domingo, 10 de abril de 2016

SMS do dia

Aguardo com expectativa o candidato Pinto da Costa a posicionar-se contra o presidente Pinto da Costa depois de mais um naufrágio no ocaso de um mandato que mete água por todos os lados. No meio de tanta dualidade, não surpreenderia que o psiquiatra de serviço leve a habitual comissão de 10% e uma percentagem na futura venda milionária do Rafa.
   

15 comentários:

José Lopes disse...

A culpa e' dos jogadores que ja estao a pensar na saida mal entram no clube, todos sabemos. Isso de se andar a pagar a Doyen por "scouting", fazer contratacoes superfluas por dezenas de milhoes so porque estao no catalogo, dar percentagens de passes a familiares de administradores e ir buscar Maregas e quejandos e' dirigismo do melhor, mistica na cupula da SAD.

Levam o futebol do clube para o mais completo abismo, ano apos ano apos ano, navegacao a vista com o credito de vitorias passadas e depois, perante as eleicoes, alto que isto esta tudo mal e jogadores a Porto e afins que e' para a populaca ficar calada por mais uns tempos e garantirmos mais 4 anos bem recheados.

A culpa tambem e' do malandro do Baia, que ganhou muito dinheiro a custa do Porto. Isso de ter andado la dentro e ter sido figura historica nada interessa. Ate porque todos sabemos que o presidente so la anda por amor. O facto de ate o Bobby e o Tareco serem hoje milionarios e' coincidencia astral.

Alberto Silva disse...

Acaba rápido pf que ja doi...
Ficou provado que trocar quando ainda se esta na luta nao da resultado. È preciso um filtro de qualidade para jogar no porto.

Soren disse...

Sacudir a água do capote para cima dos jogadores e treinador é absolutamente ridículo.
Não me surpreendeu a exibição depois de uma entrevista em que se identificaram como únicos verdadeiros culpados os ex-treinadores e jogadores.

Esta direcção não tem mais espaço de manobra. Quero muito que Pinto da Costa saia pela porta grande, mas com esta incompetência na área da comunicação e na defesa dos planteis contra os colinhos e quejandos, vai ser complicado.

Azul disse...

Mais uma vez fomos beneficiados pelo árbitro. Pela amostra da arbitragem do jogo Braga moreirense dificilmente ficaremos em 3.
Mais 4 anos de agonia nos esperam.

Jorge Vassalo disse...

Interessante, no entanto, é que as "alternativas" ainda acham que é cedo...

Pedro disse...

A conversa das comissões já cheira a paranoia, mas se calhar o psiquiatra também faria muito bem a certos adeptos.

Não é pelas comissões, que diga-se existem em todos os clubes com jogadores que tenham empresários, que esta época é um desastre. E isso soa a tentativa oca e pouca séria de tentar ter razão pelos motivos errados, apenas porque não se gosta de certos dirigentes.

O desastre deste ano é explicado por 2 ou 3 más decisões de PC, incluindo dar um poder desmesurado a um treinador sem provas dadas. E por isso PC deverá ser sempre o principal responsável. Há 4 anos atrás o Porto tinha um plantel de qualidade, e vendendo como sempre 2/3 por ano, não foi capaz de substituir essa qualidade e claramente subestimou os rivais.

Sem um bom treinador e um bom scouting, não há estrutura que resista. Por isso esqueçam lá as comissões e foquem-se nas competências. Se PC não apresentar um bom treinador e um bom plantel, com anos de mandato ou sem, o seu percurso irá terminar.

João Lima Ribeiro disse...

O fundo está longe e está administração continuará a queimar treinadores e jogadores, a pro essa adeptos, a excomungar blogues que escrevem verdade etc etc

Enquanto lá estiverem continuaremos a morrer

João Lima Ribeiro disse...

Aqueles que recusam tirar as palas :

- Sempre existiram contratações ditadas por interesses comissionistas em vez de determinadas por razões desportivas?

- Sempre se encostaram jogadores para que mudassem para empresários testas de ferro?

- Imbula , suk, marega e Sá foram pedidos por lopetegui?

- Alexandre, Antero e Caldeira são virgens inocentes que trabalham por amor ao clube

Miguel Magalhães disse...

Jogo típico de pré-época. Não foi isso que o presidente pediu aos jogadores? Eles fizeram-lhe a vontade

Dr Sigmund V disse...

Ò Vassalo, caraças, essa tua conversa das "alternativas" já aborrece. Claro que, de ti, não há alternativas a esperar, porque és um homem de inquebrantável fé, ou seja, acreditas no que não vês. Mas será que cada vez que alguém escreve alguma coisa crítica vais saír-te com essa cassette das alternativas??

Por outro lado, pelo que leio no teu blogue, estás sempre amofinado com os tipos deste blogue, ou porque falam em "zelotas" ou em "papalvos" ou seja lá no que for. Mas nem por isso deixas de cá vir. Deves ser masoquista.

Olha, sabes que mais, vai discutir o FC Porto nas Assembleias Gerais, e não no teu blogue ou nos dos outros, já que é aí que achas que se deve discutor o clube.

Que falta de pachorra!

Luis Pereira disse...

Se contratar Lopetegui foi um erro, maior foi despedi-lo naquele momento.
Estávamos a 4 pontos, estamos a 12.
Demonstrado está, mais uma vez, que não resulta mudar de comando a meio da época.
Nunca resultou no Porto.
Demonstrado está que as coisas podem sempre piorar ao contrário do que defendem os apologistas de (constantes) mudança de treinadores.
Demonstrado está que assobiar a própria equipa com o objectivo de que a mesma melhore de "produção" é uma ilusão aburguesada e só deu trunfos ao adversário.
Vai ser difícil inverter a tendência depressiva, mas no futebol tudo muda muito rapidamente e o Porto tem capital humano para conseguir dar a volta.


Alexandre Moreira disse...

Peço desculpa mas quero abrir uma parêntese sobre uma vergonha que está a acontecer nesse campeonato português. Parece-me que é o oitavo jogo consecutivo que o guarda-redes adversário se "lesione" contra o FC Porto e queima minutos. É uma vergonha. Sempre houve esse tipo de coisas mas hoje em dia, isso passou para a táctica. Até os guarda-redes joguem com bandagens para fazer de conta. Isso não é futebol, é teatro tal como o Diogo Jota a correr e de repente a cair para o chão.Podemos nunca ser campeões do mundo de futebol mas com certeza que um dia teremos um campeão do mundo de wrestling. Digo isso por ser Portista mas todos os adeptos de qualquer clube pode dizer o mesmo.. Só que hoje o árbitro deu 5 minutos, ontem foram 8 para os lampiões. Mesmo nos sub-19 mal o Porto esteve a ganhar, o guarda-redes tinha queixas.Mesmo na liga dos campeões, o único guarda-redes a queimar tempo, foi o guarda-redes dos vermelhos. Essa me*da tem que acabar, não tem jeito nenhum. Mas pelos vistos, isso acabará quando os lampiões estiveram atrasados no marcador e que o guarda-redes adversário fizer o mesmo. Os vermelhos perdendo pontos, a comunicação social tratará de vomitar esses feitios. Esses comportamentos empobrecem o futebol português. Fecho a parêntese.

Jorge Vassalo disse...

O Sigmund,

Venho cá, lá, onde quiser e bem me apetecer. Não é "conversa de alternativas", é que não há mesmo ninguém que se chegue à frente. Mas, por muito que o espante, eu gostava mesmo muito que houvesse.

Você tem a sua opinião, respeite as dos demais.

E para terminar, para além de ser amigo de um dos bloggers, tenho uma coisa chamada respeito pelas opiniões dos demais bloggers deste espaço. Por muito que não concorde, apraz-me ler, até porque gosto de ler opiniões contrárias à minha, porque só assim a minha pode evoluir.

Tenha a sua opinião, deixe as dos demais.

Fernando B. disse...

Eu era para ir a Paços mas não fui...Disseram-me que ia esgotar a lotação, com Comissionistas, Empresários, Olheiros, Scouting's, e que os poucos lugares que sobravam, estariam lotados com brasileiras. Não fui por isso.
Acompanhei na TV do café do Bairro, e pude assistir à esplendorosa entrevista ao treinador do nosso Clube ! Só que estava tapado na altura, e parecia-me o Abade de Barroselas, na homilia da missa do 7º dia pela mulher do sacristão ! Não absorvi aquela ciencia...

Dr Sigmund V disse...

Jorge Vassalo:

" tenho uma coisa chamada respeito pelas opiniões dos demais bloggers deste espaço."

O que faria se não tivesse: com esse respeito todo, escreve artigos no seu blogue em tom pouco agradável a atacar artigos aqui escritos, como no seu recente "Je suis papalvo".