sábado, 12 de março de 2016

Atitude competitiva dos adversários "amigos" do SLB

As abordagens do União da Madeira ao jogo na Luz e ao jogo do Dragão têm diferenças óbvias.
O União e os seus atletas e dirigentes têm expectativas muito diferentes, o que demonstra o clima de "parceria" que é promovido pelo SLB com alguns dos seus adversários, o que atenta de forma grave contra a seriedade da própria competição (Liga NOS).


"Não existe a obrigatoriedade de pontuar neste jogo, mas existe a obrigatoriedade de dar uma boa imagem, trabalhando o máximo possível"


O clima (demasiado) amigável que antecedeu o jogo na Luz incluiu uma deslocação do União ao centro de treinos do Benfica no Seixal.
No decorrer desse jogo, que o SLB venceu por 2-0, apreciei a passividade da defesa madeirense no lance do primeiro golo, principalmente de Soares, e da forma perdulária e displicente com que os avançados do União encararam dois lances frente a frente com o guarda-redes benfiquista.


"A expectativa é ganhar ao FC Porto no Dragão"
Shehu, médio nigeriano do União da Madeira, com um discurso muito ambicioso para a deslocação do União ao Estádio do Dragão para defrontar o FC Porto

Já para o jogo de hoje, no Dragão, os jogadores madeirenses apresentam uma atitude bem diferente, parece que vêm jogar para ganhar...

PS - estas imagens e estas afirmações deveriam ser afixadas hoje no balneário do FC Porto.
   

5 comentários:

Pedro Azevedo disse...

Sinceramente, que coisa mais sem sentido.

Vai buscar as declarações do Norton no jogo contra o Benfica, mas já não vai buscar as do Norton contra o FCP que disse isto, no mesmo maisfutebol:

"Norton de Matos: «FC Porto vai querer resolver cedo, nós vamos adiar ao máximo»

Porque não dá jeito, e socorre-se das de um jogador, que não sabemos o que disse no jogo da Luz.


Depois, ainda menos sentido faz falar nos "amigos" quando o U.Madeira empatou com o Benfica e ganhou ao Sporting, local onde o FCP passeou com uma goleada. Em termos de "amigos" aqui estávamos conversados para o artigo não ter sentido nenhum.

E depois, o U.Madeira vai jogar sem o guarda-redes que nós emprestamos e que vinha a exibir-se em grande, particularmente no jogo na Luz.

Dizer que os avançados do U.Madeira falharam como que de propósito, nem sei o que diga, nem esperava ver neste blog que acompanha há muito, mesmo que participe pouco, mas perante isto não pude ficar indiferente.

Dito isto, o FC Porto está onde está, por culpa própria. Deixemos estes discursos de atirar o lixo para debaixo do tapete, coisa que lá em baixo fizeram durante anos, mas a fazer acusações, que se façam as que fazem sentido. Esta não tem nenhum.

antas disse...

...e emprestaram-lhes o Gudiño...

bruno disse...

Os 0.4 na choupana foi de amigo?
Deviam estar preocupados era com a reação do fcp depois do 3.2

Nuno Nunes disse...

As incidências do jogo de hoje e a atitude do treinador do União poupam-me uma resposta ao seu comentário.

bruno borges bayr disse...

também me parece que um guarda redes principesco com a folha salarial que tem, sofre novamente 2 golos em 5 minutos, é uma incidência de jogo que deve poupar resposta a qualquer comentário. estamos onde estamos por culpa própria e de meninos como o casillas, não porque o união estaciona o autocarro no Seixal para tirar a sesta.