365 dias ao ano, ganhe-se ou não se ganhe. Se falir, não vai estar cá nem para ser 10º.

Os titulos, na equação de paixão por um clube, vêm lá no fim.

Felisberto Costa disse...

Como Casillas já tivemos... Pizzi!
Como Casillas já tivemos... Casagrande!
Como Casillas já tivemos... Matos!
Como Casillas já tivemos... Herédia!
Como Casillas já tivemos... Dinis!

Só nunca tivemos um Casillas como grande factor de marketing!
Aliás essa é a minha teoria. Casillas é a chave do próximo sponsor!

Luís Vieira disse...

Esperemos que sim, José, para bem de todos.

Carrela disse...

Esta é muito boa...
Eu também não sou do Porto para festejar títulos!
Sou do Porto desde que nasci, até morrer, independentemente de ficar o resto da vida sem ganhar seja o que for!
Portanto!!!!!!!!!!!

Agora, quero que o meu clube ganhe, nem tanto por mim, mas também, mas acima de tudo pelo meu clube!

Mas deixe lá Miguel, se a sua preocupação é apenas e só as contas, se um dia o Porto falir, rifa tudo... e fica uns 20 ou 30 anos a lutar para não descer, e mesmo que desça... o importante é que apresente umas continhas janotas, e ai o Miguel estará contente, certo?
Então qual é a sua preocupação afinal?

Miguel Lourenço Pereira disse...

Carrela,

É extremamente simples. Que o FCP seja uma instituição que respeite as suas origens, solvente, que deva o minimo indispensável para poder exercer a sua actividade polidesportiva e que sirva de elemento de união da cidade e da região.

Se isso traz ou não traz titulos, quartos, meias ou oitavos de Champions, patrocinio em Jakarta ou La Paz, é-me totalmente irrelevante. O FCP pode cair nos distritais, pode estar 40 anos a ganhar 5 titulos (ja esteve e ninguém morreu por isso) que a minha devoção ao clube não vai mudar. Mas continue a aumentar a dividia, a depender de empréstimos para pagar salários e a entrar numa espiral auto-destructiva para "manter-se competitivo" (porque tem ganho muito nos ultimos dois anos com esse modelo, sem duvida) então talvez não sobre clube nenhum.

Cada um é adepto do clube pelo motivo que deseja, não vou entrar nesse campo. Mas preferir que o clube esteja totalmente endividado, alineando os seus bens, para lutar por pedaços de metal parece-me ser um contrasenso se se quer deixar um clube para os que vêm a seguir.

Pedro disse...

http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=4693763

Pois, não ia haver retorno nenhum....