domingo, 17 de janeiro de 2016

Fisgas contra Canhões

Capas de jornais do dia 16-01-2016

Os sportinguistas têm razão de queixa da arbitragem do Sporting x Tondela?
Claro que não.
Então porquê esta gritaria?
Porque, no campeonato português, esta pressão contínua sobre os árbitros acaba, mais tarde ou mais cedo, por render pontos.
E o Sporting este ano começou cedo, quer a pressionar, quer a obter dividendos dessa pressão.

Logo na 1ª jornada, o Sporting ganhou ao Tondela (em Aveiro) por 1-2, com um golo de penalti ao minuto 90+8'. Foi, também, o jogo em que o João Pereira fez um lançamento lateral com os pés já dentro das 4 linhas.

Lançamento lateral de João Pereira

Na 5ª jornada, no Sporting x Nacional, um jogador do Nacional foi expulso ao minuto 32. O Sporting ganhou por 1-0, com um golo de Montero ao minuto 86.

No final desse jogo, o treinador do Nacional, Manuel Machado, disse o seguinte:
A minha equipa esteve muito bem defensivamente. Jogando uma hora em inferioridade (...) Os árbitros, não tendo claques, têm de ser protegidos e isso inibe-me de dizer o que penso, também por carácter e princípios. Hoje foi preciso mais do que o Sporting para que o Nacional saísse vencido

Na 9ª jornada, o Sporting ganhou por 1-0 ao Estoril, com o único golo a ser marcado de penalti.

No final desse jogo, o treinador do Estoril, Fabiano Soares, disse o seguinte:
Vocês viram. Perder assim é complicado. Eu erro, os jogadores erram e eles [árbitros] também. Vocês têm as imagens e elas são claras.

Na 10ª jornada, o Sporting ganhou em Arouca por 1-0, com o golo da vitória a ser marcado por Slimani, ao minuto 90’.

No final desse jogo, a propósito de uma grande penalidade clara não assinalada a favor da equipa da casa (ao minuto 84), o treinador adjunto do FC Arouca disse o seguinte:
Sabe que, infelizmente, quem semeia ventos não colhe tempestades. E as equipas pequenas sofrem essas tempestades. Há que refletir, toda a estrutura do futebol, sobre estas tempestades e ventos que estão a ser provocados de forma propositada

Penalti por assinalar no Arouca x Sporting

Mais tarde veio-se a saber, que o árbitro deste jogo, Cosme Machado, teve uma má avaliação (o árbitro da AF Braga foi classificado com 2,4), muito por causa da grande penalidade que ficou por assinalar a favor dos arouquenses.

Na 11ª jornada, o Sporting ganhou por 1-0 ao Belenenses, com o golo da vitória a ser marcado de penalti ao minuto 90+4'.
Foi o célebre jogo da mão do Manaca... perdão, do Tonel.

Na 17ª jornada, a perder em casa por 0-2, surgiu um penalti miraculoso (mais uma vez), decisivo para o Sporting inverter a tendência do jogo, dar à volta ao resultado e vencer o SC Braga por 3-2.


Obviamente, não foi por acaso que, logo no final deste Sporting x Tondela, primeiro o presidente e depois o treinador leonino, “apontaram e dispararam os canhões” contra o árbitro.
E, menos de 24 horas depois, o presidente da AG (Jaime Marta Soares) já veio ajudar à festa.
Falta apenas o Octávio Machado. Afinal, o “Palmelão” foi contratado para quê?

Ora, se os nossos rivais usam “canhões”, nós não podemos ir para uma “guerra” destas com “fisgas”, sem “generais” e com os nossos “soldados” a marcharem uns para cada lado.

E reagir 48 horas depois, quando ninguém nos está a ouvir, serve apenas para ocupar espaço na grelha do Porto Canal.

Já agora, alguém me diz quem é o nosso Octávio Machado?...


7 comentários:

bruno cláudio disse...

e ganhar ao Guimarães? isso sim, é importante!
sem os 3 pontos, adeus campeonato!

Francisco Paulos disse...

É assim mesmo há que desmascarar estes casos.É pena estes blogs não terem muita visibilidade pois fazem aquilo que quem nós devia representar não o faz, ou seja coloca verdade onde outros só veem fantasia.São pessoas que vivem numa realidade paralela mas lá vão levando a água ao seu moinho neste país onde a comunicação social é a desgraça que se vê de tão facciosa e anti portista que é.

Paulo Marques disse...

E na 16º só ganharam porque marcaram um golo de uma falta inexistente.

Luís Vieira disse...

As nossas forças armadas estão paralisadas e isso é um grande problema, como tem sido largamente debatido. Mas a questão de fundo é maior: a Liga é uma anedota. Os terroristas dizem e fazem o que querem e nada lhes acontece. Uma multa aqui e ali que não faz mossa. Se houvesse suspensão de funções séria ou interdição de estádio, de certeza que o Bruninho e a sua trupe amainariam. Assim, tudo é permitido e a selvajaria vai continuar. O futebol português é execrável.

Filipe Ferreira disse...

A partir de hoje as comadres da capital irão puxar a sardinha para o seu lado.
Ou seja irá haver um "jogo" de quem chama melhor a arbitragem para o seu lado.

Mais um episódio do tão famoso futebol PT.

O FC Porto continua no silêncio quando devia expressar-se devido a casos vergonhosos como por exemplo o jogo contra o Boavista de 4ª feira.

miguel87 disse...

José, outra vez as arbitragens?? Então a maioria da nação portista não chegou já à conclusão que a culpa dos insucessos do Porto é (foi) exclusivamente do seu ex-treinador??
Mesmo que os outros sejam levados ao colo, quem estiver a treinar o Porto só tem é que ganhar... e mais nada! Ou será que o discurso vai mudar com o próximo treinador??

bruno cláudio disse...

miguel, tem paciência, o lopetegui foi o piorsinho que se viu no dragão em décadas pá!
vamos ver se será o albacete ou o granada que ele vai treinar a seguir..

igualmente, o mal do fcp ultrapassa o treinador, mas neste caso particular, uma nódoa este lopetegui. factos são factos!