sábado, 30 de março de 2019

Tudo ou nada

O Porto joga hoje uma cartada decisiva no campeonato, naquele que será, em teoria, o confronto mais exigente fora de portas até ao final da prova. Os últimos resultados contra o (e em) Braga têm sido positivos, mas quase sempre a troco de um grande esforço - esta tarde não deverá ser diferente.

Não ganhar hoje é hipotecar definitivamente o título. A situação já é má com uma igualdade pontual que só existe no papel (e que quanto muito serve para dar algum alento); escusado será dizer que pior ficaria se oferecêssemos nova folga ao primeiro classificado.


Esta tem sido uma época de altos e baixos, com um recorde histórico de vitórias consecutivas igualado, e apesar disso, um descoroçoante segundo lugar, com uma derrota proíbida (e evitável) em casa. Até ao soar do gongo tudo é possível - convém é não fazer o gongo soar cedo demais. Ser campeão, além de um privilégio, é uma responsabilidade e assumir essa responsabilidade, passa por ganhar (hoje).

1 comentário:

Vidente Mor disse...

o porto de SC tem de apresentar mais futebol, so potencia e correrias nao chega, em braga foram mais 2 de soares e mais 3 de bola parada, de futebol jogado nenhum. ESTE CAMPEONATO SERIA LI MPAR O CU A MENINOS SE SC TIVESSE SIDO MAIS INTELIGENTE E MENOS TEIMOSO. E otimo na raça, na emoçao mas falta algo para ser realmente top, qualquer lage e uns meninos a jogar em contra atqque dao a volta a este futebol do porto. SC tem de preveligiar mais o meio campo e com isso maior criatividade e classe. A POTENCIA E A EMOÇAO SO NAO CHEGAM PARA GANHAR A EQUIPAS MAIS BEM APETRECHADAS.