segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Competências


aqui escrevi a época passada que Lopetegui não era treinador para o FC Porto.

Nesse texto - na altura muito criticado, tendo havido até uns inteligentes que se arrogaram ser mais portistas do que eu - dizia que Lopetegui tem duas características que fazem com que jamais o contratasse: só pensa nele (e, portanto, põe sempre os seus objectivos individuais à frente dos do clube) e falha nos momentos decisivos.
Noutro texto, aqui, voltei à ideia.

Queria, no entanto, deixar bem claro que não considero Lopetegui um incompetente.
Pelo contrário, conhecendo ele as sua limitações, acho-o, até,  muitíssimo competente, pois conseguiu, até hoje, não ser despedido.

Lembro o jogo na Luz da época passada, que o Porto precisava indubitavelmente de ganhar.
Nesse jogo o treinador, ao invés de ousar, jogou na defensiva. E fe-lo, na minha perspectiva, por saber que não poderia perder: a vitória dava-lhe o título; a derrota a dispensa; o empate não servia para o titulo mas afastava a hipótese de dispensa.
Qual foi a sua decisão? Garantir que não perdia, pois isso garantia-lhe a continuidade.

No último jogo da Champions passou-se sensivelmente o mesmo. A vitória (muito difícil) garantia-lhe a continuação na Champions. O empate ou a derrota implicavam o rumo à Liga Europa. Mas uma derrota por muitos podia ditar o seu imediato afastamento do comando técnico do FC Porto.
Qual foi a opção de Lopetegui?  Garantir que a derrota, que praticamente assumiu desde o inicio, não fosse por muitos, por forma a poder continuar a ganhar o seu.

Amigos: o Lopetegui não mudou. Quem ontem o apoiava por que não o apoia agora?
Ele faz hoje o que sempre fez.

Não sou menos portista por ter percebido cedo que o homem não nos servia.
Mas, agora, quero que fique até ao fim. Não quero, de forma nenhuma, que vá embora com um saco de dinheiro e deixe para o sucessor o resultado do seu trabalho.
Para mim, fica cá até Junho e das duas uma: ou ganha o campeonato (ou a Liga Europa) e sai menos mal ou não ganha e sai pela porta pequena, sem nada de relevo ter ganho com plantéis melhores que os dos adversários.  
Ele que assuma.
E quem o defendeu que o assuma também, não procurando agora, com uma chicotada psicológica, passar um pano sobre o assunto.
Não nos adianta atirar-lhe agora as culpas. O incompetente não foi ele. Fomos nós, que o contratámos.
   

30 comentários:

ruimoura disse...

Palavras sábias. A minha opinião, sem tirar nem por.

Unknown disse...

Discurso recorrente. Foi assim com Vítor Pereira, Jesualdo e Fernando Santos. Todos eles, para os "sábios da bancada", os portistas que conseguem ver "cedo" quem é, ou não é, treinador para o Porto, foram contestados mesmo sendo campeões não lhes reconheceram o mérito. Aliás, Vítor Pereira sai agastado com os adeptos assobiadores do Dragão, os ditos "exigentes" da bancada que sabem mais disto do que os outros. Sai porque estes adeptos aburguesados e mal habituados(deixaram de ser adeptos à antiga que carregavam mais na comunicação social e no inimigo externo do que nos treinadores e dirigentes). Aqui sim, é que tudo mudou no meu clube, estes dirigentes que fizeram o clube mais conquistador dos últimos 30 anos já não servem e já não sabem descobrir treinadores. Sim, porque para estes adeptos portistas aburguesados só são treinadores para o Porto Mourinhos, Villas Boas que conseguem ganhar tudo logo no primeiro ano que treinam, mesmo que queiram sair pouco tempo depois.

Resumindo, o actual treinador do Porto não é menos competente e "inventor" que Jesualdo, fernando santos e VP, apenas não tem a tolerância que estes tiveram . Estamos assim a assistir à benfiquização progressiva do nosso clube, queimar treinadores em série, defendê-los cada vez menos, assobiar cada vez mais, a fim de conseguirmos voltar aos "gloriosos" tempos em que estivemos 19 anos sem sermos campeões. É que ainda há quem se lembre desses tempos como eu, onde os assobios eram sempre para a equipa adversária, para os árbitros e a hostilização para a comunicação social. Agora, vejam lá, a comunicação social até é malta amiga que nem quer o nosso insucesso nem nada.

Nuno Nunes disse...

Aqui sim, é que tudo mudou no meu clube, estes dirigentes que fizeram o clube mais conquistador dos últimos 30 anos já não servem e já não sabem descobrir treinadores.

Foi este presidente que para suceder a Mourinho escolheu Del Neri, por exemplo, com base no conselho de um amigo seu que "conhecia bem" o campeonato italiano.

Nem Jesualdo nem VP tiveram o mesmo investimento no plantel com jogadores de qualidade como Lopetegui teve e está a ter. Nesse aspecto há que admitir que o trabalho desses treinadores, com as bases que tiveram, foi muito mais meritório.

Paulo Rodrigues disse...

Concordo totalmente com o texto ao fim de alguns jogos de Floptegui no comando tecnico do FCP defendi exatamente o mesmo agora ao fim de quase época e meia fico enfurecido ao ver esse senhor à frente do FCP. A equipa joga mal, titulos zero, motivação zero.

O principal erro de PdC foi ter continuado com este treinador por mais uma época pois no que toca ao risco quem não arrisca não petisca.

Vítor Guimarães disse...

"assistir à benfiquização progressiva do nosso clube"
tal e qual, é isto tudo... Quem mudou e para pior, foram os adeptos, e o alvo da contestação...

Carrela disse...

Achar que Julen tomou as decisões que tomou por medo de ser despedido é o que?
Um exercício de adivinhação ou alguma lógica reservada aos que vêm primeiro e mais à frente?

Não é preciso ser um visionário para constatar que temos vindo a perder qualidade no plantel, ou no mínimo, que temos abusado nas saídas de jogadores "feitos" e a exigir cada vez mais "produto acabado" ao treinador
Quem de um ano para o outro perde Danilo, Alex Sandro, Casemiro, Oliver, Jackson...

Miguel Pinto disse...

Concordo completamente com estas palavras, há um aburguesamento estúpido por parte dos adeptos, em que só os treinadores que ganham 10 pontos de avanço no inicio do campeonato é que são bons, esquecem-se é que os ganharam a custa da perda de pontos dos adversários. Podemos ter neste momento melhores jogadores, mas não melhor plantel do que outros anos( não é mudar mais de meia equipa todos os anos), os nossos adversários é que melhoraram bastante, bem como a forma de chegarem á vitória(arbitragens vergonhosas) e é aí que mais culpado que o treinador é a nossa SAD que permite estas poucas vergonhas acontecerem. O ano passado devíamos ter sido campeoes não fosse o colinho mais vergonhosos que há memória, este ano mudou clube mas o protagonista e a forma são os mesmos e os portistas em vez de se virarem para a corja que nos prejudica verdadeiramente gastam energias com os nossos. Os nossos adversários aceitam jogar mal benefícios dos arbitros, etc. nós estamos preocupados com as exibições. Chego há conclusão que temos o que merecemos e nenhum treinador vai servir para estes iluminados....

Pedro ramos disse...

Eu continuo a pensar que este tipo de criticas são tiros completamente ao lado do que deve ser a avaliação de um treinador.
Critiquem os processos, as ideias e a sua operacionalização, agora esta ideia recorrente que os adeptos "já sabiam" que este ou aquele não servia porque é magro, arrogante, tem cabelo loiro, não sabe sentar-se no banco ou porque tem uma unha encravada, desculpem mas não obrigado.

Enquanto se pede para o treinador "inovar" no jogo da luz eu peço para se manter fiel às sua ideias, eu critiquei a equipa contra o Chelsea antes do jogo pois foi uma traição à nossa forma de jogar, não pelo resultado (imagino os méritos que alguns adeptos lhe atribuiriam se tivesse ganho, eu continuaria a criticar fortemente).
O trabalho meritório de VP para alguns continua a ser baseado num pontapé de sorte do Kelvin.

Luis Pereira disse...

Concordo. O problema esta mais nos adeptos aburguesados e profetas do passado do que nos jogadores ou treinadores. VP foi a demonstraçao dessa evidencia.

Mário Faria disse...

"Amigos: o Lopetegui não mudou. Quem ontem o apoiava por que não o apoia agora?"
Apoiei o Lope e não venho pedir-lhe absolvição. Estou preocupado com o desempenho da equipa (e do treinador) e muito desencantado com esta forma de ser portista. ´
Aviso: sou um perigoso colaboracionista e faço parte do grupo que arrecada assinaturas para as eleições de PdC.

André Guimarães disse...

Caro Nuno, lembra-se qual o plantel do 1º ano de VP? Sabe quantos e quais os jogadores que sairam aquando da saída de AVB? Eu digo-lhe...saiu Falcao! Os outros, ou o 11 base estava lá todo, e mesmo assim foi preciso "arrumar" com uns quantos em Janeiro para as coisas correrem bem...
Sabe quantos jogadores herdou JL do plantel de PF/LC? Sabe quantos titulares sairam entre esta época e a anterior?
Sabe porque saem todos esses jogadores de ano para ano? Porque temos de sustentar uma máquina que necessita de 70 Milhões por ano para se manter viva...e os treinadores estão lá unicamente para arranjar forma de fazerem dinheiro, e o ano passado JL conseguiu isso, este ano não me parece que vá conseguir, mas também não tem jogadores para isso...mas os 70 Milhões são necessários na mesma!
Da forma que a SAD está a gastar, da forma que estamos agarrados aos fundos, "doyen" a quem doer, não vai haver um único treinador que vá servir para o FCP.

Mas atenção que com isto tudo não estou a dizer que JL não tenha cometido muitos erros, mas também diga-se em abono da verdade que os jogadores falham coisas incriveis...há jogadas em que se falha escandalosamente e no entanto o culpado é sempre o mesmo!

JL está mal...mas na minha opinião está muito longe de ser O problema do clube e muito, mas muito longe de ser o principial responsável! Esse(s) estão uns degraus bem acima na pirâmide hierárquica...já dizia o pai do Diego " enquanto esse sr (AH) lá estiver, o FCP sempre terá problemas..."

Cumprimentos,

Pedro disse...

Professor jesualdo teve, ao mesmo tempo, lucho, lisandro, quaresma, meireles, Bruno Alves, bosingwa, Helton, baía, Pedro Emanuel, Anderson, etc,,, não teve investimento? O Fernandez teve diego, fabiano, quaresma, maccarty, maniche, derlei, costinha, seitaridis e foi eliminado da taça, da champions, deixando a equipa em 3...falas de boca cheia

José Lopes disse...

Bem, eu li esse texto na altura, não me lembro se comentei, mas acho agora o que achei então: pode-se achar tudo o que se quiser de Lopetegui, processos de intenção é que não. O treinador já demonstrou vezes suficientes não estar ao nível dos pergaminhos do clube, o que se passou em Londres foi uma vergonha, mas dizer que ele fez jogar aquele onze, ou o onze da Luz, para safar o seu emprego ao não perder por muitos é um processo de intenção, uma especulação. Lopetegui não serve porque não consegue pôr en prática o seu modelo e porque a equipa está cada vez pior e em vias de mais uma vez falhar tudo, ponto final. O que lhe passa pela cabeça sobre a sua situação laboral pouco me interessa nem a forma como isso condiciona as suas escolhas, sobretudo se estivermos no campo da adivinhação.

Fora o treinador, a culpa do que de passa é da famosa estrutura e do rumo que decidiu dar ao futebol profissional. Aí sim, está o grande problema. De resto, se o clube se gabava de ser gerido de dentro para fora, vamos mesmo achar que a culpa é dos adeptos? Os adeptos vão atrás da direcção se esta tiver um rumo e for a voz que congrega o portismo. Como actualmente não é, como - essa sim - se aburguesou e renegou as origens preferindo gabinetes e negócios nada claros, os adeptos sentem-se desamparados. O portismo está nos adeptos e sócios; os excessos que se comete são normais e mais que vistos. Nada seria grave se tivéssemos gente competente a dirigir-nos.

Unknown disse...

Ponto 1- Depois do erro, assumido por PC, Del Neri, tivemos Adrianse campeão, Jesualdo tri-campeão e Vítor Pereira bi-campeão nacional. Ao holandês os adeptos partiram o carro para o despachar, era bem mais teimoso e maluco que Lopetegui, mas foi campeão e ganhou a taça de portugal (dobradinha). Jesualdo ganhou 3 em 4 mas os adeptos sempre acharam que era um treinador de equipa pequena, jogava em contra-ataque, borrava-se frente aos grandes (quem não se lembra dos 5-0 e 4-0 frente ao Arsenal com a "invenção " Nuno André Coelho a trinco). Mais um que não servia para os sábios adeptos portistas. Veio o AVB ganhou tudo, com um plantel de luxo, sim muito superior a este que tanto dizem que é o melhor de todos os tempos, Hulk, Falcão, James, Moutinho, Guarin, Belushi, C Rodriguez, Otamendi, enfim, não tem conta. No entanto foi-se embora no ano seguinte dizendo que os adeptos do FCP, mal habituados, deixariam de o apoiar ao fim de 3 derrotas na época seguinte. Ele lá saberá porque disse isso. Ficámos com Vitor Pereira que foi insultado de tudo, tinha um futebol previsivel, pasteloso, era um adjunto, não era treinador para o Porto. Bi-campeão nacional. O gajo, esperto, e sabedor do aburguesamento dos sábios adeptos portistas , preferiu ir para as arábias ganhar muito dinheiro do que tentar um tri no seu clube do coração sempre com os sócios a acharem que ele ganhava por causa do trabalho do AVB. Mesmo assim, tinha no plantel 2 jogadores de top mundial para a frente de ataque que Lopetegui não tem este ano. Gostava de saber se Hulk e James são comparáveis a Brahimi e Aboubakar (o homem que anda a aprender a falhar golos isolado e de baliza aberta. A culpa deve ser do treinador. Conclusão, tivemos estes treinadores todos campeões mas ultra contestados. Paulo Fonseca foi o único que não foi campeão, mas aí não tinha de facto plantel (Josués, Licás, Ghillas). Só quero saber se para os adeptos do Porto temos de ter sempre Mourinhos e Robsons que aparecem de 50 em 50 anos para os apoiarmos como os nossos rivais aprenderam a apoiar treinadores medianos como rui Vitória, Jesus, Marco Silva, Jardim, etc.

Hugo Ambrósio disse...

Quando numa casa não há pão (leia-se títulos) todos reclamam e nenhum tem razão. Sinceramente, o que observo é um misto de tudo o que todos comentamos neste fórum. É uma realidade que temos um treinador que não tem fio condutor do meio campo ofensivo em diante, e isso para uma equipa como o porto num campeonato português é o mínimo. Que temos uma equipa que não tem chama, e que não sabe reagir à adversidade, uma equipa que não tem garra que se exige e nos caracteriza, e temos, infelizmente, uma SAD que procura sempre mais um negócio que lhe encha o bolso (não ao clube mas sim a eles). Por tudo isto, não sou nem quero ser injusto com aquele que afinal elevou o nosso clube ao que é hoje, por isso, gostaria de o ver como o Chairman do Porto ao estilo Inglês, e convocar eleições para eleger o CEO do clube que limpasse o resto dos oportunistas que invadiu o meu o vosso o NOSSO clube. Não adianta mudar de treinador se este modelo de negócio impera ano após ano. Depois disso, iria buscar uma figura da história do clube de maneira a unir de novo os adeptos. Alguém como Jorge Costa, Domingos ou o meu preferido o AVB, acabaria com esta separação adeptos clube. Reduziria o investimento no plantel principal e chamaria alguns da B à equipa A. Alguns deles na minha opinião seriam titulares já, Gonçalo paciência, André Silva ou o Rafa e a até mesmo o Ismael Diaz (um hulk por lapidar) são craques e nada devem a Layun, Abubakar ou até mesmo a tello. Obviamente, que não sou kamikaze em colocar todos atuais putos na A, isso seria um puro erro, mas convenhamos que o que se gastou e se gasta (contratação e salários) com, Osvaldo, Tello, Imbula, Varela, jose Angel, Reyes, Herrera, que são dispensáveis, permitiria reduzir e muito o endividamento e aumentar o cash flow operativo da SAD evitando a sangria anual a que assistimos e aceitamos e que nos leva a que o nosso capitão na Choupana tenha sido o Herrera (isto diz muito do que é o nosso clube atualmente).

Luís Gagliardini Graça disse...

E o Rui é portista como eu :-)

Luís Gagliardini Graça disse...

Confundir Lopetegui com Jesualdo, Fernando Santos ou Vítor Pereira é cimo confundir a Estrada da Beira com a beira da estrada

Luís Gagliardini Graça disse...

Eu só queria um campeonatozito, se não fosse pedir muito

Luís Gagliardini Graça disse...

Claro Paulo

Luís Gagliardini Graça disse...

Carrela: não é ser bruxo. É saber somar 2+2.
Quanto aos maravilhosos jogadores que o Carrela diz que ele perdeu (e eu não concordo com essa ideia) o Lopetegui teve-os o ano passado, sem sucesso

Luís Gagliardini Graça disse...

Pedro: siga os links e veja o que eu escrevi a época passada.não foi agora

Luís Gagliardini Graça disse...

Mário : não estava a condenar ninguém. Não quero é que o clube gaste dinheiro a mandá -lo embora para fugir à responsabilização de quem o contratou. Para mim, fica até ao fim, para se ver a dimensão da asneira e não se voltar a repetir

Luís Gagliardini Graça disse...

José : é isso mesmo. São processos de intenção. Ele quis fazer o que fez e foi competente nisso . Se me dá licença para fazer processos de intenção no meu blogue, em especial quando é só somar 2+2.

José Lopes disse...

Luis, como sabe que "ele quis fazer o que fez" e nao que pura e simplesmente e' incrivelmente medroso e opta por abordagens erradas nos jogos em que tem de ser mais audaz?

Pedro ramos disse...

Infelizmente eu li, o caro é que não percebeu absolutamente nada do que eu escrevi, adiante...

Mas quem escreve isto:
"Em primeiro lugar, ambos actuam sempre - e quando digo sempre, quero dizer mesmo sempre - pensando primeiro em si e depois no Clube. Foi esse, por exemplo, o caso dos primeiros anos de Jesus no SLB, quando obrigava os jogadores a jogar a 100km/h mesmo que os jogos já estivessem ganhos. Fazia-o porque, sabendo que não chegava aos títulos e procurando iludir os adeptos sobre a diferença pontual, era a forma de alegrar o pagode. Os adeptos idolatravam-no, embora ele não ganhasse nada."

Quanto ao facto de já saber isso desde a época passada, olhe em cima o Paulo Rodrigues já sabia que Lope não servia ao fim de poucos jogos, é um dom que não possuo infelizmente, sorte a vossa.

Carrela disse...

Pois teve, e fizeram grande época ao ponto de fazerem perder a cabeça a clubes com dinheiro para os levar.
Oliver rapava banco no Vilareal e foi o que se viu...
Casemiro era um "cepo" e acaba a época desejado por meio mundo...

Sim, sem sucesso, é um facto!
Num ano em que o #colinho foi de vomitar pelos olhos...
Sim falhamos, se não falhasse-mos tinha-mos ganho à mesma, mas é "normal" falhar em 3/4 jogos numa época... toca a todos, infelizmente para nós em momentos chave!

Mas lá está... eu não sou um iluminado, apenas procuro compreender e aceito que quem lá está, está por alguma razão e não por ser um estúpido que recebe lições de futebol de toda a porra que nunca teve sucesso em nada nenhum de relevo!

Obviamente que não quero com isto desculpar tudo o que de errado foi feito, porque como é evidente foram cometidos erros! Até porque erros todos comentem! Mas chateia e mete fastio tanto rebaixamento a Julen!

Luís Gagliardini Graça disse...

Pedro. São opiniões claro. Não me quero armar em sabichão. No entanto, tenho a meu favor o facto de o ter dito bem cedo. E pode crer que o que eu mais queria era ter-me enganado e ter aqui o Pedro a gozar comigo. Era bom sinal e trocava já a razão que tive pelas vitórias do nosso clube. Abraço

Luís Gagliardini Graça disse...

Carrela, na minha perspectiva a época passada foi miserável. É apenas a minha opinião, claro

Luís Gagliardini Graça disse...

José : da mesma forma que sei somar 2+2.

José Lopes disse...

Continua a confundir processos de intenção com evidências. Especulação e matemática são coisas diferentes.