quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

O (meu) Porto não era isto

Como é (presumo) do conhecimento de todos os portistas, Vítor Baía proferiu um conjunto de afirmações muito críticas do momento atual do FC Porto e, particularmente, dos dirigentes que rodeiam o presidente Pinto da Costa:

Se eu [Vítor Baía] fosse presidente do FC Porto, a primeira coisa que fazia era correr com aquela gente toda [que rodeia Pinto da Costa]. Acabava com todas aquelas relações promiscuas que existem e recolocava o clube na senda da honestidade e seriedade

Ora, é perfeitamente natural que o núcleo duro de Pinto da Costa, a célebre “estrutura”, não tenha gostado destas declarações. Agora, como é óbvio, quem exerce cargos em clubes/SAD's, tem de estar preparado para ouvir este e outro tipo de críticas (treinadores e árbitros ouvem pior todas as semanas).

Assim sendo, e não tendo havido qualquer ataque pessoal, por alma de quem é que a esposa do presidente do FC Porto veio a público responder e fazer ataques pessoais a um sócio do Futebol Clube do Porto (o qual também é um destacado ex-atleta e ex-dirigente do clube)?

Notícias na comunicação social da resposta-ataque da esposa de Pinto da Costa

Li e ouvi muitas reacções às declarações (feitas nas redes sociais) da esposa do presidente do FC Porto.
Podemos especular sobre os motivos desta sua intervenção intempestiva, a tentar silenciar uma voz crítica e, pelos vistos, incómoda.
Contudo, na minha perspectiva, o essencial é dito no artigo seguinte, da autoria de Luís Aguilar, e do qual reproduzo, com a devia vénia, os seguintes extractos.


«E eis que o FC Porto se transforma num clube em que as mulheres dos dirigentes dão bitaites nas redes sociais e ofendem figuras históricas da instituição. Longe vão os tempos em que os dragões falavam a uma só voz – a do presidente – e em que os outros testemunhos, que raramente apareciam, serviam apenas para sublinhar o que Pinto da Costa já tinha dito, fosse bom ou mau. Era um clube com estratégia e organização. Era uma equipa com muitas referências de balneário. Com jogadores que tinham muitos anos de casa. Símbolos como Vítor Baía. Não havia espaço para eleger um capitão como Bruno Martins Indi, por exemplo, que chegou apenas na época passada. Os tempos, porém, são outros. Pinto da Costa deve estar muito mal para permitir que a forte estrutura que criou seja agora uma mercearia de bairro em que todos julgam ter o direito de lavar roupa suja.

A esposa do presidente dos dragões usou o Instagram para atacar Vítor Baía. O antigo capitão do Porto tinha dito, entre outras coisas, que "pessoas que dão facadas a Pinto da Costa estão ao seu lado" e que, no lugar do presidente, "corria com toda a estrutura atual", manifestando, uma vez mais, a sua disponibilidade para um dia assumir os comandos do clube. É uma opinião de quem conhece bem a casa. Uma ambição legítima. Mas logo veio a esposa do líder dos dragões defender a honra do marido – que não tinha sido posta em causa por Baía – num post lamentável. "Quando me chamaram à atenção para essas declarações do ex-guarda-redes Vítor Baía não contive a gargalhada", começa por escrever a mulher de Pinto da Costa. Tudo o resto que se segue é demasiado triste para rir.

(...) Se Baía não pode falar dos dragões, então ninguém pode. Mais grave: teve de ler, entre outras apreciações, que "passeava as suas namoradas em trajes mínimos" na SAD e que "não soube gerir o seu próprio dinheiro", num ataque claro aos problemas financeiros da sua fundação. O que tem isso a ver com futebol e o estado atual do clube? Nada!

Em 2014, Maldini criticou severamente a gestão do Milan. Nessa altura, contudo, o histórico capitão da equipa italiana não foi atacado pelas esposas de Berlusconi ou Galliani. No reino do dragão, a história é outra. O clube que durante tantos anos se orgulhou da forma como controlava a sua comunicação – característica que se dizia ser um dos segredos de tantas vitórias – está transformado numa república das bananas em que falam as mulheres dos presidentes e até os pais dos treinadores. Cada um diz/escreve o que quer. Os resultados – ou falta deles – estão à vista. O Porto não era isto. Agora, pelos vistos, parece não ser mais do que isto.»


61 comentários:

Pedro Reis disse...

Já tinha comentado noutro post este episódio lamentável e que é um retrato daquilo que é o desnorte total da direção do FCP...
É triste (e impensável até há pouco tempo), que um Presidente que tanto deu ao FCP e que foi, em muitos aspectos, um orgulho para os adeptos do FCP, esteja a caminho de sair pela porta pequena. Não havia necessidade.

Sansoni7 disse...

Olá
V...E...R...G...O...N...H...O...S...O, o «comentário» da esposa de Pinto da Costa ás afirmações de Vitor Baía, até porque é sempre bom termos cuidado com os nossos «telhados de vidro».
Entendo que esta foi uma ENORME derrota para todos os portistas...mais uma!
Cumprs
Augusto

João Barbosa disse...

subscrevo na totalidade!

Pegando num comentário que fiz sobre este tema no blog Porto Universal: provavelmente o meio de usado por Baía (CMTV) não foi melhor, mas pelo menos folgo em saber que alguém agita as águas e aponta o dedo à SAD. Acho que neste momento todos queremos isso.

reine margot disse...

Pelo amor de um santo qualquer em que acredite, José Correia, isto é algum tema de reflexão para portistas por portistas ?
Se acha que desceram baixo, para que se abaixou até ao nível deles????

Azul disse...

Parece que o Pinto da Costa já não está neste mundo, tem um olhar distante. Espero que o FCP não se transforme (ou já se transformou?) numa ditadura comunista em que o líder é mantido "vivo" só para alimentar os membros do partido.
Claro que a Nandinha tinha de falar...afinal tem de manter a teta de onde sai o leitinho que a mantém.

Pedro ramos disse...

Mais uma vez fica provado que se alguém insulta o clube tudo está bem, mas a existe uma linha vermelha, não se pode criticar os dirigentes. MST já levou com processo agora é VB ser achincalhado por isso.

Tudo isto não invalida que este texto nada mais seja, que a defesa da honra a VB por parte do seu empregador, e por muito respeito que tenha pelo atleta, para alguém que diz querer ser, no futuro, candidato a presidente não está no sitio certo para isso e tem-se esforçado bastante para se destruir aos olhos dos adeptos portistas.

João disse...

Em qualquer clube com um pingo de vergonha, a noite de ontem tinha acabado em rescisões. Não era despesa, era um investimento e um favor que faziam ao bom nome do clube e ao Peseiro. Varela, Sérgio Oliveira, Lichnovski e José Angel já nem seguiam no autocarro, Imbula a treinar à parte e Rui Barros despedido à chegada.

Nunca vi um grande a fazer figuras destas e já vi Sporting e Benfica no fundo do poço. Lopetegui devia indemnizar o clube.

Pedro ramos disse...

Rui Barros despedido à chegada??
Também o posso despedir como adepto?

HULK 11M disse...

Vitor Baía tem reduzido muito a base de apoio a uma eventual candidatura à Presidência do FCP. O meio de comunicação de que se serve não o ajuda nada.
Mas as críticas que fez reflectem o pensamento de milhares de portistas, grupo em que eu me incluo.
Sempre temi que PdC acabasse por ter que sair do FCP pela porta pequena. Escrevi isso aqui no RP há já uns anos. O Homem não merece este final de vida!
Para mim é o pior que pode acontecer ao meu Clube!
Pinto da Costa já não tem Amigos que o aconselhem. Tem é "amigos" que se servem da posição dele.

HULK 11M disse...

O João pensa mesmo que a culpa é inteirinha de treinadores e jogadores?? Ou está apenas a desabafar?
Mas porque não desabafa em cima dos verdadeiros culpados que são os gestores do Clube???

João disse...

Pode tentar, mas vai ser complicado. Eu não sou assalariado do clube portanto não tenho que ser minimamente competente nem representar dignamente o clube dentro de campo.

Tudo com guia de marcha para o Bursaspor. Ontem era tarde.

João disse...

Ah e neste momento Baía, António Oliveira, João Gabriel, Pedro Guerra, Manuel José, Octávio..

Depois de ontem, qualquer candidato da oposição tem o meu voto. Vão gozar com os paus mandados deles.

miguel87 disse...

João, por muito maus que tenham sido alguns jogos orientados por Lopetegui, has-de me dizer um jogo em que o primeiro remate à baliza tenha sido aos 85 minutos...
Exibições como as dos últimos 3 jogos são a resposta para todos aqueles que estavam convencidos que todo e qualquer mal desta equipa tinha um só culpado.

Mr.Duke disse...

Baía também disse que o Presidente do FCP nem a ganhar sai pela porta grande.
O FCP tem assembleias gerais que são a sede própria para tais "desabafos".
Em minha opinião o CM nunca será lugar para tal, nunca.
Quer falar vai as assembleias que é onde estão os sócios.
Quando chorava em Barcelona foi o homem que ele diz que nunca sairá pela porta grande que lhe foi dar a mão.
Amar o clube não passa por ir para o CM falar daquela forma!!!

DC disse...

Não acredito que o Baía tenha competência para gerir o que quer que seja. Agora, a resposta da "senhora" mostrou, por si só, que ele tem toda a razão na crítica.
Estamos entregues aos bichos.
Logo a senhora Fernanda a falar de trajes mínimos, ainda por cima. A verdadeira moral.

Sansoni7 disse...

Olá
Não creio que seja correto criticar Vitor Baía só porque escreve/comenta em Orgãos de Comunicação ligados ao Correio da Manhã. Se por um lado todos temos direito a um salário, também não é menos verdade que, na última cerimónia dos Dragões de Ouro, um dos convidados foi o diretor do jornal A Bola....
Ou há moralidade....
Cumprs
Augusto

Hugo disse...

Mais uma vez de acordo com o DC. Comeco a ficar preocupado

miguel.ca disse...

Absolutamente de acordo.

João disse...

HULK é ler o meu comentário mais abaixo. Agora a SAD pode ter muitas culpas no cartório (principal das quais manter uma nulidade no comando técnico e dar-lhe plenos poderes na gestão do plantel) mas não é foi a SAD que ontem passou o jogo a somar decisões imbecis e a passear displicência, nem foi a SAD que não tinha indicações para dar a uma equipa a perder com o Famalicão.

O que se viu ontem, em Guiamarães e no Bessa tem ua grande quota parte de culpa no timoneiro anteior, a falta de nível ou de atitude para um clube da dimensão do Porto são outros quinhentos.

Há muito jogador e técnico da equipa B com melhor folha de serviços por esta altura

Francisco Paulos disse...

O que interessa é o que o Baía disse e não o local onde o fez. Colocou o dedo na ferida e teve coragem para o fazer. Bravo! Em relação à Nandinha devia era ter vergonha na cara e ficar em casa em vez de andar a mandar palpites e com a sua intervenção fazer com que sejamos motivo de chacota dos outros. Ontem depois de mais uma exibição vergonhosa só deu para tirarmos uma conclusão que é a de que Rui Barros nem para adjunto serve. Se o outro no banco era uma barata tonta este é uma barata morta. Oxalá que Peseiro consiga dar a volta à situação mas que está difícil está. Mas as pessoas passam e o clube fica. Força Porto terás sempre a nossa paixão.

José Lopes disse...

Para os adeptos ainda parece haver limites, quase todos ficaram chocados com o que se passou na gala. Esses ainda têm moral para criticar quen fala ao Correio da Manhã.

José Lopes disse...

Precisamente. Casada há poucos anos com um homem 50 anos mais velho, certamente pelos seus lindos olhos...

José Lopes disse...

O Baía não ganha um apoio que seja para eventualmente candidatar-se à presidência do clube enquanto for pago pelo Correio da Manhã. Diga o que disser. Agora, tudo indica que desta vez não fez mais que debitar verdades e, sim, a reacção ridícula da mulher do presidente suporta-o.

O Baía foi um grande jogador e capitão, ídolo de milhares. Competência para gerir o clube não parece ter, de todo.

Parece-me contudo que o texto publicado na conta da Fernanda não foi da sua autoria. Seria mesmo a ela que ocorreria publicar uma coisa destas, aludindo a coisas da vida pessoal do Baía que ela provavelmente desconhece?

Filipe Sousa disse...

Para mim que ando agastado com o silencio dos dirigentes do Porto, fico satisfeito por finalmente haver quem fale - Fernanda a presidente!

DC disse...

João, mas quem é que contratou o timoneiro anterior?

Nuno de Campos disse...

Nos seus bons tempos, quem ia à CMTV responder a críticas, vindas de onde viessem, era o NPG e era logo no dia seguinte. Enfrentava os ambientes mais hostis na defesa do Clube. Agora não o faz e nem ninguém da SAD o faz por ele. E não é por falta de competência, a comunicação da SAD emprega gente muito capaz, mas ninguém dá a cara.

Este enorme vazio acaba por ser preenchido pelas pessoas que se deviam centrar no seu trabalho técnico - os treinadores; ou pelas que menos direito e menos competência tem para o fazer, os comentadores e a "esposas".
O próprio Victor Baia tem este emprego na CMTV porque a SAD não tem capacidade para lá colocar quem passe a sua mensagem.

Nos dias que correm o NPG prefere o aconchego do Porto Canal, e as perguntas fofas do Julio Magalhães. Protege-se de jornalistas menos amigos, de perguntas a doer, e de se ver obrigado a reagir no momento, com o brilhantismo e o sarcasmo que lhe conhecemos. Protege-se essencialmente de mostrar o quão as suas faculdades estão em declínio, preservando uma imagem ficcional de si próprio, que evita outras candidaturas nas próximas eleições.

Hoje há noite, quer JNPC queira quer não, vai abrir-se uma janela, talvez pequena, para podermos observar o seu verdadeiro estado físico e mental. Muito será revelado pela estrutura da entrevista, pela forma como as perguntas e respostas vão parecer, ou não, pré-acordadas, pela forma como o jornalista questionar as respostas exigindo explicações cabais. E vamos avaliar também a integridade jornalística de Julio Magalhães. Por muito que o queiram encobrir.

Jorge Vassalo disse...

Oiçam lá, se foi demitida toda a equipa técnica menos um, quem é que ia ser aquele que ia fazer a transição por pouco tempo?

Ás vezes a resposta é simples. E toda a gente sabe que Rui Barros sempre foi tímido e calado, não é de agora.

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

Pedro disse...

As coisas estão mesmo más. Mais um artigo do José Correia a soar a Miguel Pereira :-)

Mas uma coisa é certa: o (nosso) FC Porto há muito tempo que descarrilou. Simplesmente, os dois inusitados títulos do Vítor Pereira anestesiaram muita gente. Afinal, continuávamos a ganhar, mesmo sem jogar pevides (lá vem o José Correia dizer que ele só perdeu um jogo em dois campeonatos: pois bem, que se saiba, D. Sebastião só perdeu uma batalha).

Quanto ao Baía: está a querer pôr-se em bicos de pés, e dizer isto na CMTV tem o mesmo valor do bufo Peter Snowden a falar de Moscovo depois de ter traído os EUA. O que não quer dizer que não tenha razão.

Quanto à Primeira Dama: desde que não se dedique à escrita, pouco me incomoda. Pensei é que o NEP (Nosso Eterno Presidente) tivesse aprendido alguma coisa.

Antonio disse...

No inicio desta conversa esta uma noticia do Correio da Manhã?
Mas havera algum portista que o leia?
Então como é que se soube?

meirelesportuense disse...

Todos podem falar e neste caso a Nandinha respondeu à ofensa que foi dirigida ao seu Companheiro...Baía chamou-lhe Xexé...Acho que a Nandinha respondeu bem e "Quem Semeia Ventos Colhe Tempestades"...Se a Nandinha não devia falar sobre o Porto que autoridade tem o Luis Aguilar para o fazer. Todos podem expôr-se e ao fazê-lo sujeitam-se aos comentários. Baía realmente não soube lidar com a sua pequena economia, como pode aspirar a lidar com uma casa tão grande como é o Futebol Clube do Porto? Talvez porque depois, em caso de erro quem paga é o Clube!

Pedro disse...

Até posso sugerir um slogan, Filipe Sousa: "Com a Presidente Nanda, saberemos quem manda!"

Jorge disse...

Voltamos aos anos cinquenta?
A esposa do Pinto da Costa nao e funcionaria do clube e nao representa o clube nem o clube tem qualquer responsabilidade por aquilo que ela diz ou escreve.
Nao gostei do tom, nem do conteudo do que ela escreveu, mas ela e livre de escrever aquilo que quer. Podem criticar a Sra por aquilo que escreveu, e mesmo o Pinto da Costa pelas suas escolhas se quiserem, mas o facto em discussao tem a ver com as decisoes pessoais da Sra Fernanda, que ate poderia ser adepta do Benfica, e nao com o FCPorto.

zzzzz disse...

A Comissão de Apoio à recandidatura de Pinto da Costa à presidência do FC Porto afirma num comunicado que Vitor Baía deveria denunciar e provar na Assembleia Geral do Clube os factos e circunstâncias que enunciou no canal do Correio da Manhã "... permitindo assim aos sócios a soberana decisão e avaliação sobre o modo, os propósitos e o conteúdo daquelas afirmações."

"Nunca esteve presente confrontando os responsáveis com aquilo que agora divulga, dando a oportunidade de ser eventualmente contraditado, mas permitindo dessa forma o cabal esclarecimento das situações e a tomada de consciência e conhecimento por parte dos sócios daquilo que ali fosse apresentado. Como nunca apareceu, sugere-se até a possibilidade de, ou não ser sócio, ou não ter as quotas em dia."

Lembrando que a estrutura que o ex-jogador agora critica é precisamente a mesma que sempre o apoiou durante a sua carreira, a Comissão propõe que Vítor Baía concorra nas próximas eleições à Presidência do FC Porto.

Jornal O Jogo 21/01/2016: http://is.gd/ibuVB9

João disse...

DC, pronto. Onde se lê "manter uma nulidade no comando técnico" acrescente-se "contratar, manter e não precaver adequadamente a saída de uma nulidade do comando técnico".

Não altera fundamentalmente a ideia. Não foi a SAD que passou o jogo de ontem a enterrar mudanças de flanco fáceis, a bater bolas paradas completamente imbecis e a meter-se em cabines telefónicas absurdas. Nem foi a SAD que os meteu em campo ou assistiu a tudo isto impávida e com ar de quem não sabe mais. Portanto da mesma forma não é SÓ à SAD que assaco responsabilidades pela vergonha de ontem que, na minha opinião, vai muito para lá de um mau momento ou de uma má época de uma equipa. Há ali problemas mais profundos que se podem resolver até para suavizar a chegada do Peseiro. Um deles é a falta de nível, estofo e atitude dos Varelas, Sérgios e Angels desta vida, outra é a incompetência latente de elementos restantes da equipa técnica anterior e outro é a falta de sentido de clube de jogadores como o Imbula.

A César o que é de César.

Filipe Sousa disse...

Muito bom!

Filipe Sousa disse...

Tudo na vida está condenado a repetir-se. O que estamos a assistir é a um remake bem manhoso de uma novela já vista: a Fernanda Miranda é a Margarida Prieto; o Pinto da Costa é o Manuel Damásio; o VP é o Toni; o Paulo Fonseca é o Artur Jorge; o Casillas é o Preud'homme; o Aboubakar é o Akwá...

Unknown disse...

JNPC está em declinio pela 3ª ou 4ª vez na sua longa carreira de Presidente do FCP. Resumindo, sempre que o clube não ganha. A ultima vez que me lembro de ouvir tantos adeptos com a certeza que timha chegado o fim, foi quando despediu o Ótavio Machado e contratou Mourinho. De repente, para os mais criticos deu-se um milagre, recuperou todas as suas faculdades... É triste ver neste site que gusto partcularmente, a fazer um ataque cerrado a PdC e a proteger um Ex guarda-redes que gosta de lavar roupa suja com esse isento jornalismo do CM. espero que não cause mais danos que a Carolina quando se juntou á tropa...Faço minhas as palavras do comunicado saído á minutos da comissão de candidatura de JNPC á Presidência do nosso FCP.

João disse...

Temos dois ou três Poborskis, vá lá!

Pedro disse...

Para o Reinaldo é que você não arranja paralelo, Filipe! ;-)

Antonio Silva disse...

Não é tema de reflexão? Quer sacudir água do capote, é?

O Porto está uma lástima, uma autêntica anedota. Estamos a passar pela pior fase que alguma vez me lembro.

Não é tema de reflexão?

Pedro disse...

Há quem ache que, se fingirmos que certas coisas não existem, elas não existirão mesmo.

Isso mesmo tem sido prática em muitos locais da chamada bluegosfera. Até há um desses locais cujo redactor, quando questionado sobre certas matérias como a gestão financeira da SAD, diz que nisso não se mete. E há outro que, para não ter de emitir opinião seja sobre que assunto for, diz que "decidiu quem tinha de decidir". E depois há ainda aqueles que dizem que "quem nos deu tantas glórias em 30 anos não pode ser questionado desta maneira".

Tiro o chapéu a este blogue, e em especial, neste caso, ao José Correia, por abordar este tema. Era o que faltava que fizessemos de conta que isto não tem significado algum, ou que é "baixo" de mais, para nos curvarmos.

Sabem o que tudo isto me faz lembrar? O Estado Novo nos seus estertores.

José Correia disse...

Eu não vejo a CM TV e, por isso, não ouvi as declarações do Baía.
Mas li as transcrições feitas em diversos jornais e em nenhuma delas o Baía disse que o Pinto da Costa estava "Xexé".

José Correia disse...

Eu não vejo a CM TV e, por isso, não ouvi as declarações do Baía.
Mas li as transcrições feitas em diversos jornais e em nenhuma delas o Baía se dirigiu ao Pinto da Costa como "o velho" ou disse que o Pinto da Costa estava "Xexé".

Exemplos:
http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=4986661

http://www.zerozero.pt/news.php?id=168401

http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/fc-porto/detalhe/vitor-baia.html

Ou seja, o Baía não fez qualquer ataque pessoal ao Pinto da Costa, que pudesse justificar um outro ataque pessoal do próprio ou da esposa.

José Correia disse...

O Vítor Baía, tal como muitos outros ex-jogadores (Pedro Henriques, Futre, Rodolfo, Inácio, Fernando Mendes, etc.) foi durante vários anos comentador numa televisão (TVI) e agora é comentador noutra (CM TV).

Por que carga de água é que ser comentador na CM TV, diminuiria o Baía nos seus direitos de adepto e sócio do Futebol Clube do Porto?

O adepto e sócio Miguel Sousa Tavares, cronista de A Bola há imensos anos, tem os seus direitos diminuídos?

O adepto e sócio Pedro Marques Lopes, cronista de A Bola e comentador na BolaTv, tem os seus direitos diminuídos?

O adepto e sócio Rui Moreira, colunista do Correio da Manhã, tem os seus direitos diminuídos?

JON disse...

Exactamente, José. Estamos completamente de acordo.

E eu não defendo o Baía para presidente de nada, sublinhe-se. Simplesmente, o que ele disse do clube, só não vê e sente quem não quer!

José Correia disse...

Isso (se o Baía é ou não o melhor candidato à presidência do FC Porto para os próximos 4 anos) são outros quinhentos (entre outras coisas, é preciso saber quem serão os outros candidatos).

O que está aqui em causa é o direito de qualquer sócio do FC Porto em apreciar e elogiar/criticar publicamente os dirigentes do seu clube.
Se o pode fazer em relação aos jogadores e treinadores, por que razão não o poderia fazer em relação aos dirigentes?

Ser atacado na sua vida pessoal por causa disso é algo que considero lamentável.

Ter sido a esposa do presidente a fazê-lo, nos termos em que o fez, considero inadmissível.

Jorge Vassalo disse...

Sim, e são estes perseguidos? Agredidos? O que eu acho extraordinário é que não se entenda que o Baía pode - DEVE - fazer críticas, apresentar propostas, criar debates, nas AGs do Clube ou junto dos adeptos Portistas, e não num jornal que todos os dias - TODOS - mente sobre o FC Porto e faz campanhas de achincalhamento dos seus jogadores e dirigentes!

Aliás, "varria a estrutura toda" não é uma proposta, é um desabafo de café!

Há todo o direito de Baía discordar e criticar - faça-o. Mas não como putativo candidato à Presidência.

Ainda não apresentou uma só proposta. E não disse quem é que, depois de "varrer", poria lá nesses lugares.

Era um princípio! O que ele já disse, contudo, é que não se candidatava contra JNPC!

Fernanda Pinto da Costa não foi ao Porto Canal. Escreveu um rant no Instagram. Nada mais. É do seu direito, bem como o de todos os meus caros companheiros Portistas neste e noutros espaços.

Valorizemos ou não, isso é uma coisa.

Só uma coisa: Margaret Cho, uma brilhante comediante sino-americana, foi prostituta no início da sua idade adulta. Não o esconde. Não é menos digna que ninguém. Critique-se o que diz, não se diga que, por determinada origem, não pode manifestar opiniões,

Tudo o resto é misoginia.

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

Henrique Almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miguel Magalhães disse...

Mais uma candidata a escrever um livro!

Filipe Sousa disse...

Pensei no Capristano, mas esse já era do tempo do Vale e Azevedo.

Filipe Sousa disse...

Não!!! Gaspar Ramos!!!, o gajo que nos "ofereceu" o Jardel!

José Correia disse...

"Não me senti visado minimamente pelas palavras do Vítor Baía. Mas a minha mulher argumentou que teve aquele impulso porque sentiu, por amizade que tem a muita gente que colabora comigo no FC Porto - que reagia em defesa de pessoas que anonimamente, porque não concretizaram, foram acusados de falta de seriedade. Não gostou da frase que ele disse de que correria toda a estrutura do FC Porto. Ela reagiu mais por essas pessoas do que por mim"
Pinto da Costa na entrevista ao Porto Canal


Para quem usou como justificação (!!) para o ataque de índole pessoal, que a esposa de Pinto da Costa fez a Vítor Baía, o facto dela querer defender o marido, aqui têm a resposta do próprio Pinto da Costa.

Pedro disse...

O apelo a que as críticas sejam feitas apenas nas Assembleias Gerais já é velho e denota apenas uma de duas coisas: ou que quem o faz nunca esteve numa AG do FCP, ou que usa de sofisma perante opiniões que não lhe agradam.

Dizer que só nas AGs pode criticar-se a SAD (o que até é incorrecto, pois os assuntos da SAD, por essa lógica, só poderiam ser tratados nas AGs da própria SAD e não nas do clube) equivale a dizer que só se pode criticar um governo na Assembleia da República,

O FCP ainda não é nenhuma seita secreta que se reune clandestinamente, à luz da vela, numas caves quaisquer.

Seja como for, a questão principal não é essa, embora, para o Jorge Vassalo, pareça ser. A questão principal é se tem o Vítor Baía ou não razão no que diz. Isso, sim, é que deveria preocupar-nos a todos, e não o local ou modo que utilizou para manifestar as suas opiniões.

Paulo disse...

E quem é o Jardel de hoje? :D

Dias Salvador disse...

José Correia, o Vitor Baía pode fazer as criticas que entender,num orgão de comunicação social, até pode dizer que Rui Patricio não cometeu penalty, que o disse. Se efectivamente se candidatar, os sócios e accionistas cá estaremos, para julgar as suas criticas e propostas.
Porque é que a senhora, só porque é casada com Pinto da Costa, não terá o mesmo direito? Há algo a apontar-lhe até à data?

Viper disse...

Olha, olha.. e afinal o Presidente do FCP até já explicou bem o que se passou.

E tem razão de ser, tem lógica a sua explicação.

A sua actual esposa, companheira apenas não gostou que atacassem, ofendessem, denegrissem amigos seus e reagiu.

A meu ver, está no seu direito.

Eu, se insultassem amigos meus, também diria o mesmo.

Aplauso para a Dra. Fernanda Miranda.






Luís Pires disse...

é que gato escaldado... aguardemos então o livro ;)

Vidente Mor disse...

so tenho a dizer isto, o baia demonstrou que nao tem carater, em barcelona ainda hoje o detestam exatamente porque quando la jogou demonstrou sempre nao ter carater. Scolari afinal tinha toda a razao baia seria um desestabilizador na seleçao.Foi ``comprado`` pelo inimigo devido a sua incapacidade financeira, entregou-se, ``vendeu se `` a malheiros e quejandos e tanto se me da que seja ou nao socio do porto ( ate aos 14 foi do benfica so por acaso ), como se todos os socios do porto fossem impolutos e acima de criticas, foi de fato um atleta de topo ( meu idolo agora muito menos) no fcp mas no melhor pano cai a nodoa. Agora somos dragoes antes eramos andrades e a memoria nao pode nem deve ser curta.

José Correia disse...

“Porque é que a senhora, só porque é casada com Pinto da Costa, não terá o mesmo direito?”

O mesmo direito a quê?
A fazer ataques pessoais, que nada têm a ver com o FC Porto?

A fazer considerações como vestem as esposas?
Por acaso o Baía fez alguma referência aos vestidos, joias, anéis ou penteados das várias esposas/companheiras que o senhor Pinto da Costa tem ou já teve?

Dias Salvador disse...

"A fazer ataques pessoais, que nada têm a ver com o FC Porto?"

A senhora não emitiu considerações num orgão oficial do F. C. do Porto nem num meio de comunicação social. Fê-lo no seu instagram. É algo assim tão interdito?
Bem sei que a lei do piropo já entrou em vigor, mas se todos forem presos ou tiverem de pagar indenizações, a Marisa Matias vai ganhar mais dinheiro nesta campanha que os vencedores do Placard

meirelesportuense disse...

Caro José Correia:
Ao publicamente afirmar ou -admitamos- simplesmente sugerir que Pinto da Costa está muito mal acompanhado na Direcção e Administração do Clube e que nada faz ou pode fazer para alterar esta situação, Vítor Baía sabe bem que afirmou qualquer coisa como:
Que Pinto da Costa é igual em termos de comportamento, inconsciência ou oportunismo àqueles a quem Baía tanto critica, ou então está totalmente destituído de verdadeiro sentido crítico para o poder entender, reconhecer e alterar...Isso é o mesmo que chamar Xexé ao Presidente!
-E aí a Fernandinha fez muito bem ao intervir, instada a reagir às declarações de Baía ela disse aquilo que muitos e muitos Portistas já pensaram, independentemente de reconhecerem todo o mérito do Vítor Baía, no serviço desportivo prestado e apego afectivo tido ao Futebol Clube do Porto.
-A verdade verdadinha é que Baía, não mostrou talento para conseguir gerir a sua própria carreira e vida pessoal e desde que entrou em dificuldades financeiras, sobretudo desde que abandonou os cargos que exercia no nosso Clube, foi de imediato aliciado pelos sectores mais declaradamente críticos do Futebol Clube do Porto. A realidade é que por razões nunca devidamente explicadas, Vítor Baía nunca mais se separou ou destacou das críticas por estes formuladas a Pinto da Costa. Isso acaba por ter muito significado. Pinto da Costa serviu-lhe quando dele precisou, agora servem-lhe os outros e esses são "gente de muita confiança"...