sábado, 6 de maio de 2017

Parece gozo...


O "Dragões Diário" falava há dias, e com muita razão, que as arbitragens prejudicam de tal maneira o FCP (hoje também, embora de forma mais sofisticada) que até "parecia gozo".
Ora, o mesmo se pode dizer da maneira como o nosso clube aborda, sistematicamente, partidas como a desta noite contra o Marítimo.

NES teima na sua ideia de que se conseguem ganhar jogos destes com apenas uns 3 ou 4 lances de verdadeiro perigo na área adversária e, por isso, um rei das assistências como Layún, tem mesmo é que ficar a assistir a estas partidas, pela televisão, na sua casa.
Layún, recorde-se, esteve envolvido em 33% dos golos do FCP na última época e, soube-se esta semana pel'OJogo, mesmo em 2016/17, consegue assistir e/ou marcar golos em menos tempo que o próprio Telles. Isto numa época em que, supostamente, o brasileiro esteve bem e que, apenas por isso e não por um qualquer eventual problema pessoal de NES com Layún, este tirou, por completo, o lugar ao mexicano.
Agora, ainda de acordo com NES, nem mesmo sem Maxi, Layún é necessário para o que quer que seja.
Layún dá golos e dá assistências. Coisas que o FCP precisa como do pão para a boca. Parece gozo, certo?

Também nesta última semana, Deco, que sabe uma coisa ou duas sobre o assunto, veio dizer que Otávio tem grande futuro como "10". Deco, ingénuo, ainda julga que os treinadores actuais deixam alguém jogar em tal posição fulcral. Errado. NES vê Otávio é como extremo. Ali, amarradinho ao lado direito, com menos visão global, é que ele está bem. Parece gozo ou não?

Mas falemos de coisas menos negativas.
Hoje, apesar de continuar sem criar grande perigo, não se pode dizer que o FCP tenha entrado a dormir na partida. Houve mais empenho, sem duvida. A má notícia é que esse nosso habitual sono passou para a segunda parte.
No golo do nosso adversário, 2-jogadores-2 do FCP ficaram, no chão, a ver a bola ser cabeceada para o fundo das redes. Verifiquem quem eles são.
Sabendo-se que hoje era ganhar ou ganhar (se é que ainda queríamos mesmo roubar o tetra ao slb), uma atitude destas dos nosso atletas é ou não gozo?

Recordam-se, por outro lado, daquele Soares-matador, cheio de raça e que não perdoava uma oportunidade nos seus primeiros jogos de dragão ao peito? Agora, e sem qualquer gozo, não ganha sequer os lances de ombro-a-ombro, quanto mais o resto.

Ah, e lembram-se daquele Marítimo mansinho, sonso e docinho da partida na Luz, há escassas semanas? Já não existe. Agora temos uma equipa que defende na perfeição e cheia de garra e que até só precisou de simular lesões, para queimar tempo, uma ou duas vezes. `
Se calhar, clubes destes, nem do "Jogo da Mala" precisam.
Estarão eles a gozar connosco ou nós é que somos uns grandes totós?

"Brahimi sempre a meter-se no barulho", repetiu vezes sem conta o bom do Luís Freitas Lobo durante a transmissão.
Bons bons parecem ser aqueles que não se metem no "barulho" e ficam à espera, sentados, que os golos (e os campeonatos) caiam do céu...

10 comentários:

João Filipe disse...

Temos que analisar bem o que se passa.

Claro que se a arbitragem tivesse sido correta já éramos campeões nesta altura. Mas há muito mais.

Direção: Não se percebe o que se passa. A forma como a pré-época foi organizada é só um sintoma de algo mais. Falo sem grande (qualquer!) conhecimento mas não é possível termos chegado a este ponto de desnorte. Pré-épocas mal preparadas, treinadores mal escolhidos, jogadores erradamente identificados e exercícios com prejuízos crescentes.

Treinador: NES teve alguns méritos este ano e vendo o nosso plantel não podemos dizer que tínhamos obrigação de ser campeões mas chegar a este ponto da época sem um fio condutor de jogo é inaceitável. É Brahimi ou sopas e hoje foi novamente a segunda opção. Seria importante saber o que se passou com Layún tal como com Brahimi no início do ano (se bem que este segundo caso provavelmente será mais culpa da direção). Como tal, projeto esgotado. Nota: Ainda que não queira falar de arbitragem, um treinador que é roubado o ano todo e vem falar nas últimas jornadas está a gozar com os adeptos do clube.

Jogadores: A treta do jogador à Porto morreu. E já cansa ver estes tipos usarem essa expressão como se soubessem o que isso é. Se jogar à Porto é nunca desistir, todas as equipas do campeonato têm imensos jogadores à Porto.

Esse sentimento de Porto sempre foi algo que a cidade emprestou ao clube, nada mais.

Vem dos tripeiros que deram aos marinheiros o melhor por se preocuparem com causas maiores. Vem de Pedroto que soube lutar contra um sistema nojento ainda hoje enraizado em todos os cantos do nosso país. Vem dos portistas que durante 19 anos tiveram que sofrer mas fizeram-no porque vêm no nosso cantinho uma resistência contra tudo o que está de mal em vários sectores da sociedade. Vem de blogs como este que continuam a defender o clube de situações injustas mesmo que a sua direção não o faça.

Estes jogadores não sabem o quão difícil é ser do Futebol Clube do Porto num pais tão centralista e que por muito pequeno que seja alberga o maior clube do Mundo. Isto não é um Barcelona vs Real Madrid, um Juventus vs AC Milan nem nada que se pareça.

Mas pior, não estão preocupados em saber. Reparem que o único embaixador do Futebol Clube do Porto e da cidade do Porto é o Casillas e a sua esposa. E eu atrevo-me a dizer que nenhum dos jogadores do Porto vai ganhar o que este senhor ganhou. E no entanto, chegou aqui e teve o respeito de se entregar à cidade e ao clube como ninguém. Temo que até que alguém lhes faça perceber isso, as coisas não vão mudar.

Jogadores e treinador são responsabilidade da direção...

Adeptos: Sou sócio desde que nasci em 1992 e tenho lugar anual desde 2008/2009. Como neste ano, não me lembro de ver os adeptos tão empenhados. Pouco se pode dizer porque este ano fizemos quase tudo bem. Alguns reparos às claques mas isso são contas de outros rosários.

Há uns anos o Futebol Clube do Porto atingiu o topo do Mundo e como tal cresceu. É preciso saber crescer e manter o que a cidade nos deu que nos torna tão especiais. Percam durante mais 15 anos mas dêm-me isso de volta.

God79 disse...

De alguem que se referia ao Barcelona de Guardiola como uma equipa que "fez mal ao futebol", estávamos á espera de quê?
Espremido, espremido, nos anos do tetra encarnado, a melhor classificação /pontuação, foi com o actual selecionador espanhol.
Ele há coisas do ............

God79

vidente mor disse...

jogar layun ou nao jogar era o mesmo, layun nunca fara na vida o que fez na epoca passada, calhou. Alias jogador mexicano e passivo, quer siesta, equer e sopas e descanso. Brahimi acrescenta pouco a equipa, metade dos jogadores deve sair e levar o treinador. Nao jogamos nada, nao temos velocidade, agressividade, intensidade nos 90 minutos, nao temos fio de jogo, somos facilimos de anular, sofrendo um golo ja nao ganhamos.

joão Mesquita disse...

O que se está está a passar com o nosso clube só tem um responsável: Jorge Nuno Pinto da Costa. 1o, porque escolheu para treinador de futebol um fulano porreiro, afável, que até é portista, mas que de bola percebe pouco, não tem ambição nenhuma para liderar uma equipa da dimensão do FCP. 2o, porque deixou que se instalasse no clube (concretamente no futebol)um espirito de descrença e de falta de ambição, ao nível dos clubes da 2a circular. E 3o, porque deixou que o poder no futebol se instalasse completamente na capital, controlando tudo e todos com um objectivo claro de prejudicar o nosso clube e sem que haja uma voz forte e audível do nosso presidente a lutar contra quem nos quer mal e contra quem nos quer prejudicar.
Para acabar com o estado em que se encontra o nosso clube só há uma solução, solução essa óbvia e que nós, portistas, não podemos ter receio que aconteça.

Buck Naked disse...

So ha uma hipótese de um portista seguir acreditando que pode ganhar o campeonato. Ver os jogos do Benfica ( que mal joga..) e não ver os do FCP. Porque quem vê os jogos do FCP não pode ter a mínima ilusao. Desde já semanas quando começamos a saga dos empates. O problema não é falta de classe do plantel mas sim falta de classe do treinador. Ouçam o que disse ontem o Jorge Andrade ( normalmente muito protector do NES) e perceberão. Um treinador que joga para não perder e aposta em resultados alheios talvez sirva para um Braga...Guimarães...até Valencia...mas não para ser campeão. Seguir com NES vai ser perder mais uma epoca. Não sejamos ingénuos. pela cara de PC ontem eu diria que ele já percebeu isso é ao contrário do que se passou o ano passado em que os jogadores foram altamente responsabilizados este ano salvo raras exceções não se lhes pode imputar grandes responsabilidades. As entradas em jogo adormecidos constantemente não são pelos jogadores mas acima de tudo pela mensagem constante confusa , amorfa e descrente que lhes é imputada. E isso PC já percebeu. Para mim e vendo a cara dele de desconforto ao lado de NES no autocarro eu diria como aqui se diz na minha terra : NES já tem os patins calçados. Assim seja.

rbn disse...

Mesmo que o Rio Ave vença, será muito difícil recuperar 2 pontos, porque o Guimarães vai ao galinheiro pensando em poupar energias para o Jamor e o Boavista...bem, o Boavista tá a salvo da descida, e provavelmente vai alugar o Bessa para que os lampiões pintem e decorem aquilo de vermelho, de modos a fazer um mini-galinheiro... se calhar nem os Panteras Negras vão ter lugar no estádio...

Quanto a nós, é muito tiro nos pés...5 empates nos últimos 7 jogos, sendo dois deles em casa com setubal e feirense, é mau demais, muito mau demais...

Mas o que realmente me irrita é que não há plano A, e muito menos plano B...a esta altura da época, não se consegue enxergar um fio de jogo coletivo que seja marca registada da equipa...a não ser pontapé pra frente e fé em Deus, ou Brahimi resolve...faltando dois jogos pro fim da época...é muito muitíssimo mau demais...

E mais me irrita a pose de rainha da Inglaterra de um treinador tipo comida de hospital, sem molho, sem sal e sem sabor... Jesualdo POR EXEMPLO, é benfa, mas como treinador do FCP, era um verdadeiro guerreiro...quando foi preciso, e era quase sempre, foi porco, feio e mau, como devem ser os treinadores do FCP, respondendo à letra a quem quer que fosse...
Com esta roubalheira de 13 penaltis não marcados a nosso favor, Jesualdo tinha dito tudo o que lhe ia na alma em alto e bom som onde quer que fosse, doesse a quem doesse...

Este treinador comida de hospital, a quem foram sonegados 13 penaltis durante a época, ao invés de dar um murro na mesa, diz coisas como "tadinhos de nós, estamos magoados", tipo madalena arrependida...

E ainda por cima, é burro, não é "malandro"....porque qualquer treinador de meia leca, de qualquer equipa, de qualquer país do mundo teria caído se contorcendo de dores quando o bambi deu aquele encosto no galinheiro...o ruim vitória tinha se jogado pro chão, jesus também, todos tinham feito cena...era vermelho direto pro bambi...mas o sr 105 quilos/1,90 metros é burro, não caiu, não fêz cena, nem prejudicou o adversário, que ficava reduzido a 10 com 15 minutos de jogo... era demissão por justa causa...

Por mim, saia já o treinador, e junto com ele o herrera, que tá mais que provado que o mundial do Brasil foi a exceção à regra...aquele herrera de 2014 que a todos encantou como médio completo, que atacava, defendia e rematava com qualidade impressionante, foi uma miragem...

5 empates em 7 jogos, dois deles em casa, é muito tiro nos pés...

Gaspar Santos disse...

Layún a defender é ZERO! Não sabe posicionar-se e não tem a mínima noção do espaço que tem de ocupar. Revejam os golos da Juve e Setúbal no Dragão.
Layún, assim como outros jogadores do nosso plantel, não têm lugar numa equipa que queira lutar pelo título.

miguel.ca disse...

Paulo Fonseca, Julen Lopetegui, José Peseiro, Nuno E.Santo....
Qual é o barrete que se segue, Sr.Pinto da Costa?

danjonas disse...

Quando da sua contratação, o autor deste blogue já tinha chamado lucidamente a atenção para o erro crasso de se contratar este projecto de treinador. Da minha parte, quando o anunciaram, foi como se tivessem anunciado a perda do campeonato na pré-época. Para quem estava à espera de alguém que fizesse realmente a diferença, ouvir falar de Conceições e Espíritos Santos como treinadores válidos para o meu clube só mostra como isto vai. Era somente uma questão de aguentar o ano e assistir, no menor dos males, a um rotativismo na 2.ª circular. Assim sendo, é um tetra inédito dado por PC ao andor, como se o andor precisasse ainda de mais benesses. Enquanto o Pintinho andar a chapinhar neste lago de contratar ex-guarda-redes suplentes tornados treinadores (como se, desde logo, algum guarda-redes já tivesse ganhado alguma coisa de jeito), os lampiões agradecem. Como agradecem também a desvalorização de jogadores às mãos destes incompetentes e, já agora, os Marcos Silvas que vão desaparecendo de vista. Mesmo quando ainda estávamos a ganhar 1-0 ao Benfas em casa, e apesar da unanimidade em torno da exibição, me lembro dod desespero que senti quando o vi a fazer uma sangria na linha ofensiva da equipa. Penso mesmo que acabámos o jogo sem nenhum atacante. É a marca registada deste treinador. Mais um a ir com bolsos cheios de tanta incompetência.

José António Monteiro disse...

Os arbitros são sempre os culpados,quando o porto ganhava do outro lado diziam o mesmo
o espirito a que acreditava em milagres queria que os outros ganhassem por ele.Que se dedique ao desenho que tem futuro.