sábado, 2 de dezembro de 2017

"Roubo de Igreja" e "Roubo de Carteira"

O FC Porto vai ser campeão.
Depois de um dos mais inacreditáveis "roubos de Igreja" que a Invicta já viu a convição não podia ser mais forte. Pedroto estaria pouco surpreendido ao descobrir que mais de quatro décadas depois da sua mítica expressão ter dado à luz, tudo continua igual e a impunidade grassa sobre o futebol português. As pistas estavam lá, nos jogos do Benfica e, sobretudo, nos jogos do Porto. Um ano mais uma equipa sem ideias, sem futebol, sem talento e sem treinador, em condições normais, chegaria a Dezembro fora da corrida do título como lhe aconteceu dezenas de vezes (e aos vizinhos do lado) durante os anos noventa e dois mil. Mas estamos na era do Vieirismo, da amizade com os poderes do governo, da justiça e da polícia, dos relatórios secretos sobre os árbitros, dos sms com mensagens comprometedoras, da espionagem sobre o presidente da Federação e afins, a era dos Guerra, dos Marinho e da impunidade absoluta. E por isso mesmo, um ano mais, uma equipa vulgar, colocada no seu devido sítio na Europa, onde tudo isso vale zero, está a três três pontos da liderança e bem dentro da corrida. E vai continuar a estar, por muito mal que joguem. Porque é imperioso que estejam. Porque este Portugal, "pos-democrático", é mais salazarista e centralista que o Portugal contra o qual Pedroto lutou e denunciou. E essa realidade, por muito que se denuncie em prime-time, não se apaga com um sopro de vento. Será preciso outro terramoto para varrer a escumalha que nos meandros do futebol português adultera, ano atrás ano, a competição. Até lá estes "roubos de Igreja" vão continuar a ser frequentes e a sobranceria dos Vitória, jactando-se da sua própria incompetência, agradecendo aos VAR que ficam calados quando devem falar. Dos golos limpos anulados. Das mãos que são peito ou dos peito que são mãos. Dos empurrões, cuspidelas e socos aleivosos. A isso pode agradecer Vitória, que de futebol entende tanto como de matraquilhos, ter saído vivo de uma caldeira que estava preparada para cozer o Polvo mas que se encontrou com tentáculos que ainda são mais fortes do que podemos imaginar. Tentáculos que, ainda assim, serão insuficientes em Maio.



Porque o FC Porto vai ser campeão.
Contra os "roubos de Igreja" e também contra os "roubos de carteira". Ler entrevistas ou declarações inoportunas e oportunistas de Pinto da Costa tornou-se num dos melhores exercícios de stand-up comedy de Portugal. Há uns tempos queixou-se de que Lopetegui, o treinador que tanto elogiou na imprensa internacional e que lhe convenceu até a comprar Ferraris que hoje, vê-se, são Corsas noutras paragens, não era treinador para ganhar, ao contrário de Conceição. Também disse, algures no tempo, porque ao ouvir Pinto da Costa o tempo perde dimensão e lógica, como se fosse uma Matrix, que qualquer treinador seria campeão com os "Falcão, Hulks, James" e companhia, numa bicada seguramente aos Villas-Boas e Vitor Pereiras - os últimos treinadores campeões nacionais, é preciso lembrar - e que ser campeão com um plantel actual é que era. Pois era. Vitor Pereira saiu em 2013 do FC Porto. Há quase cinco épocas. Nesse espaço de tempo essa sumidade elegeu como treinadores nomes distintos, perfis distintos e com mentalidades distintas. Deu-lhes jogadores pedidos, deu-lhes jogadores que não queriam mas que tinham de ter e foi vendendo os anéis. Dos dedos, dos colares, da alma. Foi estripando o FC Porto, abrindo-o por dentro e sacando, gota atrás de gota, o sangue. O FC Porto, o mesmo clube que durante uma década foi considerado um exemplo de gestão, sobretudo como comprava muito barato, vendia muito caro e mantinha uma boa prestação desportiva, hoje está sob a alzada da UEFA. Não pode gastar nem um cêntimo sem avisar, não pode cometer nenhuma loucura, não pode investir sem somar, subtrair e contar com muitos dedos os números. Durante estes quatro anos e meio sem títulos o Porto vendeu tudo e não ficou com nada, salvo Brahimi, que ninguém parece querer, felizmente, e Herrera, que ninguém parece querer, infelizmente. Já vendeu jogadores com um ano de casa, da formação, sem sequer garantir o 100% da sua mais valia e já vendeu apostas falhadas e logradas. O que não conseguiu foi investir bem porque o supra-sumo das declarações inoportunas, seguramente com a cabeça e o corpo metido noutro lado, perdeu tudo aquilo que o ligava á sanidade da gestão futebolistica. E a carteira do FC Porto foi sendo "roubada", desde dentro, e o dinheiro ganho, as transferências milionárias, foram desaparecendo num buraco onde já cabe o Dragão e, daqui a nada, o azul e branco se for preciso. Ontem, num jogo decisivo, Sérgio Conceição, um homem que faz milagres mas a quem não se pode pedir sempre o impossível, realmente não podia deixar de olhar com inveja para os que o precederam. Os que tinham na área a jogadores como Derlei, McCarthy, Lisandro, Falcão, Hulk, Jackson ou André Silva e não Moussa Marega. Há uns tempos atrás escrevi que Marega era o exemplo desta equipa e nada pode ser mais certo. Todo o querer do mundo e toda a dificuldade do mundo incluídas num jogador que dá 200% mas que há coisas que não pode dar. A culpa nunca será sua. A culpa é de quem foi sangrando o clube a ponto de que tenha de lutar contra o maior rival de sempre, o Polvo, com Marega, com Otávio, com Aboubakar e com Herrera quando durante uma década teve jogadores de um nível muito superior, cujo dinheiro das vendas foi mal gasto, negócio atrás negócio, para não falar naquele que, misteriosamente, desapareceu e foi parar a outras mãos. Ontem o FC Porto mediu-se nu contra o Polvo. Despido por quem devia ter procurado dar-lhe o melhor traje de batalha e o despojou das armas. Conceição, os seus e os adeptos no Dragão foram à luta na mesma, porque esse é o nosso ADN, e lutou com os punhos e com a alma. E ganharão, ganharemos, esta batalha. Contra tudo e contra todos, inclusive contra aqueles que nos despiram e nos deixaram nus para, mais á frente, virem reclamar os despojos e o traje do imperador.



O FC Porto vai ser campeão.
Contra tudo e contra todos. Dentro e fora. Salvo o plantel - um exemplo de atitude mesmo quando o talento e a capacidade individual não dá para mais - e o treinador, o motor desta recuperação espiritual de uma ideia de Porto perdida desde a época das vacas gordas, contra tudo e contra todos. Contra os interesses da capital, os negócios ocultos da trama e os tentáculos nas esferas do poder. Contra as manobras rasteiras de Alexandre, contra a ressaca do "Anterismo", contra os interesses dos Teixeiras. Contra o vitimismo dos Vieira e dos Carvalho, contra a violência dos Fejsa e os braços de Luisão. Contra os fundos que andam a apropriar-se, pouco a pouco, do futuro do clube, os que hipotecaram o estádio e o negócio com a Altice e os que fizeram com que a UEFA tivesse direito para apresentar-se à porta a pedir contas. Contra o VAR calado do Polvo. Contra o silêncio oportunista de Pinto da Costa. Contra tudo e contra todos. Campeões.

11 comentários:

Luís Vieira disse...

Gostaria de ser tão optimista, mas a realidade patenteada ontem no Dragão não o permite. Houve uma demonstração de força do manto protector que, malgrado, bem conhecemos ultimamente. Palavra de honra, se o Porto não conseguir ser campeão por factores alheios à sua performance, que seja o Sporting. Estes mouros é que não. Não se aguenta, é por demais.

Paulo Marques disse...

Noutra altura diria que sim, hoje digo talvez. O polvo é enorme e o plantel mais do que curto. Se noutras alturas sempre houve um pinheiro para a enfiar lá dentro à força, hoje em termos de finalizadores está mau.

Francisco Paulos disse...

A Sad é a nossa maior vergonha. É preciso os sócios fazerem qualquer coisa pois quem é pago principescamente não o faz. Basta!

Zé_dopipo disse...

Muito bom.

scape disse...

bom dia,tirando a parte do"vamos ser campeoes"é exatamente o que eu penso, tudo o que esta escrito nesta cronica.o silencio do PINTO da COSTA apos o jogo nunca sera perdoado,pois quando tem motivos para se gabar de algo nunca perde a oportunidade,agora quando devia falar cala-se,podia ao menos antecipar o seu desejo e trespassar a sua presidencia para o filho o quanto antes pois ele esta finito.helder oliveira m.grande

Luís disse...

Boas.
Continuas com muita azia amigo, agora um pouco mais distante do jogo de sexta-feira é verdade que fomos roubados, mas também é verdade que tivemos oportunidades suficientes para marcar pelo menos um golo.

Concordo com quase tudo excepto a forma como falaste do Marega e também do Herrera. Discordo completamente, eles são nossos, a quem dá tudo o que tem, que são o protótipo de ser Porto, não devemos criticar!

Temos de ter alguma coerência e não criticar tudo! No ano passado, anos anteriores, criticava-se que a equipa não deixava o sangue em campo, este ano critica-se porque Marega falha golos?! Daqui a pouco a critica-se o Ronaldo ou o Messi!

Marega surpreendeu-me! Adoro-o! Nota-se que é humilde, é simples, dá tudo o que tem e é um monstro fisicamente! Ele arrasta a equipa e pelo menos a nivel interno, é imparável! O Benfica viu-se grego para o travar!

É verdade, falhou na eficácia mas o André Silva quantas vezes não falhou?! Ele não é ponta de lança e não me parece que a missão principal dele seja marcar mas sim criar oportunidades! E ainda por cima, temos o melhor ataque da liga!

Não podemos deixar que a azia nos deixe cegos. Nem sequer era suposto no inicio da época estarmos em primeiro! É bom termos os pés bem assentes na terra! Esta equipa está a fazer milagres!

E se não formos campeões (se o formos é daqueles milagres que acontece algumas vezes num século), vou continuar com estes jogadores, com este treinador, que põs a equipa a jogar a Porto!! Porque prefiro isto do que o que tivemos nos anos anteriores.

Abraço.

Kostadinov disse...

Na opinião do ilustre rabiscador, não ganhamos porque não temos jogadores de categoria.
Então porque se queixa?
Brahimi, Herrera, Marega não valem puto, mas deram um banho de bola aos corruptos que eles não têm memória, mas o Pinto da Costa é que é um filho da puta. Com estes portistas só podemos ser um Porto de merda mesmo.

Gabri El'Viegas disse...

Está aqui a fotografia feita. É isto!

miguel.ca disse...

Tudo de que os Portistas se queixam é verdadeiro e legítimo. Mais uma vez fomos comidos por lorpas e pronto.
Mas de uma coisa não me consigo esquecer. O FCPorto não conseguiu golear uma defesa miserável composta por um tosco com quase 40 anos, por outro tosco que tem sido um eterno suplente, um guarda redes jovem e um brasas por ter sido substituido por outro ainda pior há meia duzia de semanas e dois laterais dignos de um Rio Ave ou Guimarães.
Um qualquer Basileia espeta nas calmas 5 balasios nestes nabos e nós não fomos capazes de lá meter pelo menos um que não desse azo a invenções arbitrais.

Bruno Alex disse...

«Porque este Portugal, "pos-democrático", é mais salazarista e centralista que o Portugal contra o qual Pedroto lutou e denunciou.»
Facto. Sem dúvida!

«Será preciso outro terramoto para varrer a escumalha que nos meandros do futebol português adultera...»
--> https://youtu.be/7vhPdKCNpGc
"Lisboa, em chamas, caída, tremendo, em chamas, Lisboa"

«...tentáculos que ainda são mais fortes do que podemos imaginar»
Pois é! Ainda a missa vai a meio. Cheira-me que os e-mails até agora divulgados são uma gota num oceano... que não envolve só o mundo futebolístico.

«Ler entrevistas ou declarações inoportunas e oportunistas de Pinto da Costa tornou-se num dos melhores exercícios de stand-up comedy de Portugal.»
Se esta frase fosse o título, eu iria SEMPRE ler o artigo, nem que o assunto fosse batatas cozinhas com vinha d'alho.
Mas, verdade seja dita (e muito tristemente o afirmo), tendo em conta declarações recentes, até está melhor calado.

«Contra tudo e contra todos. Dentro e fora»
«Contra as manobras rasteiras de Alexandre, contra a ressaca do "Anterismo", contra os interesses dos Teixeiras.»
«Contra o silêncio oportunista de Pinto da Costa. Contra»

FODA-SE, sempre disse que o Reflexão Portista é, DE LONGE, o melhor blog de apoio ao FC Porto. Nunca tive nem terei dúvidas.
ENORMES!

Para terminar, dizer que não entendo aí a referência ao Sporting - algo que outras páginas e até alguns opinantes fizeram já - a respeito de ser também um clube que sofre com o polvo.
Em relação à presente época... serei o único a achar que, no que toca a decisões que alteram claramente o desfecho das partidas, o Sporting tem sido ainda mais beneficiado do que o Benfica?!

Cumprimentos ao Pintinho do pedestal!

P.S.: Espero sinceramente que o FJ Marques não esteja "silenciado" como ultimamente tem aparentado. É que, numa realidade em que o presidente do clube não dá o peito às balas, é preferível ter um director de comunicação a fazê-lo do que ninguém.

Unknown disse...

"Uma no cravo e outra na ferradura" - liberte a bilis que há em sí

Misturar o roubo monumental e descarado que fomos alvo na passada semana, onde ficou patente para todos nós o poderio dos tentáculos do polvo, com a gestão critica nos ultimos anos do PC e comandita => é no minimo falta de foco, inoportuno !!! Sugiro que guarde toda a prosa para o final do Campeonato ou para as eleições, onde definitivamente esta e todas as criticas poderão ser úteis. Agora ??

É desonesto comparar Marega, Ótávio, aboubakar e Herrera com Derlei, McCarthy, Lisandro, Falcão, Kulk, Jackson André Silva.

Até porque, mesmo sendo discutível,:
- Marega não fica nada a dever ao Derlei !!!
- Aboubakar não é pior que André Silva e Jackson !!!
- Otávio e Herrera são MC e por isso não sei porque compara com Avançados, reconheço muitos MC melhores que os visados e até o meu idolo DECO poderia ter sido referido.

Esta comparação é desonesta e despropositada!! os jogadores que refere não jogaram todos juntos, todos (os mencionados antigos jogadores) ganharam titulos e faziam parte de grandes e diferentes equipas do FCP campeão...( excepção André Silva) onde foram campeões nacionais, europeus e alguns mundiais.

Não sei se reparou que está a cuspir no prato daqueles que desde que iniciou o Campeonato lhe tem oferecido belos repastos, em alguns casos até gourmet... que quer mais ? caça ás bruxas ? vamos concentrar naquilo que neste momento podemos influenciar => APOIAR ESTA EQUIPA MAIS DO QUE NUNCA.

Ficarei tremendamente feliz se estes nabos sem qualidade nenhuma lhe proporcionem a vitória neste dificila campeonato que se avizinha - CONTRA TUDO e CONTRA TODOS

Relembro-lhe algo interessante, que contraria a sua tese da qualidade suprasumo de outrora, para sua reflexão:

Nem só de grande qualidade técnica e individual vive uma EQUIPA de futebol
=> Campeao UEFA 2002/3 alguns tb campeoes europeus (2003/4):
- Capucho, Derlei, Jankauskas, Postiga, Ricardo Costa, Nuno Valente, Pedro Mendes, Clayton, Tiago, Marco Ferreira, César Peixoto

Faça o exercicio de comparar a tal qualidade, com alguns dos seus amigos portistas, e verá como é dicutível os argumentos que usou.

Quando chegar a hora de decidir o futuro do clube e quem deverá merecer a nossa confiança para gerir e projectar o clube para um novo ciclo vitorioso, espero ouvi-lo gritar bem alto quem é o seu candidato !!

Abraços
Vitor Silva (não consigo enviar com open ID)