sábado, 8 de dezembro de 2018

Há sempre solução...


...mesmo quando o adversário apresenta um ataque com Jackson Martinez (ainda teve um remate, daqueles dos tempos antigos, que Casillas defendeu) e um verdadeiro mini-Brahimi que dá pelo nome de Nakajima. O japonês estará de saída para a Liga Inglesa mas, antes disso, ainda teve tempo para mais uma performance de qualidade acima da média.

Juntou-se a isso um Óliver, a passar tão completamente ao lado da partida, que teve que receber ordem de saida ainda dentro dos primeiros 45 minutos (a tal falta de um rendimento constante, ao longo de uma série mais longa de partidas, que muitos portistas temem no médio espanhol).

Com Telles e Otávio também em noite apagada, valeu-nos, ontem mais uma vez, os suspeitos do costume: Brahimi a jogar e Marega a marcar.
O argelino esteve imparável no criar de situações de golo. E até marcou dois, também, um deles bem anulado pelo árbitro e VAR. Aproveitemos ao máximo o facto de ainda podermos contar com um fabuloso futebolista como Brahimi. Então aquele seu controlo do esférico, só encontra mesmo paralelo num Rabah Madjer.
E, claro, Marega. O homem do Mali foi ele mesmo: a falhar lances e lances, de forma a deixar qualquer um de cabelos em pé, até chegar aquele tradicional momento de ser ele a decidir o jogo. Dois golos e ainda uma assistência. Pedir mais, seria um abuso.

Nota também alta para a grande jogada de Danilo, no terceiro golo, que matou o encontro. Além de ter passado de forma brilhante por um defesa contrário, tudo a alta velocidade, só descansou quando a bola chegou a quem ele queria mesmo que chegasse: a Brahimi, claro está.

1 comentário:

Vidente Mor disse...

jogamos muito mal nos primeiros 45, mesmo assim criamos algumas oportunidades mas levamos um banho de bola como contra o guimaraes e o liverpool. SC estava muito preocupado mas a fragilidade defensiva do portimonense safou nos. Com equipas que trocam bem a bola temos dificuldade, a entrada de herrera talvez tenha invertido isso mas nao sei se so foi isso ou a normal queda fisica do portimonense. SC esta menos teimoso, mais rapido a decidir, mas tem de encontrar um antidoto para este tipo de futebol ou um dia teremos dissabores, se o arbitro marca o penalti ou casillas nao faz uma defesa muito dificil, ficavam eventualmente 2 a 0 que contra o portimonense nao serao dificeis de anular mas contra uma equipa mais forte defensivamente ...... mas realmente os avançados desgastam muito as equipas adversarias, soares falha que se farta mas luta e desgasta muito. O porto esta com uma dinamica muito interessante e nao e facil as outras equipas segurarem sem recorrerem ao anti jogo.
Oliver......para este tipo de futebol de SC sao necessarios jogadores muito especificos sem os quais a coisa emperra, esse sera um dos problemas que ele tera de enfrentar.