quinta-feira, 10 de março de 2016

SMS do dia - poucos mas bons

A menos de uma semana de uma A.G. Extraordinária do FCP (clube), a e-newsletter para os adeptos portistas (Dragões Diário) ainda não se lembrou de a mencionar.

Estou certo tratar-se de um mera distração, até porque certamente que o Francisco Marques vai concordar que muito provavelmente é um assunto mais importante para os sócios do que por exemplo relembrar jogos particulares contra o Leixões em 1929 ou a fixação de um bando de reformados finlandeses em Portugal.

No entanto o esquecimento não deixa de ter - coincidentemente - a sua utilidade, já que o espaço sistematicamente escolhido para as AGs é pequeno (presumo que o Dragão Caixa tenha eventos mais importantes agendados) e não dá jeito que apareça demasiada gente senão não há espaço para todos, ia ser uma chatice. 

Mesmo assim espera-se uma assistência suficiente (basta uns duzentos ou trezentos; ou seja, uns 0.3% dos sócios) para encher o espaço - de forma que os sócios presentes vão estar bem aconchegadinhos, juntos uns aos outros. Calha bem, afinal de contas o Inverno ainda não acabou.

9 comentários:

jcventura disse...

Lamentavelmente vamos ter um corpo directivo que se arrasta no tempo que já foi de glórias e que agora só traz mágoas !

Paulo Monteiro disse...

Não se pode estar a gastar dinheiro em aquecimento no Dragão Caixa! Depois falta para as comissões! Tenham juízo!

Pedro disse...

Será a minha 1ª, esperando que não seja a última.
Mas confesso que só soube dela, através de 2/3 blogs portistas...

Paulo Marques disse...

Aparecer não apareço, faço melhor: deixo de pagar cotas que tenho mais que fazer na vida.

meirelesportuense disse...

Se houver muita gente para assistir à AG esta tem que se realizar noutro lugar. O problema é que a maioria dos críticos das AGs do Porto nunca aparecem a elas, mas criticam imenso à distância. E nunca se fazem representar por quem tenha peso e coragem para disputar de forma coerente e assertiva a predominância de Pinto da Costa.
Eu considero que o Porto pode destruir-se por dentro. Existe um movimento interno, quase surdo e mudo, que acompanha a campanha externa feita por muita gente como Rui Santos da SIC...Os argumentos são exactamente os mesmos. Estranho?...Só para quem estiver desatento.

José Rodrigues disse...

Não é nada estranho. Todos os que têm a criticar alguma coisa à Direção não passam de uns infiltrados a soldo do LFV. Agora q o meirelesportuense me descobriu a careca, eu confesso: na realidade eu sou o Gomes da Selva. Até me mudei para a Bélgica para disfarçar melhor e tudo.

E como eu, os outros autores e comentadores todos do RP, Tribunal Do Dragão, Do Porto com amor etc que têm criticado decisões da Direção. O nosso único problema são os verdadeiros adeptos do FCP como o meirelesportuense, a descobrir o nosso trabalho de sabotagem.

Pedro Reis disse...

Caro José, como eu tenho dito: "Qualquer semelhança entre o FCP de hoje e o regime da Venezuela ou da Coreia do Norte, é a mais pura das realidades!" Infelizmente para quem, como nós, vive o clube com descomprometida paixão... :(

bruno borges bayr disse...

"cosa nostra" melhor dizendo

bruno borges bayr disse...

a newsletter deste dragões diário é patética. como se nota que são paus mandados! meninos..