terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Uma equipa desfocada

Lopetegui pensativo durante o FC Porto x Marítimo (fonte: LUSA)

Pusemos em campo a equipa que achámos que teríamos que colocar nesta competição [Taça da Liga], onde temos a máxima ambição, mas que é destinada a futebolistas que jogam menos e aos que são alternativas da equipa B

Queríamos ter feito uma boa partida e que aqueles que não jogam tanto queriam ter mostrado que estão preparados, mas não aconteceu

[esta derrota terá impacto no jogo de Alvalade?] “São competições diferentes. A Liga é mais importante e [no sábado] estaremos mais focados

Estas foram algumas das declarações feitas por Julen Lopetegui no final do FC Porto x Marítimo de hoje.


A Taça da Liga é uma competição sem interesse?
É.

A equipa estava pouco focada neste jogo?
Se estava não devia estar. Os adeptos portistas, principalmente os milhares que se deslocaram ao estádio (31219 espectadores), mereciam que aqueles que hoje estiveram a representar o FC Porto – treinador e jogadores – estivessem focados e totalmente empenhados. Porque são profissionais, porque são pagos principescamente e, acima de tudo, porque têm sempre a obrigação de honrar a camisola do FC Porto.

Adeptos portistas descontentes (fonte: LUSA)

A Taça da Liga é uma competição destinada aos “futebolistas que jogam menos e aos que são alternativas da equipa B”?
De acordo.
Contudo, de certeza que não foi por causa dos jogadores da equipa B – Victor Garcia e André Silva – que a defesa foi um passador, que a equipa sofreu três golos (e poderiam ter sido 4 ou 5) e que o FC Porto foi novamente derrotado no Estádio do Dragão.

Onze inicial do FC Porto

Aliás, na linha do que ouvi Bernardino Barros (*) comentar na Rádio 5, eu quase me atreveria a dizer, que se hoje o FC Porto tivesse alinhado com o onze habitual da equipa B, teria jogado muito melhor e, provavelmente, não teria sido derrotado, em casa, por uma equipa “extraordinária”… do meio da tabela do campeonato português.

A Liga é a competição mais importante e, no sábado, treinador e jogadores vão estar mais focados?
Espero bem que sim e que o FC Porto saia de Alvalade com uma vitória, mas…


(*) Nos comentários que proferiu na Rádio 5, Bernardino Barros (a quem eu envio um abraço, pelo desassombro e coragem das suas declarações) fez questão de dizer que os assobios e lenços não eram para a equipa do FC Porto. Eram para Lopetegui.

P.S. O Maicon e o Marcano não são, nem nunca foram, defesas centrais de top, mas também não são tão maus como pareceram neste e em alguns dos últimos jogos.

44 comentários:

rbn disse...

Com exceção do jogo com a briosa, e mais dois ou tres joguinhos, o que temos visto todas as semanas é isto: lentidão, falta de fio de jogo, falta de vontade, falta de correria, falta de luta... nós não ganhamos uma dividida ou 2ª bola sequer... de ninguém...

Com qualquer 11 inicial, o que temos visto todas as semanas é isto: qualquer treinadorzinho meia-leca sabe exatamente como o Porto vai jogar. Qualquer treinadorzinho de meia tigela sabe que basta meter uma pressãozinha nos defesas que vai dar algum caldo, que alguém vai meter água, que alguém vai se atrapalhar e entregar o ouro...

O 2º golo é simplesmente ridículo, nós tinhamos a posse de bola, bastou uma pressãozinha e pimba...

Os dois últimos treinadores da equipe principal do Porto são hoje em dia os dois treinadores que melhor jogam futebol em Portugal:

Luís Castro e Paulo Fonseca tem mostrado em suas respectivas equipes um futebol bonito, organizado, rápido e sempre pra frente, sem toquinhos e mais toquinhos pros lados e pra trás, sempre com os olhos postos na baliza adversária, com ganas de marcar golos, com raça, com garra, com atitude... dá prazer ver o Porto B e o Braga jogarem... e com a equipe A, nós portistas e todos os adversários já sabemos o que esperar deste Porto de Lopetegui...hoje foi outra vez a regra... a exceção foram os 3 ou 4 joguinhos mais conseguidos...

Estamos em dezembro quase janeiro... e desde julho ( 6 meses!!!) que estamos à espera de ver melhorias, fio de jogo, entrosamento, organização, e o que vemos são 11 jogadores vestidos de azul e branco (ou castanho) que não sabem jogar em conjunto, não sabem pra onde lançar a bola em situação de contrataque, não sabem jogar com critério e velocidade, e mesmo treinando e jogando juntos há 6 meses, a impressão que fica é que simplesmente AINDA NÃO SE CONHECEM, olham e não sabem o que o outro vai fazer, pra onde vai correr, onde quer receber o lançamento, nada!!! 6 MESES!!!

Infelizmente, como já escrevi aqui várias vezes, o mister não dá mais que aquilo...se desse mais que aquilo, já o havia demonstrado... e provado...

Francisco A. disse...

Vamos ser claros. Neste momento, a questão principal é, quanto tempo durará Lopetegui como treinador do Porto?

2014/2015:

Liga- fracasso, indepentemente do colinho na 1ª volta do Benfica, contra o Nacional, Boavista e Belém tínhamos que ganhar. E falhamos. Contra o Sporting em Alvalade e Benfica na Luz, tínhamos que mostrar aquilo que somos feito...falhamos.

Um treinador mais forte psicologicamente e com mais conhecimento técnico-tático fazia melhor.

Taça de PT- humilhados pelo SPorting que fez o que quis no Dragão.

Taça da Liga- servimos de gozo para os rivais à custa do Marítimo

Champions- sucesso que foi manchado pela derrota em Munique, mas, que foi um objetivo cumprido.

2015-2016:

Liga- estamos bem

Taça da Liga- estamos "fora" após estarmos a perder por 3 contra o Marítimo no Dragão.

Taça de PT- estamos bem

Champions. FLOP.

Com tanto investimento, Casillas, Sr 20 M, Brahimi, AA, Rúben, Maxi era para fazer MUITO MELHOR.

Não podemos cair no discurso do " ainda falta... fomos prejudicados...tivemos azar" que este treinador vai porque isto é um ciclo que nos levará ao insucesso como levou ao insucesso Paulo Fonseca por exemplo.

Dias Salvador disse...

Mais um jogo à Lopetegui. Claro que vão aparecer os defensores de Lopetegui a dizer que a culpa é do André Silva e do Visctor Garcia, eles lá sabem. Se estão contentes com este F. C. do Porto, parabéns.

Francisco Paulos disse...

Não haja piedade RUA com este curioso que só nos enterra. Ver o PC ao lado de alguém que lhe chamou velho senil só mostra que ele já não é o que era e a continuar assim será lembrado não como o presidente com mais títulos mas sim como aquele que deixou o clube tal como o encontrou há 30 anos,ou seja um perdedor. É uma tristeza ver ao que estamos a chegar.

João disse...

Como sempre disse, qualquer equipa que jogue (vou aproveitar) desassombrada no Dragão arrisca-se a vencer. Qualquer equipa moderadamente de jeito (como hoje) arrisca-se a golear. Um ataque completamente inoperante, uma defesa de distrital, uma preparação de jogo anedótica, uma táctica amadora, substituições patéticas, valorização de jogadores inexistente.

O resultado não pode hoje, não vai ser em Alvalade, ou no Westfallenstadion diferente. É basicamente um rodízio de potenciais humilhações em catadupa, que vão sendo evitadas, a muito custo, semanalmente. Menos quando não são.

Agora venham-me falar de estabilidade e da necessidade de manter o treinador até final da época. É importante. Para sabermos quão baixo podemos descer.

Louro disse...

Com este sistema de jogo não há jogador que resista.
Os centrais jogam para os lados (ou bola nos extremos), os centrocampistas jogam para os lados e para trás e os avançados andam aos papeis...Hoje para alem dos centrais (que nódoa), a equipa continua com muita posse e raras oportunidades de golo..
Em alvalade vai ser mais uma final para o treinador que, ainda não ganhou um jogo de topo fora de casa..portanto...estamos fartos!

Paulo Marques disse...

Se a bola tivesse entrado, ninguém se queixava. No penalty já era tarde, mas também conta.
De resto, é mais um jogo para ver que Imbula, Tello, Varela e Evandro valem menos que -1. Volta Herrera, ao menos acertas um passe.

meirelesportuense disse...

Já não suporto mais estas situações. Lopetegui não sabe orientar uma equipa com ambições.

miguel.ca disse...

Parabéns Porto. Grande jogo.

bruno cláudio disse...

epa, qualquer um vem ao dragão jogar a vontade e tentar ganhar, isto é uma vergonha!
não há paciência para este tipo e o seu discurso de desculpabilizar-se sempre!
os super dragões não lhe fazem uma espera? e a alguns jogadores igual!
fora!

DC disse...

Os assobios eram tanto para o Lopetegui que aos 15 minutos já se ouviam.
Eu só tenho pena que a moderação deste blog não me permita dizer o que penso sobre esses assobiadores profissionais. Mas posso dizer que me mete nojo partilhar o estádio com gente dessa e que fazem um serviço melhor na desestabilização da equipa que as claques adversárias.
Estão a contribuir para o problema e não para a solução, tal como vêm a fazer já há uns bons anos, como quem estava no estádio desde os tempos de VP bem sabe.
Aliás, diga-se, a culpa de termos este treinador neste momento também é, em grande parte, dos assobiadores profissionais que criaram um clima de protesto tão grande contra um treinador bicampeão.
Sinto vergonha de partilhar o amor por um clube com idiotas desses é o que posso dizer aqui. Mas queria dizer mais porque essa gente para mim vale muito pouco mesmo.

Quanto ao jogo foi mau, está visto que não é o André Silva (o menino bonito dos assobiadores profissionais) que vai resolver o que quer que seja. Mas veja-se o Marcano actual e o de há uns meses atrás para se perceber o que o actual clima de pressão do Dragão pode fazer a um jogador.
Estou perfeitamente convencido que sem toda esta pressão da bancada teríamos vencido. Aliás, o próprio André ou o Aboubakar tiveram oportunidades suficientes para ganhar o jogo.
Assim, vamos a Alvalade com toda a pressão do mundo. Felizmente, os adeptos do Sporting serão mais simpáticos para a equipa que os nossos.

Miguel Magalhães disse...

Triste espectáculo ontem no Dragão.
- um treinador que parece perdido e que diz aos adeptos que quer ganhar a Taça da Liga e depois põe a jogar uma equipa remendada de segundas e terceiras escolhas contra a equipa titular do Maritimo que via neste jogo a hipótese de praticamente garantir a qualificação. Não valia apena ter relativizado antes do jogo, e bem, a importância desta competição?
- uns jogadores que, mesmo a jogarem numa equipa remendada, tinham obrigação de jogarem mais e com outra atitude ; alguns mostraram que a jogarem assim não têm categoria para jogar numa equipa como o Porto - Varela, Tello e Marcano, três desastres
- muitos adeptos que aos 15 minutos já estavam a assobiar a equipa e a insultar o treinador e que acabaram o jogo ao nível da equipa e do resultado e a mostrarem que não passam hoje de uma réplica dos adeptos benfiquistas de há 10 anos atrás
Disse eu no final ao meu parceiro de bancada de tantos anos:
- "Olha para isto! já diz o ditado que em casa onde não há pão, toda a gente ralha e ninguém tem razão!"
- "Não há pão?", respondeu ele. "Estamos em primeiro no campeonato com 11 vitorias e 3 empates em 14 jogos."
- "Isso é mérito do Pinto da Costa!", respondeu o bacano que vinha a descer as escadas connosco.

Alberto Silva disse...

Compreendo o que dizes e aceito, eu nunca assobiarei, mas compreendo aqueles que todos os jogos estão lá, pagam as suas quotas e lugar anual, deslocaçoes, e ficam chateados quando chegam lá e é sempre o mesmo. Mas compreendo que nao o devam fazer logo de inicio. Mas tambem temos de ser sinceros, se é por causa disso que esses jogadores nao jogam bem, então nao sao jogadores para o Porto, se nao aguentam a pressão nao podem ser jogadores do Porto. Ontem chegamos a ver passes completamente ridiculos, de jogadores sem qualquer inteligencia. Algo que está mal no Porto é o sistema de jogo que nao funciona, mas qual sistema que ainda nao sabem qual é, é sempre bola nas laterais, se ao menos pedissem sempre ao extremo para ir para cima da defesa de modo a arrastar e criar desequilibrios...mas nem isso.. Ontem o meio campo foi composto por 3 jogadores que nao jogavam ( nao pode), isto nao é gestao, tinha de jogar no minimo o Ruben ou Danilo. E voltamos de ferias apenas 2 dias antes, o Sporitng voltou 3 dias antes e trabalhou no duro.

FCP_SEMPRE disse...

Só posso concordar com este ultimo comentário. Não pode haver futebol bonito e rasgos de génio, se houver constantemente o medo de falhar. A pressão dos adeptos é incompreensível, e claro que estes fazem parte do problema. Pagar bilhete, quotas ou lugar anual para ir SEMPRE assobiar ou dizer mal do treinador??! Fui ver o Porto -Dinamo (jogo terrivel) e fiquei perto do colectivo. Só lhes posso dar os parabéns, porque do inicio ao fim do jogo sempre, mas sempre a puxar pela equipa. Nem tudo são rosas, o futebol tem sido mau, mas desde a saída do ABV que todos os treinadores são mal amados. O Vitor Pereira foi Bicampeão, e no segundo título não teve nenhuma derrota. Tão maltratado que ele foi no Porto..... Mesmo sendo assumidamente um colega PORTISTA. Abram os olhos, há problemas? Há. Há melhor que o Lopetegui? Há. Mas por favor deixem as coisas tomar o rumo natural e não criem pressão adicional, pois assim o porto joga fora todas as semanas. os assobios deviam ser sempre dirigidos à equipa contrária. Os assobios ao Porto não resolvem nada, pois não será por isso que o treinador será despedido a meio da temporada, portanto é um exercício inútil. MAIS, se formos campeões ele vai embora na mesma, portanto não façam figuras tristes pf.

littbarski disse...

Bem, então por essa ordem de ideias, nunca podemos jogar fora. Então, em Alvalade e na Luz mais vale nem entrar. Que saudades de ouvir o Morinho dizer que os jogadores gostavam da pressão...

As pessoas têm o direito de se manifestarem. Eu não assobio, nunca o fiz, mas não o faço por opção. Era o que faltava que eu não pudesse demonstrar o meu desagrado por uma coisa que eu paguei para ver.

Se fosse noutros tempos, em que os jogadores chegavam com o orgulho de vestir a camisola do Porto e não já a pensar no próximno contrato milionário; em que os dirigentes procuravam em primeiro lugar títulos e só depois negócios chorudos de encher bolsos; até podia aceitar que pedissem mais aos adeptos. Nesta altura, é pura hipcrisia.

agostinhop disse...

Não apoio os que assobiam ao primeiro contratempo. Não posso concordar com isso. Mas é hora de dizer basta a este Sr. Lopetegui. Ele já provou que não tem competência para treinar o FCP e não vale a pena vir com a liderança no campeonato, pois essa receio bem que vá durar pouco. A equipa não joga nada de jeito. Chega a dar pena ver o jogo molengão e pouco ambicioso que têm para mostrar. E com os jogadores que temos, é obrigatório mostrar mais.

Luís Pires disse...

concordo com o DC e sublinho o "mete nojo"

Hugo Mota disse...

O RBN tem noção do que está a falar? por momentos pareceu-me ver elogios a Paulo Fonseca? Só posso considerar que o RBN deve estar com um surto de amnésia selectiva, em que se tenha esquecido do que foi a época de 2014? Talvez o RBN esteja esquecido de que Paulo Fonseca era o treinador que queria forçar o sistema de duplo pivot defensivo no Porto, o treinador que conseguiu fazer sair (queimar) Lucho (e Otamendi?), já para não dizer que se o RBN está muito escandalizado com a derrota de ontem, vá contar a quantidade de magnificas derrotas do Paulo Fonseca no FCP, e a ainda mais fantástica época europeia onde conseguimos o feito de fazer 5 pontos num grupo poderosíssimo com Austria Viena, Zenit e Atlético.
E se acha mesmo que Paulo Fonseca melhorou, aconselho-o a ver o jogo FCP - Braga desta época. É aquilo que gosta para um treinador do Porto? Um tipo que sabe montar bem autocarros de 2 andares?

Já não basta ao FCP ter que aguentar com esta histeria colectiva dos seus adeptos, só lhe faltava agora tentativas de reabilitação de nulidades. Quem se seguirá, Otávio Machado?

Francisco Paulos disse...

Claro o treinador é brilhante a culpa é dos assobiadores. Há cada cego!

Hugo Mota disse...

Bom comentário DC.

Mas os assobiadores não se materializam do nada e aparecem no estádio...

Basta ler comentários neste, e noutros blogs portistas para perceber donde vem a força. A partir daí, é como os cancros. Vai-se espalhando...

Luís Vieira disse...

Mais uma desgraça. Depois da Champions, enterrou-se a Taça da Liga (no primeiro jogo, em casa). O divórcio entre os adeptos e o Lopetegui é assombroso: assobiadelas monumentais com lenços brancos à mistura (não de meia dúzia de gatos pintados, mas de quase todo o estádio). Só há um remédio: vencer em Alvalade. A derrota será mais um prego no caixão do treinador. Justificadamente, diga-se. O processo defensivo continua anedótico e expõe os centrais, desprotegidos, a erros de palmatória. É entendimento geral que o Marcano está miserável, mas conviria ver mais fundo e reparar nas vezes em que o homem está 1x1, sem cobertura. Depois ouvimos o que não gostamos: "damo-nos bem com o Porto" by Ivo Vieira. Mas o que é isto? Já não atemorizamos ninguém? Siga a marinha...

Helder Oliveira disse...

esta aqui tudo:Bem, então por essa ordem de ideias, nunca podemos jogar fora. Então, em Alvalade e na Luz mais vale nem entrar. Que saudades de ouvir o Morinho dizer que os jogadores gostavam da pressão...

As pessoas têm o direito de se manifestarem. Eu não assobio, nunca o fiz, mas não o faço por opção. Era o que faltava que eu não pudesse demonstrar o meu desagrado por uma coisa que eu paguei para ver.

Se fosse noutros tempos, em que os jogadores chegavam com o orgulho de vestir a camisola do Porto e não já a pensar no próximno contrato milionário; em que os dirigentes procuravam em primeiro lugar títulos e só depois negócios chorudos de encher bolsos; até podia aceitar que pedissem mais aos adeptos. Nesta altura, é pura hipcrisia.É isso mesmo sr LITTARSKI

João Russo disse...

Quando se analisam os resultados e classificações não sobra por onde elogiar o treinador.
A questão que se coloca é saber se o Lopes tem capacidade para alterar o rumo dos acontecimentos. Parece-me que não. Creio que não há emenda possivel nem em termos futebolisticos nem em termos de trofeus.
Para mim a nota artistica resulta da diferença de golos marcados e sofridos em cada jogo e não de quantos passes se fazem para trás ou para o lado.
Aguentar o homem até ao fim do campeonato serve que proposito?

Luís Pires disse...

- os jogadores gostam de lidar com a pressão sim, mas com a pressão da massa adepta adversária, não da própria. por muito profissionais que sejam, não deixam também de ser miúdos de 19 anos (André?), 23 anos (Imbula?) etc. que ficam em brasas quando são apupados pelos seus;

- os adeptos não são meros espectadores pagantes. são participantes activos no espectáculo, esperando-se deles que contribuam apoiando a equipa e apupando os rivais (aqui se incluindo a equipa de arbitragem ;) no final do jogo, mas não antes, os adeptos poderão/deverão pedir responsabilidades pelo que tenha corrido mal;

- se um atleta se porta mal durante um jogo, não será convocado para o próximo. o mesmo deve acontecer ao adepto. proponho pois que os próximos dois jogos no Dragão sejam efectuados à porta fechada.

p.s. não percam mais tempo com o Lopetegui, aconteça o que acontecer não deverá estar cá na próxima época.

FCP_SEMPRE disse...

Alguns "pormaiores" a ter em atenção em relação ao comentário que fiz acima:
-Assobiar ainda o jogo vai nos 15 minutos não faz sentido. Assobiem no fim do jogo.
-Com ou sem assobios o treinador fica até ao fim; por isso para quê introduzir pressão nos jogadores qd jogamos em casa?

Falam dos velhos tempos? Velhos tempos era partir as trombas ao colega do lado que começa a assobiar aos 15 minutos. Isso é que são velhos tempos.

PS: E os assobios por ter entrado o Bueno em vez do André Silva? foi pela equipa estar a jogar mal? Digam-me qual o treinador que gosta de ceder a pedidos do publico para substituições? É mais uma guerra que os adeptos querem criar com o treinador. Era mesmo fixe o Lopetegui ir para o vosso trabalho mandar bitaites, e vocês não aceitarem porque acham que sabem da vossa profissão.

E para que fique clara a minha posição... Estou mortinho por ter outro treinador, pois não gosto do actual. Mas quero minimizar as perdas e quero ser campeão e para isso temos de remar para o mesmo lado. No fim da época com ou sem campeonato ele vai à vida!

PeidoMestre disse...

Culpabilizar o paulo fonseca pela saida do otamendi?! Entao o rapaz fez birras atras de birraa pra sair!!Bom...esta é de quem nao esteve cá nesse ano...
A ver vamos Sr. Mota, no fim veremos quem contabilizou mais titulos e nem vou comparar planteis....

DC disse...

Alberto, há problemas graves na equipa mas assobiar apenas os agrava. Há bons jogadores no Porto que neste momento têm medo de arriscar e de falhar. O marcano é o nosso melhor central e está a jogar de forma ridícula. E isso de ser ou não jogador para o Porto não me convence. Os jogadores são homens e os homens tremem e falham, sejam à Porto ou à Barcelona.

Os problemas de dirigismo e de orientação da equipa não são desculpa para nos tornarmos no nosso pior inimigo dentro do estádio. O Liverpool não vence um campeonato há décadas e os adeptos continuam lá, o Dortmund desceu de divisão e manteve o estádio cheio. Os nossos... aburguesados e mimados.

rbn disse...

Caro Hugo Mota, não pareceram elogios, foram mesmo elogios, tanto ao Paulo Fonseca quanto ao Luís castro, que por acaso foram os dois últimos timoneiros no Dragão.

Só mesmo sendo cego é que não se enxerga a qualidade do futebol apresentado pelo Porto B e pelo Braga nesta época 2015/2016.

PF no Porto falhou em quase tudo, em 90%, e ele próprio reconheceu isso, que devia ter treinado um clube médio antes de treinar um grande da europa como o FCP. Mas isso é passado.

Como frisei HOJE EM DIA, e não no passado, dá gosto de ver o Braga de Paulo Fonseca e o FCP B de Luís Castro a jogar futebol vistoso, rápido e ofensivo, como destaquei no comentário acima. O Hugo Mota vê mais alguma equipe em Portugal a jogar melhor que o Braga e o FCP B? Eu não vejo...

Não quer dizer que queira o PF de volta. Se Lopetegui sair, o que eu duvido, preferia o Luís Castro que é da casa, e tem dado provas que sabe fazer uma equipa jogar futebol como todos nós gostamos...

Fonseca disse...

Excelente DC. Vou colar aqui algo que disse noutro blog portista e que vai de encontro ao que o DC diz.

Este ano reuniram-se as condições para ter pela primeira vez um lugar anual no estádio do dragão. Ia com uma ilusão tremenda. Mas hoje tomei uma decisão, nunca mais! Para mim lugar anual nunca mais. E não é poque a equipa jogue mal ou pelo facto de perder. É mesmo por aqueles milhares que me fazem ali companhia. Não me revejo nesta atitude dos adeptos jogo após jogo. é simplesmente ridiculo. Se calhar sou o único que estou errado ali. De qualquer das formas a ilusão que criei quando comprei o lugar anual foi sendo completamente destroçada quando saía exasperado e com vergonha alheia jogo após jogo. Hoje vi muitas pessoas à minha volta com lenços brancos mas com uma alegria ao executar tal gesto que me arrepiou. Não consigo estar rodeado de pessoas assim.

Quanto ao jogo, exibição horrível de um Porto em poupanças para o clássico, mas com um jogo demasiado complicado para tantas poupanças e erros defensivos ridículos. Também gostei de Angel. Exibição completa. Tello é uma nódoa imensa como o mar. E também dei por mim a desejar que o golaço de Aboubakar lhe desse confiança para o que aí vem. Quanto a Lopetegui critico o facto de não apostar em Bueno nem nas substituições. A substituição de andré por imbula é uma substituição que se queima sem necessidade.

Jorge Ricardo Pinto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luís Pires disse...

Fonseca, repare na foto que o autor do artigo colocou a intercalar o texto. é bem elucidativa daquilo que diz, até entregam um lenço branco a uma criança para participar na "festa" :(

João disse...

Curiosamente o único rasgo de génio veio com o marcador em 3-0 e o Estádio inundado em assobios e lenços brancos.

João disse...

Tudo dito. Impressionante, quem passasse aqui sem ter visto o jogo era capaz de acreditar que levamos 3 (que não foram 4 ou 5 por falta de acerto) do Marítimo em casa por causa dos assobios.

Há falta de noção e há o tentar branquear. Neste momento já se está objectivamente a mentir para se poder argumentar.

João disse...

Tenho a certeza que essas declarações do Ivo Vieira não vão ter tanto canal aqui como a imbecilidade que o treinador da Académica disse.

Paulo Marques disse...

O André continua a recuperar de fadiga muscular, jogou para ganhar ritmo para Alvalade.

Paulo Marques disse...

De resto, na primeira parte podia o jogo ter ficado resolvido se a bola entrasse, entraram antes os assobios e a equipa não resistiu aos nervos de ter que ser perfeita.
Com adeptos destes, mais vale ver golf.

DC disse...

E já agora, o Lope que espete com isto no balneário da equipa para Alvalade.

http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=4958404

Pedro disse...

Em absoluto de acordo.
Lopetegui tem guia de marcha, mas espero que consiga ser campeão.

Não percebo a lógica de assobiar por defeito uma equipa que bem ou mal está em 1º lugar e pode ser campeã.

No final da época sim, fazer pressão para que Lopetegui parta e não volte.

Pedro disse...

João, e o Porto só não marcou 4 ou 5 por falta de acerto também. E só sofreu 2 dos golos porque o Marcano foi ... Marcano.

A questão não é o assobiar ou pressionar. A questão é que aos adeptos também se exige alguma sapiência. A equipa está em 1º e no Sábado tem um jogo muito importante. Se não ajudam, pelo menos contenham os assobios para alturas em que façam sentido.

Lopetegui tem os dias contados, mas eu caguei no Lopetegui. Quero é ver o FCP ser campeão. E se tiver que calar alguns assobios meus nessa tentativa... É isso que farei. Contesto o Lopetegui, não o FCP.

Terá o FCP hipoteses de ser campeão mudando de treinador agora? Creio que não, mas aceito argumentos em contrário.

Luís Vieira disse...

É pá! Sou anti-assobios, assobiadores, contestatários encartados, etc, etc, etc, mas tentar estabelecer um nexo de causalidade entre a derrota por três, em casa, contra o 10º classificado do campeonato, e os assobios vindos da bancada, que só atingiram o paroxismo ao segundo golo do Marítimo é obra! Se mais não existisse, o golo do Porto, em tempo de descontos, com o estádio a atingir níveis de decibéis inacreditáveis, desmente categoricamente esta tese peregrina! Os adeptos não estão bem, mas, por favor, poupem-nos a tentativas de branqueamento do evidente: o Porto é frágil, acessível, por culpa do seu treinador.

Pedro ramos disse...

Bela vitória por 3-1 com hat-trick de André Silva e 2 assistências de Sérgio Oliveira. De facto, isto de jogar com jogadores que sentem a camisola é outra coisa.

Os meus parabéns também para a massa adepta madeirense, fantástica no apoio de inicio ao fim do jogo, aliás fantástico o ambiente ontem no Dragão, basta ler as declarações do técnico de uma equipa madeirense: "Parabéns à massa adepta..., parece que ganharam ao Liverpool ou ao Manchester. São adeptos fantásticos, apoiaram sempre a equipa num jogo tão pobre, contra uma equipa tão pequenina, mas com pouco futebol por parte de quem tinha obrigação de fazer muito mais"

Pedro ramos disse...

Bravo, Bravo.
Super Dragões idiotas ainda não partiram as pernas a ninguém!
Também podemos pedir para fazerem uma espera aos adeptos?

Ângelo Henriques disse...

No artigo que escrevo mensalmente para o Jornal “Terras da Beira”, no de Dezembro, intitulado “Postal da Invicta” focava alguns aspetos e notícias breves desta nobre cidade e, sobre o nosso Clube, referia o seguinte:

“Os adeptos do Clube que tem o brasão da cidade no seu emblema andam “embascados”; trata-se de um neologismo recente cujo significado remete para tempos de tristeza e de perda continuada, o que não está nos seus pergaminhos”.


Não (nunca)assobio a equipa, mas…lenço branco a dizer adeus a este “treinador”, um autêntico fracasso, contem comigo.
Que rica prenda de anos deu ele ao amigão Pinto da Costa!!!

bruno cláudio disse...

alguns adeptos merecem