segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Os “recados” de Lopetegui

Crónica parcial do FC Porto x Estoril em O JOGO


«Assim de repente, é difícil não ver na escolha de Indi para o lado esquerdo da defesa e de Brahimi para o eixo do meio-campo, no apoio a Aboubakar, duas indiretas de Lopetegui à SAD portista, quando faltam cerca de 48 horas para o encerramento do mercado de transferências. Uma espécie de lembrete de que, pelo menos para já, Cissokho e José Angel não chegam para as encomendas do treinador e de que a equipa funciona melhor com um médio criativo, dinâmico e desequilibrador atrás do ponta de lança, sendo conveniente que, para tê-lo lá, não seja preciso sacrificar o melhor extremo da equipa. De resto, o jogo com o Estoril tratou de mostrar que, de facto, para além de alguma concentração e disciplina tática, faltam soluções à equipa.»
Jorge Maia, Diretor adjunto de O JOGO


Mensagens subliminares, indiretas, lembretes, é bem provável que esta leitura, feita por jornalistas de O JOGO, esteja correcta.

Mas, para além dos “recados” enviados à Administração da SAD (com os adeptos portistas em Cc), talvez fosse interessante que Lopetegui também desse algumas explicações.

Por exemplo, na perspectiva de Lopetegui, quer Cissokho (nesta altura), quer José Angel, não servem para serem titulares num jogo em casa, frente ao Estoril (!) e, por isso, o treinador do FC Porto adaptou um central (Indi) a defesa-esquerdo.
Contudo, pressuponho que Lopetegui terá dado o seu aval à respectiva contratação e, no caso particular do lateral-esquerdo espanhol, terá sido mesmo por indicação de Lopetegui que a FC Porto SAD o contratou (na época passada).

Outro exemplo: era mesmo necessário “sacrificar o melhor extremo da equipa” (Brahimi), colocando-o no meio (na posição 10), nas costas do ponta-de-lança, quando o treinador tem à sua disposição Evandro e Alberto Bueno?

Bueno é um avançado disfarçado de médio, que pode ajudar a transportar jogo. Ele tem essas caraterísticas

Será que sonhei, ou foi Julen Lopetegui quem disse isto, na flash interview da SportTV, após o jogo contra o Stoke City (vitória por 3-1), sobre o papel que Bueno poderia ter na equipa do FC Porto?

Voltando ao início. Parece-me mais ou menos óbvio que Lopetegui está a “esticar a corda”, para ver se a SAD lhe dá mais/melhores reforços.
Mas, se assim é, convinha que o próprio Lopetegui explicasse a utilidade de jogadores que, supostamente, a SAD contratou por sua indicação, como são os casos de José Angel e de Alberto Bueno.

24 comentários:

Ricardo Rodrigues disse...

Será que o Bueno foi mesmo escolha de Lopetegui? É que Bueno veio a custo zero, e a SAD poderá ter vislumbrado aí uma hipótese de encaixar uns milhões.

José Correia disse...

08-04-2015 Bueno: «Lopetegui foi muito importante na minha carreira»
http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/fc-porto/bueno-lopetegui-foi-muito-importante-na-minha-carreira

José Correia disse...

28-05-2015 Lopetegui explicou a Bueno como vai encaixar no FC Porto
http://www.maisfutebol.iol.pt/fc-porto/transferencias/bueno-despede-se-do-rayo-foi-um-prazer-integrar-esta-familia

Filipe Sousa disse...

O Fabiano Soares, com muito menos "solucoes", consegue ter uma equipa a produzir um futebol muito melhor que o Porto - i.e. o problema nao sao as "solucoes" ou a ausencia delas: é a falta de capacidade de quem devia organizar as existentes. A seguirmos este caminho, só seremos campeoes quando tivermos o Suaréz, o Neymar e o Messi, porque até lá as "solucoes" nunca serao suficientes.

Felisberto Costa disse...

Será que sou pouco portista ao dizer que neste apetite de mercado pelo treinador, a SAD também não poderia ir referenciando um para futuro?
Será que sou pouco portista ao dizer que na Inglaterra país do futebol, não se assobia, mas paradoxalmente aplaude-se a equipa adversária de tal maneira como se fosse a nossa e que se fizessemos isso cá seríamos "degolados"?
Será que sou pouco portista ao afirmar que com este treinador vivemos a era Paulo Fonseca versão 3.0?
E será que sou pouco portista ao ser exigente com a minha equipa, querer que ela dê tudo em campo, querer que ela seja sempre a melhor, mesmo sabendo de antemão que também há adversários bem melhores que nós?

Paulo Rodrigues disse...

Assino por debaixo caro Filipe Sousa, quem me dera que o meu (nosso) FCP jogasse tão bem como joga o Estoril com menos recursos.

HULK ONZE MILHAS disse...

Um óptimo regresso do José Correia, cujos comentários quase diários me estavam a fazer muita falta.
Realmente esta situação é paradoxal na gestão de PdC, seja no FCP seja na SAD.
Achei estranho que Cissoko tenha sido titular na Madeira. Não tinha feito a pre-época e no plantel existiam outras opções, tal como foi feito contra o Estoril. Qual teria sido a ideia do treinador no jogo da Madeira??.Errou, precipitou-se... ou quis provar à SAD que Cissoko não servia, queimando 2 pontos e um jogador que no futuro lhe poderia ser útil?
Muito coisa estranha se está a passar no meu FCP, fazendo-me lembrar os tempos anteriores à Presidência de Pinto da Costa, dos quais não tenho saudades nenhumas!!!

Luís Vieira disse...

Acho mal a não utilização do Evandro e a rábula dos laterais esquerdos: Cissokho titular, enterra, vai para a bancada. Ángel não calça, adapta-se Indi. Enfim, uma confusão sem nexo do treinador. Não obstante, a época foi planeada a contar com o Alex Sandro (até lhe entregaram a braçadeira de capitão, pasme-se) e com a chegada de um médio ofensivo, entre Óliver e Lucas Lima. Último dia de mercado e chega-nos Layún, um remendo para compor a selecção B mexicana (a actual nacionalidade fetiche da SAD) e do 10 não há notícias. O Lopetegui, nesta fase, não é o único com culpas no cartório como a esmagadora maioria dos portistas quer fazer crer.

pancas disse...

Ja para nao falar nos estragos que Lopetegui causou ao seu proprio "modelo experimental" (4-2-3-1) ao por um lateral esquerdo que nao passava do meio-campo. Se ele quer mandar mensagens, que use o email, nao jogos a doer. Por pouco seria outro empate em que ele tem muitas culpas no cartorio....

Manuel Lopes Rocha disse...

E não se estará, porventura, a exagerar? Entendo perfeitamente que, na ressaca de jogos menos bons (Marítimo e Estoril), a comunicação social e os adeptos comecem a embarcar em teorias que, a frio, podem não fazer tanto sentido. Vejamos: Duvido que Lopetegui quisesse mesmo enviar "indirectas" à SAD - duvido que um treinador, por mais teimoso que seja, quisesse pôr em causa a preparação de um jogo para enviar recados a quem quer que seja. Reparem que as decisões não são assim tão anormais: há séculos que muitos suspiram por ver Brahimi no centro do terreno (ou "mais próximo das zonas de finalização", como diriam os eruditos) e não foi a primeira vez que lá jogou; no caso de Martins Indi, é titular da selecção holandesa e, como é óbvio, tem que jogar nem que seja de vez em quando e de preferência que não tire o lugar à estável dupla Maicon-Marcano. São duas explicações mais simples do que a teoria dos recados.

Por outro lado, não é a primeira vez que Lopetegui procura outras soluções. Ainda que se possa criticar as opções, a verdade é que, no ano passado, o nosso treinador colocou Oliver numa faixa (quando tinha extremos de raíz) e testou ainda Marcano a trinco em alguns jogos. Ou, nounum plano ligeiramente diferente, apostou em Ruben Neves deixando no banco Casemiro no início da última temporada. Estaria ele a enviar recados à SAD ("preciso de mais um extremo! preciso de outro trinco!") ou estaria simplesmente - concorde-se ou não - a testar outras soluções? Não me lembro, nessas alturas, de ouvir ninguém a dizer que estaria a "esticar a corda".

Em alturas de resultados menos bons e de exibições negativas, é comum colocar-se tudo em causa. O treinador - e, em particular, Lopetegui - é sempre um alvo fácil. Mas na época passada a equipa também começou menos bem e, salvo alguns erros de percurso, fomos em crescendo (ou, em linguagem tauromáquica, "de menos a mais"). Tenho muita esperança que assim seja, mas desta vez com títulos!

miguel.ca disse...

O comentário do Filipe trás de volta a velha questão que já aqui foi referida milhares de vezes. O principal problema deste Porto não é o plantel, as soluções ou a falta delas! O problema deste Porto é um treinador medíocre que não se cansa de expor a sua mediocridade de forma inegável quer na forma como organiza a equipa, as substituições que faz, a lamentável incapacidade de motivar a equipa a lutar por um resultado e, aparentemente, também pelas pobres opções que impingiu à SAD com aquele mega flop Adrián Lopez à cabeça.
Eu não entendo como é que ainda há gente que deposita esperanças em Julen Lopetegui!

miguel.ca disse...

Isso leva ao ponto 2 daquilo que se tornou uma tendencia crescente na opinião de cada vez mais Portistas. Esta SAD está cansada, enferrujada e a meter água e temo que haja lobbies de empresários e fundos com mais poder de decisão do que a Administração em si. Parece-me que Pinto da Costa na sua ânsia de por um lado promover grandes negocios em vendas e por outro lado na sua ânsia de se manter competitivo e vencedor, se deixou arrastar acidentalmente para o poço dos empresários, representantes e fundos e das obrigações, dos favores, dos interesses de terceiras partes e de toda a panoplia de contras que estas parcerias envolvem e como essa maralha anda no futebol para enriquecer e não para "ajudar clubes mais pequenos a manterem-se competitivos na Europa" no fim quem se lixa é o dito clube e quem gosta dele.
Parece-me que o Porto contrata por catálogo onde as soluções disponiveis se resumem ao stock de determinado fundo ou agente Fifa.

Pedro ramos disse...

Uma vez que foi um fim-de-semana de recados, deixo aqui um, na forma de pergunta ao nosso treinador:

Lope, se o objectivo é dominar os adversários com posse de bola, nao seria melhor começar a colocar médios que sejam bons tecnicamente e usam a sua inteligencia ao serviço do seu jogo em detrimento de tractores e corredores desmiolados?

José Correia disse...

Luís Vieira disse: "Último dia de mercado e chega-nos Layún, um remendo para compor a selecção B mexicana (a actual nacionalidade fetiche da SAD)..."

Não percebi.
O Miguel Layun vem (?) por fetiche da SAD, ou porque para Lopetegui os dois laterais esquerdos que tinha à sua disposição - Cissokho e José Angel - não servem?

José Correia disse...

Luís Vieira disse: "...e do 10 não há notícias"

Lopetegui não quis Quintero e, no plantel, existem Evandro, Bueno e... Brahimi.
Mesmo assim, o Luís Vieira entende que a SAD deveria, por exemplo, ter acedido aos caprichos e exigências mirabolantes (3 milhões de euros de prémio de assinatura!) de Lucas Lima?

José Correia disse...

Luís Vieira disse: "O Lopetegui, nesta fase, não é o único com culpas no cartório como a esmagadora maioria dos portistas quer fazer crer"

As culpas nunca são apenas do treinador.

Mais. Se o treinador se revelar incapaz (o que ainda não é o caso de Lopetegui), a responsabilidade maior é de quem o escolheu.

José Correia disse...

"Mas na época passada a equipa também começou menos bem..."

Não é verdade.
Na época passada o FC Porto começou bastante bem (melhor do que se esperava), quer na Liga dos Campeões (incluindo os dois jogos do play-off contra o Lille), quer no campeonato (onde só foi travado em Guimarães, muito por causa de uma arbitragem escandalosa).

Manuel Lopes Rocha disse...

Depende da perspectiva. Depois desses jogos (ainda me lembro, contra o Lille, de ouvir assobios a um tal de... Oliver Torres), tivemos um 0-0 contra o Boavista em casa, um 1-1 em Alvalade e um sofrível 2-1 contra o Braga (e, três jornadas depois, o famoso 2-2 no Estoril).

Mas o ponto principal do meu comentário não é esse, de todo.

Louro disse...

Acho lamentável a cedência de jogadores como Ricardo Pereira e Hernâni e em troca vêm mexicanos. Então e o mega flop Tello fica?, Herrera também fica?
Como sócio, já vai ser o terceiro ano sem renovar o lugar anual e pelos vistos estou a acertar em cheio..
Receberam 100 milhões de euros e compram mexicanos?
Onde está o ponta de lança, o nº 10 e o defesa central que tanta falta fazem?
Vendam o Ruben Neves , o Sergio Oliveira , o Andre Andre e o Andre Silva e coloquem um sponsor espanhol porque isto já é demais....
Como socio este ano não ponho lá os pés...FC Puerto?

Luís Vieira disse...

miguel.ca, na mouche!

José Correia, o Layún veio porque o Alex Sandro abalou. O fetiche é com a nacionalidade, não com as contratações por atacado. O Quintero, com diversos treinadores, não confirmou o potencial que se lhe adivinhava. É excelente com a bola no pé, falta-lhe tudo o resto. Parca ou nula evolução, espero que o empréstimo (aceitável) lhe faça bem. O Bueno e o Brahimi não são médios ofensivos, podem ser boas adaptações. O Evandro é o único desaproveitado, mas não tem a qualidade de outros nomes, à cabeça Óliver. O Lucas Lima não era a única solução no mercado, por isso não reclamo a cedência às exigências, mas a contratação de um jogador capaz para uma posição carenciada. Porventura, o catálogo Doyen não permite uma visão mais alargada, mas isso é outra história.

José Correia disse...

Luís Vieira disse: "o Layún veio porque o Alex Sandro abalou. O fetiche é com a nacionalidade"

Fetiche com a nacionalidade?!!
Se o Layún se revelar uma boa solução para jogar nas laterais, qual é o problema de ser mexicano?

José Correia disse...

Luís Vieira disse: "O Bueno e o Brahimi não são médios ofensivos, podem ser boas adaptações"

O Brahimi sempre disse que preferia jogar no meio.
Adaptação (boa) é pôr o Brahimi a jogar na ala esquerda.

Quanto ao Alberto Bueno, remeto para o texto do artigo e para as declarações de Lopetegui após o jogo (e boa exibição do Bueno) contra o Stoke City.

José Correia disse...

Luís Vieira disse: "O Evandro é o único desaproveitado, mas não tem a qualidade de outros nomes, à cabeça Óliver"

Nem o Aboubakar tem a qualidade do Jackson.
Nem o Varela tem a qualidade do Quaresma.
Nem o Danilo tem a qualidade do Casemiro.

O Evandro faz parte do plantel e sempre que foi chamado, deu boa conta do recado.

Luís Vieira disse...

Não há qualquer problema. Notei apenas, ironicamente, o novo fetiche da SAD, como houve, em tempos, com argentinos, uruguaios e colombianos. Algum problema com isto? Espero que o Layún não se revele um Mareque ou um Benítez, antes um Fucile. Mais que isso duvido, caso contrário não teria sido preterido pelo modesto Watford. Onde param Zuñiga e Siqueira? O Danilo (o do Real) também dizia que preferia ser médio e é um dos melhores laterais direitos do mundo. O facto de os jogadores jogarem ocasionalmente numa posição e preferirem jogar aí não lhes confere esse estatuto. Face ao exposto, dos muitos jogos que vi do Brahimi e dos poucos que vi do Bueno reafirmo que o 1° é extremo e o 2° é avançado centro, atendendo às suas principais características. Podem, contudo, ser adaptados, mas não numa dinâmica de 4x3x3 com médios interiores. Quanto ao Evandro, estamos de acordo, não percebo a sua subutilização, mas depois de tanto alarido com Óliver e Lucas Lima, chegar ao fim e não ter nenhum, nem alternativa, é desapontante.