sábado, 30 de dezembro de 2017

Da série “Largos dias têm 100 anos”

PJ investiga jogo do Benfica, CMTV

Capa do 'Correio da Manhã' de 30-12-2017

«A Polícia Judiciária está a investigar suspeitas de pagamentos a jogadores do Rio Ave para perderem um jogo com o Benfica para a época 2015/2016, a 23 de Abril de 2016. Esta investigação insere-se no âmbito dos alegados esquemas de viciação de resultados que a PJ tem investigado, e que já fez quatro jogados do Rio Ave arguidos.
Segundo o Correio da Manhã, que avança a notícia, a Judiciária terá encontrado indícios de que um encontro envolvendo o Benfica poderá ter sido falseado. Testemunhas inquiridas pela PJ do Porto indicaram que, em Abril de 2016, empresários ligados ao Benfica terão abordado os jogadores agora constituídos arguidos no processo do Feirense - Rio Ave.
Além disso, a decisão da investigação ser transitada para Lisboa, apura o CM e a CMTV, foi tomada pelo magistrado do Ministério Público, que entendeu que este crime tem relação com outras investigações - como o caso dos e-mails que a SÁBADO tem abordado - que têm o Benfica como alvo e que estão entregues à Unidade de Combate ao Crime Económico e Financeiro da PJ


Capa de O JOGO de 30-12-2017

«O jornal "Correio da Manhã" avançou, na noite de sexta-feira, a notícia de que os jogadores do Rio Ave arguidos por viciação de uma partida com o Feirense são também suspeitos de terem recebido dinheiro para perder com o Benfica. Ao que O JOGO apurou, a investigação tem, no entanto, um âmbito maior e inclui, pelo menos, dois jogos com outras duas equipas da I Liga e pagamentos e tentativas de aliciamento a vários outros jogadores.
De acordo com o "Correio da Manhã", os intermediários seriam empresários ligados ao Benfica. No caso do jogo com o Rio Ave, a abordagem foi feita em abril do ano passado, antes de uma partida que os lisboetas viriam a ganhar por 1-0. Ao contrário do que adianta o CM, os futebolistas vila-condenses envolvidos não são os mesmos quatro que o Ministério Público constituiu arguidos no processo do jogo com o Feirense. Só Cássio e Marcelo constam de ambos; Roderick não jogou essa partida e Nadjack estava emprestado. Foi, aliás, nos telemóveis confiscados aos dois primeiros jogadores que a Polícia Judiciária descobriu os sinais de uma outra partida viciada. O JOGO sabe que foi a partir dessa investigação que a PJ chegou aos indícios de, pelo menos, mais dois jogos desvirtuados em favor do Benfica


´Título do Benfica investigado', RTP 1, 30-12-2017

«Os polvos são moluscos marinhos da classe Cephalopoda, da ordem Octopoda (…). Como o resto dos cefalópodes, o polvo tem um corpo mole, sem esqueleto interno (…). Como meios de defesa, o polvo possui a capacidade de largar tinta, de mudar a sua cor (camuflagem, através dos cromatóforos) e autotomia dos seus braços
in Wikipédia


2017 termina em grande e 2018 é um ano que promete. Até porque, com tantos e-mails, com tanta gente (ligada ao SLB) envolvida, com tantos indícios, com tantas evidências, parece-me que o melhor ainda estará para vir…

Votos de um bom ano 2018 e não se esqueçam: largos dias têm 100 anos!

2 comentários:

Frederico Cotta disse...

Votos de um prospero 2018 Sr. José Correia.

Desta vez já nem o trafico de influencias podem declarar, isto é corrupção e dá pena de prisão.
Cheira me a um 2018 com cheiro a podre lá para os lados da 2ª circular, o benfica neste momento é merd* e ninguém os vai tentar ajudar com estas novas acusações, já o clube falido está a fazer all in com dinheiro dos outros, se o SC continuar a motivar e a trabalhar como tem feito, não tenho duvidas dobre a nossa vitoria em maio, mas até maio ainda falta muito, por isso, votos de um 2018 melhor que 2017 a todos.

LAFOI_93520 disse...

Antes de mais, votos de excelente 2018 para toda a equipa da RP e demais frequentadores deste espaço de excelência dedicado ao nosso FCP.
Atendendo às últimas notícias e recentes desenvolvimentos, parece-me que o tentáculo CS do regime está a por a s brbinhas de molho. À medida que se vão conhecendo os factos, os jornalistas cartilheiros e cartilhados estão a abandonar o navio. Estas manchetes e informações tornadas públicas pelo balde de lixo cofina deixam parecer que sim. Será que quando o 1ºM do Benfiquistão começou a alegar cabala, eles associaram os sintomas aos de um outro recente e concluiram que, de facto, aquela agremiação de carnide poderá estar podre até aos ossos?
Por outro lado, não podemos descansar. Alguns ratos jornalistas parceiros e ao serviço dos sacanas-sem-lei, ainda estão a tentar fazer com que a orquestra não pare de tocar. Vamos ser atacados dentro do campo por todos os meios ao alcance destas bestas, por isso o jogo em Vila da Feira é de extrema importância, muito em particular se voltarem a nomear um padre para rezar essa missa. O exemplo do que não deve acontecer é a oportunidade dada ontem para a expulsão do HH.
Concordo que o melhor ainda esteja para vir, e o melhor, sublinho, vai ser de tal ordem que envolverá agentes desportivos, instituições e governantes. Por esta razão temo que, à boa maneira lisboeta, tudo tenha ser abafado e o mensageiro executado em praça pública, como exemplo do que acontece aos que denunciarem e se rebelarem contra este lampiânico estado pidesco. O 1ºM já apelou às hostes assassinas para a defesa do "bom nome" lampiânico.
1 abç e viva o FCPorto
Luís Oliveira