quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Parabéns amargos

O FC Porto está hoje de parabéns. A instituição. Os adeptos. E mais ninguém.
Em Leicester, contra uma equipa que viveu um sonho mas que não é nem será nunca um top10 do futebol inglês, manteve-se a maldição em ilhas britânicas. O FC Porto nunca ganhou na Velha Albion e se muitas vezes teve a desculpa, lógica, de enfrentar-se a grandes equipas, ontem não foi o caso. O Leicester não é uma grande equipa. Mas é uma equipa com um bom treinador, finalmente reconhecido. É uma equipa que se move pouco, mas bem, no mercado de transferências (com o plus de que, qualquer clube inglês da 2º Divisão gasta mais do que um clube português) e é uma equipa que tem um plano. O objectivo do Leicester não é atacar o título nem sequer o top4. É ganhar a Champions. Ou pelo menos tentar. Viu-se isso claramente no jogo contra o Manchester United de Mourinho, com um resultado muito enganador. Nuno viu esse jogo? Pelo visto no King Power Stadium, há que ter dúvidas.

Mourinho foi muito claro na sua análise ao Leicester. É uma equipa extremamente previsível, tanto nos processos defensivos como nos ofensivos mas é difícil de bater na sua previsibilidade. O FC Porto também tem sido uma equipa previsível neste mandato de NES - que vai com um 50% de maus resultados entre derrotas e empates em jogos oficiais - mas previsível pela sua falta absoluta de ideias e princípios. O FCP defende mal. O FCP ataca mal. O meio campo do FC Porto não cria. O meio campo do FCP não destrói. É confrangedor ver como Danilo nunca corrige os centrais. É confrangedor ver como os centrais não sabem sair a jogar e ora optam pelo passe lateral - que asfixia imediatamente a equipa - ou o lançamento em largo, que entrega o ouro ao bandido especialmente se esse bandido é inglês. Felipe tem o sindrome Maicon do passe largo, passe lateral. Marcano é, Marcano, um jogador mediano mas que nunca será a solução. Entre ambos o FC Porto não tem um bom central, quanto muito uma dupla. E esqueçam a opção Boly. Tempo ao tempo. No lance do golo, tão fácil de antecipar de Slimani, os erros defensivos são evidentes, desde a forma como Marhez - o melhor jogador do Leicester e que devia estar vigiado pelo interior esquerdo mas se encontrou só frente a um Telles que é um dos maiores enigmas do mercado de transferências - rompe sem problemas e encontra tempo e espaço para centrar até ao momento em que Slimani parece superar a defesa como se estivesse a jogar contra iniciados. Um golo que o FCP sofreu tantas vezes de Slimani nos últimos dois anos mas que teima em continuar a sofrer. Se isso não é falta de preparação é, seguramente, falta de qualidade. Nada de bom, portanto. Já agora, Marhez e Slimani tinham sido jogadores perfeitos para contratar, há cinco anos atrás, se o scouting do FC Porto - tão bom, tão elogiado - tivesse primazia sobre a direcção desportiva do FC Porto - tão má, tão interessada.



O Porto podia ter tido um melhor resultado na segunda parte. Podia. Mas quando os projectos desportivos não funcionam ás vezes a própria sorte decide assobiar para o lado. O que não teve, nem nos primeiros nem nos segundos quarenta e cinco minutos, foi futebol. A dificuldade de jogar entre linhas é pasmosa. Raramente os sectores conectam uma jogada pelo corredor central. Não há triangulações, não há passes que encadenem jogadores e permitam á equipa subir em bloco. Como num exercício de treinos, cada linha vai até a um ponto limite entregar a bola e de aí não passa. Raramente o FCP consegue empurrar os seus rivais como um grupo unido e raramente André Silva tem companhia. E se á esquerda ou á direita se continua a insistir em usar Adrian Lopez - e nenhum extremo porque nem Oliver nem Otávio o são - então os problemas aumentam exponencialmente. A profundidade que deviam dar os laterais é inócua e fica-se pelo apoio no último terço. Danilo não varre. André André não distribui e entre Oliver e Otávio há futebol e boas ideias, mas que podem fazer dois jogadores asfixiados entre seis contrários se ninguém se oferece, ninguém verticaliza o jogo? Herrera, o mal amado, tentou oferecer algo mais mas foi remar contra a maré. Esse era já um Porto sem ideias, a valer-se do individual e descurando, ainda mais, o colectivo. Podia ter provocado um golo, mas nunca gerado futebol.

No final de contas estamos ás portas de Outubro num ano com pré-época que começou em Abril. Supõe-se que este projecto leva já, na prática, meio ano. Que o treinador leva ao comando quatro meses. E no entanto, o futebol continua a não aparecer. Salvo lances de bola parada - uma das habituais armas do Nuno treinador - há pouco para oferecer em esquemas colectivos de jogo. NES pode não ter responsabilidades no desastroso mercado, afinal o FC Porto sempre foi um clube onde o treinador tem pouco que dizer nesses assuntos quando há interesses superiores. Mas o que NES tem, como responsabilidade, é procurar fazer com o que tem uma equipa de futebol. Mais de 100 dias depois está por se ver se é capaz mas o atraso com os competidores domésticos é evidente - o FCP não tem só pior plantel mas tem muito pior treinador, onze e estilo de jogo que Benfica e Sporting, não se tendo melhorado absolutamente nada do que já existia há um ano atrás - e corre o risco de cair na Champions League com o grupo mais fácil de que há memória na história do clube. Seis pontos contra os debeis belgas do Brugge são obrigatórios mas, ainda assim, é preciso ir a Copenhague pontuar e esperar que o Leicester faça 6 de 6 antes do jogo final no Dragão contra os ingleses. São muitos "ses" para duas jornadas disputadas. Sinal, mais do que evidente, de que muitas coisas estão longe de correr bem.

O FC Porto faz hoje anos. Os adeptos estão de parabéns. O clube está de parabéns. Quem permitiu que o clube esteja nesta situação e que vive em silêncio cúmplice não. Quem é assalariado do clube e é incapaz de demonstrar estar á sua altura em princípios básicos de jogo, também não. Infelizmente os primeiros terão de cantar os parabéns com uma lágrima de tristeza nos próximos tempos se os segundos continuarem a somar anos ao curriculo histórico do clube em vez de títulos e ambição.

19 comentários:

Pedro ramos disse...

Não vale a pena discutir jogadores quando existe uma "falta absoluta de ideias e princípios", nada que surpreenda. De que vale falar de Filipe, quando é isso que NES pede ou ver por exemplo a diferença de comportamento de Layun de uma época para a outra.

Nuno não foi contratado para podermos lutar por algo, mas para manter o status quo que existia, alguém que não chateie muito. Nuno não passa duma espécie de Sá Pinto, alguém que diga uns slogans bonitos mas sem ideias para uma equipa de futebol.

bruno disse...

boa analise.

e acrescento, casillas mais uma vez "distraído" e ainda nos pregou outro susto.
uma vergonha que começa na baliza.

perder jogos faz parte do jogo, mas assistimos a um medíocre nível de futebol, sem garra, qualidade e dedicação. muito triste

tripeiro invicto disse...

Infelizmente tenho que concordar com tudo ! Ate o scp foi buscar um holandês desconhecido que marca golos. E nós? Laterais esquerdos e médios e mais médios

Alberto Silva disse...

Tira nos o "sono" o jogo sonolento.
Uma equipa onde a qualidade não é abundante e depois o que se faz, tira se da equipa os jogadores que poderiam dar mais qualidade ( Corona e Brahimi).
Não concordo com a opinião de Telles, foi uma boa contrataçao, é verdade que teve mal no golo mas penso que nao é um erro de casting, e cabem os 3 no plantel( maxi, layun e telles).
Onde mais me irrita é o sistema de jogo, o porto nao tem grandes avançados ( temos de ser sinceros o Andre Silva ainda ta verde, por vezes tem leituras estupidas dos lances, mas temos de dar tempo), e podia perfeitament jogar em 4*3*3, com rotinas de alas a ir para dentro ou abrir para dar profunidade ao lateral por fora ou por dentro, vemos pouco muito pouco. E Nuno já chega do temos de melhorar, achas que algum dia vais melhorar a insistir no A.lopez nesta fase, nesta fase é concilidar processos.

rbn disse...

Pra já, o nosso mister tem extrema dificuldade em detectar quem tá mal no jogo, e já não é primeira vez que isso acontece nesta época.

Ontem tava fácil de ver que André André, Oliver e Adrian com meia hora de jogo não estavam jogando a ponta dum corno. Pelo menos dois destes deviam já ter ficado no balneário no intervalo...

Se ele que é bem pago pra ver isso não consegue enxergar e corrigir a tempo, vai ficar difícil...

De resto, custa pensar que num grupo com 3 clubes da 3ª divisão do futebol europeu (copenhaguem, lester e clube das bruxas), corremos o risco de nem a liga europa conseguirmos ir...é dose...

Por outro lado, não corríamos risco de apanharmos nos 8ºs-de-final um Barça, um City, um Bayern, uma Juve ou um dos 2 de Madrid....com esta equipe, corríamos risco de humilhação maior que em Munique ... e pior, corríamos risco de ultrapassarmos os 12 x 1 com que o Bayern brindou o "ispórti" anos atrás ( 5 x 0 no WC e 7 x 1 em Munique)...

Repito, se quem é ( muito bem ) pago pra isso não consegue detectar quem tá mal no jogo e não corrige a tempo, vai ficar difícil...e mais não digo...

Buck Naked disse...

Excelente analise. Eu ainda adicionaria um comentario extra: parece me incrivel a inconstancia de performance de alguns jogadores que entram e jogam muito bem e no jogo seguinte a titulares fazem exibicoes mediocres. Isso so demonstra que nao existe um grupo..vivemos apenas de episodios de boas exibicoes individuais que desaparecem e demonstram claramente uma total desconfiança do grupo em relacao à equipa tecnica. O que muitos temiam aquando da nomeaçao apos pouco tempo estå mais do que comprovado. Apenas no resta um recurso neste momento o unico capaz de dar um murro na mesa e abalar o plantel e recuperar a confiança dos adeptos. O seu nome : andre vilas boas. Porque penso que ė de confianca ( ou a falta dela ) que falamos actualmente. Atė porque acredito que do ponto de vista de qualidade o nosso plantel e equipa nao ė inferior ao do sporting. Mas ai ha um treinador excepcional a fazer de jogadores banais , jogadores extraordinarios. No nosso caso temo que jogadores muito bons ( andre silva, danilo, layun, teles; otavio, corona, herrera...) nunca saiam da cepa torta e em pouco tempo queiram ė sair do clube e fugir deste triste designio de perdedores..

Jose Norton disse...

Boa Noite
O Presidente disse " Os adeptos do FCPORTO são pacientes"...eu infelizmente so posso responder por mim e utilizar uma celebre "resposta"..."Olhe que Nao. Olhe que Nao".
Nao queria ser corrosivo porque sou PORTISTA de alma e coraçao. Mas não sou cego.
Ja á muitos anos que defendo a saída do Presidente. Por factos concretos. O arrastar desta situação so agudiza o problema.
Sou eternamente grato a tudo que o Presidente fez pelo NOSSO FCPORTO. Mas o FCPORTO esta acima de tudo.
Tenho pena de ver o Presidente a falar em publico. Fez muito pelo FCPORTO.
É preciso dar um murro na mesa. Sejamos lúcidos.
JNorton

Paulo Azevedo disse...

Concordo com o Buck Naked. Todos nós portistas sabemos no nosso interior que com NES estaremos afastados dos dois primeiros lugares em dezembro e eliminados da Champions. André Vilas boas ou Vitor Pereira já!

Luís Negroni disse...

O fantástico slb, muuuuuito melhor que o FCP, faz questão de frisar sempre o "portista" mlp, lá levou só 4 do Nápoles, que não me parece que seja melhor que o Leicester, antes pelo contrário. Podiam ter sido mais, mas com 4 secos o Nápoles desligou. Que desgosto que não deve ter sido para o "portista" mlp.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Nao conhecer a diferença de um mau jogo, como o Porto ja teve com grandes equipas, e a total falta de nível e qualidade ao largo de varios jogos responde a qualquer comentário possível e ajuda a entender o estado decrépito de muitos adeptos portistas no que ha qualidade futebolistica diz respeito.

Madureira disse...

É ano de "transição"... palavras do presidente!

O que dizer mais?

Roberto Oliveira disse...

Realmente comparar o futebol do Nápoles com o do Leicester e ainda afirmar que é pior, é de ficar a pensar...infelizmente concordo em absoluto com a resposta do Miguel L. Pereira...
também nós já fizemos fracas figuras na Europa (com o Liverpool por exemplo 4-1), a diferença é que eram excepções...o mal é que estamos a começar a criar "hábitos"
Penso que empatar em casa com o Copenhaga também não encheu ninguém de orgulho...

tripeiro invicto disse...

O slb vem de um tri campeonato. De uma maneira duvidosa mas ganhou.
Nesta altura o Porto devia estar a fazer muito mais. Prometeu muito no jogo com a Roma, mas apresenta um futebol nível liga europa

Mário Faria disse...

Em muitos momentos do artigo, estou de acordo com o Miguel. E em bastantes em desacordo. O FCP tem um registo irregular e não é uma equipa coesa. E se em todos os sectores estamos deficitários, na minha opinião o sector mais equilibrado é a defesa, salvo o guarda-redes que não sai dos postes, como não o fez ontem. Aliás o lugar de gr é tão específico e fundamental que me atreveria a dizer que deve constituir a primeira prioridade para as próximas épocas. O meio-campo é tenro e no ataque falta velocidade. Ao contrário do que do que o Miguel refere acho que, ontem, apostámos demasiado no jogo interior e faltou largura. Com menos capacidade de choque, fomos facilmente engolidos e o Leicester até se deu ao luxo de no primeiro tempo ter tido mais posse de bola. E beneficiou dessa aglomeração na zona central. Por essa via, deixámos de ter bola e de chegar à frente. Após o intervalo a equipa espalhou-se mais com o reposicionamento um pouco mais à frente de Oliver e menos próximo de Otávio; André André esteve sempre ausente. Foi com entrada de Jota, bem encostado à linha e com Herrera muito mais móvel, que mudámos o sentido de jogo e melhorámos. E ainda mais quando passámos para o 4x3x3 clássico com entrada de Corona. Não o suficiente como o resultado prova. Não sou um admirador de Danilo que na primeira parte andou meio perdido, mas, fez uma boa segunda parte. Se jogasse sempre assim era muito bom e rendia-me à sua condição de titular. O Ádrian López não esteve em campo e o André Silva não fez um jogo de encher o olho. Longe disso. Espero que a notoriedade não o relaxe. Relativamente ao Leicester, acho que fica muito próximo da versão inglesa do Boavista de Jaime Pacheco. Para mim uma enorme desilusão.

Bruno Martins Ferreira disse...

Boa Tarde,
Independentemente de concordar aqui ou ali com o que foi, ou tem vindo a ser neste ou em outros fóruns, dito sobre o desempenho da equipa, deixem-me que igualmente coloque a minha perspetiva das coisas.
Não é de agora comentários sobre "benfiquização" do FCP, que as equipas rivais são muito mais fortes que a nossa, que os treinadores adversários são do outro mundo (Vitória e JJ), aliás um artigo referia inclusive que se RV fosse treinador do FCP, nunca no ano passado teria sido campeão, pois estando a 8 pontos do rival teria logo ido para o olho da rua, e em momento algum no Dragão, e a perder 0-3 ao intervalo com um rival, teria este sido ovacionado e a sua equipa levada ao colo pelos adeptos. Nós como adeptos teríamos cavado e enterrado o treinador. O que quero dizer, é que o nosso treinador não é assim tão mau, nem tão pior que os demais, que o nosso plantel está isto e aquilo(bem ou mal preparado), e que o nosso fio de jogo é uma desgraça, ou melhor, não existe (embora eu concordo com esta análise, de fato não temos fio de jogo. O importante é a nossa atitude enquanto adeptos, e deixem-me que vos diga, está ao nível da direção, equipa técnica e jogadores ... Sim, sim ! Quem fala mais mal do FCP ? Os do SLB ou SCP, até aqui seria normal, mas não, somos nós. e falar mal não significa não dizer a verdade, antes sim, utilizar a velha máxima de que só existe 4 maneiras de falar mal da nossa equipa. (Por tudo, e por nada, a torto e a direito).
Temos que falar mais daquilo que nos une, em detrimento do que o nos separa !! Como se sentem os nossos jogadores a ler/ver/ ou ouvir sobre o que se diz nestes fóruns ? A "benfiquização" dos adeptos do FCP está a ser muito bem conseguida, e os nossos rivais estão muito satisfeitos.... Os mesmos que pediam a saída do lopetegui, passado 15 dias já pediam que regressasse, os meus que dias já queriam a saída do Peseiro, e agora do NES ... enfim , num dia o Brahimi é o rotundas, no outro é o maior mago do futebol mundial !! Deixemo-nos de Bipolaridade disparatada e apoiaremos, no fim fazemos as contas. Se não formos nós a falar dos grandes golos do Herrera quem o fará ...

Abraço Portista

Buck Naked disse...

amigo Bruno,

acho que estamos a inverter os factos. nao perdemos o campeonato com o lopetegui porque ele foi despedido..perdemos porque ele foi tardiamente despedido... e com o Peseiro correriamos o mesmo risco.

as escolhas que tÊm sido feitas...lopetegui...peseiro e nES desde o momento zero jamais retiveram apoios maioritarios.. de unanimidade só a surpresa gerada em todas as 3.

ora se uma escolha à partida é tao problematica e se aos primeiros sinais já colhe duvidas o que nos tem dito a experiencia ? que dar votos de confiança a estas escolhas duvidosas nao tem resolvido os problemas. aguentamos até ao limite o lopetegui, o peseiro, o paulo e agora vamos fazer o mesmo com o NEs quando está mais do que visto que a equipa ja começa a nao estar com ele?

das duas uma : ou ele muda o discurso e assume uma postura menos mansa e mais vincada e ganha o respeito dos seus ( adeptos e jogadores) ou vai ser sempre a piorar.

nao acredito em D- Sebastioes...mas sim em perfis assumidos e incontestados, por isso continuo a dizer : ha 2 homens que nos poderiam tirar disto pelo respeito de ganhadores e experiencia no FCP : AVB e Jesualdo Ferreira .

o resto é paisagem e mais desconfiança nas bancadas, nos jogadores , etc...

Paulo Marques disse...

Já estava à espera de ter mais umas campas com dono no final de Setembro, os verdadeiros portistas nunca desiludem.
Vamos ver se é desta que abrimos umas antes de Janeiro para ver se aquilo enche - podia passar a ser uma parte do museu e tudo.

Buck Naked disse...

gostaria ainda de deixar uma pequena reflexao que a historia repetidamente nos tem ensinado sobre a preservaçao prolongada no poder.

novembro de 1989 , romenia: https://www.youtube.com/watch?v=TcRWiz1PhKU

6 meses depois : https://www.youtube.com/watch?v=9P-JrjCRkhI

Com muita pena minha entendo que o nosso grande presidente não soube no momento correcto assumir-se ( quem sabe devido à idade, e ao grupo de bajuladores que tinha em seu redor ) e deixou os assuntos a cargo da sua corte.

Com a idade é natural que as pessoas gostem de alguma subserviencia e por vezes iludem-se com isso. Houve pessoas que se aproveitaram ( ja ca nem estao...) e que se encheram bem de dinheiro..

Depois e mercê da sua enorme paixao ao clube , está desesperadamente a tentar resolver as coisas mas está a ser levado por forças de influencia que nao só nao o estao a aconselhar bem , como nos bastidores conspiram contra ele.

muito temo que o seu fim no FCP possa vir a ser ( como a historia tem provado com outrora grandes lideres) uma execução publica nos media e na opiniao azul e branca

assim espero sinceramente que nao seja por tudo o que este Homem nos deu a ganhar e pelo seu grande amor ao clube.

Mas os indicios estao aí..

Pedro ramos disse...

Só um pequeno off-topic, mas que diz muito do que é o porto hoje:
-O sporting tem uma opçao de compra de Leonardo Ruiz por 500 mil euros, na época passada quando estava aqui, a nossa opção de compra era de 1,5 milhoes de euros.

Claro que para alguns a culpa do estado do clube é dos adeptos que protestam demais.
O mais engraçado é que ainda ouço alguns a perguntarem para onde foram os milhoes das vendas.

PS. Os adeptos portistas também enterraram VP, mas claro JJ entregou o campeonato para este não chorar.