quarta-feira, 9 de março de 2016

SMS do dia: prioridades

Se os nossos dirigentes gastassem em ataques vigorosos ao Sistema e aos inimigos do FCP metade da energia que gastam em ataques vigorosos a críticos internos (*) ... se calhar éramos campeões duas vezes nas últimas 3 épocas (incluindo a presente).

Diga-se de passagem que não compreendo que seja o FCP a processar Carlos Amorim e não os visados nas suas críticas. A ter colocado o bom nome de alguém em causa, não foi o bom nome do FCP mas sim das pessoas que o dirigem (o caso já seria diferente se os acusasse de por ex aliciar árbitros, daí que tenha feito todo o sentido que o FCP tenha pago a defesa de PdC no Pito Dourado). Será que a defesa do Antero na questão dos seguranças também é paga pelo FCP?

Apesar de tudo, o FCP e os seus dirigentes (ainda) não são uma e a mesma coisa - da mesma forma que se um politico da oposição (ou até mesmo um cidadão comum) acusar o governo de gestão danosa, naturalmente não terá sido o bom nome do Estado Português que foi colocado em causa, mas sim as pessoas que o governam (e nesse caso era o que faltava que fosse o Estado a processar o tal político da oposição, pagando o processo; ou alguém aqui acha mesmo que devia ser o Estado a arcar com o processo?).

(*) Editoriais de PdC na Dragões; em bocas públicas (Rui Moreira recentemente não escapou a isso...); ou em processos (depois de MST temos agora Carlos Amorim).

16 comentários:

miguel azevedo disse...

Se os "ataques vigorosos ao Sistema e aos inimigos" resultassem, o Sporting era campeão todos os anos. Ganhem juízo.

José Rodrigues disse...

O Pedroto e o PdC (o de 1982 é década seguinte...) pelos vistos não tinham juízo...

Diga-se de passagem q o ataque ao Sistema não passa só por declarações públicas. Passa também por evitar q a corja q tomou conta da Liga, das arbitragens e dos observadores dos árbitros não chegue lá. Por exemplo.

José Rodrigues disse...

Que pena que eu tenho q PdC tenha "ganho juízo" na última década... pessoalmente preferia o PdC q "não tinha juízo".

Luís Pires disse...

absolutamente!

"o caso já seria diferente se os acusasse de por ex aliciar árbitros":
mas todas as semanas há paspalhos por essas tvs fora a acusá-los disso mesmo e de pior ainda. alguma reacção? algum processo? nunca ouvi nada...

se me permitem, reproduzo parte de um comentário meu noutro blogue (tribunal do Dragão), comentário que, obviamente, é dirigido a todos e a ninguém em particular:
"Só é pena que toda esta indignação não leve aqueles que poderiam apresentar uma alternativa credível a ganhar coragem para o fazer.

com o seu silêncio e indiferença, estão também eles a contribuir para a queda do nosso clube, assim se tornando cúmplices por omissão.

quem não tem tomates para se apresentar agora a batalhar pelo clube, mesmo que sem garantias de sucesso, também não terá o meu apreço quando quiser aparecer como "salvador da pátria" a recolher os cacos que restarem."

p.s. bem vindo de novo, José Rodrigues, sabe sempre bem ler os seus artigos, como, aliás, os de todos os outros autores deste blogue.

Luís Pires disse...

p.p.s. a propósito do "Pito Dourado": parece que o Boavista já foi ressarcido dos prejuízos causados pela actuação da Liga/Federação. para quando a devolução dos 6 pontos que nos foram indevidamente retirados? agora dava jeito, caíam que nem ginja ;)

Filipe Sousa disse...

Quando é que o sporting fez um "ataque vigoroso" ao que quer que seja? Bocas no facebook estão longe de ser "ataques" e por sinal violentos.

Dias Salvador disse...

O silêncio de PdC nos ultimos 15 anos rendeu 2 Ligas Europa, 1 Liga dos Campeões e 1 titulo de Campeões do Mundo de Clubes, tirando as miudezas a nível nacional,
A peixeirada do Benfica e do Sporting (então estes) rendeu o quê?

José Rodrigues disse...

Antes de mais, como expliquei não é só uma questão de "silêncio". É uma questão de se mexer nos bastidores (e não estou, obviamente, a falar de comprar árbitros).

A inércia de PdC não se tornou notória há 15 anos mas sim após a saída de Mourinho. Começou precisamente pelos jogos de bastidores, em q PdC não fez grande esforço em evitar ter um FDP como o R. Costa numa posição-chave na Liga (ele próprio disse q deixava vitórias na Liga para o slb), com os resultados q depois se viram. E olhe q o balanço dos últimos 10 anos não é assim tão risonho como isso...

José Rodrigues disse...

Mas já agora, pergunto ao Dias Salvador se acha mesmo q o PdC do passado recente é o mesmo de há 15 anos.

E se é, como explica então os péssimos resultados dos últimos 3 anos.

walterpaz disse...

No dia de S. Nunca, por um simples motivo:

A administração da SAD decidiu não recorrer do castigo, aceitou-o.

DC disse...

Já disse isso uma vez. Até fico admirado pelo facto de não andarem a tentar silenciar alguns blogs.

O Carlos Abreu Amorim disse apenas o que uma grande parte dos adeptos actuais pensa e, como o José Rodrigues explicou no outro post, não terá dificuldade nenhuma em provar em tribunal o que diz. Aliás, a direcção do Porto certamente desistirá do caso, a não ser que queira ver ainda mais o seu nome na lama. Porque se for para ir a tribunal o Carlos certamente não se ficará por pequenos desabafos.
Ou então, resolve-se tudo com a entrada do Carlos para administrador da SAD. Quem mete 7 mete 8.

Luís Pires disse...

não. o recurso do PC aproveita ao FCP. aliás, foi esse mesmo o entendimento quer da Federação quer do TAS.

DC disse...

Mais cedo eu falava mais cedo o Tribunal se queixava:

"Um leitor alertou para o facto e não há como ficar indiferente. Fernando Saúl, o «oficial de ligação aos adeptos do FC Porto», terá publicado um comentário que diz o seguinte: «Quanto ao Tribunal do Dragão a seu tempo perceberemos porque existe e qual o objectivo. Uma coisa é certa para desunir tem servido e bem!»"

José Rodrigues disse...

Vamos lá desligar o cérebro e unir-mo-nos, gente.

Paulo Monteiro disse...

Só li verdades.

Soren disse...

Há que ter muito pouco juízo ou perceber pouca da coisa, para não perceber que perdemos o campeonato da época passada por falta de política de comunicação e defesa pública do treinador e da equipa.
Jogar 11 jogos em superioridade numérica, isso sim é ter juízo.