domingo, 22 de maio de 2016

É uma injustiça…

Acho que fomos muito melhores do que o Sporting de Braga. Não tivemos sorte. Em dois lances em que foram à nossa baliza conseguiram fazer dois golos. Até aí, e depois disso, não tinham criado, nem criaram, qualquer situação de perigo em todo o jogo. Nós fizemos uma excelente segunda parte, criámos várias situações. Fizemos 27 remates e eles dez. O resultado é injusto, não ganhou a melhor equipa. Queríamos ganhar, esperávamos ganhar, fizemos tudo por conseguir, mas não tivemos sorte.
José Peseiro, no final do jogo de hoje


Penso que nenhum portista ficará surpreendido, se esta final da Taça de Portugal tiver sido o último jogo de José Peseiro como treinador principal da equipa A do FC Porto. O contrário, parece-me, é que seria muitíssimo surpreendente.

Ora, se há um traço comum nas muitas derrotas que o FC Porto acumulou durante os últimos quatro meses foi, no final desses jogos, ouvirmos o sucessor de Julen Lopetegui lamentar-se da falta de sorte e das injustiças deste mundo…

Por isso, com um toque de simpatia pelo homem e antecipando o adeus do treinador José Peseiro ao FC Porto, aqui vai…



25 comentários:

Pedro ramos disse...

Quando o adversário consegue marcar 2 golos sem criar uma situação em 120 min pouco há a dizer.

Sobre Peseiro não vale a pena falar de alguém que já foi despedido à meses.

Pena, tenho do próximo que vier, pois vai ter que suportar um plantel feito pelos mesmos que criaram este, com, aparentemente, craques como Bruno Alves. Aliás, o nível do plantel é tão bom, que um jogador normalíssimo como Danilo passa por craque para os adeptos.

Pedro Moreira disse...

Em 40 anos nunca estivemos metidos em tamanha depressao desportiva. Agora surpresa so para quem anda a dormir ou quem ainda se deixa embalar pela emoçao. Isto e fruto de 3 anos de profundo desrespeito pelo clube de quem pôs a frente de tudo interesses pessoais. Nao vou voltar a minha retorica habitual, infelizmente tudo o que fui temendo se confirmou. Neste momento o portismo divide-se a meio:os que acham que o que aconteceu nos ultimos anos foi fruto do azar e que tudo vai mudar, onde se incluem digo eu os que mantiveram estes dirigentes a frente do clube e os outros, onde me incluo que não vislumbram luz ao fundo do tunel porque acham que tudo o que foi feito apos a final de Dublin foi de tal forma grave e danoso para o clube que nao se pode considerar que foi um erro mas sim uma estrategia de delapidar o clube em nome de interesses pessoais. Que pena mas Pinto da Costa nao soube sair por cima,na altura certa. A minha unica esperança e que a pressao que vai sentir o faça inverter o rumo...mas duvido.

JB disse...

Nem mais. No caso particular do Danilo, foi notória a diferença a partir do momento em que Rúben entrou em campo.

Pedro disse...

O Braga não mereceu ganhar. O Porto fez quase tudo para perder.

O grande perigo é a tentação de ver isto tudo pelo lado dos maus jogadores. Há ali jogadores que valem 5 vezes mais do que mostram. Para tudo é preciso um bom treinador. E Peseiro não o é. Será um escandalo se permanecer.

Blue Dragon disse...

Temo que Peseiro na próxima época ainda seja uma realidade ....

Vidente Mor disse...

proximo treinador lucescu

Luís Vieira disse...

A defesa é uma casa a arder, com responsabilidades do treinador e dos jogadores. É extremamente fácil marcar golos ao FCP, não pode ser. Valeu pela raça e pela qualidade do André Silva, que, aos 20 anos, levou a equipa às costas, com uma exibição monumental. Espero que tenha sido o começo de uma história bonita no nosso clube e o resgatar de uma certa alma, do portismo que o José Correia falava no último post. É de jogadores deste calibre, desta fibra, que precisamos, mesclados com alguns craques internacionais. Fechou-se a cortina de mais uma época deprimente. Para o ano há mais: é a nossa nova e triste máxima...

meirelesportuense disse...

Estive a acompanhar o jogo num café de São Pedro da Cova e supunha estar num meio amigo, mas surpresa das surpresas, a maioria das pessoas que estavam a assistir ao jogo, velhinhas inclusivé, eram anti-Portistas na sua maioria mulheres, incrível!...Quando o jogo acabou foi uma festa pegada por parte de toda aquela gente. Nunca mais lá vou.
Mas isto serve apenas para ilustrar a dificuldade que o Porto tem em poder colocar-se numa órbita de poder. Como é possível inverter as coisas em termos de aceitação desportiva a nível Nacional se a meia dúzia de quilómetros da Cidade do Porto não pode sequer ser cheirado?...Incrível!...
Se os que nos odeiam -é o termo- são assim tão numerosos mesmo ao pé de nossa casa, como será aceitável que dentro das nossas fileiras andemos todos às turras?

meirelesportuense disse...

Aquela cena de São Pedro parecia extraída de uma qualquer obra de Richard Wagner talvez do Anel dos Nibelungos...Toda aquela massa informe de pessoas a surgir das catacumbas a rugir e cuspir ódio sobre o Futebol Clube do Porto era para mim completamente impensável...Eu supunha que nascer no Porto era por si só uma base importante para se simpatizar com o FcdoPorto mas estava errado. Que Deus me perdoe, nunca mais lá volto.

bruno disse...

"a equipa está de parabens" dito pelo capitão que esteve vergonhosamente mal. está tudo dito. com capitães assim.. que vergonha de plantel, que nojo de jogadores.
certa razão tem o Rodolfo Reis, jogadores medíocres.

Noé Rocha disse...

Estes actos de auto mutilação da equipa já deviam ter acabado, mas até na porcaria do ultimo jogo, os jogadores conseguem brindar os adeptos com 2 golpes sem misericórdia (quase que eram 3).

Quantos anos é que estes tipos têm ? 8, 11 ...

Azul disse...

Parece-me que os astros estão todos alinhados para que o Peseiro fique. Se assim for é com uma tristeza enorme que digo que se é necessário ir ainda mais ao fundo para que alguma coisa coisa seja feita, estou disposto a isso, prefiro isso à situação atual.

Helton obrigado por tudo, mas pôr-te a jogar foi um erro.

Hugo Mota disse...

É evidente que existe uma grande dose de infelicidade no desaire de ontem. É mais do que verdade que o Braga não fez a ponta de um c... para levar a Taça.

Mas por muito que queiramos deitar as culpas à fortuna, ela não é responsável pelas duas monstruosas asneiras feitas pelo mais antigo e experiente jogador do balneário. Inadmissível Helton!

Não podemos deitar culpas à fortuna, quando somos incapazes de derrotar uma equipa absolutamente medíocre como este Braga.

Esta maravilhosa época é dedicada a todos os que se esforçaram diligentemente em assobios para forçar o despedimento de Lopetegui. Depois do espanhol sair, melhoramos a olhos vistos... na nossa capacidade de nos habituarmos às derrotas.

por isso, deixo-vos um conselho:
A meio da próxima época, não se esqueçam de fazer a mesma merd... continuem a assobiar.

Cumprimentos portistas

Alberto Silva disse...

Uma equipa que quer ganhar uma final com Sergio Oliveira e Chidozie de inicio tá tudo dito. Se o porto é mais forte com o Danilo a central, que jogou Danilo a central, e assim o Ruben permitia mais qualidade nas mudanças rapidas. è verdade que o Braga pouco fez para ganhar, mas quem comete erros destes a este nivel, fica muito longe de vencer.

Carlos disse...

Pode-se não gostar do Peseiro que não invalida que tenha razão.

Com erros daqueles qual treinador qual quê ?!?

Quando um jogador do meio campo, Danilo, é o melhor central da equipa ...

@meireles
eu tive vizinhos lagartos a festejar como se fossem eles a conquistar a taça ...

Ricardo Rodrigues disse...

@meirelesportuense

Felizmente ainda há excepções "à regra", nasci em Lisboa bem longe do Porto e ontem após a derrota saí à rua orgulhosamente de camisola do nosso clube vestida!

Filipe Sousa disse...

Julgo que no tempo do Jesualdo, tinha ficado assente que esta coisa de trocar de guarda-redes na taca, era uma péssima ideia - e como nao se aprendeu nada, ontem voltou-se a cair na mesma esparrela. O Hélton é uma vergonha, ganha milhares e a única coisa que se lhe pede é que esteja concentrado durante 90 minutos, e o parvalhao nem isso consegue. Foram anos e anos a enterrar em momentos-chave, e ontem, que espero ter sido a última vez que lhe pus a vista em cima, nao podia ser diferente: adeus e até nunca!

bruno disse...

"Estamos a preparar a próxima época" palavras de Joje Pajeiro
preocupante e assustador cenário

Frost Scp disse...

Sabiam q o Sergio Oliveira tambem ja é um ativo Doyen?

http://www.doyensports.com/players.html

Brahimi , Aboubakar, Sergio Oliveira, Corona...tudo meninos Doyen que têm de jogar. Vejam como estão Valencia, MArselha e Milan que venderam a alma aos Fundos.

Francisco Paulos disse...

Se Peseiro ficar é a continuação de mais do mesmo.É uma vergonha jogadores profissionais cometerem erros de infantis.É uma vergonha no prolongamento quando devíamos fazer tudo para evitar os pênaltis e aproveitando o desânimo do Braga não termos colocado intensidade no jogo e termos ido à procura do golo.Andar a trocar a bola para trás não é digno de uma equipa com os nossos pergaminhos. Depois nos pênaltis foi o que se viu,a falta de classe veio ao cimo e não houve sangue frio para não falhar.Este plantel é uma vergonha e sendo dos mais caros da liga é caso de polícia que devia ser investigado.A incompetência da Sad é gritante e desiludam-se pois para o ano vai ser tudo igual.A suposta ironia de PC já irrita e se ele estivesse na posse das faculdades que o distinguiram já não se teria recandidatado ,mas a vida de nababo é boa e custa a deixar. E nós é que sofremos e eles é que o ganham.

bruno disse...

tenho lido por aí coisas como que culpa tem o treinador e tal. pois na minha opinião, toda!
nem vou entrar em detalhes como o 11 inicial, pois apenas 3 ou 4 merecem lugar na próxima época.

mas dos quase 20 cantos que tivemos, nem um lance de perigo, nada!
dos 27 ou 380 remates que o pajeiro despejou para a imprensa, uns 3 foram enquadrados na baliza..
não se treinam estas coisas?
os livres directos e indirectos, não se treinam?
a perder 2-0, foi preciso esperar pelo minuto 80 para meter outro avançado.
tirou o neguinho ao intervalo (que nem sequer devia andar nestas andanças, muito mausinho e fraquinho), mas porque não tirou o espanhol que enterrou mais que ele na 1a parte? e pior ainda na 2a.
que preparação física de merda tem esta equipa?
não tem condições, nem será nunca treinador para um clube mediano, quanto mais um FCP

Carlos disse...

essa cruzada anti fundos só porque sim do presidente que prometia fundos russos em campanha ???

ou o joão mário não devia jogar por estar ligado ao fundo do Peter Kenyon ?

meirelesportuense disse...

@RicardoRodrigues:
Acho sinceramente louvável a sua posição de coragem, nem todos seriam capazes de o fazer assim. Eu nunca fui de vestir normalmente uma camisola do Clube, nem em jogos do Clube levo vestida uma roupa desse tipo, quando muito coloco um caxecol e em dias muitos especiais e faço-o porque não fui desde miúdo habituado a isso em todas as dimensões da minha vida.
Mas isso não tem nada a ver com aquilo a que assisti ontem e me deixou siderado, aquele Café parecia mais um Centro de Congressos do Bruxaria Nacional, eram insultos ditos em vozes inapreensíveis, risos estranhos, histéricos, guturais, silenciados com o nosso empate e ultra-dimensionados com os falhanços do Herrera e do Maxi Pereira...Paranormal acredite.
Juro que nunca mais lá entro, primeiro porque não gostei nada do que ali senti e muito menos ver os empregados do próprio Café a saltarem aos gritos de vitória...Disse-lhes alto e bom som que achava estranho haver tantos Bracarenses por metro quadrado ali e eles abriram o saco: -Somos todos Benfiquistas!
-Ok, então de mim, não me vão ver-vos dar ou gastar aqui nem mais um tostão!...

Soren disse...

Meu caro, deixe-os lá estar bem enterrados, na cova.
Quanto mais benfiquismo mais atraso civilizacional.

meirelesportuense disse...

"soren:
É mesmo um caso de atraso civilizacional.Eu vivi lá durante 5/6 anos e fiz amigos, mas a terra não evoluiu nada desde que sai de lá faz uns bons 30 anos...É terrível verificar que para além disso as mentalidades também estagnaram. E contra isso nada posso fazer. São Pedro da Cova é conhecida nas imediações por São Pedro do Buraco. Um espaço pequeno, com quase nenhuma actividade comercial e muita marginalização social.