domingo, 24 de julho de 2016

A 19 dias do primeiro jogo

24 de julho de 2016. O dia seguinte ao FC Porto ter ganho por 2-1 ao Vitesse. Uma vitória que não me deixou tranquilo, longe disso.

Tal como no consulado Peseiro, o modo como a equipa do FC Porto se (des)posiciona e (não) reage quando perde a bola, continua a ser assustador. Qualquer equipa (e este Vitesse é uma equipa vulgar) faz tremer a defesa do FC Porto, criando oportunidades flagrantes e marcando golos com a maior das facilidades.

Mas independentemente dos resultados (derrota e vitória), eu olho para as exibições destes dois jogos (contra o PSV e contra o Vitesse) e continuo a ver todos os defeitos que via na época passada. Ora, no final da época passada era mais ou menos consensual entre os portistas o seguinte:

1) Após quatro apostas falhadas – Paulo Fonseca, Luís Castro, Julen Lopetegui, José Peseiro – o FC Porto precisava de mudar de paradigma e contratar um treinador principal com provas dadas (títulos ganhos).
Veio o Nuno Espirito Santo.

2) O FC Porto precisava de reformular a sua dupla de centrais, o que implicava contratar, pelo menos, um defesa-central de categoria, que fosse o novo “patrão” da defesa portista.
Veio o Felipe, um jogador cujo valor de mercado é inferior ao de… Maicon (e que no primeiro jogo mais a sério esteve diretamente envolvido nos dois primeiros golos da pesada derrota sofrida frente ao PSV).

3) O FC Porto precisava de um médio de top, na linha de um Deco, Lucho ou Moutinho, que jogasse e fizesse jogar os companheiros de equipa.
Veio o João Carlos Teixeira e regressaram Otávio e… Quintero (?).

4) O FC Porto precisava de um ponta-de-lança que marque muitos golos (daqueles que marcam mais de 30 golos por época), porque o André Silva é bom, promete, mas não chega.
Não veio ninguém (até agora) e ficou o Aboubakar, supostamente após ter recusado um contrato milionário na China.

Declarações de Nuno Espírito Santo após o PSV x FC Porto (fonte: O JOGO)

24 de julho de 2016. O FC Porto está a menos de três semanas do primeiro jogo oficial (deslocação a Vila do Conde, no dia 12 de agosto) e, até lá, ainda devem existir movimentações no plantel (entradas e saídas).
Contudo, após três anos de insucessos e uma época 2015/16 verdadeiramente horribilis, seria de esperar, da parte da administração da SAD, uma atuação bem diferente daquela a que temos assistido até agora.

Lamento dizê-lo mas, nesta altura, os sinais que emanam desta equipa são pouco animadores.

30 comentários:

Luís Vieira disse...

Idem. Saúdo a rentrée.

Madureira disse...

Incrível como depois da época passada ter corrido da forma que conhecemos, das promessas do presidente e de um playoff da Champions para jogar se chega a esta altura e está tudo praticamente igual ao ano passado!

Onde estão os reforços para serem titulares??

Sinceramente,as primeiras indicações não demonstram nada de bom! Falta um central, um 8, um avançado centro, todos para serem titulares!

Vamos aguardando por noticias, sendo certo que alguns zums zums que por aí circulam não são nada bons.

Paulo Marques disse...

Ora bem, é preciso começar a assobiar o treinador e os jogadores o quanto antes, para os motivar a fazer melhor. A ver se trocamos de treinador j+a antes de setembro desta vez.

Gaspar Santos disse...

Ora bem! É preciso contestar os "senhores" da SAD, já no jogo de apresentação. Essa gente da SAD, só pode andar a gozar com os adeptos. Os jogadores e o treinador não têm culpa das lutas internas.

Eu que tinha tantas expectativas com a contratação do Zé Manel! Caiu nos braços de Pinto da Costa, mas deixou-o cair!

Azul disse...

Bom, bom é deixar tudo como estar...Palhaçada.
No final da 3ª jornada já temos o campeonato perdido e a liga europa à nossa espera. O que está acontecer só vem confirmar que a SAD está falida, sem capacidade para ir ao mercado e sem ativos para vender.

Já agora alguém consegue explicar a necessidade de se contratar um defesa esquerdo por 6,5 milhões, quando a equipa tem outras carências?

Pedro Reis disse...

Infelizmente estamos mais ou menos na mesma linha dos últimos anos...
Alguns exemplos (Martins Indi, não joga nem é vendido, sendo que assim só desvaloriza; Zé Manuel, para rir ou para chorar?; Quintero, 25ªtentativa de o tornar num jogador?; Adrian Lopez, equipa B, agora repescado... isto é um clube de topo ou virámos o Tondela da Cidade Invicta?).
Habituemo-nos a viver sem títulos muitos anos, que é para isso que a SAD tem trabalhado com afinco... os sócios que elegeram esta direção também devem estar satisfeitos!

André Soares disse...

Vai mais além de treinadores...

Conseguimos ter uma equipa minimamente equilibrada no primeiro ano de lopetegui. Depois disso foi sempre a descer.

Temos 50 jogadores? que jogadores seriam titulares em equipas vitoriosas do passado recente?
- Layun? Danilo?
Sinceramente vejo muito pouco dos outros jogadores.
Os centrais nem comento... Marcano?INDI? claro que qualquer um dos centrais da Islândia é melhor do que ele...
Herrera... todos os anos esperamos que ele finalemente seja um jogador regular...mas continua a correr muito.. a correr mal e a falhar em momentos chave.
Os outros médios? parecem todos iguais e muito vulgares muito abaixo do que ja tivemos e so a pensar em moutinho ou Oliver.
Os extremos?... temos extremos que não passam a bola...que dificilmente conseguem fazer um bom cruzamento... Quer brahimi quer corona... muito abaixo do que pode fazer um bryan ruiz ou um salvio... estes são muito mais agressivos...

Quanto ao Ponta de lança... Tivemos um que marvava 30 golos por época sem jogarem muito... agora aboubakar ou andré silva... quando os rivais tÊm jonas ou Slimanis... fica dificil a qualquer treinador ganhar...

É só a minha opinião.

Uma questão pertinente que eu gostava de colocar é para que raio fomos buscar o telles?? quando há posições que tem tanta necessidade de serem reforçadas...
e o Adrian não contava e agora já conta?
E a anedota do Marega? vamos busca-lo outra vez?


Eu renovei o lugar e para o ano vou voltar a fazer... mas do que vejo a este momento não temos mais do que para garantir um 3lugar.

Hugo Mota disse...

Caro José,

Analisando os seus pontos:

Ponto 1. Rafa Benitez tem títulos. Van Gaal tem títulos. Muitos outros têm títulos. Aliás, Lopetegui também tinha títulos. Só não sabia as manhas do futebol português. O José quer mesmo um treinador estrangeiro que não saiba os podres tugas?
E para português? Quantos têm títulos? Por essa lógica, tinhamos mantido Peseiro. Com uma tacita no curriculo, existem uma meia dúzia de treinadores portugueses disponíveis. Contudo, vencedores, daqueles que dão garantias, só me estou a lembrar de 3 nomes. Mourinho, Villas-Boas e... Jesus.
Resta-nos 2 caminhos. Um técnico que saiba o que é a casa ou, pela enésima vez, um técnico promessa. A escolha recaiu num técnico que conhece a casa. Penso que é uma escolha válida.
Não a minha preferida, que seria Marco Silva, mas válida.

2. É pacífico que precisamos de reforçar a dupla de centrais. Já menos de acordo estou em crucificar um jogador ao primeiro erro, especialmente tendo esse erro ocorrido na pré-temporada. Que tal dar o benefício da dúvida?

3. Quando Deco chegou ao Porto era tão (ou menos...) promessa que Otávio ou João Teixeira. Porque não deixá-los jogar para mostrarem o que valem?

4.Pelo rumo que as coisas estão a levar, penso que NES começa a pensar mais no 4-4-2 do que no 4-3-3. Com 2 extremos e um PL fixo, concordo com o José. A. Silva é bom avançado, mas não é um matador. Precisamos obrigatoriamente de ir ao mercado. Se for para o 4-4-2 existem algumas alternativas no plantel, inclusive Bueno e Adrian Lopez. Acho que nesta altura ainda existe alguma indecisão sobre qual a estratégia prioritária a tomar... vamos ver.

Surpreende-me, pela negativa, esta opinião do José, que nos tem habituado a textos bem mais equilibrados e conscientes. No ano passado a pré-época e início de época dos mouros foi uma hecatombe. Não foi por isso que lincharam o Vitória.... vamos ver se NES chega ao primeiro jogo oficial...

José Correia disse...

Hugo Mota disse...
"...só me estou a lembrar de 3 nomes. Mourinho, Villas-Boas e... Jesus"

Jesualdo Ferreira (TRI campeão no FC Porto)
Vítor Pereira (BI campeão no FC Porto + Campeão na Grécia)
Marco Silva (Taça Portugal + Campeão na Grécia)
Paulo Sousa (Campeão em Israel + Campeão na Suiça)

Isto só para falar em treinadores portugueses.

DC disse...

O João Teixeira parece ser um jogador muito interessante.
Mas como é óbvio não temos plantel nem treinador para sermos campeões. Mais vale mentalizarmo-nos disso desde já.

José Correia disse...

Hugo Mota disse...

"Quando Deco chegou ao Porto era tão (ou menos...) promessa que Otávio ou João Teixeira"

Ai sim? OK. Vamos, então, aguardar que um deles se transforme no novo Deco (bem precisamos desse milagre).

José Correia disse...

Hugo Mota disse...
"...vamos ver se NES chega ao primeiro jogo oficial..."

Por mim, chega seguramente.
Mas não fui eu que contratei e depois despedi os últimos 4 treinadores da equipa principal do FC Porto.

miguel.ca disse...

Quem aqui vem com assiduidade já me viu escrever isto várias vezes. Enquanto Pinto da Costa y sus muchachos lá estiverem vai ser sempre a descer.

Filipe Sousa disse...

Os profetas anti-desgraca sao aqueles que mais vezes insinuam que o NES nao chega ao fim da época, nao chega ao Natal... Meus caros, para que fique bem claro: o problema do Porto nao é o treinador; voces sabem muito bem qual é. Nao querem admiti-lo - estao no vosso direito; nao coloquem é queixas na boca dos outros.

Hugo Mota disse...

José,

Apontei nomes que dão garantias de sucesso.
Como referi, se fosse eu a escolher, teria preferido Marco Silva. Jesualdo e V. Pereira são nomes que simpatizo. P. Sousa nem tanto.
Contudo, o que têm estes nomes que NES não possa ter?
Com tunel ou não, o plantel do FCP de Jesualdo em 2009/2010 era infinitamente melhor do que o da época passada. E ficámos em 3º atrás do Braga.
E VP, apesar dos resultados, jogava um futebol que era odiado pelos portistas. Só mesmo Lopetegui conseguiu concentrar mais ódio.

Quanto a génios, não sei se Otávio ou João Teixeira o virão alguma vez a ser. O que sei é que devemos analisar em primeiro lugar o que valem antes de desdenhar. Que saiba, o próprio Deco quando chegou, sentou no banco atrás do Zahovic.

Quanto a chicotadas, fui absolutamente contra o timming da de Lopetegui. Deveria ter sido em Junho de 2015 ou junho de 2016. NUNCA em janeiro de 2016. Ainda para mais, sendo o motivo o puro populismo e tentativa de salvar o coiro por parte de PdC. De Paulo Fonseca, só faltava o homem chorar para o despedirem. Num treinador do FCP é requisito obrigatório ter cojones para o cargo.
De Luís Castro e Peseiro, não vale a pena comentar desenrasques...

JON disse...

Concordo com o Filipe Sousa. As pessoas não querem admitir. Eu deixei de tentar perceber a lógica de gestão da SAD. Não existe lógica.

E eu nem gosto do futebol que NES mostrou até chegar ao nosso clube, mas o último culpado será sempre o treinador, seja ele quem for...

João Arem disse...

Escrevi isto a seguir ao jogo com o PSV e mantenho,ponto por ponto,não obstante o regabofe da Direcção:
Para mim o resultado é o que menos interessa. Era bom ganhar? Sim,claro, mas essencialmente pede-se nesta altura que se afinem processos. E do que vi,gostei. Vi uma pressão alta a permitir ganhar bolas ainda no meio campo adversário, ideias interessantes em posse (alas a flectirem para o meio e laterais a dar largura),vi indicações mt positivas de alguns jogadores (Telles, Otávio,JC Teixeira) e vi uma capacidade física assinalável para o momento em questão. Existiram erros, especialmente após o PSV ultrapassar a 1a linha de pressão. E em termos de posicionamento defensivo (mas nada que uma sessão intensiva de análise de filme não resolva). Mas globalmente pareceu mt interessante. Eu que sou um obcecado pelo processo (e eterno optimista) fiquei bastante admirado com o que consegui ver. Poderá até faltar o extremo,mas neste modelo, Otávio pode fazer e bem a posição. Só não gostei de Herrera, mastiga muito o jogo,estou em crer que com André e JCTeixeira (Danilo/Ruben atrás) se consiga ter um meio campo competente.
E só para terminar numa nota positiva,com o q vi ontem,já daria,no meu entender,para vencer 75% dos jogos na Liga.
Acrescento apenas que o jogo com o Vitess apenas vem confirmar que estamos a olhar para um produto inacabado em que os comportamentos defensivos,por exigirem uma maior necessidade de concentração (é fácil defender com muitos,mas com poucos exige mt trabalho) ainda não estão afinados...
Vamos dar tempo,e não vejo problema em tentar obter rendimento desportivo de invedtimentos avultados (Adrian,Reyes,até Quintero)

José Lopes disse...

Concordando com comentarios anteriores, acho que as pessoas ainda tem demasiada condescendencia com esta administracao. Eu sei que o lastro de 30 anos de vitorias e' muito grande e a marca de Pinto da Costa nao se apaga em dois ou tres anos, mas os sinais de caminho acelerado para o abismo desportivo acelerado por dificuldades financeiras que resultam por sua vez de erros e mais erros de gestao desportiva sao claros. So isso explica a gestao do Adrian Lopez. Anda como um boneco de um lado para o outro sem criterio que se entenda, seja por nao haver dinheiro para ir ao mercado, seja para tentar vende-lo, seja la pelo que for, mas esta imagem de falta de planeamento ninguem a apagara.

Se nao fosse essa condescendencia, as pessoas nao estariam sempre tao dispostas a relativizar a aproximacao do Alexandre Pinto da Costa, o convite a certos jornais para a gala do clube enquanto o comum adepto fica fora, as comissoes e percentagens de passes para gente proxima da administracao, etc. As pessoas perdoam coisas que com outras cores ou fora do contexto clubistico levariam a exigencias de demissao ou investigacoes judiciais.

Segundo o proprio Pinto da Costa, o mesmo que alguns, os que gostam de se intitular como os "verdadeiros" portistas, da velha guarda, ainda esperam que acorde um dia e faca o tempo voltar para tras e corra certas pessoas do clube e lhe de alma e garra perdidas (como se o proprio Pinto da Costa nao fosse o responsavel pelo actual estado de coisas), o diagnostico para o que estava mal estava feito, iriam ser contratados jogadores para serem titulares, o clube seria mais activo na comunicacao e o Rafa faria parte do plantel (puro populismo, porque sabia perfeitamente que era isso que os adeptos queriam ouvir, mais miudos da formacao, mas revelou-se uma gigantesca mentira). Ate ver, contratamos apenas o Felipe e Alex Telles com estatuto de titular, mas um vem do Brasileirao e ninguem tem muito bem a certeza se e' melhor que o Maicon (fora ja nao ser nenhuma promessa) e o outro foi apenas o milionesimo lateral esquerdo contratado nos ultimos anos, e que, num clube que ira revelar um prejuizo grande nas contas da ultima epoca que coloca em cheque o cumprimento do fair-play financeiro, nao foi mais que um desbaratar de dinheiro que nao se entende. Tinhamos Layun (agora comprado) e Rafa de um lado, Maxi (que tem salario demasiado alto para ir para o banco) e Vitor Garcia do outro. Jogadores experientes e suplentes promissores com anos de clube, internacionalizoes, etc. Mas nao, ha que gastar dinheiro, nao podemos queimar etapas ja se sabe, a nao ser que estejamos a falar de miudos contratados por milhoes, esses ja estarao prontinhos... Andamos agora com o Varela como alternativa na defesa, esse promissor lateral.

Andamos todos a ser ludibriados ha bastante tempo. Volta e meia acordam e falam aos adeptos parecendo que ha quem se preocupe, faca analises, haja um rumo, independencia de fundos, empresarios e afins, vontade de ver o clube ganhar acima de tudo e nao compactuar com silencio ao que se passa na arbitragem. Depois o tempo passa e tudo fica na mesma. Os socios escolheram continuar assim, portanto so temos e' de aguentar e esperar que um dia o vento mude e entre gente nova. Com esta nao vamos la.


Pedro ramos disse...

A actuação da SAD ficou bem definida quando contratou NES, a partir daí nada mais podemos esperar.

Vai ser uma luta bonita com o Sporting... de Braga.

Mário Faria disse...

Percebo a preocupação;
Concordo que as exibições teimam em reproduzir erros da época passada que se tornou numa espécie de fatalismo que tomou conta da equipa;
Foram cometidos erros na gestão da coisa e algumas decisões relativamente à formação do plantel não são compreensíveis;
Apesar disso, não esperava que nesta fase do campeonato estivéssemos melhor: a equipa da época passada que era o melhor do campeonato na altura (segundo os doutores da bola) estava longe de o ser e falhou em toda a linha;
O desaire provocou o alarme: faltava aos atletas uma estreita identificação com o clube e os seus valores e, por isso, não lambiam a relva e falhavam porque não cheiravam a camisola;
Neste desnorte, os sócios e adeptos assobiavam o treinador e os jogadores de forma sistemática: desde VP que passou a ser assim, embora com Lopetegui passasse o limite do razoável. Acreditava-se que fosse o mau da fita e, por isso, foi despedido e bem. Muitos sócios e os que têm influência na formação da opinião não o toleravam: não tinha condições para continuar;
Obviamente que vamos ter uma missão difícil pelas fragilidades da equipa, a sua falta de confiança, o preço proibitivo de qualquer rapazinho com jeito para a bola para melhorar o plantel, a ameaça do fair play financeiro e o corte de confiança relativamente à SAD e ao Presidente; logo no início da temporada com o play-off da CL e o complicado arranque do campeonato, vamos ver os sinais que deixa;
Apesar disso, o meu posicionamento é de expectativa. Tenho receio, mas não perdi a esperança. Depois veremos: não vale a pena antecipar um cenário de desgraça, digo eu. As pré-epocas são muito enganadoras.

Pés-Juntos disse...

Rapaziada azul-e-branca, vamos ter um pouquinho de paciência ok? é a terceira reconstrução de um 0nze titular em 3 épocas e não são 3 semanas que vão mostrar o 'novo' Porto.

Mais a mais temos de vender para poder comprar. Brahimi e Herrera são 'anéis' vendáveis mas não a qualquer preço. Vender os 'dedos' (Danilo, Ruben) já é mais problemático.

Não estou optimista mas não sou pessimista. Vamos ver e dar oportunidade ao NES e aos jogadores de trabalharem uns meses juntos. Olhem para o Benfas do Rui Vitória na época passada e pel'amor de tudo o que é santo tenham paciência.

bruno disse...

e já começa a tempestade de críticas, e ainda vamos na 3a semana da pre época, ridículo.

também eu gostaria de ver um plantel sem casillas, indi, marcano, reyes, chilodzie, herrera, corona, brahimi, Varela, bueno, evandro, adrian, quintero, e todos os 50 emprestados com guia de marcha, mas quem realmente quer esta porcaria?

deixem o nuno trabalhar!

Hugo Mota disse...

José Lopes, concordo parcialmente consigo. Pinto da Costa foi o melhor presidente que o FC Porto poderia ter tido, e talvez um dos melhores a nível mundial.

Acredito piamente que o seu portismo e motivação não tenham mudado uma vírgula nestes anos todos. O mundo é que mudou à volta de PdC.

Uma boa metáfora e analogia pode ser a nossa própria sede. Quando PdC chegou ao Porto, estávamos sediados num prédio velhinho de 4 andares. Actualmente estamos num dos maiores arranha-céus da cidade do Porto. Esta foi a evolução que PdC deu ao FCP. Crescemos muito com PdC. E se hoje exigimos conquistas, a ele devemos.

A parte que concordo consigo, é a de que PdC já deveria ter saído. Deveria ter tido a noção de sair pelo próprio pé, de preferência quanto estava no topo. Se o tivesse feito em 2013, no repasto de mais um tri, os mesmos adeptos que hoje o contestam seriam aqueles que lutariam para o poder carregar em ombros pelo meio da festa.

Entretanto os títulos secaram, e o portista tornou-se o fariseu do séc. xxi. Cruz com todos... mesmo com os que deram aos adeptos do FCP o orgulho de envergar um emblema conhecido e respeitado em todo o mundo.

PdC não é isento de culpas. Independentemente do muito que ele deu ao FCP, a verdade é que os anos passam, o desgaste de uma vida de luta contra um sistema centralista vai-se acumulando, e as pessoas perdem vitalidade, energia. O que as leva a rodearem-se de ajudantes, assistentes e seres nebulosos para auxiliarem. Nesse processo nascem interesses, alguns muito nefastos para o bem do clube, como são o caso dos abusos com comissões e demais negociatas suspeitas. Contudo, apesar de alguns erros recentes, PdC deverá ter sempre o respeito de todos os portistas.

Mas respeito é uma coisa. Carta branca para o poder é outra.

Por muitas culpas que PdC, Anteros e Xandinhos possam ter ou não no nosso presente momento, numa coisa estão absolutamente inocentes: Ninguém teve a coragem de avançar com uma lista alternativa a esta direcção. Ninguém!

Porquê?

Paulo Rodrigues disse...

E que tal deixarem o treinador trabalhar? NES é o nosso treinador! É o melhor do mundo? Obviamente que não mas é o nosso!

Até agora e pelo que vou vendo e lendo está a actuar corretamente ( excecao seja feita a Rafa e Victor Garcia que na minha opiniao mereciam um oportunidade).

Mas sejamos sinceros com a "matéria prima" que tem nas mãos é possivel fazer mais?

Meus caros só na defesa temos 2 nomes estranhos: Marcano e Indi! Palavras para que?

Extremos: um Brahimi que só quer a bola para ele e um Corona que tem dias? Nem vou falar de Varela..

Pontas de lanca: um puto André Silva em processo de aprendizagem e Aboubakar que parece que desaprendeu de jogar à bola?!

Meio campo: Herrera?!! Ou melhor um brinca na areia chamado Quintero?!! Octávio e JCT ainda promessas?!! Ruben Neves que não sabe defender ( se bem que ninguem o queira admitir? Um Danilo que não sabe uma coisa chamada posicionamento?

Alguem acredita em milagres?

E que tal contestarem a SAD por tamanha desorientação ( prefiro não dizer outros nomes)?

Há muitooooooooooo trabalho a ser feito e a da minha parte NES tem o meu apoio total.

Paulo Rodrigues disse...

Ah e esqueci de mencionar Reyes esse portento de qualidade( obviamente estou a ser ironico)...Ou seja fazendo contas são vários os jogadores que nem num Braga seriam titulares e a culpa é do treinador?!!

P.S: A SAD é a principal culpada mas Flopetegui ajudou imenso na contratação de algumas "pérolas"...

Ricardo Rocha disse...

O novo Deco nao era o Carlos Eduardo? :)

O Furioso disse...

Isso, calma cambada, nós só começamos a pré-época em Fevereiro.

Pedro Moreira disse...

Perfeita leitura da realidade. Pinto da Costa não soube ou não quis sair por cima. Preferiu arrastar-se e levar consigo o clube para um buraco de onde vai demorar a sair. Por agora ZERO contratações a sério. Ainda hoje vi o tal João Teixeira e não há dúvidas um jogador à Porto...dos últimos anos, um barrete. Tenho pena que o portismo tenha demorado tanto tempo. Nos últimos três anos foi tudo culpa dos treinadores...Ainda há pouco houve quem tivesse gostado de duas vergonhosas e ridículas entrevistas de Ponto da Costa ao amigo Juca onde entre barbaridades lá aproveitou para mentir e iludir muitos com promessas de um plantel novo e ambicioso.

Alberto Silva disse...

È preciso ter calma, não podemos começar derrotados. Nesta fase o importante é assimilar as ideias do treinador e permitir que este separe o trigo do joio, nao é facil. Mas quanto mais o plantel reduzir mais ele forte fica.
Na balisa nao que esteja os potentes GR, mas Casillas e Jose Sa sao os donos, o 3º pode ser qualquer 1.
DD, Maxi e Varela, Varela tem de começar a defender para saber atacar, mas contra equipas de bloco baixo no Dragao, pode ser boa solucao e dar descanco ao Maxi que tem de saber desoiar o esforço e ainda existe layun.
DE- aqui a coisa é mais complicada, Layun e Telles, que jogue o melhor.
Centrais, o grande prblema dos ultimos anos, falta ainda pelo menos 1 de entrada imediata no 11, nao sei porque mas ainda pensava que RCarvalho vinha jogar e ensinar os restantes "projetos" de centrais.
MD- Danio/Ruben darão conta do recado, e podem inclusive jogar os 2 em alguns jogos, passando o ruben a 8.
Medios 8- andre andre, herrera, evandro, otavio, joao teixeira, mais que isto é exagero, sendo que Otavio pode ser deslocado, mas otavio daria um bom 10 pela sua capacidade agressiva.
alas- brahimi, corona, é isto nao existe mais. brahimi vai para a CAN em janeiro, tem de ficar para jogar o playof.
9,5- Bueno e adrian, o primeiro fica sempre a duvida, mas so pode ficar 1 penso eu.
avancados- aboubakar e andre silva, tem que um deles valer 25golos por época, so assim um clube em portugal sera campeao..

resumindo, falta pelo menos 3/4 jogadores chave...um Central, ala, medio criativo e avançado, com isto o plantel vai crescer em qualidade, e todos os restantes vao parecer melhores jogadores que demonstram ser.

Roberto Tavares disse...

A contratação deste ano está feita. A seu tempo o Jorge dará os seus frutos.