sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Ao serviço da cidade, da juventude e do desporto

Na sequência de um acordo entre a Câmara Municipal do Porto (CMP) e o FC Porto, que prevê a passagem da gestão da Piscina de Campanhã para o clube (ao longo dos próximos 25 anos), o FC Porto efectuou uma candidatura a fundos europeus, através da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), para suportar as obras de recuperação e remodelação que se impunham.

Candidatura aprovada, as obras foram executadas em cerca de seis meses e custaram 2,3 milhões de euros (a comparticipação foi de 70%).






A inauguração foi hoje.



Importa dizer que a nova piscina de Campanhã é a única da cidade com dimensão olímpica (50 metros) e com homologações para natação pura e sincronizada, bem como, para pólo aquático.



Como portuense, parece-me que era uma (enorme) lacuna a cidade do Porto não ter um equipamento destes.
E, como portista, não tenho dúvidas: há muito que os atletas da secção de natação do FC Porto – os golfinhos – mereciam um equipamento com esta qualidade.

Equipa de Natação Feminina 2014/2015 - Hepta campeãs nacionais

Mais. Aproveitando as obras, o FC Porto criou condições para que o novo equipamento também possa ser utilizado pelos atletas das secções de Desporto Adaptado e Pugilismo.



No total, o novo equipamento irá acolher cerca de 300 atletas de três modalidades.
E, porque faz parte do acordo CMP - FC Porto, também haverá períodos em que a piscina irá estar à disposição da população em geral.

Em resumo, como portuense, portista e ex-frequentador daquele espaço, não tenho dúvidas: hoje foi um dia bom para a cidade, para o clube mas, acima de tudo, para quem gosta/pratica desporto e natação em particular.


Fotos (fonte): Secção Natação FC Porto, FC Porto

2 comentários:

Filipe Ferreira disse...

Ora, depois de uma semana pesada.
Aqui chega uma noticia que agrada a toda |?| a gente.
Agrada-me que depois de feitas as pazes entre CMP e FC Porto seja erguido um projecto/edifício como estes.

Parabéns a todos.

Abraços.

Luís Vieira disse...

Sem dúvida. Iniciativa e obra, a todos os títulos, excelentes. As modalidades amadoras, finalmente, estão todas bem "acondicionadas". Só falta a criação da secção de futsal (um sonho eternamente adiado).