sexta-feira, 11 de setembro de 2015

O calendário

Na defesa do título conquistado na época passada, o SLB iniciou o campeonato no estádio da Luz (frente ao Estoril).
Uma semana depois, os encarnados continuaram a jogar em casa, visto a Direção do Arouca ter optado por receber o clube do regime num campo “neutro”, de modo a encher o estádio de Aveiro com… benfiquistas!
Na 3ª jornada o SLB regressou ao estádio da Luz, para enfrentar o Moreirense, onde irá continuar na 4ª jornada (Belenenses) e no 1º jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões (Astana).

Cinco jogos em casa seguidos!
Alguém se lembra de um outro clube, português ou estrangeiro, alguma vez ter tido um calendário de início de época semelhante?

Em contraste, logo à 2ª jornada, o FC Porto teve uma deslocação à Madeira (onde o efeito emigrantes-agosto não se faz sentir) para enfrentar o Marítimo, a qual é, tradicionalmente, uma das deslocações mais complicadas para os dragões (veja-se os resultados alcançados nos últimos anos).

E, após duas semanas com grande parte dos jogadores a viajar pelo Mundo, o calendário do FC Porto, no que resta do mês de Setembro, é o seguinte:

O JOGO, 06-09-2015

Cinco jogos em 17 dias, começando por jogar com o co-líder Arouca em… Arouca, a que se segue uma viagem “curtinha” a Kiev, antes de regressar a Portugal para jogar no Estádio do Dragão contra o SLB.

Ou seja, uns têm um início de época “protegido” por um calendário extremamente favorável, outros nem por isso.

É mais uma dificuldade, entre outras (veja-se os árbitros que foram nomeados por Vítor Pereira para os jogos da 4ª jornada), que Lopetegui e o FC Porto terão de superar.

10 comentários:

Luís Gagliardini Graça disse...

Bem visto, José Correia. Relativamente às nomeações, convém denunciar tudo desde o início e não apenas próximo do final.

José Correia disse...

Nomear o Bruno Paixão para o jogo do SLB e o Capela para o jogo do FC Porto, serve de conforto a uns e de alerta a outros.
E demonstra, claro, que o treinador pode ter mudado, mas o "manto protector" ficou no mesmo clube.

José Correia disse...

Quanto ao calendário, como não tenho provas de manipulação, a única coisa que posso dizer é que há clubes que, nos sorteios da FPF/Liga, têm uma sorte fora do normal.

Carrela disse...

É um facto que a "sorte" mais uma vez os protegeu, mas o futebol é uma caixinha de surpresas!
Foram jogar a "em casa", em Aveiro, com o Arouca e perderam!

Capela em Arouca e Paixão na Luz, é arrogância da parte deles, andam a facilitar, porque Capela na Luz e Paixão em Arouca, dava-lhes mais garantias!
Aguardemos...

Vai Porto!

Joao Goncalves disse...

Eu alertei de imediato, aquando do sorteio, para o azar do calendário... assim como não gosto nada do calendário da Champions por exemplo.

Ao contrário do que muita gente defende, que é a teoria que "temos que jogar contra todos por isso não interessa a ordem", eu considero essa teoria uma completa estupidez.

Se não fosse por incompetência própria, as galinhas já estariam em 1ª lugar com 2 pontos de vantagem sobre nós e nós temos, nesta jornada, um jogo imensamente mais complicado que eles vão ter.

Portanto se algo de anormal acontecesse, poderíamos chegar ao jogo no Dragão com eles a 4 ou 5 pontos deles o que seria dramático para nós e muito pressionante para os nossos atletas... uma não vitória nesse cenário, seria a catástrofe completa, pedidos de cabeça do Julen, lenços brancos, etc...

Se acontecer o normal esta jornada, chegaremos com 1 ponto de avanço e mesmo que aconteça o pior possíveis, na realidade atual, chegaríamos com 2 pontos de atraso ao jogo com no Dragão, uma coisa controlável.

Se algo de azarento (o que é impossível com o manto protector) acontecesse a eles, a pressão com que viriam ao dragão seriam terrível para o lado deles.

Portanto não! Os campeonatos começam-se a ganhar fora de campo e muitos deles é logo nos sorteios.

Quid disse...

Um clube como o FCP não pode ter medo de ir jogar a Arouca ou a Moreira de Cónegos.. O FCP tem obrigação de ir lá ganhar os jogos. Não embarco nessas teorias ou na sorte azar... Agora sim, o que o FCP e os outros clubes têm de continuar a alertar, a chamar a atenção é para o desaforo, da pouca vergonha das nomeações, das escolhas do Cardeal Vítor Cerejeira Pereira, o tal que nos 90 era visita habitual em casa do dono da Hiperpneus em Alverca.
Isso sim, tem de continuar a ser lembrado. Pois há uma equipa que continua a entrar em campo com 14 jogadores contra 11, e depois no decorrer do jogo ficam a jogar 14 contra 10, 9!!!

Uma equipa que não joga nada, nadinha mas que consegue ter o dobro das faltas a seu favor. Enquanto aos seus Luizões, aos seus Jardeis, Samaris, Fejsas, continuam a fechar os olhos e a não mostrar cartões !!!

José Correia disse...

Sem querer hiper valorizar o calendário dos jogos, é óbvio que, no inicio de época, quando ainda se está a proceder à integração dos novos jogadores e a "afinar as agulhas", dá (muito) jeito evitar os adversários mais difíceis e defrontar equipas mais fracas em casa.

Filipe Ferreira disse...

Não nos podemos queixar do calendário.
Afinal para nós Portistas isto assim é o que nós queremos.
Mais adversidade, mais desafios.
Vamos para esta "aventura" de faca na boca prontos para tudo.

Alberto Silva disse...

Mais que o calendário da LIGA, não gosto do calendário da Champions, é quase obrigatório não perder em KIEV.
Na liga é ganhar ao Arouca e mais nada...uma de cada vez.

SejaOndeFor disse...

Teorias e mais teorias... Concerteza não se devem lembrar, nem deverá ter qualquer importância, o facto de na grande maior parte dos últimos anos, o Benfica ter de jogar no dragão a uma ou duas jornadas do fim.. Consecutivamente... Mas enfim teorias, nada mais... Não falem em árbitros nem mascarem situações sobre as quais metem em causa os vossos próprios telhados de vidro... Respeitosamente, joguem à bola SFF...