domingo, 13 de novembro de 2016

As mensagens das claques do FC Porto

No último FCP x SLB, as duas claques do FC Porto – Super Dragões e Colectivo 95 – estiveram em grande. Na presença, no apoio e nas mensagens que transmitiram.

Provavelmente, quem assistiu ao FCP x SLB pela televisão não terá visto, mas foram várias as tarjas expostas, por ambas as claques, durante o jogo.

Tarjas das claques no FC Porto x SLB (fotos: Fotos da Curva)

Contudo, na minha perspetiva, a mensagem mais importante foi preparada pelo Coletivo 95 e apresentada antes do jogo começar.

Com a Alma que Pedroto ensinou!

A alma que Pedroto ensinou (Colectivo 95)

A Alma (com maiúscula), simbolizada por João Pinto e André (com poses de Viena, em 1987), que o mestre José Maria Pedroto nos ensinou.

Num momento difícil para o Clube, em que muitos dos valores que fizeram do Futebol Clube do Porto grande parecem esquecidos (ou arrumados no fundo de uma gaveta), esta é uma mensagem forte, para dentro, destinada a jogadores, treinadores e não só.

A alma que Pedroto ensinou. A alma que hoje em dia nos falta.

No pano gigante, que o Coletivo estendeu na Superior Norte do Estádio do Dragão, falta alguém?

15 comentários:

Luís Vieira disse...

Por acaso também reparei na "falta". A omissão não é inocente, claro.

Buck Naked disse...

Caro Josė,

Entendo o seu comentário e pergunto: no tempo em que vivemos e volvidos todos estes anos nao será legitimo pensar que até Pedroto poderia ter mudado a sua postura e aburguesado? Continuo a pensar que nao havera no FCP ninguem que queira tanto ganhar como PC. O problema nao é a falta desse interesse. É sim uma questao puramente biológica . O passar dos anos leva nos a gostar cada vez mais da bajulaçao. O facto de em tempo oportuno nao ter percebido que a sua compreensivel e inadiavel decadencia humana ( que acontece a qualquer ser vivo) conduziria a um incremento de interesses à sua volta no sentido da sua substituiçao. Cultivou um pequeno comité de falsos adoradores que o idolatram pela frente e conspiram nas suas costas. O seu amor ao clube tenho a certeza que se mantem intacto. O seu discernimento nao pode ser o mesmo de ha uns anos, nem sequer como é obvio o seu poder real de influencia. Torna se imperioso que prepare de uma forma legitima a abertura do clube aos associados e ao caminho futuro para um presidente que realmente seja respeitado nao so pelo quanto ama o clube , mas acima de tudo pela sua capacidade de trabalho e astucia. De uma forta clara, transparente e acima de tudo apaixonante. O porto nao ė nenhuma monarquia, nem nenhuma organizacao em que pequenos comites decidem quem manda. PC deveria a um prazo razoavel do fim do seu mandato definir a sua nao candidatura e pedir à familia portista que se apresente de uma forma natural com os seus projectos e visao futura do clube. Sem renegacao do passado e acima de tudo voltada para o futuro. Onde PC tera sempre lugar pela importancia que tem no coracao de todos os portistas mas acima de tudo pela sua enorme experiencia e amor ao clube.

JOSE LIMA disse...

Certamente que sim José Correia. Se não fosse "ele", nem estes 3 existiriam, nem os 30 anos que se seguiram, nem o Estádio do Dragão para dependurarem a faixa.
A memória é curta caro amigo. Abraço

José Correia disse...

Caro José Lima, quem está com falta de memória não é o Coletivo, mas sim "ele", o ausente.
Tivesse Pinto da Costa boa memória do que ele próprio disse e fez (há muitos anos atrás) e certamente também estaria no pano gigante do Coletivo.

José Correia disse...

E, caro José Lima, quanto ao «se não fosse "ele" nem estes 3 existiriam», estamos em completo desacordo, pelo menos no que diz respeito a Pedroto.
Tudo, ou quase tudo que Pinto da Costa fez e disse, acerca da profissionalização do departamento de futebol, dos "roubos de igreja", do Sistema, do centralismo, etc., aprendeu com Pedroto e não ao contrário.

JOSE LIMA disse...

José Correia a pergunta era "falta ali alguém?" É muito difícil dizer o que aconteceria se Pinto da Costa não tivesse "pegado" no Clube. Senão teríamos que voltar à "história dos 19 anos sem ganhar nada"...
Abraço

Tiago Stuve Figueiredo disse...

Essa da "memória é curta" e do "por mim o PdC fica enquanto quiser, não sou mal agradecido" são fantásticos. Mel para os ouvidos dos lagartos e lampioes

HULK ONZE MILHAS disse...

"Ele" corre o risco de ser recordado, não pelos 30 anos de espectacular sucesso do FCP, mas por ser o coveiro e o destruidor da sua própria obra!
Já há uns anos que venho repetindo que o maior desgosto que o FCP me pode dar é ver o nosso maior presidente de todos os tempos sair de gatas pela porta pequena. E isso está cada vez mais perto.
Quanto ao gosto dos velhos pela "bajulice"... bem... não é para todos. Eu também sou velho, apenas meia dúzia de anos mais novo que ele, e não gosto de bajulices!!!

José Correia disse...

À pergunta "falta ali alguém?", a resposta é: sim, falta, falta o Pinto da Costa de outros tempos.

Falta o Pinto da Costa que não tinha medo e, em prol do FC Porto, tudo fazia.
Falta o Pinto da Costa que não misturava o Clube com a família.
Falta o Pinto da Costa que lutava contra os inimigos do FC Porto, em vez de andar obcecado com os críticos desta Direção e do atual estado de coisas no Clube/SAD.

Infelizmente, o Pinto da Costa atual é uma pálida sombra do Pinto da Costa de outros tempos.

Buck Naked disse...

Erro classico dos portistas e seguidistas absolutistas da figura de um lider ( para o bem ou para o mal): concentrar sempre tudo nessa pessoa.
Pergunto: tendo em conta a sua real e debil situacao actual nao sera mais vitima interna e externa do que causador dessa crise?

E a corja de AH ( primeiro rato a abandonar o navio), APC, Caldeiras...?


bruno disse...

as mensagens se fossem dirigidas à SAD do fcp muito bem, agora ao presidente de outro clube e liga, parece-me uma bela treta

JOSE LIMA disse...

José Correia seu post das 10:02h de hoje
Agora sim amigo. Concordo a 100%. É mesmo a definição exata.
E não vejo como o problema possa ser resolvido sem a resignação dele.
Abraço

Miguel Pais disse...

Hoje li, mesmo apesar de ter muito pouco tempo, que o n/João Pinto (Broas) será o numero 2 do Luis Gonçalves e também reparei que ontem ganhamos ao Tondela em Sub-18 com golos do Afonso Sousa (neto do grande Antonio Sousa) e do Vasco Paciencia (será filho do Domingos?). Oxala sejam sinais de uma mudança que urge... Abraço Portista

miguel.ca disse...

Nem tudo é mau. O Grande Capitão é agora adjunto do big boss do futebol e isso só pode ser bom para o FCP se ele tiver liberdade para trabalhar e para re-implantar o chip do Portismo ferranho nos jogadores do plantel A até aos miudos de 8 anos.
Eu pessoalmente gosto destes movimentos que nos façam acreditar que ainda há esperança de inverter este ciclo na era Pinto da Costa.

diogo#9 disse...

Falta o Homem sem o qual esses nem eram conhecidos.