quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Antero, o mal menor

Depois dos rumores, a realidade. Há vários meses que se especulava com a saída - voluntária - de Antero Henriques do organograma da SAD e da direcção desportiva do clube. A saída está agora, no final do mais lamentável mercado de transferências de que há memória, oficializada. Antero sai e quem acompanhou os seus anos como Director Desportivo sabe que, na prática, a perda é relativa mas também que a sua saída é um mal menor tendo em conta um problema mais grave e que se vai, progressivamente alastrando desde o clube.

Antero era um Director Desportivo ausente. Alguém ouviu Antero falar nestes três anos de desgraças? Pois não. Nos anos das vacas gordas, Antero era um homem com o ego inchado que dava entrevistas á Marca a gabar-se do modelo do Porto como algo seu e deixando cair, aqui e ali, que era alvo da cobiça de grandes clubes europeus. Curioso que sempre se tenha resistido a uma oferta milionária, caso tenham realmente existido. Nesses anos Antero falava no final do ano para colher os louros. Nos anos das derrotas, nem pio. O papel de Director Desportivo no FC Porto de Pinto da Costa sempre foi ingrato porque o clube nunca teve um maior Director Desportivo do que o actual Presidente, na etapa de Américo de Sá. O que veio depois foi, simplesmente, uma extensão da sua liderança brilhante e activa, sobretudo até meados dos anos 2000. Parecia que o Porto tinha um Presidente-Director Desportivo e que não fazia falta mais ninguém. Talvez por isso não se exigisse muito a Antero. Mas Pinto da Costa envelheceu, silenciou-se, perdeu a noção do mundo que o rodeava, o novo mundo do futebol, e cada vez mais, no mercado actual, ter um grande Director Desportivo tornou-se fundamental. Vejam os mais de dez anos de êxito de Monchi no Sevilla e comparem. Antero nunca foi um Monchi. Nunca foi um Director de comprar barato, desconhecido e bom e saber vende-lo caro. Não. Antero foi o responsável porque, ano sim, ano também, o Porto fosse comprando mais caro e salvando o modelo com negócios in extremis sempre com suspeitos parceiros no mercado. E quando se passou a pagar tanto como se vendia a principio do modelo, ficou claro que o "modelo" era treta e o negócio é que era importante. Sobretudo o negócio paralelo que foi envolvendo a SAD em manobras mil. Umas mais claras do que outras.


Alguém acredita que Antero, como Director Desportivo, está detrás das chegadas de jogadores chave dos últimos anos (Hulk, Moutinho, Falcao, Jackson), de jogadores relevantes no mercado (Casillas) ou de jovens promessas (James, Danilo)? Não. Antero foi recolhendo os louros de um trabalho alheio e procurando cimentar, á base de títulos, a sua posição internamente com um só objectivo, a sua particular cadeira de sonho. Não importava a sua afiliação clubística original nos seus tempos de jovem nem o seu trabalho na sombra, o que contava era fazer-se importante dentro da estrutura. E por isso o clube foi caminhando rumo a um abismo onde está actualmente. Antero presidiu a pior janela de transferências da história recente do clube. Mas também todas as anteriores. Foi incapaz de encontrar um central desde Abril que não o mesmo, referenciado originalmente pelo próprio Peseiro. Foi incapaz de colocar os excedentários com vendas tão necessárias que vão levar o clube a repetir uma operação que se disse ser de uma só vez. Foi responsável pelo cardápio de dezenas de empréstimos que são marca da casa da última década. Antero demitiu-se? Bolas, com o seu CV, o estranho é que Antero não tenha sido demitido.

Claro que Antero nunca seria demitido quando paralelamente a sua influência abraça personalidades do clube noutras áreas. São muitos anos, muitas histórias, muitas vivências para serem resolvidas com uma carta de despedimento. O que é certo é que Antero perdeu a sua guerra particular. Não é por casualidade que a decadência do seu modelo coincidiu com o regresso do filho pródigo, momento a partir do qual cada um dos dois se esforçou a convencer o timoneiro de que o seu modelo era o melhor para lhe suceder. Cada um por um lado foram cozendo negócios e negociatas, aliando-se a bancos, fundos, agentes, procurando impor os seus treinadores e jogadores, tudo para sair vencedor de algo que, para eles, é mais importante do que o Futebol Clube do Porto, o cargo máximo. E sob o olhar atento e, imagino, desesperado e desalentado, de quem devia ter antecipado há muitos anos que isto viria a suceder mas que não soube nem como o evitar nem como contornar. Antero já não está mas a sombra de Alexandre segue, mais presente do que nunca, ainda que a saída da SAD não é o fim de nada e sim o início de muito.

Ninguém espere uma rendição fácil de quem tanto lutou para chegar ao topo e mais num clube que está mais preocupado, por dentro, com tudo menos com o êxito em campo e o sentimento dos adeptos. Antero viu negócios seus abortados, viu vendas suas abortadas, viu como o seu trabalho era substituído pelo trabalho alheio mas com as consequências a pesar sobre o seu nome e saiu. Fez o que tinha a fazer e demorou um defeso em fazê-lo porque esta realidade já tem alguns anos. Mas a sua saída é um mal menor. O seu substituto é um homem ligado ao scouting mas sem peso político dentro do clube e portanto o cargo que oficialmente ocupa será controlado fora do seu escritório. Nunca valeu tão pouco ser Director do FC Porto quando as decisões, cada vez mais, se cozem desde fora do clube. Pinto da Costa entrou no clube e baniu os sócios de opinarem sobre os treinos e os directores das modalidades e de contas de opinar sobre o futebol. Está perto de sair deixando que as decisões sejam tomadas fora das portas do clube. Antero, pelo menos, tinha um cargo dentro do clube.
   

38 comentários:

Buíça disse...

Não vai deixar saudades.
Nem o substituto é fantoche algum, tem provas dadas.
Força Porto!

Jose Norton disse...

Não me quero alongar muito.
Infelizmente Antero foi embora e regressa o Eng Luis Goncalves.
Sobre esta entrada ja nem digo mais nada sobre tudo o que em 2008 ja transmiti....estou triste...muito triste.
Obrigado Antero.
JNorton

Hugo Mota disse...

Concordo com o teor da crónica Miguel.

Não sei se Antero será, ou não, o (maior) culpado da presente situação. Ninguém tem mais poder do que PdC para decidir no FCP.
Quer sejam contratações. Quer sejam dispensas. Não passa pela cabeça de nenhum portista, que PdC esteja a leste dos negócios mais chorudos efectuados.
Como tal, não me parece que se possam atribuir a Antero todos os louros dos períodos gloriosos que vivemos neste século, como também não o podemos responsabilizar por todos os fracassos. É uma simples questão de lógica e justiça.
O que de pior vejo na sua saída, é a constatação explícita da guerra cívil que grassa nos corredores da cúpula do Dragão.
Adicionalmente, ficamos sem saber se Antero saiu porque não fez os negócios que devia fazer, ou porque não o deixaram fazer os negócios que devia fazer (???)

independentemente de dúvidas ou incógnitas, se viermos a ter um novo Director Desportivo da SAD, ao menos arranjem um que esteja a olhar para o que se passa em campo, em vez de andar a brincar com o telemóvel. Talvez assim consiga ver a roubalheira a que temos sido sujeitos nos últimos anos.

Paulo Marques disse...

Adeusinho e não deixes que a porta te bata no rabo, que depois tens que pagar o arranjo.

Blindsnake disse...

Pois eu considero uma perda considerável. Este tipo de decisões devem ser tomadas no fim de época nunca no "fim" do inicio de época.
Não sou dos que desvaloriza o trabalho feito apenas com base nos resultados dos últimos anos.
Mas esconder a cabeça na areia não é, não foi, nem nunca será uma solução, só isso me leva a olhar com bons olhos para alguma consequência. Agora, se esta acção é fruto de incompatibilidades com o filho do Presidente, pode-se dizer abertamente que estamos completa e totalmente lixados para os próximos anos...

reine margot disse...

"o clube foi caminhando rumo a um abismo aonde está actualmente"
Caraca!
E nós para aqui distraídos com o êxito no ciclismo, no basket, no bilhar, equipa B, juniores A !

(Se não soubesse que o Miguel não está interessado em ser presidente, até achava que era o começo de uma linda campanha eleitoral ! )

Vidente Mor disse...

em qualquer empresa privada sao os vices que pagam as favas, ou o comercial, ou o desportivo, ou o financeiro , ou outro qualquer na america e assim e ca nao deixa de o ser. Com resultados desastrosos ha 5 anos a esta parte AH ate ja se devia ter retirado ha mais tempo, por ca ainda nao existe o habito de serem demitidos, existe aquela coisa meio familiar, na america o que tem de ser tem muita força seja primo, filho, amigo ou o que seja, falo na america por ser o pais mais poderoso do mundo a leguas. Que AH va pela sombra e que o que o substitui tenha todo o exito.

Jose Norton disse...

Facçao de Alexandre Pinto da Costa no seu melhor.... Reinaldo teles que ja foi muito útil ao FCPORTO e Adelino Caldeira recuperam Luis Gonçalves e preparam o assalto final. Muita pena do Presidente.
JNorton

José Correia disse...

O Fernando Gomes (atual presidente da FPF) saiu "por motivos de ordem pessoal".

O Angelino Ferreira saiu "por motivos de ordem pessoal".

O Antero Henrique saiu "por motivos de ordem pessoal".

Entretanto, o Alexandre Pinto da Costa regressou a "casa", presumo que "por motivos de ordem pessoal"...

Pedro disse...

"Alguém acredita que Antero, como Director Desportivo, está detrás das chegadas de jogadores chave dos últimos anos (Hulk, Moutinho, Falcao, Jackson), de jogadores relevantes no mercado (Casillas) ou de jovens promessas (James, Danilo)? "

Está completamente errado, ou simplesmente lhe passaram informações erradas. E mesmo muito erradas.
A mais lamentável época de transferências de que há memória meu caro.... foi aquela em que Antero menos mandou, ou não mandou de todo.

Alexandre Pinto da Costa vai limpado a sua via, e vai minando toda a SAD. Em breve nos vamos arrepender da saída de Antero, e vamos perceber que afinal o destino das famosas comissões eram outros.

A mais lamentável época de transferências de que há memória meu caro.... foi aquela em que Antero menos mandou, ou não mandou de todo.

A entrada de Luis Gonçalves é... vergonhosa. Um pau mandado, que muitos portistas, alguns dos quais aqui comentam se lembram muito bem.

O verdadeiro cancro é APC, e eu sinceramente apenas espero que jamais seja presidente, e que seja corrido em breve. A era de PC para mim terminou.

Vão deitando as culpas a Antero, enquanto isso vemos chegar Boly, e não conseguimos vender ninguém. Mas a culpa era do Antero...

BS disse...

Antero tem mil defeitos.

Mas estamos num ponto que não importa discutir os erros do Antero, os milhões do boly ou a percentagem de passes errados do Herrera.

O FC Porto precisa de um reset.

Pinto da Costa é quem mais tem que sair!
E haver uma limpeza de ato a baixo.

O seu filho nunca mais deveria ter entrada permitida no nosso estádio!

Foco no essencial!

@men disse...

Finalmente uma boa notícia!só falta é os outros seguirem o mesmo caminho! Infelizmente isso não vai acontecer tão cedo. e quando acotecer vamos estar falidos, a PJ vai lá passar uma temporada para no final parir um rato! Aà boa portuguesa.

DA disse...

PdC nunca deixará a presidência. Quando muito ficará como chairman da SAD e terá de se encontrar um administrador forte.

Mas o problema essencial é que o clube está falido.
E as escolhas do presidente têm sido péssimas. Fernando Gomes (o da FPF) foi-se. Angelino foi-se. Temos agora o Fernando Gomes, ex-político, o pau mandado ideal para a falência do clube.

Quid disse...

Independentemente de quem saiu, de quem entrou... convinha justificar, explicar aos sócios, aos accionistas, ao mercado aos adeptos portistas o que se está a passar. O tempo do feudalismo já passou.

Slayer disse...

E pronto, está encontrado o "bode expiatório"!
O responsável por todo o mal do FCP.
A partir de agora é que vai ser... Tudo vai melhorar...
Ao ponto a que chegaram...

Azul disse...

Honestamente não sei se devo rir ou chorar com esta noticia. Se a saída do Antero significar a ascensão do canalha do filho do presidente estamos a caminhar a passos largos para um final trágico.
Tenho pena que o PC não tenha sabido sair de forma honrosa da presidência do clube.
Na minha opinião neste momento só existe uma forma do PC sair e essa forma vai ser dolorosa mas na minha opinião tem de ser feita e passa por pedir uma auditoria à SAD e apresentar queixa no Ministério Público por gestão danosa.

bruno disse...

@Azul provavelmente é uma maneira de resolver o assunto. e quem tem tomates para tal?

Luís Vieira disse...

No pós-Mourinho, o FCP, em 11 épocas (período durante o qual o Antero Henrique chefiou o futebol), venceu 7 campeonatos, diversas supertaças e taças de Portugal e uma Liga Europa. De permeio, comprou e vendeu grandes jogadores, facturando milhões de euros. Naturalmente, o Antero teve muita responsabilidade nisto e devemos estar-lhe gratos pelo bom trabalho levado a cabo durante bastante tempo. Revisionismo histórico e ingratidão, não, por favor. Contudo, nos últimos 3 anos, a actuação do Antero é pouco mais do que risível. Com Lopetegui e Nuno, o Antero foi um mero receptador. Doyen, Jorge Mendes, Alexandre PdC e afins foram os maiores responsáveis pelas movimentações de mercado do clube. O Antero apagou-se e passou a marimbar-se para os destinos do Porto (a célebre cena do telemóvel é elucidativa). Se antes punha e dispunha, quase exclusivamente, com o aval de PdC, agora (ou no passado recente) via as suas opções constantemente limitadas e/ou escrutinadas. Por isso, a sua saída (já anunciada) é perfeitamente natural. Assunção do fracasso? Desavenças insanáveis? Saída a tempo de preparar futura candidatura antes da ruína total? O futuro di-lo-á. Coisa diferente são as relações perigosas com os SD e a SPDE, a paixão pela comissão, a preterição de negócios interessantes para o FCP por não serem do empresário amigo, a má relação com diversos jogadores/agentes, a incapacidade evidenciada nos últimos tempos. Isto sim, motivo de forte censura, que me levou a considerá-lo recentemente um cancro na estrutura do futebol. Não é, contudo, o único e semelhante opinião não sanciona a reprovação de todo o trabalho de Antero Henrique e o esquecimento dos títulos e glórias que ajudou a construir. Há um misto de sentimentos: gratidão pela construção de um modelo que rendeu muitos sucessos (à semelhança do referido Sevilha e copiado por outros, como Nápoles, Udinese, Shakhtar, Mónaco e, entre portas, Benfica e Sporting); desprezo pela incapacidade em adequar o modelo às circunstâncias (fair-play financeiro, concorrência interna apertada, teia de fundos e agentes), deixando o clube num momento delicado, no início de nova época (do género, "eu lavo minhas mãos"). A vida continua, estou curioso agora para observar as mudanças com o Luís Gonçalves (com o 1º round em Janeiro).

Azulantas disse...

A minha opinião é que foi com AH que o FCP teve um dos periodos de maior gloria no seu historial que coincidiu com os varios anos em que JNPdC esteve a contas com o processo "Apito Dourado", entre 2006 e 2011 se não estou em erro.

Mas pronto, a vida continua e mal ou bem o FC Porto também.

Dr Sigmund V disse...

Luís Vieira,

Se Antero Henrique se terá visto ultrapasado por "Doyen, Jorge Mendes, Alexandre PdC e afins", como poderemos nós saber que o mesmo se não passará com o seu substituto? Se a saída de AH se deveu a esse facto, e se essas influências e preponderância continuam a manifestar-se, não vejo em que um novo responsável do pelouro do futebol possa fazer diferente.

António Martins disse...

É muito preocupante o andar da carruajem na avenida do dragão. Não pela substituição do AH mas pela forma e altura em que se processa.´
também é triste suspeitar que pode haver pessoas fora da estrutura eleita que mandam no clube apenas por serem familiares dos administradores.
Neste cenário parece que o FCP se prepara para prolongar o período de invernação de títulos.
... Espero estar enganado.

Pedro Moreira disse...

Desconheço de que forma saiu, o peso no êxito/inéxito nos resultados do clube. Apenas temo que seja mais uma manobra para PC se desculpabilizar da situação que o clube atravessa e que normalmente tem servido para ganhar tempo e crédito dentro na nação portista cega. Do género das entrevistas manhosas ao Juca que deixaram o portismo cheio de esperança ou quando lava as mãos de contratações manhosas ao atirar a culpa para os treinadores: a última a do avançado belga " que não conhecia, foi um pedido de NES". Acho lamentável que o portismo ainda caia nesta conversa da treta. Depois de Roma o homem la foi repescar Oliver que para mim ao joga NADA e lá veio com a converseta que tinha prometido é cumprido um plantel a Porto...não é que houve portistas crentes entusiasmados...Ninguém se iluda isto só vai ao sítio quando PC se for embora, e rápido.

Gaspar Santos disse...

O bode "respiratório" da época passada foi o Lopetegui, o desta época será o Antero Henrique.
Ainda vou ouvir o PdC, numa qualquer entrevista no Porto Canal, dizer que o Boly lhe "caiu nos braços".

SP2016 disse...

Tenho visto a discussão sobre o papel do Antero nos sucessos do FC Porto. Acredito que muitos que dão opinião não conheçam bem a personagem. Pois bem, eu conheço e explico alguns mitos:
- Futebol: não é verdade que AH tenha tido uma posição de destaque no FC Porto que conquistou os grandes títulos. AH assumiu uma posição de relevância no pós Mourinho. É verdade que o FCP foi várias vezes campeão a seguir a isso. Mas que mais fez do que já tinha feito antes desse período e que foi recuperado por José Mourinho depois de 3 anos terríveis? Apesar de ter tentado capitalizar para si esse sucesso a verdade é que a decadência do FC Porto foi-se agravando à medida que AH ganhava mais poder na estrutura. O insucesso do FCP não se fez nos últimos 3 anos. Após a saída do AVB que a desgraça se anunciava ano após ano. Ou não se lembram como ganhamos os campeonatos com o VP? A degradação do FCP, a renúncia ao modelo que fez sucesso de comprar barato e vender caro tem a impressão digital clara deste senhor...
- Formação: qual o exemplo de sucesso da política deste senhor na formação? será o projeto Visão 611 que em 2016 continua sem revelar um jogador decente? Será a política de arrastão que fez com que quase todos os miúdos com algum potencial fossem levados para o Porto em fornadas para depois serem dispensados da mesma forma sem qq critério. Vcs sabem que o André Gomes que hoje está no Barcelona passou pela formação do Porto e foi dispensado, não sabem?
- Modalidades: qual o sucesso que AH conseguiu nas modalidades? Arrumar com o grande senhor do Hoquéi Patins que era Ilídio Pinto para por fim a uma década de hegemonia portista na modalidade? Usurpar o que a equipe liderada pelo Vitor Santos fez no andebol, quando estes conseguiram colocar o FCP tb como vencedor hegemónico na modalidade para destruir todo o trabalho que estava a ser feito (bendito Prof. Magalhães que vai salvando o andebol da desgraça total). Acabar com o basquetebol de uma forma vergonhosa para os atletas que honraram a camisola durante anos, como Nuno Marçal? Mesmo que após uns anos o basquetebol tenha voltado vencedor, essa mancha jamais se apagará...foi uma vergonha o que fizeram com os nossos atletas...e este senhor nem sequer deu a cara
- Por fim, para quem não conhece o Antero, eu ajudo a fazer um retrato: internamente acabou com a estrutura unida e coesa que o FC Porto sempre teve. Na sua insegurança, dividiu para reinar, separou os colaboradores internos até tornar o clima interno insustentável. Tem dúvidas?...perguntem a qualquer funcionário do FC Porto como é trabalhar lá no reinado deste senhor. Externamente acabou com todo o posicionamento do FCP perante os clubes pequenos, a Liga, a FPF. Como se achava um génio e os outros todos fraquinhos...foi sempre desrespeitoso, mentiroso, enganador e sobranceiro com todos à volta. Resultado: vcs lembram-se quando o Porto dominava e tinha ao seu lado todos os pequenos clubes? quando tinha influência na Liga? Pois...quem está do nosso lado hoje? Quem nos respeita? Quem nos segue? As alianças não são feitas com soberba. Perguntem ao Sr. Reinaldo Teles como era no tempo dele. Se ainda estivesse vivo, perguntariam ao Domingos Pereira como era antes deste senhor o ter arrumado e levado à depressão.
Não estou aqui a dizer que saindo o AH a estrutura fica toda bem. Muito longe disso e muita coisa tem que mudar. Mas não tenham dúvidas que quem acredita no FCP e na sua alma, a saída deste senhor é a melhor notícia do século. Adeus e não voltes!!
Quanto a Luis Gonçalves dois únicos comentários: percebe muito mais de futebol a dormir que o AH acordado e é muito mais Portista e com alma FCP do que AH alguma vez será!

Luís Vieira disse...

Dr Sigmund V, não acho que a saída de AH se tenha devido apenas ao facto que enunciou, mas considero que teve uma importância decisiva neste desfecho (podemos resumi-lo na perda de poder de actuação/decisão). Um novo responsável poderá trazer novas ideias, novos caminhos, a que a Direcção seja sensível. Por outro lado, com o Luís Gonçalves não existe o desgaste que se verificava com AH. A relação com a SAD será, porventura, melhor e, desse modo, a capacidade de concretizar negócios alternativos (leia-se, provenientes de diversas fontes e não apenas dos suspeitos do costume) também ela aumentará. Tudo especulações, naturalmente, dependentes da competência e poder de decisão do novo "director desportivo".

miguel.ca disse...

Margot, o cerne da afirmação é a equipa de futebol principal e tu sabe-lo bem.
O nosso porta estandarte não é o bilhar, é o plantel da equipa principal de futebol.

miguel.ca disse...

Subscrevo na totalidade.

Unknown disse...

... Antes de mais nada, peço desculpa por voltar a estar desconhecido , mas não consigo compreender o porque da minha conta não assumir o nome.

Parece me evidente que vamos passar por um longo Inverno e que se aproxima a inevitável sucessão de Pinto da Costa, e o que acontecer estas épocas em termos de títulos, mas mais importante em termos de identidade de clube, vai definir a próxima dezena de anos . A saída de Antero Henriques prova a divisão da Sad, prova a Pinto da Costa que o filho jamais será presidente do Porto e prova como estamos atados em termos financeiros, e nos meandros da politiquice centralista do nosso futebol e Pais .As contratações , na minha opinião, não roçam o ridículo porque parece me evidente que temos treinador, que sabe o que quer e como quer ...Expor André Silva ao peso da camisola de da identidade de clube parece me um fardo demasiado grande para um miúdo, a quem falta traquejo e muito golo para se afirmar ( parece me que Depoitre nos vai calar pela positiva ).Fora isso, parece que estrutura de uma equipa de futebol temos, que disfarça algumas das graves lacunas do nosso plantel , em termos de qualidade.

PS: O jogo com o Sporting prova bem como descemos fundo . Muitos de nós estávamos até contentes por irmos a Alvalade tentar ganhar ... Há dez anos não dormíamos três semanas por perder em Alvalade ...

PS2: aquele jogo em Roma salvou nos da desgraça iminente ... Os milhões da Champions podem nos dar alguma esperança de futuro ...

Azulantas disse...

SP2016, obrigado pela elucidação. Se realmente é assim, então é como você diz, boa viagem. No entanto custa-me perceber o que é que Antero tinha a ver com as modalidades extra futebol.

Abraços.

João Lima Ribeiro disse...

Antero Henrique distribuiu lugares, funções, poderes e remunerações a gente que agora se sente órfã e que tudo fará para ajudar ao regresso do paizinHo.

Quis ser um Richelieu mas falta-lhe engenho e arte.

Por entender que a sua acção teve mais defeitos do que virtudes agrada-me a sua saída. No entanto, o seu trabalho só nos prejudicou como prejudicou dada a inacção de PdC.

Assim, continuo a defender uma ruptura total com este regime.

Precisamos de sangue novo

Felisberto Costa disse...

SP2016
De certeza que foi a prima do cunhado da irmã do sobrinho da namorada da filha da mulher da limpeza encarregue do escritório do AH que te contou isto, não????
Vai dar banho ao cão, pá! Portistas como tu não fazem falta absolutamente nenhuma!
AH! Ah de espanto, não de Antero Henrique. Agora vamos ver quem será o próximo bode expiatório para estes dragõeszitos...

Unknown disse...

Ora deixem lá ver se eu entendo: segundo SP 2016, AH foi sempre desrespeitoso, mentiroso, enganador e sobranceiro. Extraordinário! O Sr. Presidente Pinto da Costa deverá estar muito decrépito. Durante 26 anos nunca conseguiu descobrir estas “ qualidades “ de AH que SP 2016 nos descreve aqui com uma precisão impressionante. Fantástico! AH conseguiu estar vinte seis anos no Clube, incluindo 11 anos à frente do futebol profissional a desrespeitar, enganar, mentir e nenhum dos Srs. Administradores da SAD se apercebeu. Então e o que dizer da promoção de AH a Administrador há cerca de cinco meses? Estariam todos a dormir? Ainda bem que acordaram e agora com Luis Gonçalves (que mesmo a dormir sabe muito de futebol ) é que vai ser. “ Largos dias têm cem anos “. Cordiais saudações. Jorge Monteiro.

Roberto Tavares disse...

Esta direcção do Pinto da Costa, está a tornar-se na antiga.

Voltamos a ter o Américo de Sá como presidente.

E precisamos de um novo Pinto da Costa, para os correr de lá para fora.

Dr Sigmund V disse...

Ó Felisberto: eessa mania de alguns pretenderem dar lições de moral e acharem-se mais portistas que os outros já cansa. Podemos discordar do que alguém escreve sem virmos com essa enfadonha ladainha. Por essa ordem de ideias, também se podia dizer que o teu portismo é fraco, pois apoias um regime decrépito.

Carrela disse...

SP2016
Como não tenho conhecimento sobre o que se passa dentro do FCP, não comento o que diz saber sobre AH. Não deixando de ser estranho um "sacana tão mau" andar por lá todos estes anos...

Já sobre os campeonatos ganhos por VP, qualquer um sabe... é só ter o mínimo de noção da realidade.
GANHÁMOS 2 CAMPEONATOS COM APENAS 1 DERROTA MUITO APAIXONADA EM BARCELOS!
FOMOS A MELHOR EQUIPA EM CAMPO CONTRA TODOS OS NOSSOS ADVERSÁRIOS!
E JÁ CHATEIA E METE NOJO, LEVAR COM PORTISTAS A DESVALORIZAR ESSE FEITO!

Cumps

SP2016 disse...

Azulantas, além do futebol, o AH assumiu a direção de todas as modalidades através da PortoDesporto. O hoquéi que era liderado pelo Sr. Ilídio Pinto primeiro, e ao andebol que ara liderado pelo Sr. Vitor Santos depois, passaram para a mão dele. Era a profissionalização...
Felisberto Costa,vou mesmo dar banho ao cão porque ele também é portista e é lavadinho! Mas é cão...não é carneiro que anda atrás do rebanho. Os portistas que interessam são os que querem o bem do clube e o fim daqueles que deram cabo dele.
Jorge Monteiro, é incrível que todos achem que o Porto bateu no fundo mas quando falamos porque ficam todos muito indignados. Sim, o Presidente do Porto deixou que tudo acontecesse nas barbas dele e é por isso que o Porto está no estado em que está hoje.

Vitorino Melo disse...

GANHÁMOS 2 CAMPEONATOS COM APENAS 1 DERROTA MUITO APAIXONADA EM BARCELOS!
FOMOS A MELHOR EQUIPA EM CAMPO CONTRA TODOS OS NOSSOS ADVERSÁRIOS!
E JÁ CHATEIA E METE NOJO, LEVAR COM PORTISTAS A DESVALORIZAR ESSE FEITO!

Completamente de acordo. Por essas e por outras é que VP bateu com a porta e se foi embora.

Vitorino Melo disse...

"Ora deixem lá ver se eu entendo: segundo SP 2016, AH foi sempre desrespeitoso, mentiroso, enganador e sobranceiro. Extraordinário! O Sr. Presidente Pinto da Costa deverá estar muito decrépito. Durante 26 anos nunca conseguiu descobrir estas “ qualidades “

O sr. deve andar fora do país ou não tem acompanhado as noticias de Portugal.
Já ouviu falar do BES, Ricardo Salgado, o dono disto tudo? Que lhe parece, andamos todos a dormir durante estes anos todos (provavelmente mais de 26) ou fomos efetivamente enganados?
Ás vezes acordar não chega é preciso diferenciar a realidade do sonho que tivemos!