terça-feira, 18 de outubro de 2016

Ricos tachos

Numa época (15/16) em que conseguiram «brilhantes» resultados (tanto desportivos como economico-financeiros), os administradores da FCP SAD levaram para casa 2 milhões de Euros, ou seja, em média uns 400mil euros cada um (ou 33mil euros por mês, o que já dá para comprar um bom carro todos os meses). Isto já não incluindo obviamente regalias várias de ajudas de custo (carros de luxo, viagens, comunicação etc) que estão enterradas em FSE; remuneração do FCP clube; e eventuais regalias menos óbvias que possam ser fruto da posição que ocupam no FCP.

E já na época anterior tinha sido igual. E na anterior a essa também.

Convenhamos que não é nada mau. Mas compreende-se, o dinheiro dá sempre jeito para eventualidades, como por ex, sei lá, aquando de separações ou divórcios não amigáveis.

Falando a sério, já falo neste ponto há muitos anos em artigos e comentários no RP: a remuneração fixa dos administradores da SAD é obscena, ainda por cima para quem diz estar no FCP por amor ao clube. Não devia ser nunca superior ao salário médio português (podendo a remuneração total ser muito mais alta em função de bónus de desempenho, isso acho bem). É mesmo uma afronta a imensos adeptos portistas que fazem grandes sacrifícios para poder seguir o FCP. Enfim, é preciso não ter vergonha na cara.

PS - O profissionalismo da SAD vê-se também em coisas como esta. 15 meses depois de eu ter escrito esse artigo e ter enviado um email à SAD (como se fosse preciso alguém de fora reparar numa coisa tão básica...) continua tudo exactamente na mesma, é impossível para um estrangeiro comprar na loja online, que só tem versão portuguesa e dá o mesmo erro na hora de preencher o # de telemóvel. Mas pronto, ainda bem que as receitas que se perdem de merchandising com isto não fazem falta nenhuma...

4 comentários:

Joaquim Lima disse...

É uma brutalidade os ordenados que os administradores da SAD ganham per si, ainda mais escandaloso para os resultados que apresentam. De facto, isto já foi falado várias vezes no RP mas enquanto o Porto ganhava, a malta assobiava para o lado... Haverá alguma forma de alterar estes salários? Os sócios podem ter algum papel nesta negociação?

Seria interessante fazer-se uma comparação dos vencimentos dos administradores dos clubes que representam a Liga dos Campeões. Provavelmente estaremos no topo!

Francisco Paulos disse...

Cambada de incompetentes que atualmente se servem e não servem o clube. Em função dos resultados que apresentam deviam ser eles a pagar e não a serem pagos. Numa empresa a sério já tinham sido demitidos.

Antonio Pinto Cardoso disse...

Quando o senhor Jorge Nuno Pinto da Costa deixou de vender fogões, e veio para o F.C.P., deslocava-se num "Fiat Mirafiori"azul cueca e com as portas todas podres...eram os tempos.
Ganhou coisas nunca antes conseguidas, é verdade, mas aí o grande amor dele era o Futebol Clube do Porto. Agora passados este anos, o grande amor é o dinheiro a qualquer preço, e o resto é recordação...

Pedro disse...

O nosso clube tornou-se mesmo triste, neste momento só acompanho os resultados dos jogos da equipa A...