segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Espiral de contestação

Estádio do Dragão, insultos e recados na madrugada do dia 03-01-2016

«Cerca de quatro centenas de adeptos receberam a equipa do FC Porto, no Estádio do Dragão, com assobios e insultos, depois da derrota (2-0) de sábado em Alvalade com o Sporting, para o campeonato.
Jogadores e equipa técnica chegaram ao Dragão às 03:00 em ponto e à sua espera tinham um grupo de adeptos descontentes com os últimos resultados e exibições da equipa. As principais palavras de descontentamento foram para o treinador espanhol Julen Lopetegui, a quem exigiram que pedisse a demissão do cargo. Um grupo de adeptos exibiu uma tarja a dizer: "Espanhol pede a demissão". "Vergonha" e "joguem à bola", gritaram os adeptos.

03-01-2016: Insultos e contestação a Lopetegui (fotos: O JOGO)

Na operação policial para evitar confrontos estiveram envolvidos dezenas de agentes, que impediram que os adeptos se aproximassem da zona de entrada da garagem do Estádio, chegando mesmo a cortar o trânsito na rua de acesso.»
in OJOGO.pt, 03-01-2016 | 09:10


A contestação em relação ao treinador tem vindo a aumentar e, nas últimas semanas, atingiu mesmo níveis preocupantes de hostilidade e agressividade verbal (da parte de alguns adeptos portistas). Contudo, porque a memória de alguns parece ser fraca, convém salientar que a contestação ao trabalho de Lopetegui não começou com a derrota em Alvalade e a consequente perda da liderança do campeonato.

Há meses que existe um enorme desagrado pelas más exibições (algumas delas paupérrimas), que este plantel milionário (o mais caro do campeonato português!) tem proporcionado em grande parte dos jogos desta época.

24-11-2015: Vaias e lenços brancos nas bancadas do Dragão, após a derrota (0-2) com o Dínamo Kiev

10-12-2015: Insultos à chegada ao aeroporto do Porto, depois da derrota (0-2) contra o Chelsea
(fotos: JN / Global Imagens)

29-12-2015: Lenços brancos no Estádio do Dragão, após a derrota (1-3) com o Marítimo
(fotos: Global Imagens / Leonel Castro)

E não, não é por falta de “ovos”, que o treinador do FC Porto se está a revelar incapaz de fazer uma boa “omelete”.

Sou o primeiro a reconhecer que o plantel do FC Porto (incluindo alguns dos melhores jogadores da equipa B) tem excesso de jogadores para algumas posições e lacunas de qualidade noutras, mas penso que poucos terão dúvidas que Julen Lopetegui tem à sua disposição o melhor plantel do campeonato português e, por isso, condições (obrigação!) de fazer mais e melhor. A começar pela construção de uma EQUIPA coesa e competente, algo que, seis meses após o início da época 2015/16, ainda não existe.

Perante o que (não) se tem visto a equipa do FC Porto fazer dentro das quatro linhas;
Perante a contestação crescente dos adeptos portistas, durante e após os jogos;
Perante a hostilidade (por vezes a passar dos limites) em relação ao treinador;
Perante os "avisos à navegação" de vários ex-jogadores do FC Porto (Jaime Magalhães, Eduardo Luís, Vítor Baía, Domingos, Secretário, etc.);
O que fazer?

Chegados aqui é fácil apontar o dedo a Lopetegui e "imolar no altar" da contestação mais um "cordeiro" (treinador).

Mas, como sempre, compete à Administração da FC Porto SAD avaliar e decidir.
Neste caso específico, a responsabilidade é de Pinto da Costa e de Antero Henrique, que terão de decidir se o timoneiro que foram buscar a Espanha, ainda tem condições para recuperar as "velas rasgadas", consertar os "rombos no casco" e levar a ziguezagueante nau dos dragões a bom porto.

Pinto da Costa e Antero Henrique no treino do dia seguinte à derrota de Alvalade
(foto: Manuel Araújo)

Com a certeza, porém, que quanto mais dias passarem, mais Pinto da Costa, Antero Henrique e Julen Lopetegui estarão juntos neste "barco".
Nas vitórias e nas derrotas.

Aconteça o que acontecer, chega de atribuir os louros dos sucessos ao presidente e as culpas das derrotas aos treinadores e jogadores. Até porque, treinadores e jogadores não caem no Estádio do Dragão de pára-quedas...

50 comentários:

manuelpereira365 disse...

Jose, achar que o lopetegui eh o unico culpado, eh a receita de desastre deste actual fcp...assim como essa do plantel mais caro. se tirar os esquemas de negocio (tipo imbulas a 20M que nao o sao) nao temos plantel mais caro nenhum...isso eh o q a imprensa vermelha e verde adora fazer passar.
entao e o plantel de 2010? hulk, falcao, moutinho, james, fernando...isso sim era um plantel !!!

lopetegui eh mau, sim, e nunca foi nem nunca seria escolha, mas nao eh o unico culpado. pq nao investimos a serio num treinador? pq tem de ser o treinador do catologo doyen/mendes?
Pq eh q desde AVB se acha que qq vassoura no banco era campea?
Pq eh que o Relatorio e Contas tem mais comissionistas e intermediarios que a VCI a hora de ponta?

esta epoca ainda, ainda nao esta perdida, mas...

Miguel Magalhães disse...

Pedindo desculpa por usurpar o artigo, penso que valerá a pena reler o artigo e os comentários publicados aqui no Reflexão Portista há pouco mais de quatro anos atrás
http://www.reflexaoportista.pt/2011/11/vitor-o-teu-buraco-esta-pronto.html
Qualquer semelhança com a realidade actual será pura ficção...

João disse...

Sempre fui muito crítico do trabalho de Antero Henrique, aqui e noutros espaços, nas 4 ou 5 épocas que começamos sem alternativa ao Fernando ou com Kleber e Walter como opções para #9. Com Lopetegui isso não acontece. Esta e a época passada tivemos, pelo menos, duas opções muito válidas por posição. Não tenho nada a apontar ao plantel que foi apresentado ao treinador. Se acrescentarmos ao que lá está Ricardo, Quintero, Hernâni, Gonçalo, Ivo, Kayembe.. deve dar para fazer 3 11s candidatos ao título. Não foi nem é por aí.

DC disse...

Pinto da Costa vai fazer o costume: apoiar o treinador até se tornar perfeitamente insustentável mantê-lo. Vai perder tudo como perdeu nos últimos anos mantendo-se sempre a defender o treinador cegamente. Fez isto com Paulo Fonseca mesmo com dois ou três pedidos de demissão do próprio, contribuindo para que ficassemos em 3º lugar no campeonato. Este ano penso que a dúvida será se ficamos em 2º ou 3º.

Paulo Rodrigues disse...

A história de PdC à frente do FCP diz exatamente isso. As consequências serão obviamente a perda de títulos por pelo menos mais uma época.

Se ficamos em 2º ou 3º? Olhando para o jogo da equipa de vermelho em Guimarães o colinho tornou-se escandoloso e diria que temos o 2º lugar em risco.

Francisco A. disse...

Bom dia, bem, aquilo que mais me preocupa não são os resultados pois estamos a 2 pontos do Sporting, na Taça de Portugal e numa competição europeia- apesar do banho de bola que vamos levar.

O que mais me preocupa é o futebol que o FCP pratica e que me leva a concluir que nos treinos do Porto são se faz praticamente nada.

Transições ofensivas- passa ao Brahimi ou ao Corona e os seus laterais que subam. Ou chutão para a frente de Maicon e o Herrera que se aproxime do Aboubakar.

Transição defensivas- nem sei por onde começar. Fomos comidos na 2ª parte pelo Sporting neste aspecto. O Maxi sobe demasiado deixa uma lateral vazia e o Maicon e Indi não sabem acompanhar o movimento dos restantes colegas.

Com ou sem bola, não se via nada. É UMA VERGONHA. Temos despesas que vão ultrapassar os 100 M e vemos isto.

Como é possível PdC? É isto que queres? 5 M REPITO 5 M era o que custava o Jorge Jesus. Andamos a ser gozados por todo o país com esta vergonha de treinador. Toda a gente vê. Lopetegui é o treinador mais fraco que vi no Porto, dá-se ao luxo de queimar jogadores, pedir mais jogadores, dispensar jogadores a torto e direito como se fosse culpa dos jogadores a menor produção de futebol.

Francisco A. disse...

Só para concluir. PdC vai buscar imediatamente Marco Silva ou Vítor Pereira ou Mourinho que está de FÉRIAS.

Somos um barco que navega na direção de uma cascata. Vamos ter um estádio vazio, sócios a deixarem de pagar quotas e cada vez mais maus resultados.

Filipe Sousa disse...

Sao 2 problemas - o mais imediato é claramente o treinador; o outro é de gestao e estratégia. O primeiro pode ser remediado rapidamente; o segundo, nao sei se tem solucao.

Nuno Nunes disse...

Bem visto!
Em Novembro de 2011 o VP era fraco e devia ser demitido o quanto antes. Na verdade, o que faltava era uma limpeza de balneário, como se viu. Não sei se o que falta hoje é uma limpeza, mas sei que faltam jogadores de qualidade em sectores deficitários como o ataque e o centro da defesa.

Luís Pires disse...

como é mesmo aquele aforismo "quem não recorda o passado está condenado a repeti-lo"?

bruno cláudio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
agostinhop disse...

Algum Portista com 2 dedos de testa, o que obviamente, exclui desde logo a maioria dos superdragões, acredita que o problema principal do FCP, como clube e não apenas a vertente futebol, não é desde há algum tempo a SAD e à cabeça Pinto da Costa. Devemos muito a PC? Claro que sim. Teriamos ganho tudo o que ganhamos se ele? É provável que não. Mas isso não permite branquear a desgraça que tem sido a condução do nosso clube nos últimos anos. Passamos a ser um mero instrumento de comissionistas e agiotas, de fundos e outras coisas nebulosas para facturar dinheiro com jogadores, patrocínios, direitos televisivos. A situação financeira do clube é frágil e o que se faz? Contratar jogadores banais a peso de ouro. Veja~se o Sr. 20 milhões Imbula, que nem joga. temos uma equipa onde nunca se apostou tão pouco nos jogadores Portugueses e na prata da casa. O FCP tem agora um momento chave na sua história. Ou muda de vida e volta a traçar os caminhos por onde conseguiu ter sucesso, ou pode cair na irrelevância e tornar-se um clube pouco mais que banal, entregando de bandeja os palcos da ribalta aos rivais de Lisboa. Para mudar de vida o FCP tem de mudar de protagonistas. É hora de PC dar lkugar a alguém com garra e fome de vitórias. Obrigado PC, mas já é demais. Nunca serão suficientes os agradecimentos ao que ele nos lega, Mas sejamos claros o FCP vai continuar após PC e acima detudo, vai continuar a vencer após Pinto da Costa.

Saci Pererê disse...

Comparar Vitor Pereira com o Lopetegui não tem sentido. O VP teve sempre a equipa do lado dele, e também muitos sócios, depois tivemos o que ainda hoje temos uns pipoqueiros que percebem muito pouco de futebol a assobiar e a dizer que o homem não valia para nada. O Porto não perdeu nenhum jogo com o VP, e onde foi dominou sempre os encontros, faltavam-lhe os avançados, mas nem aí o homem teve culpa.
O Lopetegui tem tudo o que os outros treinadores antes dele (após AVB)não tiveram. A verdade é que Lopetegui é um treinador banal e não tem a qualidade que o clube necessita. As suas ideias são fixas e não tem qualquer fundamento lógico, são ideias de outros estrategas e aí é onde o homem peca. A obsessão com a posse de bola é ridicula, quem vê os jogos no estádio que contabilize o número de vezes que os médios recebem o esférico de frente para a baliza e mesmo nesse caso, quantas vezes os jogadores fazem passes em rotura. No jogo do Sporting contei 2 passes de rotura, e ambos pelo trinco que estava menos exposto à pressão do meio campo adversário. Entre arriscar ou passar para o lado, os jogadores passam para o lado, e isso demonstra que não têm confiança, e que não se lhes pede qualquer tipo de espontaneadade, só a rigidez tactica importa, e isso é um completo absurdo, como o futebol da equipa demonstra.
Em relação à Sad acho que a politica já se está a alterar, mas os adeptos devem ter em atenção que se vamos apostar mais na prata da casa, o periodo de adaptação pode ser algo doloroso.
Relembro que o técnico pediu Marcano, Jose Angel, Andres Fernandez,Tello,Adrian Lopez, Bueno, Casillas, Casemiro, Oliver, fora os outros que lhe trouxe a SAD. Não tem qualquer desculpa. E isso de que os centrais são fracos, comparem-nos com o Naldo e o Paulo Oliveira e digam-me se querem trocar. O problema é um e só um neste momento, o treinador não passa de uma banalidade.
Em relação à SAD, tenho a ideia que a estratégia vai mudar, já está a mudar, e a equipa B é o reflexo disso. Mas quando o treinador prefere dar minutos a José Angel que a Rafa, ou que não coloca o Andre Silva contra a Académica a ganhar por 3-0, mas atira-o aos leões retirando a outra referência atacante quando estamos a perder por 1-0, a aposta na juventude é uma treta. Lopetegui quis mandar um recado à SAD e as suas declarações posteriores deixaram isso claro, para ele não tem alternativa a Aboubakar, como se a merda do Osvaldo fosse melhor que o miudo. É uma vergonha.

DC disse...

Pronto, vamos lá limpar o balneário de jogadores escolhidos a dedo pelo próprio treinador.
Vamos limpar o balneário de jogadores que não ganham há 3 anos, tudo a ver com o que VP apanhou (apanhou uma equipa depois de vitória europeia, campeonato sem derrotas e vitória do campeonato na luz).
Acham mesmo que há comparação com estes cenários?

AH, VP nunca perdeu nem com Sporting nem Benfica, estivesse ou não a jogar mal, tivesse ou não jogadores a querer sair. Jogou mais de meia época com Maicon a defesa direito e foi ganhar à Luz na mesma.

DC disse...

Já agora deixem-me só dizer uma coisa: Acho que a melhor solução é mesmo a troca de treinador no imediato, caso se verifiquem existir alternativas á altura (e acho que qualquer treinador espanhol do meio da tabela seria melhor. Olhem para Villarreal ou Celta, por favor.).
No entanto, acho completamente idiota estar a planear apupar equipa e treinador no próximo jogo em casa. Estamos a dois pontos e falta jogar o jogo em casa com o adversário directo. Nada está perdido e ganhar este jogo ao Rio Ave para mim é essencial para o Porto poder manter a corrida ao título.

Mas enfim, tudo isto depende de PdC que não irá despedir o treinador, acredito eu.

Pedro ramos disse...

1- Apesar de ter ficado desiludido com a contratação de Lope, porque não tinha o perfil que defendia, não fui capaz, ao contrário de 90% dos adeptos, de prever ao 4º jogo que ele não servia para o clube. Continuo a pensar que tem algumas boas ideias outras más e muita dificuldade em operacionaliza-las.

2-Não me identifico minimamente com as "pressões" que os adeptos têm criado aos treinadores que passam pelo clube nosso últimos anos.
Cheguei ao ponto de ouvir muitos adeptos suspirarem por PF, ele que ao fim de 3 meses já não podia com as criticas dos adeptos portistas, pedindo a demissão várias vezes. Hoje, apresentando as mesmas ideias que no Porto, dizem que o Braga joga bem e que com 3 meses num clube médio já tem capacidade para treinar um Porto!!!
VP sendo bi-campeão foi insultado, criticado pelo futebol "fraco" que apresentava, tinha o plantel que foi vencedor da liga europa, por isso tinha obrigação de esmagar tudo e todos em Portugal diziam os adeptos.

3- Hipoteticamente Lope sai amanhã, dá-se sangue à multidão e agora? Quem está aí à mão de semear para preparar a próxima época? Pensam que é com Luís Castro que vamos lutar pelo título? Pensam que algum treinador vai chegar e miraculosamente ser campeão? Qual é o ganho real que vamos ter?

rbn disse...

O que faz impressão é a falta de fio de jogo.
É inadmissível não ter fio de jogo em 6 meses de trabalho, nem nas distritais isto acontece.

A equipe B dá gosto de ver jogar. Jogo vistoso, coletivo, ofensivo, com garra e alma, como devia ser na equipe A.

Mas não pode ser apenas culpa do treinador, será que os jogadores não vêem televisão, não ouvem rádio nem tem internet???

Será que os jogadores não tem brio pessoal e profissional pra fazer com que joões gordoberns, vermes gomes da silva e outros desta qualidade engulam as chacotas que andam a fazer do clube nos programas de tv???

Já que não se vai mudar o treinador, o treinador que mude alguma coisa, que tome as decisões que deve tomar, que dê um murro na mesa doa a quem doer...nem que coloque a equipe B pra disputar o resto do campeonato e a equipe A pra disputar a 2ª divisão...se assim o fizesse, pelo menos na liga principal iríamos ver uma equipe jogar verdadeiramente à Porto...

Luís Vieira disse...

É evidente que a maior responsabilidade é da Direcção. A começar pela escolha do treinador, que se tem revelado furada. Mas não se esgota aqui. Achei particular piada aos recados do Presidente para os próprios adeptos, depois da conquista do 1º lugar (efémera, como visto), quando na mó de cima (e, por isso, fácil), em contraponto com o silêncio sepulcral em alturas em que o Porto precisava de defesa férrea contra inimigos externos. Isto, para mim, é denunciador do desnorte e da troca sem sentido de prioridades da Direcção. Para não falar na promiscuidade com a SPDE, nas proverbiais comissões e nas compras inflacionadas de jogadores por catálogo. Tudo isto tem sido apontado em devido tempo e não há grandes alterações de política. Em suma: treinador e Direcção, 2 faces da mesma moeda.

Paulo Marques disse...

O que fazer? Ir buscar o Manco Silva, o Quaresma e meter a equipa B a titular, como tanto se pede.

Mesmo que viesse o/um AVB, sem Hulk, Falcao e James, ao fim de um mês também já era assobiado desde o início do jogo porque não era matreiro como o JJ.

miguel.ca disse...

Lol Francisco!!! "Vai buscar"? Dois desses treinadores têm contrato com os respectivos clubes e o Mourinho trabalha noutro patamar. Pensa um bocadinho.

miguel.ca disse...

A contestação a Pinto de Costa torna-se uma realidade cada vez mais evidente a cada dia que passa. Já há muito tempo que defendo que a próxima revolução no FCPorto passa pelo fim da era PC.
O nosso obsoleto Presidente há muito que perdeu a paixão e aquela força desmedida com que lutava pelo clube e passou a ser apenas o tipo que assina os cheques e os distribui pelo batalhão de comissionistas que gravitam à volta do Dragão.

Alberto Silva disse...

Pelo calendário que temos em Janeiro, podem me chamar tolo, mas eu se fosse o presidente nao demitia qualquer treinador neste momento, a historia nao nos fala em sucesso algum em mudar a meio, e temos já dois jogos para ganhar...

bruno cláudio disse...

Nuno a treinador, 2 defesas centrais (Bruno Alves e Rolando), um defesa esquerdo (Siqueira) e um número 10.
limpar a casa, Indi, Angel, Herrera, Tello, Osvaldo para começar

JON disse...

É mais ou menos isto. Eu não defendo Lopetegui, mas o barulho que se cria em torno de qualquer treinador nos dias de hoje é absolutamente ridículo.

Ricardo Rodrigues disse...

é só rir!!

Pedro ramos disse...

Se as alternativas a Lope fossem Marcelino Toral e Eduardo Berizzo (confesso que não conheço tão bem este último) então dizia que ontem já era tarde. Mas como penso que esses nomes nem fazem parte do catalogo do clube, realisticamente sobrariam 2 nomes: Luis Castro e Nuno Espirito Santo. O primeiro nao penso que traria novidades em relação a Lope o 2º não gosto das suas ideias.
Resta esperar que no final da época possa entrar realmente uma mais valia, embora pense que a opção AVB seja a mais real, e tendo em conta a evolução do seu futebol, bem...

DC disse...

E o pai do andré para trinco não? Porra, Bruno Alves e Rolando a sério? Mas somos o Arouca?

DC disse...

Eu escolhia Marcelino do Villarreal, Berizzo do Celta ou Paco Jemez do Rayo. Qualquer um deles mais capaz que o Lopetegui.

Nelson disse...

Racionalidade, por favor. O Porto tem o plantel mais caro de sempre? Grande treta, vendida à exaustão pela imprensa menstruada! O Porto tem um plantel de luxo? Outra treta de igual dimensão, que várias prestações individuais ajudam a clarificar: Maxi Pereira, o caceteiro que nos chegou a troco de comissões chorudas, está desaparecido em campo há 3 meses e em Alvalade foi o pior jogador em campo! Temos a dupla de centrais mais desastrada da I Liga (até o Paulo Monteiro do União da Madeira é melhor do que qualquer um dos três que lá temos). O defesa esquerdo…não tem pé esquerdo! Não temos um ponta de lança para jogar ao mais alto nível, por muito que se aprecie o empenho e a garra de Aboubakar. Temos um bom extremo (Corona) e outro tecnicamente excecional (Brahimi), mas colectivamente medíocres e que, não raras vezes, comprometem em termos defensivos. Temos vários jogadores - e aqui aponto claramente o dedo ao treinador - que estão desintegrados da equipa, não têm confiança e não sabem o que fazer quando entram em campo, independentemente da qualidade técnica de cada um: Herrera, Imbula, Tello, Varela, Bueno e Osvaldo. Permitam-me, portanto, que desminta esta tese peregrina de que temos o melhor plantel da história e que havia a obrigação de ganhar tudo, com 10 pontos de avanço. O futebol não é a preto e branco, como muitos adeptos do nosso clube, infelizmente, parecem pensar. Há muitas zonas cinzentas.

Carrela disse...

De que serve ter um plantel recheado de "craques" se os craques, falham na cara do redes?
De que serve ter um dos melhores jogadores, que finta 3 ou 4, mas em vez de passar tenta o 5º e perde a bola?
De que serve jogar em casa, se os nossos adeptos ajudam a equipa adversária?

É provavelmente demasiado tarde, mas finalmente tem havido alguma contestação para quem está acima, para quem vendeu meia equipa titular...

E era tão bom que servisse para os acordar!
Ou fazer sentir vergonha por NADA terem feito para impedir o desgaste a que as suas escolhas foram sujeitas.
Deixaram alastrar a seu belo prazer todo o lixo da propaganda centralista...

Ainda assim e apesar de tudo, temos qualidade e dependemos apenas de nós para chegar ao sucesso!
O mal é estar a trabalhar em condições pouco suportáveis!

cumps

Filipe Sousa disse...

O Miguel Magalhaes está mesmo a comparar uma análise do trabalho do Vítor Pereira, quando este era treinador do Porto há cerca de 6 meses, com o do Lopetegui que ocupa o mesmo cargo há cerca de 18 meses?

vidente mor disse...

o problema nao é no esporting, e contra o braga em casa, contra o kiev em casa, contra o todela, contra o maritimo, enfim contra o esporting sera sempre um jogo de tripla, agora contra os outros?? smpre a ganhar de aflitos e a defender nos ultimos 30 minutos sem nexo, sem controle de posse de bola? o porto tem posse de bola mas e da treta, quando esta aganhar e precisa de a ter nao consegue porque os outros sao agressivos. O modelo de jogo esta errado e mesmo com interpretes mais adequados duvido que fisessemos melhor. Nem com a equipa do barcelona lopetegui la ia porque nao sabe.

11 B de moimenta é lindo disse...

O erro não é manter o treinador agora, o erro foi contratar um treinador sem qualquer provas dadas um treinador que não conhecia minimamente o futebol português, ainda por cima depois da contratação de Paulo Fonseca ter saído furada, não podíamos nos dar ao luxo de contratar um FLOP. Na altura que Pinto da Costa "era vivo" isso não acontecia

11 B de moimenta é lindo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

O treinador livre que adoro e acho que poria a nossa equipa a jogar muito bom futebol longe deste futebol de posse soporífero é o Lucien Favre:
https://youtu.be/vU_Zmr3WMa0

José Pedro Fernandes disse...

Confesso que nao mantenho este desagrado pela Direccao que a maioria aqui apresenta, assim como post. A escolha do Lopetegui foi uma opcao de risco, como ja foram outras no passado (AVB, por exemplo) e pode haver um conjunto de motivos para ter aguentado tanto tempo. Correu mal... nem sempre estas coisas correm bem. A concorrencia a sul tb ja nao é tao tenrinha como era a custa de nos copiar os modelos de negocio e gestao durante a ultima decada.

- Parece-me que a direccao quer projectos a mais do que um ano e com mais estabilidade; por isso vai ser mais tolerante no primeiro ano dos contratos. Ha muitos pontos a favor desta abordagem e nao significa menos exigencia, significa uma visao a mais medio-longo prazo. Vai ser duro para nos adeptos, mas p.e. o Man Utd nao chegou as conquistas que tem a rodar treinadores todos os anos... deu tempo aos projectos.

- A saida do Lopetegui tem de ser seguida com a entrada de um novo treinador. Nao me parece que o Rui Barros tenha tido confianca da SAD para aguentar mais do que um par de jogos; ja para nao falar que os outros adjuntos sao todos da turma do Lopetegui. Nao podiamos ter o RB sozinho sem equipa tecnica, a unica alternativa era depenar-se as camadas jovens e equipa B. O Luis Castro esta a fazer um trabalho de sonho no FCP B e era um crime ir agora despedacar a epoca dos jovens para repetir uma experiencia que nao resultou mt bem. So por um milagre teriamos alguem disponivel a vir fazer 6 meses..... por isso tb nao podemos ir por ai.

- O PdC pode ja ter um treinador em vista e ate apalavrado para 2016-2017 e haver uma estrategia concertada para aguentar a nau como esta ate ao final da epoca. Raramente temos voltado a treinadores do passado mas o AVB tratou de dizer que saia do Zenit bem cedo, quem sabe nao o temos de volta a sua cadeira de sonho.

Seja como for, acho que o melhor conselho para os portistas é o mesmo que repito para comigo agora a cada jogo: "Tenho de olhar para o futuro, este treinador esta a prazo, agora é perceber o plantel que temos, nao queimar os jovens e apoiar a equipa porque os jogadores nao merecem a raiva que esta equipa me faz sentir." Quando a epoca terminar la saira o Brahimi e mais 1 ou 2, mas vai ca continuar o Corona, Marcano, Danilo, Ruben Neves, Andre Andre, Casilhas, Maxi e alguns outros jogadores que podem conduzir a nova equipa de luxo e mts titulos.


A esperanca de um bom ano de 2015-2016 ja morreu.... agora nao vale a pena queimar o que de bom ainda ha no clube.

Fernando B. disse...

Só para repetir suas ultimas palavras!
" Até porque, treinadores e jogadores não caem no Estádio do Dragão de pára-quedas..."

Ângelo Henriques disse...

Completamente de acordo.
Pinto da Costa está a falhar redondamente como líder - não está a conseguir nem quer dar a volta aos erros cometidos, resguardando-se na altivez do seu poder e na sua eventual infabilidade. Há ainda algum respeito por JNPC, uma dívida de gratidão, mas o desgaste causado pela sua gestão nos últimos anos é imenso… PC arrisca-se a sair pela porta grande dos fundos porque não soube sair na altura devida ou preparar o terreno da sua sucessão, para engrandecimento do Clube.

Filipe Ferreira disse...

O que me incomoda ao ver neste post é uma manada de imagens que demonstra a indignação dos adeptos e na última ver 4 homens muito calmos, como se a vida do clube estivesse a correr bem.
De realçar que juntar um vulcão a outro vulcão só irá piorar a situação. Estamos indignados com o futebol praticado? Sim, mas não podemos estar sempre a insultar sem apresentar soluções racionais.

DC disse...

Se alguém tiver o contacto do PdC, do Antero, da Doyen ou de quem quer que seja que manda no Porto, falem-lhes deste senhor.

http://dominiotactico.blogspot.pt/2015/09/o-villarreal-de-marcelino-actual-lider.html

Miguel Magalhães disse...

Caro Filipe Sousa, copio-lhe outro artigo do Reflexão Portista cerca de um mês antes do Momento Kelvin, quando o Vitor Pereira já estava cá há mais tempo que o Lopetegui. Pode ver que os comentários em nada diferem.
http://www.reflexaoportista.pt/2013/04/e-ao-contrario-pa.html
Há muito que é este o estado de espírito de uma grande parte dos adeptos: nada serve e a equipa nunca joga nada. Foi assim com o Fernandez, o Adriaanse, o Jesualdo, o Vitor Pereira, o Paulo Fonseca e agora com o Lopetegui. Até o Villas-Boas naquele mês de Janeiro em que tinha jogadores lesionados e perdeu em casa com o Benfica para a Taça começou a sentir alguma contestaçao.
Pessoalmente, revejo-me a 100% no último parágrafo do artigo do José Correia. Não serve? responsabilize-se quem os contrata e quem define a política desportiva.
O que eu esperaria que o Presidente fizesse era vir a público dizer aos adeptos que sente que os assobios ao treinador e à equipa também são para ele ; o que o Presidente deveria ter feito no regresso de Londres era ter saído ao lado do treinador no aeroporto. O Presidente não é um adepto. O Presidente é o responsável máximo pela SAD, pelos seus exitos e pelos seus fracassos. Não pode assobiar para o lado quando os adeptos insultam o treinador e os jogadores que ele contratou. Tem que dar a cara perante esta contestaçao que está a atingir níveis quase insuportáveis. E se a soluçao for despedir o treinador, para mim, não chega.

meirelesportuense disse...

Já vi o mesmo com Paulo Fonseca. Portanto acho que o desfecho será o mesmo, a não ser que os resultados invertam o rumo dos acontecimentos...

José Rodrigues disse...

Basicamente é isto... e é pena.

DC disse...

Estamos de acordo em tudo Pedro. Apesar de eu ter esperança que por uma vez na vida o PdC abra um pouco os cordões à bolsa e contrate um treinador que não seja um tiro no escuro como o Marcelino.
AVB no Tottenham e no Zenit mostrou ter-se tornado treinador de contra-ataque. NES acho medíocre, defende tão mal como Lopetegui, pelo menos. Castro, bem já correu mal uma vez, não acredito que tenha mudado muito.

Filipe Sousa disse...

O treinador é apenas a ponta do iceberg, mas não é por isso que não deve ser substituído. Certo é que, campeões ou não no final da época, nada vai mudar. Se formos campeõs, está tudo bem porque ganhamos; se não formos campeões, também fica tudo bem porque já entramos na fase do "pró ano é que é".

miguel.ca disse...

Apesar de achar o Lope um lodo, defendo que deve ficar até ao final da época basicamente por estes dois motivos; primeiro porque a única vez que trocamos de treinador a meio da época foi com Mourinho e foi de facto a única vez que a coisa melhorou. Segundo, se a SAD "faz a vontade", despede Lope, contrata outra nulidade tipo Couceiro para o restante da temporada e a coisa ainda cai para pior, ainda se ficam a rir de nós e duplicam poder para contratar para a próxima época quem bem lhes apetecer, dentro do catálogo da Doyen, claro.

Paulo Rodrigues disse...

Pelo que tenho visto do trabalho de Marcelino Toral do qual aprecio muito seria uma excelente alternativa.

Alberto Silva disse...

6,10,13,17,20,24,27,31, estas sao as datas dos jogos so deste mês penso que nao existe margem de mudança, e termos de ir á luta com o que temos, sim com o LOPES, e acreditar que ele comece a acertar mais, ele, e o aboubakar e nao so...destes 8 jogos, temos de descartar já 2 que agora servem para dar rotinas aos menos utilizados.

João Barbosa disse...

muito bom! ofensivamente pelo menos. não conhecia o trabalho dele.

António Jorge Paiva Lourenço disse...

... o quê? Mas está tudo maluco ou que? Qual é o objectivo? Dar cabo ainda mais da moral da equipa? Enterrar a classificação? Destruir promessas?... como isto está...