domingo, 3 de janeiro de 2016

Até quando?

Lopetegui no banco de Alvalade (fonte: LUSA)

«(…) vi um conjunto de jogadores à deriva, sem saber o que fazer com a bola nos pés, sem saber para onde ir, sem rumo e sem timoneiro.
E isso, falta de um treinador, é o problema nº 1, nº 2 e nº 3 desta pseudo equipa.

Lopetegui parece completamente perdido e está de cabeça perdida.

Compete à Administração da FC Porto SAD e, particularmente, ao presidente Pinto da Costa, reflectir sobre a situação actual e avaliar se Julen Lopetegui ainda será capaz de levar a nau portista a bom porto.»


Escrevi este texto a seguir a uma vitória. À vitória (por 1-0) do FC Porto frente ao Tondela.
36 dias depois, fora da Liga dos Campeões, eliminados (na prática) da Taça da Liga e na sequência de duas derrotas seguidas – uma em pleno Estádio do Dragão frente ao Marítimo e outra hoje em Alvalade – em ambos os casos com exibições ridículas, o que dizer?

Apontar o dedo aos jogadores?
Lamentar-mo-nos do azar?
Queixar-mo-nos das arbitragens?
Não.

Há 36 dias atrás, o problema principal (não o único) já era mais do que óbvio e, por isso, o título que escolhi para esse artigo foi ‘A bola está nas mãos do Presidente’.

Entretanto...

Alguns dos meus amigos, Portistas indefectíveis, fartos destas exibições miseráveis, deixaram de ver os jogos do FC Porto.

O número de Portistas que vão para o Estádio do Dragão, assobiar e mostrar lenços brancos ao treinador, aumentou.

E hoje, ao meu lado, no café onde assisti ao jogo, ouvi adeptos (sócios?) Portistas a desejarem, em voz alta, que o Sporting marcasse mais golos, de modo a apressar a saída de Lopetegui.

Senhor Presidente, eu sei, todos sabemos, que se a Administração do FC Porto despedir o treinador, isso será o reconhecimento público que o “projeto Lopetegui”, em que a SAD investiu dezenas de milhões de euros, falhou.

Mas, Senhor Presidente, pesando os prós e os contras, vale a pena adiar o inevitável?
Até quando?


P.S. Cada vez é mais difícil encontrar um Portista que elogie a capacidade de Lopetegui. Já entre os adversários, há quem destaque a qualidade do ainda treinador do FC Porto e, por causa dele, até se zangue com os jornalistas...

49 comentários:

Francisco A. disse...

Eu jamais culpo as arbitragens pelo insucesso do FCP. Não sou lampião ou lagarto e o meu clube é grande o suficiente para entrar em cada jogo e jogar para ganhar que é basicamente o "jogar à Porto".

Atualmente, vejo uma equipa com medo dos adversários- 2 pivot e um 8 num meio-campo - e uma organização defensiva- hoje e contra o Marítimo viu-se- de lembrar jogos dos Distritais.

Não há plano B, não uma transição ofensiva com princípio, meio e fim, não há nada de nada.

Dizer que o jogo foi decidido nas bolas paradas- então mas OJOGO diz que nos dias dos jogos é o treino dedicado para isso... enfim- e foi equilibrado é brincar e cuspir na cara dos adeptos que gastam dezenas e dezenas de euros para acompanhar o Porto.

Eu não sou do clube do PdC, sou do FC Porto cujo atual Presidente teve uma influência tremenda para aquilo que o clube é hoje. Por isso, peço ao Presidente que reflita e não estrague a sua saída do clube com esta pouca vergonha que assistimos hoje e temos assistido desde Outubro de 2013.

Que acaba os negócios para enriquecer os empresários e que deixam o clube de mãos atadas, que se contrate um treinador de futebol e que se volte a ver o FCP.

Francisco Paulos disse...

O Homem é teimoso e não quer dar o braço a torcer por mais um Elop.

Madureira disse...

O problema vai para além de Lopetegui! Este é a face visivel de como está a situação. Mas quem o foi buscar? Quem depois de uma época miserável foi buscar um treinador sem curriculo e sem ter experiencia a treinar clubes?? Será que foram as mesmas pessoas que foram buscar o P.Fonseca e que ano após ano vendem o nucleo duro da equipa??

Quando se ganha, elogia-se até mais não, mas quando as coisas correm mal a culpa é sempre dos mesmos! O Lopetegui não sabe mais, com ele não ganhamos nem vamos ganhar nada, agora meus amigos, responsabilidades devem ser pedidas mais lá em cima... até porque vamos para o 3º ano sem ganhar nada!!

rbn disse...

Tá mais do que visto que não existe fio de jogo, não há entrosamento, não há absolutamente nada coletivamente.

Ganhar segundas bolas? É raríssimo.
Passes certos e lançamentos com critério? Nem vê-los, nem de perto nem de longe...

Hoje na 2ª parte, Brahimi ( como várias vezes nesta época com outro qualquer jogador ) recuperou uma bola a meio campo e...ficou com ela, porque olhou, olhou, olhou e não viu ninguém pra lançar, pra tocar, pra tabelar, zero...

Os lances de perigo do Porto foram TODOS em tentativas individuais...do outro lado, as jogadas e os contrataques, principalmente no 2º tempo foram todos organizados, bem trabalhados e quase letais, tinha sempre um lagarto solto pra receber a bola...

Uma coisa é certa: os 2 Andrés não podem ficar fora desta equipe...pelo menos lutam, correm, brigam, dão trabalho, jogam à Porto...o maivelho tem que ser titular e o mainovo merece ser titular, porque Aboubakar se tivesse feito apenas metade dos gols feitos que perdeu, não estávamos nesta situação...

Resumindo e concluindo: 6 meses e ainda não há jogo coletivo visível. Num clube das distritais não devia acontecer, quanto mais num clube de top...algo vai muito mal...

Paulo Marques disse...

Não vos percebo, sinceramente. O adversário pouco fez, o jogo apoiado tanto elogiado do rival só resultou num lance perigoso, dos quais o FCP teve bem mais.
Qualquer tosco de outra equipa é uma maravilha, qualquer um que falhe qualquer coisa na nossa só serve para a distrital. Raios vos parta, vão ter o cemitério que merecem.

OAutor disse...

Qualquer uma dessas pessoas que falas neste post e dizes que são Portistas, estás enganado! Quem tem esse tipo de comportamentos e qualquer outra coisa...Portistas não são de certeza absoluta!!!

miguel azevedo disse...

"Lopetegui faz falta desnecessaria junto á linha lateral ... Na sequencia da falta lopetegui deixa slimani sozinho pra cabecear á vontadinha ... Minutos depois lopetegui aparece isolado frente a patricio e esbarra a bola contra ele ..
Oh lopetegui tu tambem nao ajudas nada o treinador ...." Vi esta publicação no facebook de um Portista. É verdade que o Lopetegui é um nabo mas os jogadores também não ajudam nada.

Canaine disse...

Nunca me lembro de ver o clube com tanta ausência de títulos e resultados, com falta de atitude competitiva e passividade directiva.
Sobre O treinador está tudo mais que dito, e pior, está tudo mais que visto. Diz-se que temos centrais fracos, mas que caralho é o Naldo. Com um treinador minimamente competente com este plantel acrescentando a equipa b construíam duas equipas para lutarem pelo título entre si. Sobre os jogadores o que falta são uns Baías ou Jorges Costas (para referir apenas dois exemplos) para darem um murro na mesa lá dentro.
Com diz e bem o Francisco A. no comentário anterior "eu não sou do clube PdC, sou do FC Porto" e o intocável presidente se não perceber isto arrisca se a não sair pela porta que merece. Não vai faltar muito para aparecer uma oposição, credível ou não, que irá dificultar uma sucessão que se pretendia pacífica.

Francisco A. disse...

O adversário pouco fez? E nós o que fizemos? Vai para um blog do teu clube.

Silver(io) disse...

Tudo o que diz,resulta da falta de liderança que um treinador incute e majora.Se um jogador não corre,não luta pela posse de uma segunda bola,não oferece linhas de passe ou não se desmarca,a culpa,sim,é do treinador

Tomas Silva disse...

O FCP neste momento é um centro de emprego da família Pinto da Costa...filho, filha, ex genro, atual namorado da filha ... O reinado de Pinto da Costa vai acabar muito mal.

Guilherme de Sousa Olaio disse...

São jogadores escolhidos e aceites por Lopetegui. Se um conjunto de trabalhadores é selecionado para construir determinado empreendimento e a obra colapsa o primeiro a ser convocado para responder pelo fracasso é aquele que dirige esses trabalhadores.
A situação dramática a que se chegou não tem retorno possível. É necessário baralhar e começar de novo. Dê-se início à preparação da próxima época. Amanhã já é tarde.
Abraço

experiencia disse...

Boa tarde,
Do meu ponto de vista, ha duas opções a serem tomadas. A 1 despedir o lapatego, seria a que eu tomava, contudo mudar o treinador a meio da época é dar um sinal que desistimos da mesma. Ou então , sendo a opção mais sensata, uma medida similar tomada na época de vitor Pereira, assumir que o treinador não tem qualidade e contrata-se jogadores que "substituam" o treinador. Se com VP foi o Lucho, atualmente necessitaríamos do bruno alves, do joao Moutinho e tentariamos o empréstimo do falcão. Despachar os jogadores azidas também ajudaria.

Francisco Paulos disse...

Tudo que é demais é moléstia diz o povo e com razão. PC já passou o prazo de validade e vai deixar o clube tal como o encontrou ou seja na lerda.Ouvir o Totopegui falar na conferência de imprensa só demonstra que o homem está a viver noutra realidade.Ao que chegamos.

Pedro Moreira disse...

Caro Jose Correia felicito-o por começar a alargar a SAD a responsabilidade pela gravissima situação desportiva do clube. A equipa obviamente joga pior do que deveria jogar se pensarmos na qualidade do plantel. O treinador é miseravel pelo que não faz no campo mas também porque foi responsável pela escolha de vários jogadores do plantel. Como para mim vem sendo óbvio temos outra vez um plantel fraco. Ja o disse inúmeras vazes estamos como o Benfica ha 10 anos onde se idolatravam jogadores medianos. Sao o caso de André André, de Rúben Neves (quando vejo o Renato Sanches acho que são de campeonatos diferentes), de Brahimi. Sao so bons jogadores mas falamos deles como se fossem estrelas. E ainda nos dedicamos a defender a miséria de personagens como Maicon, Herrera, Tello...Esta tudo louco. Nao vamos ganhar NADA, porque a direçao nao existe, o treinador é mau e os jogadores mediocres. Nao me parece facil inverter a situaçao...

ega disse...

Só uma coisa: Jesus foi defendido por Vítor Pereira e Pinto da Costa num dos vários momentos maus que teve no clube corrupto, curiosamente as reacções contrárias foram idênticas ás nossas.
O diagnóstico do nosso problema está no que escreveu o Madureira...
Ontem também havia zona-mista e o MEU PRESIDENTE NÃO APARECEU...

Alexandre Moreira disse...

Jà faz alguns meses que nos forum portistas, todos os debates têm como unica consequência uma oposição entre anti-lopeteguis e pro-lopeteguis. Devemos raciocinar e propôr umas soluções a estas questões:
Quem é que esta a mais na estrutura?
Qual seria o treinador capaz de substituir Lopetegui?
Jà em Janeiro? Para ficar na proxima temporada?
Qual jogadores emprestados seriam uma mais valia?
Qual seriam os jogadores à contratar?
Devemos tentar espalhar proposições pela net para que ganhem força e começam a criar um ruido.
Portistas do mundo inteiro: União para não cair no abismo de continuar a ser portistas e deixar de ser adepto.
(Desculpem os erros, teclado francês não ajuda);
Amitiés à tous les Dragons.

Antonio Silva disse...

Para mim já acabou, e mal como tu dizes.

José Correia disse...

"Caro Jose Correia felicito-o por começar a alargar a SAD a responsabilidade pela gravissima situação desportiva do clube"

Não me parece que a situação desportiva do clube seja gravíssima, nem nada que se pareça.

Quanto a alargar responsabilidades à Administração da SAD, particularmente aos elementos com responsabilidades no Futebol, isso é óbvio e nem seria preciso dizê-lo (conforme eu já o fiz, mais do que uma vez).

Pedro Moreira disse...

Nao leio tudo o que escreve mas ja sabe que discordamos sobre a situaçao do clube. Este ano fizemos um investimento enorme, perdemos a desculpa do plantel carissimo do Benfica e ja percebemos que nada vamos ganhar. Se calhar vamos ter que desinvestir quando sabemos que precisamos urgentemente de dois centrais a serio, um numero 10 e um ponta de lança. Se nao ganhamos agora não sei quando sera. Para mim a situaçao e gravissima porque nos estamos a desmoronar. No que costumamos discordar é que para si o elo mais fraco tem sido o treinador, é habitualmwnte incapaz de reconhecer a miseria do plantel e costuma por paninhos quentes quando se refere a administraçao...Este ano ate tem razao sobre o treinador mas este plantel...e quem o formou...

rbn disse...

Zito, meio-campo bicampeão do mundo pelo Santos e Seleção Brasileira uma vez gritou irritadíssimo com Pelé que vinha voltando, após uma jogada que era gol certo, mas que foi pela linha de fundo:

"CRIOULO BURRO!!! Se eu olhar praquele lado, é porque eu vou tocar pro outro lado, p****!!!"

E o Rei disse: " P**** Zito, pensei que essa era com Garrincha c*******!!!
E os dois caíram na gargalhada...

Os jogadores se conheciam, bastava um olhar, um gesto e conheciam as jogadas que os companheiros iam fazer, e etc etc etc...

A isso chama-se entrosamento, coletivo, conjunto ou qualquer sinônimo destas palavras...sem mencionar que as principais estrelas da companhia levavam puxão de orelhas quando faziam "m****", coisa impensável hoje em dia, com muitos com egos muito maiores do que o futebol que jogam e pouquíssimos com futebol maior do que o ego...

É o que falta neste Porto de Lopetegui: entrosamento, conjunto, coletivo, e com 6 meses os jogadores já deveriam saber pelo menos 70% do FIO DE JOGO, já deveriam se conhecer muito melhor, já deveriam saber que:
"se eu tocar ali, vai estar alguém, se eu subir, fulano é quem me cobre, se eu abrir para as pontas e levar o meu marcador, alguém rompe pelo meio, e etc etc etc..."

Em 6 meses, os jogadores ( TODOS ELES, Bês incluídos!!!) já DEVERIAM SABER pelo menos 70% disto!!!

É isso que preocupa, é o x da questão: se em 6 meses não há conjunto, até maio o mister fará milagre e colocará o Porto jogar como equipe???
Era mais fácil Casillas, Helton e Gudiño formarem o trio de ataque...

PAULA CARNEIRO disse...

não acham que estam a exagerer um pouco, o porto em no tempo do A.V.B ganhou em alvalade, e há ainda muito campeonato para jogar, estamos na taça de portugal e liga europa, é evidente que há jogadores em baixo de forma, há ainda muito campeonato para jogar, temos de receber o sporting no dragão

PAULA CARNEIRO disse...

penso que o hernani, e o ricardo pereira eram mais valias

Pedro ramos disse...

À que reconhecer a algo aos adeptos: aos seus olhos o actual treinador da equipa é sempre o mais incompetente, o mais incapaz da história do clube. Pelos menos são coerentes há já vários anos.

bruno cláudio disse...

nota-se perfeitamente que os jogadores não dão mais porque com este treinador sabem que não vale a pena. bem faz o Osvaldo em não voltar.

Quid disse...

Oh amigo, estás aqui a misturar alhos com bugalhos, a confundir nêsperas com magnórios.

E olha que sim, que devias culpar as arbitragens que em 2015 ajudaram a que uma equipa fizesse 85 pontos mentirosos, adulterados, extrapolados quando na verdade, nem 75 deviam ter somado. E, agora, em 2016 fazem com que uma equipa que está em 1º lugar à custa de muitos penalties forjados, de muitos penalties perdoados, á custa de muitos cartões não exibidos.. como ainda ontem ao Naldo e ao Adrien.. arbitragens que não viram o Slimani defender com o braço uma bola que ia para a baliza.

- - -

E para o autor do Post, dizer que até os verdadeiros sportinguistas reconhecem que se o Aboubakar tem marcado na 1ª parte em que dominamos a partida, o jogo seria outro, e por certo, hoje, não haveria AQUI ninguém a dizer mal, a criticar só porque perdemos um jogo, coisa que não acontecia quase há um ano!!

Quem sabe DAQUI a uma semana já estejamos de novo em 1º lugar.. e muitos dos que hoje dizem mal, sejam os 1ºs a aplaudir. Quem sabe?!

João disse...

Soa bem, mas é treta. Que treinadores foram esses? Paulo Fonseca foi muito contestado, nunca foi considerado o pior treinador da história do clube. Vítor Pereira bi-campeão muito menos. Jesualdo menos ainda e Co Adriaanse tem uma dobradinha de primeira época para contrastar com a pirotecnia na janela do carro. Nenhum deles foi equiparado a Octávio ou a Quinito.

Não vale tudo.

Quid disse...

Dos jornais..

Os 'casos' no SCP-FCP

Casos, quais casos? não houve casos nenhuns, tirando as simulações do Jefersson a cavar faltas, o distribuir de pau do Naldo, o corte com o braço do Slimani na bola que ia para golo no livre directo, os cartões perdoados ao Adrien e ao João Paulo, o penalty cometido sobre o Corona, os foras de jogo mal tirados ao ataque do FCP. Tirando isso não houve casos nenhuns.

Casos? quais casos?!


Francisco A. disse...

Nunca aplaudi o Lopetegui, até porque, qualquer feito conseguido que este alcance- que até agora é 0- foi alcançado após o FCP ter estoirado como nunca antes.

Eu não sou lagarto, por isso, não fico contente com vitórias morais, como tu, pelo teu comentário.

Vai culpando as arbitragens, vai, de facto, é pelos árbitros que não ganhamos nada há 2 anos .

José Lopes disse...

O desnorte no futebol do clube é tal que o Osvaldo veio tirar férias para o Porto e ninguém o topou. Está agora à espera de poder ir embora e nós com um avançado titular em crise de confiança e outro que é um miúdo. É tal também que continuamos a convocar o Varela, cuja cabeça está noutro sítio qualquer e foi notícia por ter pedido para sair. É tal também que a primeira opção ofensiva foi o Tello, que ainda estamos para perceber se alguma vez teve a cabeça no Porto ou se é só falta de fibra e qualidade.

Temos uma dupla de centrais fraca, um lateral esquerdo adaptado depois da passagem meteórica do Cissokho que mais uma vez ninguém viu a tempo que não tem qualidade, um meio-campo com 3 jogadores defensivos e com o Herrera a ser o elemento que se espera que apoie o avançado (!!!), uma coisa parecida com o duplo-pivot que abafa o Rúben, etc.

Jogamos um futebol da treta. A Doyen foi-nos buscar, ou fomos a meias, um gajo por 20 milhões do qual nem é bom falar pelo que demonstra de falta de Norte no critério das contratações face ao modelo de jogo da equipa. Foi mais importante um negócio milionário para enriquecer alguém que fortalecer a equipa com alguém adequado.

Sim, tudo era melhor com um bom treinador. Mas estaria muito mais descansado se achasse que o problema era só esse. Pinto da Costa apareceu a cavalgar a onda da liderança. Onde estava ontem? Este é um comportamento igual aos dos rivais que eram gozados e continua a haver a haver quem subscreva moções para que ele se recandidate sem se pensar 5 segundos. Talvez seja para fazer mais negócios com a empresa do filho, não sei...

Quid disse...

As minhas vitórias morais são estas:


https://pt.wikipedia.org/wiki/Palmar%C3%A9s_de_FC_Porto,_SL_Benfica_e_Sporting_CP_nas_principais_modalidades_coletivas

E, pensar que bastava ontem ao árbitro verde Hugo Miguel da APAF ter TIDO a coragem de assinalar penalty logo a abrir sobre Corona.. que bastava ao árbitro da Macron ter exibido o devido amarelo às entradas à margem das leis do Naldo.. ter mostrado o amarelo ao corte com o braço do Slimani numa bola que ia para a baliza.. que bastava ao árbitro de Lisboa não fechado os olhos às constantes faltas dos Joãos Paulos, Adriens, Ruiz.. ou que bastava até ao Aboubakar estar em dia sim.. QUE o jogo seria outro !!

Tu, deves ser mais um dos que só sabes dizer mal.. e se calhar só VISTE o jogo da 2ª parte, o jogo depois do intervalo. Devias ESTAR ainda a rever deliciados o frango do g.r. dos juvenis do Vitória e o penalty perdoado ao Fejsa em Guimaraes!!

Só pode. Foi, não foi?! Vai lá outra vez ver a 1ª parte do FCP.


Hugo Mota disse...

Deixa ver se percebo Pedro:
O treinador é mau.
Os jogadores medíocres.
Deve ser por causa do espirito santo que estamos na luta pelo título...

Hugo Mota disse...

Com este mesmo Lopetegui, para além das tentativas de 1-1 dos extremos, no ano passado tinhas no momento ofensivo um Jackson a segurar a bola para medios/laterais avançarem, e este no momento do cruzamento já estava na área. Tinhas Oliver a farejar buracos nas defesas. Tinhas Herrera em movimentos de ruptura. Se AA consegue disfarçar os méritos de Óliver, com a garra, e Herrera por vezes ainda consegue aparecer na frente, Aboubakar é um anão à beira de Jackson. E não estou só a falar de golos falhados. Estou a falar que o camaronês não consegue segurar a bola para a equipa avançar, nem sequer a distribuir. Isto limita em muito a nossa capacidade ofensiva pelo centro, tendo invariavelmente que ser os extremos/laterais a inventarem soluções.
Além que temos um plantel montado para 4-3-3 e o avançado não consegue finalizar o jogo que lhe chega. Tello, sim esse mesmo, em 3 situações como a que Aboubakar teve ontem, comeu 3 vezes Patrício de cebolada. O Aboubakar, isolado, faz sempre o mesmo movimento. Estouro!
Todos nós, e penso que o Lopetegui também, pensamos que Aboubakar conseguiria substituir Jackson. Mas a verdade é que falhou.

JON disse...

Honestamente, algum portista achava que o desfecho do jogo pudesse ser outro, que não fosse uma pissada dos deuses do futebol?

Nem sempre concordo com o escriba do blog que linko abaixo, mas o artigo que coloco concordo inteiramente, sobretudo quanto ao primeiro parágrafo relativo às ideias de Lopetegui.

Uma vez mais, ideias e organização é que devem reger a avaliação dos treinadores. Em ambos os critérios, Lopetegui fica muito aquém de Jesus.

http://entredez.blogspot.pt/2016/01/o-jogo-interior-criatividade-e-o-sucesso.html

PS: até a substituição de Ruben ontem, deixando Herrera em campo e baixando-o para o miolo foi ridícula. Se até entramos menos mal na segunda parte e Ruben estava a fazer alguma circulação de bola, de repente tudo se perdeu. Enfim.

Lápis Azul e Branco disse...

Correção: a bola esta(rá) nas mãos dos sócios nas próximas eleições.

Mas para tal, é preciso que apareçam mais candidatos, que não seja mais uma eleição de lista única.

ATÉ LÁ, o nosso presidente é PdC, o melhor da história do futebol mundial. Haja respeito por isso e pelas suas decisões, que tantas vezes nos fizeram festejar.

Abraço portista

Pedro ramos disse...

Aparentemente sim, vale tudo.

Luís Vieira disse...

O que se passou ontem, infelizmente, era expectável. Estou demasiado enfastiado para escrever o que quer que seja, mas aconselho a seguinte leitura, por demais esclarecedora (principalmente a parte respeitante ao FCP): http://entredez.blogspot.pt/2016/01/o-jogo-interior-criatividade-e-o-sucesso.html?m=1

Luís Vieira disse...

Tanto quanto sei, um jogo de futebol dura 90 minutos. O Porto tem de se apresentar em campo de forma consistente durante todo o tempo de jogo. Ou vamos começar a avaliar jogos de acordo com as conveniências, por partes? Por essa linha de raciocínio, desafio qualquer portista a rever a 2ª parte de ontem e a afirmar que se identifica com o que se passou. Com o autêntico banho de bola que o Porto levou, com a total incapacidade em criar uma oportunidade de golo para amostra, com a falta de ideias provenientes do banco que não fosse a proverbial troca por troca, com o baixar de braços evidente (há várias imagens que o documentam), and so on... Enquanto se continuar a enfiar a cabeça no buraco e a atirar as culpas para a arbitragem, qual síndroma de avestruz, não se vai a lado nenhum. O Porto não joga nadinha, leva ensaboadelas a torto e a direito (Dynamo, Chelsea, Marítimo, Sporting, para citar os exemplos mais evidentes), mas a malta segue cantando e rindo. Pugnar pelo Porto é exigir mais e melhor e não se contentar com a mediocridade ou entrar numa de calimero. Isso está bom para a 2ª circular.

Pedro Moreira disse...

Com o investimento que fizemos se nao estivessemos a frente do Paços e da Academica...De qualquer forma espera pelas deslocações a luz, a Braga, Guimaraes, Estoril, Setubal, Bessa. Se pensarmos que o Benfica desinvestiu mas esta a reconstruir e melhora a olhos vistos o sporting começou do zero e tambem melhora e nos que fomos os que mais investimos, começamos do zero e estamos no menos 20...Se para o Hugo a nossa situaçao quer dizer que estamos bem...fico com inveja do teu otimismo. A ver vamos mas nos dois anos anteriores previ a catastrofe muito antes e este nao vejo que a coisa va ser diferente. Acho que ha portistas muito emocionais e pouco racionais...

Luís Vieira disse...

Tão redutor centrar os problenas de jogo do Porto na diferença de qualidade entre o Jackson e o Aboubakar. É evidente que o 1º é melhor, mais completo que o 2º. Está noutro patamar de evolução, daí que tenha custado a nota preta que custou ao Atlético. Mas convém ter memória e não esquecer o excelente início de época do Aboubakar que, em dados momentos, chegou a carregar a equipa às costas, desempenhando com qualidade exactamente o mesmo papel que o Jackson desempenhava no passado. O que se passa agora é que o Aboubakar atravessa uma fase de menor confiança, de menor disponibilidade física e, sobretudo, é um jogador isolado do resto da equipa. É uma ilha no tal 4x3x3 que refere. Modelos que não propiciem aproximações, tabelas e jogo interior são obsoletos. O Aboubakar passa eternidades sem ninguém se chegar perto, tem de ser ele a recuar imenso para participar no jogo da equipa. Ora, quando o jogador não é tao bom, tem de ser o modelo de jogo, o colectivo, a disfarçar as deficiências individuais. Para isto é preciso treinador com arte e engenho. Infelizmente não temos. O rbn fala na falta de fio de jogo, percebo o que quer dizer e acho piada ao tom, mas discordo: acho que o Lopetegui tem um fio de jogo, mas é tao limitado, tao simplório, que é difícil, sem craques como os da época passada, vingar. E isso diz mais do treinador do que dos jogadores deste plantel (como o Aboubakar) que não sendo extraordinários (fui um dos principais críticos da SAD no início da época, no que respeita à politica de contratações), são bem jeitosos e dão para fazer muito, muito melhor. De resto, os extremos e os laterais não são forçados a coisíssima nenhuma: é o treinador que quer que eles inventem ali (nos jogos pequenos, porque nos grandes fica só para o Brahimi e o Corona). Jogar pelo meio é pecado (o Pedroto está a remexer-se na tumba). Por último, recorrer ao exemplo do Tello para o momento da finalização deve ser brincadeira de mau gosto. É rever o clássico de Alvalade, frente ao mesmo Rui Patrício, do ano passado. Ou então pensar na quantidade de oportunidades falhadas desde que chegou ao Dragão.

Joaquim Castro disse...

Boa noite, concordo com a análise efectuada, a equipa demonstra uma ausência de estilo de jogo, tremendo perante qualquer adversidade ficando sem capacidade de reacção.Tal facto não era expectavel face aos 18 meses que o treinador tem de trabalho no clube, donde resulta que a sua ideia de jogo ou não se enquadra no tipo de jogadores que dispõem, ou a metodologia que utiliza para sua implementação não é eficaz, ou a comunicação com os jogadores não é fluente nem credivel para estes. Para mim é claro, que nos restantes seis meses essa situação pode ser disfarçada pontualmente no nosso campeonato face a falta de competitividade( na liga Europa seremos obviamente eliminados nos próximos jogos), mas estas deficiências manter-se--ao e o campeonato está perdido. Os nossos concorrentes directos evidenciam trabalho dos treinadores, o Sporting tem implementada uma ideia de jogo e jogadores motivados e o Benfica começa apresentar melhorias, que com duas ou três aquisições em Janeiro estará reforçado. Devemos começar a preparar desde já a época 2016/17, contratando um treinador que aproveite estes seis meses para a planear , avaliar actuais jogadores e lançar a base do seu estilo de jogo.Diminuiríamos assim o nosso Gap face aos nossos concorrentes para a próxima época. Não será uma situação nova no nosso clube, já que a substituição de Octavio Machado por José Mourinho se enquadrou nesta metodologia, com os resultados posteriores de que hoje estamos saudosos.Relativamente a escolha do treinador capaz deste desafio, continuo confiante na escolha do nosso Presidente. Abraço Portistas

rui fernando almeida disse...

Só nao entendo como existem "portistas"que querem que o FCP perca em Alvalade ,logo depois de termos perdido em casa com o Maritimo para a Taça da Liga,e que "portistas"querem que o Sporting marque mais golos para que o Lopetegui va embora.
Nao entendo como existem portistas com mais ódio ao treinador do que amor ao nosso FCPORTO.
Tambem acho que os aplausos incentivam e que os assobios desmotivam.
O FCP vai ser campeao e ganhar a TAça de Portugal.
FCPSEMPRE
RUIFCPESPAÇOK
P.S.

João disse...

De acordo, muita da (falta de) jogo do Porto na época passada passava pelas charutadas para o Jackson e a sua capacidade invulgar de segurar e distribuir bem. Diz muito sobre o Jackson mas também diz muito sobre a falta de futebol de Lopetegui.

meirelesportuense disse...

Não vale a pena bater mais no ceguinho -já basta tudo o que se disse-, quem tem a possibilidade de resolver o assunto é Pinto da Costa e ele sabe ou deve saber melhor que ninguém, o que se passa no Porto. Pelo que me toca, pus o meu coração completamente de lado. Este sábado, nem quis ver o jogo, já pressentia o resultado e da única vez que olhei o desafio -por imposição do barulho que escutei-, o Sporting marcara o seu primeiro golo. Acabou!

Paulo Marques disse...

Quid, falta referir o Jefferson. Faz uma falta para amarelo, leva um aviso, poucos minutos depois faz outra e não passa nada.

Paulo Marques disse...

Se calhar devia, aqui é só gente do clube JJ.

Paulo Marques disse...

O jogo interior do JJ foi tão bom que só conseguiu criar perigo uma vez quando fazia os tais 50 passes que o Freitas Lobo via.
O JJ nunca jogou assim, mas enfim, vale tudo.

JON disse...

Jogo interior não é igual a 300 passes. Mais uma vez estereótipos errados, provavelmente com origem na Catalunha.

Caro Paulo,

Onde andavam durante a maioria do tempo os extremos do SCP, quando o SCP tinha a bola? E onde procuravam os médios do SCP colocar a bola sempre que saiam a jogar? Agora compare com o Brahimi e o Corona presos com fita-cola à linha lateral... Pois.

Paulo Marques disse...

E, no entanto, o mestre da táctica só criava perigo em contra-ataque e lances compridos, como sempre.
Poupem-me.