sábado, 10 de novembro de 2018

Ticão!


E que grande vitória a desta noite.
Importantíssima nas contas do título, não só tendo em conta que o adversário era o segundo classificado (sem qualquer derrota) mas também pelo timing da mesma, numa altura que os rivais lisboetas estão ambos a atravessar uma fase de transição.

O Braga é, de facto, uma equipa forte. Apesar de contar, apenas, com 2 ou 3 nomes sonantes, há trabalho muito competente a ser ali executado e tal acontece desde já há alguns anos.
Uma grande aptidão competitiva, de calibre bem acima da média.

O FCP voltou, hoje também, a contar com a estrelinha (de campeão?) que nos tem acompanhado amiúde esta época.
E bem que a merecemos pois, durante vários anos, esta nada quis connosco.

Mas a estrela mais alta (esta cá da Terra) voltou a ser o nosso treinador que, uma vez mais, arriscou tudo para vencer a partida. Novamente Maxi a dar lugar a Otávio, colocando a equipa ainda mais ofensiva, para lá ainda do muito que ela já o é na sua génese e identidade.
Quão raro é vermos um técnico português assim.

Destaque também para Soares, que hoje foi absolutamente decisivo. O cruzamento do talismã Otávio era bem colocado mas, daí até o lance terminar em golo, faltava ainda algum trabalho. Foi obra de Ticão. Não era para qualquer tiquinho colocar aquela bola bem no cantinho e, para mais, ao minuto 87. O brasileiro, recorde-se, já tinha tido papel determinante na reviravolta contra o Varzim e, antes, contra o Tondela.

Estão de parabéns os jogadores e segue-se agora mais uma longa pausa que, esperemos, não estrague esta nossa grande dinâmica de vitória actual.

1 comentário:

Vidente Mor disse...

ganhamos o mais interessante. O braga aproveitou muito bem maxi e canalizou quase todo o perigo por ali, maxi ja nao tem pernas. a bola ao poste de esgaio e precedida de falta que daria uma expulsao. o treinador do braga nao me parece ser muito serio na postura, parece querer hanhar a qualquer preço, sera que apendeu com a casa mae?? vamos ver quando for aos lampioes. Temos defeciencias que nos causam sempre jogadas de perigo dos advesarios nas transiçoes, as deficiencias tem a ver com os conceitos taticos de SC, nao percebo a insistencia num jogador que nao joga nada---hernani e uma perda de tempo. Se SC se deixasse de teimosias e fosse mais versatil o porto ficava intratavel, bazoer tem de estar em vez de hernani, maxi tem de se sentar, soares de cabeça e muito bom e ao braga marca sempre, com os pes e outra conversa, nao se pode ter tudo.
NOTA O SCHALKE E UM BRAGA MELHOR, SERA UM JOGO MUITO COMPLICADO , A VANTAGEM E QUE PRECISAMOS DO EMPATE SO. SAO EQUIPAS QUE NOS CONVIDAM A TER POSSE COM A QUAL SC TEM DIFICULDADES EM LIDAR A NAO SER ALTERANDO ALGUMA COISA.