segunda-feira, 6 de março de 2017

7 golos e recordações de Mário Jardel

«O FC Porto não vencia por 7-0 na Liga desde janeiro de 1999, na época que terminou com a conquista do Penta campeonato. Nesse dia, no final de janeiro de 1999, os dragões golearam o Beira Mar no Estádio das Antas. Curiosamente, a figura desse encontro foi Mário Jardel, ele que assistiu à receção ao Nacional nas bancadas do Dragão.»




Uma goleada das antigas e a presença de Mário Jardel no Estádio do Dragão fez-me recordar um outro jogo, um célebre FC Porto x Juventude de Évora, disputado no Estádio das Antas, em dezembro de 1997, para a 5ª eliminatória da Taça de Portugal de 1997/98 (nessa época o FC Porto haveria de fazer a dobradinha).
O FC Porto derrotou a equipa alentejana por 9-1, mas ao intervalo estava a ganhar pela margem mínima (1-0). Assim sendo, para evitar surpresas, o treinador do FC Porto (António Oliveira) foi ao banco de suplentes buscar o Super Mário e este não foi de modas: em apenas 45 minutos marcou 7 golos!
Vale a pena recordar, principalmente um memorável golo de letra.




São muitas as recordações que tenho de Mário Jardel, de golos (muitos golos) e também de alguns episódios que se terão passado fora das quatro linhas.

Um desses episódios foi relatado pelo próprio Mário Jardel, numa entrevista que concedeu à CMTV em janeiro de 2016, na qual o antigo ponta-de-lança de FC Porto e Sporting recordou uma proposta desonesta:

Fizeram-me uma proposta… Não vou dizer nomes, mas posso dizer que foi para um Benfica-FC Porto. Deram-me dinheiro para não jogar, mas os nomes revelo depois, quando publicar o livro. Mas já deixo uma pista...

Já passou mais de um ano desde que Mário Jardel fez estas declarações “bombásticas”, as quais relatam uma situação grave que, a ser verdade, ocorreu entre 1996 e 2000 (período em que Mário Jardel esteve ao serviço do FC Porto).

Naturalmente, nenhum jornal ou TV “generalista” (RTP, SIC, TVI, CMTV, SportTV, BolaTV) teve qualquer interesse em explorar a pista deixada por Mário Jardel. Ainda se fosse para investigar acusações ao FC Porto, como as que foram feitas pelo confesso dependente de drogas Walter Casagrande

Mário Jardel no último FC Porto x Nacional

Resta-nos o Porto Canal, o qual poderia (deveria) aproveitar este regresso de Mário Jardel ao Porto, para o entrevistar, “puxar o fio à meada” e fazer-lhe as perguntas que, há um ano atrás, a CMTV entendeu não fazer...

7 comentários:

Antonio Silva disse...

A mesma imprensa generalista aceitou a confissao do Eusebio quando ele disse que fez tudo para nao marcar contra o Benfica quando ele jogava pelo Beira Mar. A imprensa exaltou o amor dele pelo Glorioso. Nao ha mesmo vergonha nenhuma.

P. Cardoso disse...

e o livro não saiu?!

Luís Negroni disse...

A imprensa do regime é mesmo assim: De uma insignificância qualquer ligada ou pretensamente ligada ao FCP (basta lembrar os 2 casos recentes dos 2 pretensos adeptos do Porto que na via publica mandaram umas bocas ao árbitro Soares Dias e da pichagem da parede do tasco do pai do árbitro Jorge Ferreira) fazem uma coisa terrível; De coisas verdadeiramente graves ou até gravíssimas ligadas ao slb como é o caso desta do Mário Jardel, não lhe dão a mínima importância, não existem, não acontecem. Outro exemplo muito recente e gritante: Num dos ultimos jogos do FCP houve algumas tochas e petardos arremessados para o terreno de jogo; Logo surgiram os comentadores do regime muito indignados com a violência portista e não tardou nada já pediam jogos à porta fechada para o FCP; Agora, no último jogo do clube do regime, em Santa Maria da Feira, houve prá aí 10 vezes mais tochas e petardos a voarem para dentro do terreno de jogo arremessados por adeptos do clube mais beneficiado do mundo, e até houve cadeiras, tudo isto a pôr claramente em causa a integridade física do GR do Feirense, e onde é que estão os comentadores do regime indignados e a pedirem jogos à porta fechada para o seu querido clube? Não existem! Estão tranquilos, serenos, seraficos, como se nada de anormal se tivesse passado no jogo Feirense-clube dos árbitros. Isto só lá ia com o famoso pau de marmeleiro do Manuel Machado, usado sem cerimónias e até fartar.

Roberto Tavares disse...

Sem falar na confusão que criaram nos cafés ao redor do estádio.

reine margot disse...

"Assim sendo, para evitar surpresas, o treinador do FC Porto (António Oliveira) foi ao banco de suplentes buscar o Super Mário e este não foi de modas: em apenas 45 minutos marcou 7 golos!"
O Fernando Santos aparece no video porque... já era selecionador nacional ??
ou porque lá calha de 1999 ser entre 1998 e 2001 ?

José Correia disse...

reine margot disse...
«O Fernando Santos aparece no video porque... já era selecionador nacional ?? ou porque lá calha de 1999 ser entre 1998 e 2001 ?»

Qual vídeo?
Se o reine margot estivesse um bocadinho mais atento, verificava que o 1º video é referente ao FC Porto x Beira Mar (7-0) e o 2º vídeo é referente ao FC Porto x Juventude Évora.

Tem aqui a ficha do jogo do FC Porto x Juventude Évora
http://www.zerozero.pt/match.php?id=315192

reine margot disse...

Tem toda a razão José Correia, verifiquei que misturei os videos ... - Sorry!